A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Quem somos? Câmara de Comércio, Indústria e Agropecuária Brasil-Moçambique; Associação sem fins lucrativos; Fundação em março de 2008; Embaixador de Moçambique.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Quem somos? Câmara de Comércio, Indústria e Agropecuária Brasil-Moçambique; Associação sem fins lucrativos; Fundação em março de 2008; Embaixador de Moçambique."— Transcrição da apresentação:

1

2 Quem somos? Câmara de Comércio, Indústria e Agropecuária Brasil-Moçambique; Associação sem fins lucrativos; Fundação em março de 2008; Embaixador de Moçambique no Brasil ocupa a Presidência Honorária da CCIABM; Matriz em Belo Horizonte-MG; Atuação em nível nacional; Escritório parceiro e correspondente em Maputo – CCMOBRA (Câmara de Comércio Moçambique-Brasil).

3 Missão Fomentar o relacionamento socioeconômico entre Brasil e Moçambique, criando um ambiente institucional e de negócios favorável, e auxiliando o aproveitamento das oportunidades existentes. Visão Tornar-se a referência e o principal fomentador das relações socioeconômicas entre Brasil e Moçambique. Valores Empreendedorismo – ações inovadoras para empresas inovadoras; Transparência – nas relações com os associados e parceiros; Profissionalismo – associação com gestão moderna e profissional; Dinamismo – atitude pró-ativa e eficiente na busca de resultados; Dedicação – na causa Brasil-Moçambique.

4 Objetivos Institucionais Desenvolvimento do comércio bilateral entre Brasil e Moçambique; Atração de investimentos recíprocos; Facilitação da entrada de empresas nos dois países; Intercâmbio cultural; Prospecção de parcerias junto às iniciativas privadas e aos governos; Organização de eventos e missões; Pesquisas de mercado; Fornecimento de informações sobre os dois países; Fonte de contatos empresariais e governamentais.

5 Organograma Geográfico Belo Horizonte (Matriz) Vitória (Apoio) São Paulo (Apoio) Goiânia (Filial) Porto Alegre (Filial) Maputo - MOZ (Corresp.) Brasília (Filial) Fortaleza (Filial)

6 Organograma Funcional CCIABM Diretoria Gerência Nacional Gerência Regional Conselho Consultivo Conselho de Administração

7 República de Moçambique

8 Moçambique – Informações Gerais Nome: República de Moçambique Presidente: Armando Emílio Guebuza Primeiro-Ministro: Aires Bonifacio Ali Sistema político: Democracia Multipartidária Área aproximada : Km² População: (dezembro 2010) Fonte: Banco Mundial (2011)

9 Moçambique – SADC População: PIB Total: 872,71 bilhões (US$) Fonte: CIA Factbook

10 Moçambique – História - Século XV mercadores árabes instauram postos comerciais; - Século XVI chegada dos portugueses; vira parte da África portuguesa; Província ultramarina de Portugal; - 25 de junho de 1975 – Independência; – 1992 – Período de Guerra Civil; – atual – Democracia Multipartidária e Paz; Nova Zelândia (1º) França (32º) Itália (40º) Moçambique (47º) Marrocos (52º) Brasil (83º) Angola (86º) África do Sul (121º) Iraque (149º) GPI (Global Peace Index) (2010) - Índice da Paz Mundial 2010:

11 Moçambique – Imagens Capital: Maputo População da Província: 2,6 milhões de habitantes

12 Moçambique – Indicadores Macroeconômicos Ano PIB-PPC (US$ Bilhões)16,217,018,120,222,2 PIB Nominal (US$ Bilhões)7,27,89,710,39,9 Crescimento Real do PIB (%)7,98,06,26,08,3 Infla ç ão M é dia Anual (%)8,112,19,83,313,5 Exporta ç ões (US$ Bilhões)2,42,52,72,22,5 Importa ç ões (US$ Bilhões)2,83,03,73,83,5 PIB-PPC Per capita (US$)736,4815,8788,7880,21000,0 Taxa de Cambio Media MT/US$25,5024,0025,0035,8835,00 Fontes: Cia Factbook Brazil Trade Net UN Comtrade

