A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROFA. SIBELE LETÍCIA BIAZOTTO WEB-TUTORA: MAÍRA BOGO BRUNO AULA 1 PLANO DE ENSIN0 DATA: 16-2-2006.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROFA. SIBELE LETÍCIA BIAZOTTO WEB-TUTORA: MAÍRA BOGO BRUNO AULA 1 PLANO DE ENSIN0 DATA: 16-2-2006."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 PROFA. SIBELE LETÍCIA BIAZOTTO WEB-TUTORA: MAÍRA BOGO BRUNO AULA 1 PLANO DE ENSIN0 DATA:

4 EMENTA LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS JURÍDICOS E ACADÊMICOS. LINGUAGEM VERBAL E NÃO-VERBAL. CISÃO E COERÊNCIA. ARGUMENTAÇÃO. NORMAS E USOS DO PORTUGUÊS PADRÃO. RECONHECIMENTO E UTILIZAÇÃO DA APRESENTAÇÃO DE UM PROBLEMA. UNIDADE EXPRESSIVA. ARGUMENTAÇÃO EXAUSTIVA E COERENTE.

5 RECURSOS RETÓRICOS PERSUASIVOS. APRESENTAÇÃO DE CONTRA- ARGUMENTAÇÃO. FINALIZAÇÃO. DISTINÇÃO ENTRE DIFERENTES USOS DO TEXTO JURÍDICO.

6 OBJETIVOS INCENTIVAR O DESENVOLVIMENTO REFLEXIVO-TEÓRICO SOBRE A LÍNGUA E SOBRE NÍVEIS DE LINGUAGEM JURÍDICA; LER, INTERPRETAR E REDIGIR TEXTOS DO GÊNERO JURÍDICO; CONHECER AS CONDIÇÕES ARGUMEN- TATIVAS DE PRODUÇÃO TEXTUAL DE VÁRIOS GÊNEROS JURÍDICOS; DOMINAR E PERCEBER AS VÁRIAS FORMAS DE ARGUMENTAR.

7 LINGUAGEM VERBAL E NÃO- VERBAL NÍVEIS DE LINGUAGEM TIPOS DE DISCURSO OPERADORES ARGUMENTATIVOS CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

8 PRODUÇÃO TEXTUAL JURÍDICA: PETIÇÃO INICIAL CONTESTAÇÃO IMPUGNAÇÃO DECISÃO SANEADORA ALEGAÇÕES FINAIS SENTENÇA

9 CONCORDÂNCIA VERBAL E FORMAS DE PARTICÍPIO METODOLOGIAS DE LEITURA E COMPREENSÃO DE TEXTOS

10 ABREU, A. S. CURSO DE REDAÇÃO. 12.ED. SÃO PAULO: ÁTICA, ANDRADE, M. M. DE; HENRIQUES, A. LÍNGUA PORTUGUESA: NOÇÕES BÁSICAS PARA CURSOS SUPERIORES. 7.ED. SÃO PAULO: ATLAS, 2004 BARBOSA, E.; AMARAL, E. ESCREVER É DESVENDAR O MUNDO: A LINGUAGEM CRIADORA E O PENSAMENTO LÓGICO. 3.ED. SÃO PAULO: PAPIRUS, REFERÊNCIAS

11 COELHO, F. U. ROTEIRO DE LÓGICA JURÍDICA. 5.ED. SÃO PAULO: SARAIVA, RODRÍGUEZ, V. G. ARGUMENTAÇÃO JURÍDICA - TÉCNICAS DE PERSUASÃO E LÓGICA INFORMAL. 4.ED. SÃO PAULO: MARTINS FONTES, 2005.

12 TEMA 1 - LINGUAGEM VERBAL E NÃO-VERBAL OBJETIVOS: CONHECER MODOS DE COMUNICAÇÃO VERBAIS E NÃO- VERBAIS E UTILIZÁ-LAS DE MODO ADEQUADO; IDENTIFICAR AS VÁRIAS FUNÇÕES DA LINGUAGEM PARA APLICÁ-LAS NO COTIDIANO.

