A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

POMADAS 4 DEFINIÇÃO 4 HISTÓRICO 4 CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A PELE 4 Orgão de proteção e metabolismo- tecido de proteção flexível e elástico 4 Recobre.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "POMADAS 4 DEFINIÇÃO 4 HISTÓRICO 4 CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A PELE 4 Orgão de proteção e metabolismo- tecido de proteção flexível e elástico 4 Recobre."— Transcrição da apresentação:

1 POMADAS 4 DEFINIÇÃO 4 HISTÓRICO 4 CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A PELE 4 Orgão de proteção e metabolismo- tecido de proteção flexível e elástico 4 Recobre todo o corpo e tem ± 5% do peso corporal 4 Representa um papel importante na : a) Regulação térmica b) Detecção de estímulos externos c) Excreção de dejetos A Pele divide-se em : EPIDERME DERME VASCULARIZAÇÃO SANGUÍNEA E LINFÁTICA E TERMINAÇÕES NERVOSAS HIPODERME

2

3 POMADAS 4 EPIDERME 4 pH = 5,0 – 5,5 ( ac. Oleico) ( lático – lactato) 4 Espessura – em média 200µ cel.dif.do Int/Ext 4 Estrato córneo – 10 a 15 µ 4 Rico em Queratina + lipídios 4 Facilmente hidratado – 10 mg / 100 mg de tecido 4 ( uréia – ac.aminados – ac. Orgãnicos ) 4 ABSORÇÃO PERCUTÂNEA 4 Via de acesso – camada córnea – Emulsão epicutânea 4 Ap.pilo-sebáceo homem – 40 a 70 folículos

4 POMADAS

5 4 RETENÇÃO NAS ESTRUTURAS CUTÂNEAS 4 ( VICKERS – EFEITO RESERVATÓRIO) 4 Ex : Acumulação de corticóides se efetua a nível de extrato córneo. Com a delaminação deste a vasoconstrição desaparece. 4 Substãncias que apresentam ER 4 Hidrocortisona,hexaclorofeno,griseofulvina,betametasona etc... 4 Ex: acetônido de fluocinolona – 41 dias 4 Cosméticos – substantividade 4 Filtros solares / hidratantes / óleos para banhos

6 POMADAS FATORES DE PENETRAÇÃO CUTÂNEA Lipossolubilidade –pKa,pH,cp o/a Concentração de fármacos por unid de superfície Fator de penetração próprio Hidratação da pele-pomadas oclusivas Excipientes – atração fisico-quimica Uso de tensoativos e queratolíticos Zona de aplicação Idade e estado da pele Fluxo sanguíneo Adjuvantes de penetração

7 POMADAS 4 CLASSIFICAÇÃO DOS EXCIPIENTES 4 1.Gordurosos ou lipofílicos 4 Ex: vaselina; parafina; banha; óleos hidrogenados; ceras; espermacete; silicones Òleo-aquosos 4 Ex: sabões alcalinos; diaderminas;ésteres da glicerila; ésteres do sorbitol etoxilados; sais de amônio quaternários Áquo-oleosos – Lanolina; alcoois alifáticos superiores; ésteres do sorbitol 4 4. Hidrofílicos ou hidrodispersíveis 4 Ex: Metilcelulose;CMC;Pectina;carbopol(934,940) 4 Polietilenoglicóis.

8 POMADAS 4 CLASSIFICAÇÃO DAS POMADAS 4 1. QUANTO AO PODER DE 4 PENETRAÇÃO POMADAS EPIDÉRMICAS –Pouco ou nenhum poder de penetração POMADAS ENDODÉRMICAS – A penetração se limita aas camadas mais profundas daa epiderme POMADAS DIADÉRMICAS – A penetração é muito profunda podendo levar a absorção sistêmica

9 POMADAS 4 2. QUANTO A CONSISTÊNCIA OU 4 AO TIPO DE EXCIPIENTE POMADAS PROPRIAMENTE DITAS- 4 Normalmente são moles e untuosas/ praticamente anidras/com má conservação/ oclusivas/ e podem precisar de anti-oxidantes CERATOS 4 Pomadas com alto teor de cera – São formulações epidérmicas com ação protetora/ propriedades adstringentes CREMES – 4 São emulsões semi-sólidas contendo ou não substancias medicamentosas dissolvidas em suas fases - Podem ser A/O e O/A - Tem elevado poder penetrante / facilmente laváveis/ pouca conservação/ miscibilidade com exudatos.