13 Comércio Exterior de Moçambique

14 Principais Produtos Exportados Valor em milhões % do total Valor em milhões % do total Commodities não especificadas198,9597,5%867,74940,41% Combustíveis minerais, óleos, produtos destilados 287,70810,84%374,19817,43% Tabaco e seus sucadâneos manufaturafos195,0227,35%180,6138,41% Maquinaria, reatores nucleares e caldeiras53,1342%78,5543,66% Peixes, crustáceos e moluscos75,6902,85%65,4413,05% Acúcar e açúcar para confeitaria1,3520,05%62,4372,91% Minérios, escórias e cinzas39,4321,49%59,4562,27% Óleos e frutas oleaginosas39,6021,49%48,6552,77% Vegetais, tubérculos e raízes38,1140,41%39,2391,91% TOTAL2653,3100%2147,2100% Exportações (USD MM) Fonte: TradeMap (2011)

15 Principais Produtos Importados Valor em milhões % do total Valor em milhões % do total Combustíveis minerais, óleos e produtos detilados 811,44520,25%582,84415,48% Commodities não especificadas 674,86416,84%468,27912,44% Veículos que não os de transporte ferroviário e elétrico 413,88710,33%452,59512,02% Maquinaria, reatores nucleares, caldeiras 313,4047,82%397,73110,57% Cerais 244,2366,09%275,5967,32% Equipamentos eletrônicos 218,6935,46%191,7575,09% Artigos de metal e aço 87,7832,19%104,8802,79% Metal e aço 80,3832,01%95,7212,54% Sal, enxofre, terras, pedras, gesso, cal e cimento 57,7181,44%84,9842,26% Gordura e óleos de origem animal e vegetal, produtos de clivagem 111,8912,79%80,0832,13% TOTAL 4007,8100%3764,2100% Fonte: TradeMap (2011) Importações (USD MM)

16 Comércio Brasil / Moçambique

17 Oportunidades Imediatas Alimentos e bebidas; Medicamentos e mobiliário médico-cirúrgico; Produtos agrícolas; Veículos, automóveis e outros terrestres, partes e acessórios; Máquinas, equipamentos e instrumentos mecânicos; Obras de ferro e aço; Material de construção e engenharia; Móveis, colchões, almofadas e objetos para casa; Produtos cerâmicos. Produtos importados por Moçambique e potenciais para as exportações brasileiras, visto que o Brasil já exporta tais produtos para outros mercados:

18 Investimentos em Moçambique

19 Garantias Para Investimentos Estrangeiros Segurança e proteção à Propriedade Privada; Sem restrições para financiamentos internacionais e pagamentos de juros; Permissão para Remissão de lucros ao exterior; Liberalização de Bancos e Câmbio; Arbitragem pela ICC ou ICSID para resolução de controvérsias; Serviço de cobertura de riscos pela MIGA (Banco Mundial) e OPIC (USA). Doing Business 2010: Moçambique - 41º Proteção aos Investimentos Estrangeiros.

20 Fonte: Planalto (2010) Investimentos Brasileiros em Moçambique

21 Investimentos Diretos SectoresProjIDEIDNTotal%Nº% Agricultura e Agro- Indústria ,22% ,18% Aquicultura e Pescas ,16% 2100,77% Bancos e Seguradoras ,02% 340,12% Construções e Obras Públicas ,23% ,07% Indústria ,99% ,65% Recursos Minerais ,74% ,62% Transportes & Comunicações ,85% 5892,15% Turismo e Hotelaria ,38% ,04% Outros ,41% 6582,40% Total % % Fonte: CPI (Ano 2007)

22 Tributação Direitos Alfandegários nas Importações: Equipamentos5.0% Matérias Primas 2.5% Produtos Semi-acabados 7.5% Produtos Acabados20.0% Tributos: VAT (IVA) 17.0% IRPJ (regra geral)32.0% *Exceções: Agricultura10.0% IRPF10.0% a 32.0%

23 Oportunidades de Investimento por Setor

24 Infra-estrutura Pública O Governo Moçambicano em parceria com o setor privado (PPP) tem investido no desenvolvimento da infra-estrutura de utilidade pública, nomeadamente: Estradas; Pontes; Telecomunicações; Energia; Habitação; Construção Civil. Várias oportunidades de investimento são oferecidas nestes setores.

25 Energia Ações: Início da exploração do Gás Natural; Reabilitação e Construção de novas barragens Hidrelétricas; Início da exploração e do fomento a energias alternativas e renováveis: Solar, Eólica e Biocombustíveis (Etanol, Biodiesel e Biogás) Resultados: De acordo com a EDM (Energia de Moçambique) a produção energética total do país em 2010 foi de MW. Tendo em vista a total liberação da exploração pela iniciativa privada, certamente esse setor representa uma grande oportunidade para investimentos, inclusive, por meio de parcerias público-privadas.

