A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Capítulo 2 - Funções Prof. Daniel Keglis Matemática.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Capítulo 2 - Funções Prof. Daniel Keglis Matemática."— Transcrição da apresentação:

1 Capítulo 2 - Funções Prof. Daniel Keglis Matemática

2 2.1) Noção de Função Observe a relação abaixo: Lado do quadrado x perímetro

3 * Observe que o perímetro do quadrado é dado em função da medida do seu lado, isto é, o perímetro depende da medida do lado. p = 4l, onde : p é uma variável dependente de l e l é uma variável independente.

4 2.1.1) Relação entre conjuntos Sejam os conjuntos A e B, onde x pertence a A e y pertence a B. y = 3x Note que: todos os elementos de A tem um correspondente em B

5 Veja outras relações e observe quais representam um função f de A em B. Não é função É função Não é função y = x 4

6 2.1.2) Definição de função Dados dois conjuntos não vazios A e B, uma função de A em B é uma regra que diz como associar cada elemento de x A a um único elemento y B

7 2.1.3) Domínio, Contradomínio e Imagem da função Dada uma função f de A em B y = f(x) Para obtermos Domínio D(f), Contradomínio CD(f) e Imagem Im(f) de uma função, faremos a seguinte análise.

8 Sejam os conjuntos A e B, onde x A e y B e f(x) = 2x D(f) = {0,1,2,3} CD(f) = {0,1,2,3,4,5,6} Im(f) = {0,2,4,6}

9 2.1.4) Valor Numérico Veja o exemplo: Seja a função f(x) = x 2 + 2, o valor numérico para: f(-1) = (-1) = 3 f(0) = (0) = 2 f(3) = (3) = 11

10 2.2) Gráficos Os gráficos e tabelas encontrados em revistas, jornais e livros, querem retratar uma determinada situação. Esses gráficos e tabelas representam funções e por meio deles podemos obter informações sobre a situação em estudo.

11 Exemplo

12 2.2.1) Coordenadas Cartesianas Usamos a notação (x,y) para indicar o par ordenado de números reais que serão representados no sistema de eixos ortogonais. Os eixos ortogonais dividem o plano cartesiano em quatro regiões chamadas de quadrantes, conforme representação abaixo:

13 Dado um ponto P desse plano, dizemos que os números a e b são coordenadas cartesianas do ponto P. A coordenada a chamamos de abscissa e a coordenada b é a ordenada.

14 Vamos localizar no plano cartesiano os pontos: A(4,1); B(1,4); C(-2,-3); D(2,-2); E(-1,0); F(0,3) e O(0,0).

15 2.2.2) Construção de gráficos Para construir o gráfico de uma função dada no plano cartesiano devemos: Construir uma tabela com valores. A cada par ordenado associar um ponto do plano cartesiano. Esboçar o gráfico.

16 Exemplo

17 2.2.3) Análise de gráficos Reconhecendo se o gráfico representa uma função. É função Não é função

18 Determinando domínio e imagem da função através do gráfico.

19 Determinando onde a função cresce e onde ela decresce. Crescente: ]-6,-3] U [2,6[ Crescente: ]-,3] Decrescente: [-3,2] Constante: [3,+[

20 2.3) Função definida por várias sentenças

21 Estudo do domínio de uma função Veremos no caderno os exemplos para este estudo.

22 2.4) Função Inversa Definição: Dada uma função f: A B, bijetora, denomina-se função inversa de f a função g: B A tal que f(x) = y e g(y) = x, com x que pertence a A e y que pertence a B.

23 Observe: D(f) = Im(g) D(g) = Im(f)

24 Processo para determinar a função inversa Escrevemos f(x) = y. Trocamos y por x e x por y. Determinamos y em função de x. Escrevemos y = f -1 (x).

25 2.5) Função Composta Definição: Dada uma função f: A B, e, g: B C denomina-se função composta de em f a função gof: A C, que é definida por (gof)(x) = g(f(x)), x pertencente a A.

26 Exemplo:


Carregar ppt "Capítulo 2 - Funções Prof. Daniel Keglis Matemática."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google