13 INTRODUÇÃO SEGUNDO ANTÔNIO SUÁREZ ABREU (2001, P.11), AS CAPACIDADES DOGERENCIAMENTO DA INFORMAÇÃO POR MEIO DA COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA, OU SEJA, A CAPACIDADE DE LER, FALAR E ESCREVER BEM SÃO ESSENCIAIS PARA O SUCESSO PROFISSIONAL E PESSOAL.

14 COMO PODEMOS ATINGIR O OBJETIVO DE LER, FALAR E ESCREVER BEM? A RESPOSTA É SIMPLES: LENDO, FALANDO E ESCREVENDO...

15 MITOS QUE CERCAM O ATO DE ESCREVER ESCREVER É UM DOM QUE POUCAS PESSOAS TÊM; É UM ATO ESPONTÂNEO QUE NÃO EXIGE EMPENHO; É UMA QUESTÃO QUE SE RESOLVE COM ALGUMAS DICAS;

16 É UM ATO ISOLADO, DESLIGADO DA LEITURA; ALGO DESNECESSÁRIO NO MUNDO MODERNO; UM ATO AUTÔNOMO, DESVINCULADO DAS PRÁTICAS SOCIAIS. Lucília Helena do Carmo Garcez (2001, p.2)

17 NOVAS ATITUDES EM RELAÇÃO À ESCRITA E À LEITURA ESCREVER E LER TODOS OS DIAS; ACREDITAR QUE PODEMOS ESCREVER BEM;

18 QUERER SABER MUITO MAIS, SER CURIOSO, ATIVO; E RECONHECER QUE PELA ESCRITA E LEITURA PARTICIPAMOS MAIS DO MUNDO QUE NOS RODEIA.

19 1.LINGUAGEM VERBAL E NÃO-VERBAL A DIFERENÇA ENTRE A LINGUAGEM VERBAL E NÃO-VERBAL É QUE A VERBAL UTILIZA PALAVRAS COMO CÓDIGOS, E A NÃO-VERBAL UTILIZA VÁRIOS OUTROS RECURSOS QUE NÃO A PALAVRA.

20 TODO TEXTO, PARA CUMPRIR A FUNÇÃO DE TRAZER EM SI UMA MENSAGEM, UMA SIGNIFICAÇÃO, PRECISA SER UM TODO, CONJUNTO DE PALAVRAS E FRASES QUE TENHAM SENTIDO.

21 PARA PRODUZIRMOS UM TEXTO PRECISAMOS TER EM MENTE O NOSSO DESTINATÁRIO PARA ADEQUARMOS A LINGUAGEM, SABERMOS QUE GÊNERO TEXTUAL UTILIZAR, QUAIS ARGUMENTOS SÃO ADEQUADOS ETC.

22 2. ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO CONTEXTO EMISSOR MENSAGEM RECEPTOR CANAL CÓDIGO

23 MANCHETE DA REVISTA JURÍDICA CONSULEX, ANO IX – Nº 204, DE 15 DE JULHO/2005.

24 ELEMENTOS DO CIRCUITO DA COMUNICAÇÃO MENSAGEM: TODO SIGNIFICADO QUE A IMAGEM E O TEXTO CONSEGUIRAM PASSAR PARA O RECEPTOR. EMISSOR: CLÁUDIA TIMÓTEO, ADVOGADA.

25 CANAL: A REVISTA EM QUE A REPORTAGEM FOI PUBLICADA. CÓDIGO: VARIADO: VERBAL: BENEFÍCIOS PARA DEFICIENTES, RESPEITEM! NÃO VERBAL: IMAGEM DE UM SÍMBOLO DE BRASÍLIA; UM DEFICIENTE EM UMA CADEIRA DE RODAS.

26 CONTEXTO: QUANDO FOI PUBLICADA, EM QUE REVISTA, QUEM ESCREVEU ETC.

27 3. FUNÇÕES DA LINGUAGEM QUANDO PRIVILEGIAMOS UM OU OUTRO ITEM DO CIRCUITO DA COMUNICAÇÃO, A LINGUAGEM ASSUME ALGUMAS FUNÇÕES, COMO VEREMOS AGORA.

