A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EEL 7030 Resumo do Programa 1 – Com 8085 – Subrotinas, Pilha, Entrada e Saídas, Interrupção Prova1 2 – Microcontroladores – 8051 Timer, Interrupção e I/O.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EEL 7030 Resumo do Programa 1 – Com 8085 – Subrotinas, Pilha, Entrada e Saídas, Interrupção Prova1 2 – Microcontroladores – 8051 Timer, Interrupção e I/O."— Transcrição da apresentação:

1 EEL 7030 Resumo do Programa 1 – Com 8085 – Subrotinas, Pilha, Entrada e Saídas, Interrupção Prova1 2 – Microcontroladores – 8051 Timer, Interrupção e I/O. 3 – 8086 – Estrutura basica Prova2; Nota=raiz(lab*teoria) REC

2 Elementos de um computador CPUMemóriaI/O Barramentos de endereços e dados Linhas de Controle 8 BIT >>>> 16 BIT >>>>> 20 BIT >>>>>>

3 Funcionamento basico Memória código CPU RI PC ACC SP BC DE HL 04 3C 3E – INR B 3C – INR A 3E 25 – MVI A 25

4 Linguagem – Assembly Características Gerais Uma linguagem de montagem é uma representação simbólica para uma linguagem de máquina (numérica). É o primeiro nível a fazer uso de palavras e abreviaturas (mnemônicos) familiares às pessoas para representar as instruções de máquina. Cada comando em Assembly de montagem corresponde a uma instrução de linguagem de máquina.

5 Linguagem – Assembly Permite a livre atribuição de nomes simbólicos a dados e endereços. O que pode ser feito em linguagem de máquina pode ser em Assembly. Este nível e os superiores são suportados por tradução. O tradutor para uma linguagem de montagem é denominado montador (assembler). É o primeiro nível dirigido aos programadores de aplicação. O programador em Assembly tem acesso a todos os recursos e instruções disponíveis na CPU. Os programas em Assembly têm pouca ou nenhuma portabilidade.

6 Comparação entre Linguagem de Montagem e Linguagem de Alto Nível Será que os grandes programas comerciais, que serão muito vendidos, precisam ser escritos inteiramente em linguagem de montagem para serem eficientes? O custo de desenvolver um grande programa inteiramente em assembly é muito mais alto do que o custo de desenvolvê-lo em uma linguagem de alto nível. A produtividade do programador em uma linguagem de alto nível é muito maior do que quando ele programa em linguagem de montagem. O programador tem uma visão muito melhor do problema e do algoritmo quando utiliza uma linguagem de alto nível. Portabilidade do projeto entre plataformas e entre diferentes programadores. Facilidade de compreensão, depuração e atualização de código-fonte em linguagem de alto nível. Mas um programa feito em linguagem de montagem ainda é bem mais rápido do que um equivalente feito em linguagem de alto nível e compilado. Solução: Combinar as duas linguagens!

7 Quando Utilizar Assembly ? Quando for necessário extrair o máximo desempenho dos procedimentos críticos de um programa em linguagem de alto nível. Em microprocessadores voltados para sistemas pequenos (dedicados), o Assembly pode ser a única alternativa. Geralmente os compiladores de linguagens de alto nível também executam o processo de montagem. Portanto, entender de Assembly é essencial para entender o funcionamento dos compiladores.

8 O Processo de Montagem É bastante semelhante entre máquinas diferentes. O código assembly contém muitas referências futuras. Os montadores podem ser de dois passos ou de um passo. Montador de dois passos: Lê o programa-fonte duas vezes. No passo 1: Elimina todas as referências futuras; Coleciona as definições de todos os símbolos em uma tabela. No passo 2: Cada comando pode ser lido, montado e dar saída. Montador de um passo: Lê o programa-fonte somente uma vez para fazer a montagem. Os comandos com referências futuras são guardados em uma tabela para serem montados após o término da leitura do programa. A maioria dos montadores é de dois passos.

9 Estrutura do 8085 Registradores de 8 Bit A – Acumulador B C - podem formar o par B D E - podem formar o par C H L - Apontador de memória-H SP – Stack Pointer – 16 bit PC – Programm Counter – 16b

10 Estrutura do 8085

11 Instruções Só o Código da instrução 04 INR B Código e um byte de Dado 0E 22 MVI C22H Código e dois bytes de Dados ou endereço CD 2541 CALL Soma; Comentário

12 Instruções - Endereço - Código - Instrução - Dado - Comentário INR A MVI A,25H C INR A ; Atualiza cont E 25 MVI A,25; ???? 2002 CD 2541 CALL Soma

13 Sub routinas

14 Rotinas do Monitor KIT 8085 Monitor Eprom 0000H- 2000H RAM 2000H – 2400H Programa

15 Rotinas do Monitor Nome endereço altera função Letecla 02E7 A H L Ler p/A MostraA 036E todos MostraA MostraD 0363 todos MostraDE Delay 05F1 A D E Atraso ( D=1 = 100ms) ( D=0 ??? ) LOOP xxxx ; atraso DCR D JN Z LOOP

