A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMAS FRONTAIS. Uma massa de ar, possuindo determinada distribuição de temperatura e umidade, desloca-se de sua região-fonte na direção de outra área,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMAS FRONTAIS. Uma massa de ar, possuindo determinada distribuição de temperatura e umidade, desloca-se de sua região-fonte na direção de outra área,"— Transcrição da apresentação:

1 SISTEMAS FRONTAIS

2 Uma massa de ar, possuindo determinada distribuição de temperatura e umidade, desloca-se de sua região-fonte na direção de outra área, onde encontra uma segunda massa de ar, de características bem diferentes. O que poderá acontecer quando as duas massas se colocam uma frente à outra?

3 Num primeiro momento, entre elas se configura uma frente: região de fortes gradientes de temperatura, umidade, pressão, ventos, etc. É, na verdade, uma zona de separação, por isso chamada zona frontal ou superfície frontal => zona de descontinuidade.

4 Cada uma das massas que a constituem possui a própria circulação de ventos, de intensidade e direção que dependem do campo de pressão, O encontro dessas massas cria uma zona de convergência dos ventos nos baixos níveis, com ascensão do ar quente sobre o frio e conseqüências termodinâmicas, até a mistura das massas e a dissolução da frente.

5 Costuma-se chamar de frente a interseção da superfície frontal com o nível da superfície. Essa interseção é que se representa nas cartas sinóticas.

6 Frentes Quentes Frente ao longo da qual o ar quente substitui o ar frio. Ar quente avança sobre a região que era ocupada por ar frio. Na frente quente, o ar quente tende a subir sobre o ar frio que ele está deslocando e a produzir um enorme sistema de nuvens: à medida que a frente se aproxima, as estratiformes, Ci, Cs, As (associados ou não a alto-cúmulos), Ns e St e as Cb (quando a frente é de ar instável). Representada nas cartas por uma linha vermelha contínua ou semi-círculos.

7 Frentes Quentes A largura do sistema de nuvens pode ser de mais de 600 Km e o comprimento maior que 1200 Km. Como o aclive é suave e para a frente do movimento, a parte superior da superfície frontal quente pode estar muitas centenas de milhas à frente da porção da superfície.

8 Frentes Quentes Durante a passagem da frente quente: a temperatura aumenta o vento ronda no sentido anti-horário (no HS) a chuva pára Pode chuviscar a partir das nuvens nimbo-estratos ou estratos de nível baixo ou ocorrer nevoeiro algum tempo depois da ronda do vento. No setor quente o céu é geralmente claro ou parcialmente nublado, com nuvens cúmulos ou estrato-cúmulos O ar quente é usualmente úmido e neblina ou cerração pode estar presente

9 Frentes Quentes Admitem-se duas espécies de frente quente: a de ar estável e a de ar instável. Diz-se que uma frente quente é de ar estável quando o ar quente e o ar frio envolvidos são estáveis. A tendência de tal tipo de frente é ser constituída de nuvens estáveis, portanto estratiformes: cirros, cirro­ estratos, alto-estratos, nimbo-estratos e estratos

10 Frentes Quentes Se o ar quente em ascensão for instável, tem-se uma frente quente de ar instável. Além das nuvens estratiformes, aparecem outras, cumuliformes, particularmente o cúmulo-nimbos que, de forte desenvolvimento vertical, deverá produzir tempestades, adiante da frente.

11 Frentes Quentes Modelo conceitual Real

12 Frentes Frias Frente ao longo da qual o ar frio substitui o ar quente. Ar frio avança sobre a região que era ocupada por ar quente. O ar frio que avança, sendo mais denso, tende a entrar como uma cunha por baixo do ar mais quente. Ao contrário do que ocorre na frente quente, o aclive aqui é para trás e a porção do ar superior está recuada, em relação ao movimento da frente fria na superfície. Além disso, o aclive é bem mais escarpado que o da frente quente. Representada nas cartas por uma linha azul contínua ou triângulos.

13 Frentes Frias

14

15 Dois são seus tipos principais: de deslocamento rápido e de deslocamento lento. Estas podem ainda ser de ar estável ou ar instável. Quando possui ar instável, a frente produz trovoadas quase contínuas e aguaceiros adiante, formando linhas de instabilidade. A região de tempestades tem, tipicamente, 20 a 50 km de largura e de algumas centenas a 2000 km de extensão. Com ar estável, ocorre uma extensa cobertura de nuvens adiante da frente, promovendo chuva generalizada.

16 Frentes Frias Ar estável => nuvens estratiformes Ar instável. => nuvens cumuliformes Quanto maior a velocidade de deslocamento maior é a inclinação da zona frontal => ar quente é obrigado a subir rapidamente => nuvens cumuliformes. Precipitação intensa e de curta duração (pancadas). Após a passagem da frente e da chuva o tempo fica fresco.

17 Frentes Frias

18

19

20

21

22

23

24

25 Frentes Oclusas Devido à maior velocidade e inclinação abrupta, a frente fria é mais rápida que a quente. Por isso, ela irá se aproximar desta última, aprofundando o centro de baixa e reduzindo o setor quente. Ao encontrarem-se as duas frentes, terá início a formação de um terceiro tipo de frente. Este terceiro tipo de frente, a frente oclusa, ocorre, portanto, quando uma frente fria, por ser mais rápida, alcança uma quente, e o ar quente é forçado a subir, afastando-se do solo.

26 Frentes Oclusas Dois tipos de oclusão: - Tipo frio - Tipo quente Representada nas cartas com a cor roxa.

27 Frentes Oclusas

28 Na de frente quente, o ar frio adiante da frente quente é mais frio que o ar atrás da frente fria, de modo que a frente fria que se formou no solo é forçada a subir.

29 Frentes Oclusas A de frente fria, ao contrário, o ar frio atrás da frente fria é mais frio que aquele que está adiante da frente quente, razão por que é a frente quente que é levantada do solo.

30 Frentes Oclusas Para melhor entendimento da denominação, deve- se observar que, no primeiro caso, é a frente quente que comanda o processo de oclusão, fazendo a fria levantar-se; no segundo, é a frente fria que o conduz, elevando a quente. O tipo de nebulosidade observado será a combinação da que se obtém em cada uma das frentes que a constituem: nuvens estratiformes, provenientes do setor quente, e cumuliformes, provenientes do setor frio. A precipitação acontecerá em ambos os lados da frente oclusa.

31

32

33

34

35 Frentes Estacionárias Diz-se que uma frente se encontra em tal situação quando seu deslocamento é mínimo, por algum tempo, que pode chegar a três ou mais dias. Pela própria dinâmica das frentes, o setor frio não é o mais suscetível de tomar-se estacionário. No entanto, em situações de bloqueio promovido pela ASAS contra a dissipação do sistema frontal, pode-se ter frente estacionária, se ela for alimentada por uma massa suficientemente fria. Desenhada como uma linha alternada entre o vermelho e o azul. Semicírculos ficam virados para o ar mais frio na linha vermelha e triângulos apontam para o ar mais quente na linha azul.

36

37

38


Carregar ppt "SISTEMAS FRONTAIS. Uma massa de ar, possuindo determinada distribuição de temperatura e umidade, desloca-se de sua região-fonte na direção de outra área,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google