A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Desenvolvimento de Ciclones e Anticiclones: Exemplos Lecture 13.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Desenvolvimento de Ciclones e Anticiclones: Exemplos Lecture 13."— Transcrição da apresentação:

1 Desenvolvimento de Ciclones e Anticiclones: Exemplos Lecture 13

2 Desenvolvimento de Ciclones/Anticiclones: Julho 1979 O padrão de onda longa em 500-hPa apresenta uma crista sobre o Pacífico leste e um cavado sobre a América do Sul O cavado de onda curta (500-hPa) se deslocou para leste atravessando a crista e depois na direcão nordeste sobre a América do Sul Uma baixa na superfície se desenvolveu sobre o Atlântico ocidental, perto da costa do Uruguai A baixa se deslocou no sentido sudeste e intensificou sobre o Atlântico O ar frio se deslocou para o norte a leste dos Andes atingindo a Bacia Amazônica

3 A A Crista Cavado Cavado de onda-curta O cavado de onda curta apresenta advecção de vorticidade ciclônica (CVA) à frente do cavado e advecção de vorticidade anticiclônica (AVA) por trás do cavado. AVC AVA

4 A A C C O cavado de ondas curtas começa entrar em fase com o cavado de onda longa e ciclogênese de superfície ocorre perto da costa do Uruguai. Uma massa de ar frio avança rapidamente para o norte ao leste dos Andes.

5 A C O Cavado de onda curta entra em fase com o cavado de onda longa e o ciclone de superfície intensifica sobre o Oceano Atlântico. A massa de ar frio continua a avançar para o norte, atingindo a Bacia Amazônica.

6 A A A A C C Um sistema de superfície de baixa pressão se desenvolveu ao longo do Atlântico ocidental, perto da costa do Uruguai A baixa de superfície se deslocou no sentido sudeste e intensificou sobre o Atlântico O ar frio se deslocou para o norte a leste dos Andes atingindo a Bacia Amazônica

7 Desenvolvimento de Ciclones/Anticiclones: Agosto 1999 A crista em 500 hPa e o sistema de alta pressão de superfície intensificaram sobre o Pacífico leste e um cavado se intensificou sobre a Argentina e o Atlântico Sul ocidental. A alta de superfície cruzou a Cordilheira dos Andes no Chile central e avançou no sentido equatorial ao leste dos Andes com a frente fria atingindo a Bacia Amazônica e Nordeste do Brasil.

8 A C

9 A C C

10 A C

11 A

12 A

13 A A C C

14 A C

15 A

16 A

17 Em 30S, 60W a passagem da frente fria ocorreu em 12 de agosto, como indicado pela diminuição de 925-hPa Temp, aumento de 925-hPa ventos de sul e aumento em PNM. As temperaturas mais baixas ocorreram em de agosto, quando PNM atingiu o seu máximo e os ventos de sul enfraqueceram. Condições de geada provavelmente ocorreram durante agosto (veja abaixo). Condições prováveis de geadas fortes

18 Temperatura mínima (2m, º C) ao longo de 60W. Para cada latitude a passagem frontal está indicada por setas. Ao longo de 60W, as condições de geada forte (Tmin 0, Tmin <3C) ocorreram para o norte atingindo 15S. 5S 10S 15S 20S 25S 30S 60W

19 21-25 Junho 1994

20

21

22

23

24

25 C C A A

26 C A A C C

27 C A A A C C

28 C A A A

29 C A

30 Temperaturas abaixo da média prevaleceram durante o período 2, com o avanço de frentes frias sobre baixas latitudes. 1 2 Temperaturas acima da média prevaleceram durante o período 1, sem frentes frias.

31 Uma crista em 500 hPa e alturas geopotenciais acima da média dominaram o Atlântico ocidental durante junho Um cavado em 500 hPa e alturas geopotenciais abaixo da média dominaram o Atlântico Ocidental e a América do Sul durante junho 1994.

32 Vórtices Ciclônicos da alta Troposfera Upper-tropospheric vortices form most often during December-March (peak of the wet season over South America), when the Bolivian Anticyclone is strongest. Vórtices na alta troposfera se formam na maioria das vezes no meses de dezembro- março (pico da estação chuvosa na América do Sul), quando o Anticiclone da Bolívia é mais forte.

33

34

35 Vórtice Ciclônico Vento do Sul Vento do Norte Longitude

36

37

38 Vórtices ciclônicos de alto nível se formam frequentemente durante os períodos de uma ZCAS intensa sobre o Sudeste do Brasil. Após a formação, os vórtices geralmente se deslocam para o oeste Eles desempenham um papel importante no padrão de precipitação sobre o leste do Brasil.


Carregar ppt "Desenvolvimento de Ciclones e Anticiclones: Exemplos Lecture 13."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google