26 Recursos Minerais A diversidade e vasta gama de recursos minerais de que dispõe o país representa uma grande oportunidade para investimentos, extração, processamento, pesquisa e utilização dos vários tipos destes recursos, sendo os principais: Gás Natural; Carvão Mineral; Bauxita; Ouro; Areias pesadas; Mármore; Pedras Preciosas.

27 Indústria Um dos grandes desafios do país é acrescentar valor aos seus produtos primários. Nas suas várias vertentes, o setor industrial oferece inúmeras oportunidades de investimentos por todo o país. A indústria têxtil, de transformação de produtos agrícolas, de transformação de alumínio, ferro e aço, são alguns exemplos com grande viabilidade. - Zonas Francas Industriais; - Zonas Econômicas Especiais; - Zonas de Rápido Desenvolvimento.

28 Agricultura Produção de cereais, frutas, flores e vegetais diversos para o mercado local e de exportação. Exportação de vários produtos agrícolas, com destaque para: baby-corn, flores, citrinas, castanha de caju, frutas diversas, pimentas e páprica para vários mercados, sobretudo a Europa. O Vale do Zambeze, por exemplo, representa uma excelente oportunidade para o setor agrícola, dispondo inclusive de estudos de viabilidade agrícola já realizados.

29 Pesca e Aquacultura O setor está em amplo desenvolvimento, com a participação de empresas francesas, moçambicanas, espanholas, portuguesas, japonesas, chinesas, e com forte fluxo de exportação para os mercados destes países, em especial, camarão e pescados diversos. O país dispõe de enorme potencial ao longo dos mais de km de costa, e 17,092 Km² de lagos e rios, o que propicia excelentes condições naturais favoráveis à prática da aquacultura.

30 Turismo e Hotelaria Este setor tem registrado vertiginoso crescimento ao longo dos últimos anos, tendo em vista o grande potencial que o país possui e os investimentos públicos que vêm sendo realizados em termos de infra-estrutura e meios para permitir o acesso a locais antes inacessíveis. O país oferece oportunidades de investimentos únicos para o turismo ecológico nos parques e reservas nacionais, possibilidade de investimento em game farms privadas no interior do país, sempre beneficiando-se da exuberante fauna e flora, combinado com as belas praias ao longo dos 2.700Km de costa, incluindo ilhas e arquipélagos. O turismo histórico-cultural e de negócios também cresce bastante nos últimos anos representando uma opção muito viável em muitas regiões do país.

31 O Governo Moçambicano tem feito relevantes esforços no combate às doenças, em especial Sida e Malária, com a importação de medicamentos, material cirúrgico, mobiliário hospitalar e incentivos para a atração de fábricas, hospitais e laboratórios. Medicamento e Material Cirúrgico

32 Vestuário, Moda, Cosméticos e Perfumaria Apesar do baixo poder aquisitivo da população em geral, os moçambicano são muito vaidosos, demandando produtos de perfumaria, beleza e cosméticos, inclusive se inspirando nos que são utilizados no Brasil pela influência das novelas brasileiras. O Brasil em especial possui um grande potencial comparativo em relação aos demais países, pois, com a influência da cultura e dos meios de comunicação brasileiros, os hábitos e a moda moçambicanas sofrem forte influência dos brasileiros.

33 Cultura e Educação A identidade de idioma possibilita uma grande oportunidade para as empresas brasileiras nos setores da cultura e educação em especial: Instalação de Faculdades; Livros e material didático; Literatura; Indústria audio-gráfica; Novelas; Gráficas; Editoras.

34 Moçambique Vista de Maputo Uma excelente oportunidade para Negócios!

35 Equipe CCIABM Matriz - Rua da Paisagem, 220 – Belo Horizonte, Minas Gerais – Brasil - Tel.: +55 (31) – – Unidades Brasil Belo Horizonte, MG – Brasília, DF – São Paulo, SP - Goiânia, GO – Porto Alegre, RS – Fortaleza, CE Moçambique Maputo, MOZ OBRIGADO!

36 Matriz - Rua da Paisagem, 220 – Belo Horizonte, Minas Gerais – Brasil - Tel.: +55 (31) – – Unidades - Brasil: Belo Horizonte, MG – Brasília, DF – São Paulo, SP - Goiânia, GO – Porto Alegre, RS – Fortaleza, CE I Moçambique: Maputo


Carregar ppt "Quem somos? Câmara de Comércio, Indústria e Agropecuária Brasil-Moçambique; Associação sem fins lucrativos; Fundação em março de 2008; Embaixador de Moçambique."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google