16 Sistema de Desenvolvimento Editor Montador Compilador Simulador Gravador Emulador Crossware – Edita e Compila Abacus – Simulador PINNACLE – para 8051

17 ; EXEMPLO CONT1.ASM ; Este programa realiza uma contagem decimal a partir de 7 MOSTRAA equ 036EH MOSTRAD equ 0363H DELAY equ 05f1H ORG 2000h LXI SP,20C2H LOOP: ADI 1 ; INCREMENTAR DAA ; AJUSTE PARA DECIMAL STA MEMORIA ; SALVAR Valor MOV E,A MVI D,0 CALL MOSTRAD ; Mostrar em DE LDA MEMORIA ; RECUPERAR JMP LOOP MEMORIA DB 7 END Para contar com 4 dígitos ? JNC endereço

18 ; Por fazer no programa anterior CONT1.asm 1) Iniciar o contador com valor de 1 ou 2 dígitos lido ao iniciar o programa 2) Contador hexadecimal ou decimal ( Escolher por tecla ou INT) 3) Contador com 4 dígitos 4) Contagem deve ser zerada toda vez que uma chave for pressionada 5) Contagem deve ser iniciada em 3344 toda vez que ocorrer a Int Trap 6) Controlar a velocidade do contador ( chave, tecla, Int ???) 7) Outras sugestões ??

19 Problemas no desenvolvimento de programas!! Erros de Sintaxe Não colocar END Não definir a pilha Definir a pilha em local inadequado Definir endereços errados Erros de lógica !!!!!!!!!!!!!!!!!

20 Diretivas ORG 2000H - Origem END Dado DB 25H – define dado=25 Dado DW 25H – define dado=0025 MSG DB Microprocessador DELAY EQU 05F1 LETECLA EQU 02E7H CHAVES EQU 21H LEDS EQU 22H

21 Porta paralela 8155 REGISTROEND COMANDO20H PORTA A21H PORTA B22H

22 Porta paralela 8155 ;Chaves.asm - Utilização de I/O COMMAND EQU 20H CHAVES EQU 21H LEDS EQU 22H ORG 2000H MVI A,02H ; Porta A entrada, ; B como saída OUT COMMAND LOOP: IN CHAVES ; Le chaves p/A OUT LEDS ; Acende LEDs JMP LOOP END

23 Porta paralela 8155 REGISTROEND COMANDO20H PORTA A21H PORTA B22H

24 Porta paralela 8155 Deslocar um led para a Esq. A int TRAP alterna entre led ligado ou apagado COMMAND EQU 20H CHAVES EQU 21H LEDS EQU 22H MVI A,02H ; B é saída OUT COMMAND SIM EI LOOP: LDA DADO OUT LEDS ; Acende o LEDs RLC ; Rotaciona LED STA DADO MVI D,02H ; Atraso de 200ms CALL DELAY ; p/ ver LED JMP LOOP

25 Porta paralela 8155 TTRAP: PUSH PSW LDA DADO CMA STA DADO EI POP PSW RET DADO DB 01 ; valor inicial ORG TRAP JMP TTRAP END RSTxx – Alterna SENTIDO !!

26 Porta paralela 8155 TTRAP: PUSH PSW LDA DADO CMA STA DADO EI POP PSW RET DADO DB 01 ; valor inicial ORG TRAP JMP TTRAP END RSTxx – Alterna SENTIDO !!

27 Manipulação de bits Operações booleanas !! Manipulação com mascaras Registro11111x00 Mascara Operação OR SETAR o BIT definido com 1 na mascara

28 Manipulação de bits RESETAR UM ou mais bits Registro Mascara Operação AND Reseta o BIT cuja mascara for zero !!!!

29 Manipulação de bits COMPLEMENTAR UM ou mais bits Registro Mascara Operação XOR Complementa os bits cuja mascara for um !!!

30 ;Testar o Bit0 de DADO ;Se tiver em 1 Resetar o BIT7 ; e caso contrário Setar o BIT6 INICIO: LDA DADO ANI 01 JZ SETA6 LDA DADO ANI 7FH ;resetar bit7 STA DADO JMP INICIO SETA6: LDA DADO ORI B;set B6 STA DADO JMP INICIO DADO DB 0FFH END

31 Interrupções São desvios do programa ocasionados por eventos externos. Interrupção por Software Interrupção por Hardware Nível Borda Ascendente Borda Descendente Borda e nível

32 Interrupções no 8085 CPU RAM RST00000H 2000H RST30018H 2018H RST40020H 2020H RST50028H 2028H Prioridade TRAP D1H RST5.5002C 420C8H RST H RST CBH RST70038H2038H RST7.5003C 220CEH