28 ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO E SUAS FUNÇÕES CONTEXTO REFERENCIAL OU DENOTATIVA EMISSOR MENSAGEM RECEPTOR EMOTIVA POÉTICA CONATIVA OU APELATIVA CANAL FÁTICA CÓDIGO METALINGÜÍSTICA

29 FUNÇÃO EMOTIVA EX.: SOU A FAVOR DA LEGALIZAÇÃO DA EUTANÁSIA. É UMA LOUVÁVEL ALTERNATIVA QUE O HOMEM ENCONTROU PARA MORRER COM DIGNIDADE, PARA EVITAR O SUPLÍCIO DAS DORES VÃS. (ANDRÉ PETRY, REVISTA VEJA, 14/9/05, P. 79)

30 FUNÇÃO CONATIVA OU APELATIVA EX.: AS MELHORES PRÁTICAS SOBRE GESTÃO DE PESSOAS EM UM SÓ EVENTO: VII ENCONTRO DAS MELHORES EMPRESAS PARA VOCÊ TRABALHAR. (ANÚNCIO DA GUIA VOCÊS/A EXAME, REVISTA VEJA, 26/10/05, P.120)

31 FUNÇÃO POÉTICA EX.: OS TEUS OLHOS SÃO FRIOS COMO ESPADAS, E CLAROS COMO OS TRÁGICOS PUNHAIS; TÊM BRILHOS CORTANTES DE METAIS E FULGORES DE LÂMINAS GELADAS. (FLORBELA ESPANCA, FRIEZA, IN SONETOS)

32 FUNÇÃO REFERENCIAL OU DENOTATIVA EX.: O COMITÊ DA ONU ENTENDE QUE O DIREITO À ÁGUA DEVE SER PREVISTO CONSTITUCIONALMENTE, POIS, ASSIM, AS VÍTIMAS DAS VIOLAÇÕES PERPETRADAS A ESTE DIREITO TERÃO ASSEGURADA UMA ADEQUADA REPARAÇÃO E GARANTIA DA NÃO-REPETIÇÃO DE TAIS ATOS [...]. (REVISTA JURÍDICA CONSULEX, ANO IX – Nº 204, DE 15 DE JULHO/2005, P.53)

33 FUNÇÃO METALINGÜÍSTICA EX.: ART.231. (REDAÇÃO ANTIGA) PROMOVER OU FACILITAR A ENTRADA, NO TERRITÓRIO NACIONAL, DE MULHER QUE NELE VENHA EXERCER A PROSTITUIÇÃO, OU A SAÍDA DE MULHER QUE VÁ EXERCÊ-LA NO ESTRANGEIRO: PENA – RECLUSÃO, DE 3 (TRÊS) A 8 (OITO) ANOS.

34 COMENTÁRIO DE THALES TÁCITO: O LEGISLADOR ACRESCENTOU O VERBO INTERMEDIAR, BEM COMO SUBSTITUIU A EXPRESSÃO MULHER POR PESSOA; O SUJEITO PASSIVO AGORA É MULHER OU HOMEM, TANTO FAZ. (REVISTA JURÍDICA CONSULEX, ANO IX – Nº 202, DE 15 DE JUNHO/2005, P.48)

35 FUNÇÃO FÁTICA EX.: BOM DIA! COMO ESTÁ QUENTE, NÃO? SERÁ QUE VAI CHOVER?

36 SÍNTESE DA AULA NESTA AULA DIFERENCIAMOS A LINGUAGEM ORAL DA LINGUAGEM ESCRITA; A LINGUAGEM VERBAL DA NÃO- VERBAL; CONCEITUAMOS OS ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO E SUAS FUNÇÕES.

37 4. LÍNGUA ORAL E LÍNGUA ESCRITA 5. NÍVEIS DE LINGUAGEM: LEGISLATIVA JUDICIÁRIA CONVENCIONAL ADMINISTRATIVA DOUTRINAL


Carregar ppt "PROFA. SIBELE LETÍCIA BIAZOTTO WEB-TUTORA: MAÍRA BOGO BRUNO AULA 1 PLANO DE ENSIN0 DATA: 16-2-2006."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google