A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Estudo de Caso 2: Windows 2000

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Estudo de Caso 2: Windows 2000"— Transcrição da apresentação:

1 Estudo de Caso 2: Windows 2000
Capítulo 11 Estudo de Caso 2: Windows 2000 11.1 A história do windows 2000 11.2 Programando no windows 2000 11.3 Estrutura do Sistema 11.4 Processos e threads no windows 2000 11.5 Gerenciamento de memória 11.6 Entrada/Saída no windows 2000 11.7 O sistema de arquivos do windows 2000 11.8 Segurança no windows 2000 11.9 Caching no windows 2000

2 Algumas diferenças entre o Windows 98 e o Windows NT

3 Versões diferentes do Windows 2000

4 Comparação dos tamanhos de alguns sistemas operacionais
Windows 2000 (2) Comparação dos tamanhos de alguns sistemas operacionais

5 A Interface de Programação de Aplicações Win32
A API Win32 permite que os programas executem em quase todas as versões do Windows

6 O Registro (1) Chaves da raiz do registro e algumas subchaves
Letras maiúsculas não têm significado especial, mas seguem a prática da Microsoft

7 Algumas chamadas da API Win32 para usar o registro

8 A Estrutura do Sistema Operacional
Estrutura do Windows 2000 (bastante simplificada) Área sombreada é o executivo Caixas D, são drivers de dispositivos Processos de serviço são daemons do sistema

9 Camada de Abstração de Hardware
Algumas das funções de hardware que a HAL gerencia

10 Implementação de Objetos (1)
A estrutura de um objeto

11 Implementação de Objetos (2)
Alguns tipos comuns de objetos do executivo gerenciados pelo gerente de objeto

12 Implementação de Objetos (3)
A relação entre tabelas de manipuladores, objetos e tipos de objetos

13 O Espaço de Nomes do Objeto
Alguns diretórios típicos no espaço de nomes do objeto

14 Subsistemas do Ambiente (1)
Rotas possíveis de serem tomadas para implementar as chamadas de função da API Win32

15 Subsistema de Ambientes (2)
Alguns arquivos importantes do windows 2000 Modo em que executam Número de chamadas de funções exportadas Conteúdo principal de cada arquivo Chamadas no win32k.sys não são formalmente exportadas Não é chamada diretamente

16 Conceitos básicos usados para gerenciamento de CPU e de recursos
Processos e Threads (1) Conceitos básicos usados para gerenciamento de CPU e de recursos

17 Relação entre jobs, processos e threads

18 Chamadas de API para Gerenciamento de Job, Processo, Thread & Filamento
Algumas das chamadas Win32 para gerenciamento de processos, threads e filamentos

19 Escalonamento (1) Mapeamento das prioridades do Win32 para as
prioridades do Windows 2000

20 Windows 2000 suporta 32 prioridades para threads
Escalonamento (2) Windows 2000 suporta 32 prioridades para threads

21 Um exemplo de inversão de prioridade
Escalonamento (3) Um exemplo de inversão de prioridade

22 Como são executados os programas antigos do MS-DOS
Emulação do MS-DOS Como são executados os programas antigos do MS-DOS no Windows 2000

23 Iniciando o Windows 2000 Processos iniciam na fase de carga (boot)
Aqueles acima da linha são sempre iniciados Os abaixo da linha são exemplos de serviços que podem ser iniciados ou não

24 Conceitos Fundamentais (1)
Esquema do espaço de endereçamento virtual para 3 processos de usuário Áreas em branco são privadas aos processos Áreas sombreadas são compartilhadas entre todos os processos

25 Conceitos Fundamentais (2)
Regiões mapeadas com suas páginas duplicadas no disco O arquivo bib.dll é mapeado em dois espaços de endereçamento ao mesmo tempo

26 Chamadas ao Sistema para Gerenciamento de Memória
As principais funções da API Win32 para gerenciamento de memória virtual no Windows 2000

27 Implementação de Gerenciamento de Memória
Uma entrada da tabela de páginas para uma página mapeada no Pentium

28 Gerenciamento da Memória Física (1)
As várias listas de páginas e as transições entre elas

29 Gerenciamento da Memória Física (2)
Alguns dos principais campos na base de dados de molduras de página para uma página válida

30 Chamadas da API de Entrada/Saída
Categorias de chamadas da API Win32

31 Drivers de Dispositivos
Windows 2000 permite que os drivers sejam empilhados

32 Chamadas da API do Sistema de Arquivos do Windows 2000 (1)
Principais funções da API Win32 para E/S de arquivos Segunda coluna mostra o equivalente mais próximo no Unix

33 Chamadas da API do Sistema de Arquivos no Windows 2000 (2)
Um fragmento de programa para copiar um arquivo usando as funções da API do Windows 2000

34 Chamadas da API do Sistema de Arquivos no Windows 2000 (3)
Principais funções da API Win32 para gerenciamento de diretórios Segunda coluna mostra o equivalente mais próximo no Unix, quando este existe

35 Estrutura do Sistema de Arquivos (1)
A tabela de arquivos-mestre do NTFS

36 Estrutura do Sistema de Arquivos (2)
Os atributos usados nos registros da MFT

37 Estrutura do Sistema de Arquivos (3)
Um registro da MFT para um arquivo de três séries, nove blocos

38 Estrutura do Sistema de Arquivos (4)
Um arquivo que requer três registros MFT para armazenar todas as suas séries

39 Estrutura do Sistema de Arquivos (5)
O registro da MFT para um pequeno diretório

40 Busca por Nomes de Arquivos
Passos na busca do arquivo C:\maria\web.htm

41 Compressão de Arquivos
Exemplo de arquivo com 48 blocos sendo comprimido para 32 blocos O registro da MFT para o arquivo depois da compresão

42 Criptografia de Arquivos
Operação do sistema de criptografia de arquivos

43 Estrutura de uma ficha de acesso
Segurança no Windows 2000 Estrutura de uma ficha de acesso

44 Chamadas da API de Segurança (1)
Exemplo de descritor de segurança para um arquivo

45 Chamadas da API de Segurança (2)
Principais funções da API Win32 para segurança

46 Caching no Windows 2000 O caminho até o hardware, pela cache


Carregar ppt "Estudo de Caso 2: Windows 2000"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google