33 Interrupções no 8085 Flags usados IP – Interrupt Priority IE – Interrupt Enable EA

34 Interrupções no 8085 ; A Interrupção 7.5 deve zerar o contador ; Teste quais são os problemas ???? LXI SP,2060H ; Inicializa pilha MVI A,18H ; Habilita 5.5, SIM inicio: MVI A,00H EI LOOP: ADI 01H ; INR A não CY) DAA ; utiliza CY flag na corr. PUSH PSW ; Salva contagem MVI D,0 MOV E,A CALL MOSTRAD MVI D,05H ; Atraso de 500ms CALL DELAY POP PSW ; Recupera A JMP LOOP

35 Interrupções no 8085 T75 MVI A,0 EI RET ORG RST5.5 ; Evitar RST 5.5 EI RET ORG RST6.5 ; evitar RST 6.5 EI RET ORG RST7.5 ; Desvio da RST 7.5 JMP T75 ORG TRAP ; não Mascarável EI RET END

36 Interrupções no 8085 LXI SP,20C0H ; Inicializa pilha MVI A,18H ; Habilita 5.5, 6.5 e7.5 SIM EI LOOP: LDA CONTA ADI 01H DAA ; Ajusta p/Decimal STA CONTA CALL MOSTRAA MVI D,05H ; Atraso de 500ms CALL DELAY JMP LOOP TRATADOR: MVI A,00H STA CONTA EI RET CONTA: DB 00H ORG RST7.5 ; Desvio da RST 7.5 JMP TRATADOR END ints85a.asm

37 Interrupções no 8085 LXI SP,20C0H ; Inicializa pilha MVI A,18H SIM ; Habilita 5.5, 6.5 e 7.5 MVI A,00H STA STATE ; Flag de contagem STA COUNT ; Inicializa EI LOOP: LDA COUNT ADI 01H DAA ; Utiliza CY na correção STA COUNT CALL MOSTRAA MVI D,05H ; Atraso de 500ms CALL DELAY LDA STATE CPI 00H ; Testa se houve INT JZ LOOP ; Continua contando MVI A,00H

38 Interrupções no 8085 LDA STATE CPI 00H ; Testa critério JZ LOOP ; Continua MVI A,00H STA COUNT ; zera a contagem STA STATE ; Reinicializa flag JMP LOOP HNDLR: PUSH PSW MVI A,01H STA STATE EI POP PSW RET STATE DB 00H ; Flag global INT COUNT DB 00H ; Contagem ORG RST7.5 ; Desvio da RST JMP HNDLR END

39 Interrupções no 8085 Um contador cujo incremento deve ser alternado entre 1 e 2 com int7.5 MVI A,00H STA STATE ; Flag de reset STA COUNT ; Inicializa cont. EI LOOP: LDA COUNT LXI H,INCRE ADD M; DAA ; Utiliza CY STA COUNT CALL MOSTRAA MVI D,05H ; Atraso de 500ms CALL DELAY LDA STATE CPI 00H ;Testa de houve INT JZ LOOP ; Continua ate STATE = 0

40 Interrupções no 8085 LDA INCRE CPI 1 JZ DOIS MVI A,1 STA INCRE JMP CONTINUA DOIS: MVI A,2 STA INCRE CONTINUA ; STA COUNT ; CASO MVI A,0 STA STATE ; reinicializa Flag JMP LOOP T75: PUSH PSW MVI A,01H STA STATE EI POP PSW RET

41 Interrupções no 8085 STATE DB 00H ; Flag global COUNT DB 00H ; Contagem incremento DB ORG RST7.5 ;Desvio RST 7.5 JMP T75 END

42 Caracteristicas de um tratador de interrupção Local do tratador Tamanho - Pequeno Não alterar Registradores Não alterar a pilha Interrupções

43 Exercício1 Deslocar um LED ligado para a esquerda no conjunto de Leds. As chaves 7 e 8 definem a velocidade de deslocamento. A chave 1 define o sentido. Ligada – para a direita e desligada para a esquerda. A chave 2 controla entre deslocar um LED aceso e um desligado ! As chaves 3, 4 e 5....

44 Exercício2 Deslocar um LED ligado para a esquerda no conjunto de Leds. As chaves 7 e 8 definem a velocidade de deslocamento. A chave 1 define o sentido. Ligada – para a direita e desligada para a esquerda. A chave 2 controla entre deslocar um LED aceso e um desligado ! As chaves 3, 4 e 5....

45 Exercício3 Deslocar um LED ligado para a esquerda no conjunto de Leds. As chaves 7 e 8 definem a velocidade de deslocamento. A chave 1 define o sentido. Ligada – para a direita e desligada para a esquerda. A chave 2 controla entre deslocar um LED aceso e um desligado ! As chaves 3, 4 e 5....

46 Exercício4 Deslocar um LED ligado para a esquerda no conjunto de Leds. As chaves 7 e 8 definem a velocidade de deslocamento. A chave 1 define o sentido. Ligada – para a direita e desligada para a esquerda. A chave 2 controla entre deslocar um LED aceso e um desligado ! As chaves 3, 4 e 5....


Carregar ppt "EEL 7030 Resumo do Programa 1 – Com 8085 – Subrotinas, Pilha, Entrada e Saídas, Interrupção Prova1 2 – Microcontroladores – 8051 Timer, Interrupção e I/O."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google