10 POMADAS PASTAS – 4 Possuem elevado teor de pós incorporados > 25 % de pós. Os pós devem ser tamisados ( 125 u a 180u )/ São epidérmicas / tem melhor´poder secante e são próprias para superfícies úmidas e molhadas GLICERATOS – 4 Pomadas formadas de amido e glicerina – POMADAS GELÉIAS – GELES – 4 Conservam-se mal /tem poder emoliente e refrescante/ secam com rapidez/ tem pouco poder de penetração UNGUENTOS – 4 Pomadaas que contém resinas 4 São mais consistentes que os ceratos – são revulsivas

11 Preparação de Pomadas 4 Fatores que determinam a escolha: Natureza do Fármaco Características Físico-químicas dos Excipientes: * Sistemas Monofásicos (solução) * Sistemas Polifásicos (suspensão e emulsão)

12 3 Pomadas obtidas por solução ou fusão Fármaco ou Fármacos solúveis no excipiente Preparação da pomada por fusão: - dissolver os PA em excipientes fundidos em banho-maria

13 Pomada 4 Técnicas de Fabricação 1. Principiar por fundir o componente de maior ponto de fusão, incorporando os demais constituintes por ordem decrescente de PF. 2. Constituintes mais fluidos podem funcionar como dissolventes( Price e Osborne). Obs : Este processo é muito mais lógico e permite trabalhar com temperaturas mais baixas, é mais rápido e precisa de menos atenção. 4 Princípios ativos voláteis ou pouco estáveis ao calor- incorporar a frio em almofariz ou em batedeiras. Pomadas por fusão é sempre aconselhável para compostos lipossolúveis : Hormônios sexuais, vitaminas, essências, cânfora, fenol, ceras e resinas etc...

14 4 Pequenas quantidades Cápsula de porcelana – BM Gral e Pedra mármore Homogeneização final Pomadas

15 4 Grandes Quantidades Aparelhos com aquecimento regulável Mistura de excipientes agitada mecanicamente-Homogeneidade Filtração por gaze Resfriamento até 30 o C- Adição do P.A Aparelhagem empregada: * misturadores planetários * misturadores de hélice dupla * almofarizes mecânicos Amadurecimento

16

17 POMADA Pomadas obtidas por suspensão Pós adequadamente divididos são suspensos num líquido(álcool, glicerina, propilenoglicol) Quando existem vários p.a insolúveis - homogeneização prévia - Tenuidade adequada Incorporação do excipiente - fundindo uma parte e misturando-os com os pós pasta homogênea Adicionar o restante do excipiente em pequenas porções batendo até homogeneização. Pós incompatíveis - Preparar tantas misturas quantos pós existirem homogeneização do conjunto Quando for extratos - amolecê-los com glicerina 3-5%

18 POMADAS 4 Pequenas quantidades Gral e pistilo Pedra mármore 4 Grandes quantidades Aparelhos com aquecimento regulável Almofarizes mecânicos Misturadores planetários Moinhos 4 Amadurecimento

19 4 Moinhos coloidais

20 Moinho de rolos

21 POMADAS 4 Pomadas obtidas por emulsão São do tipo A/O e O/A 4 Técnica de obtenção Aquecimento separado das duas fases Homogeneização com forte agitação Estabilidade Tamanho do glóbulo Obediência ao HLB Viscosidade Densidade de ambas as fases Aparelhagem Recipientes de aço ou vidro Misturadores Grais Moinhos 4 Amadurecimento

22 POMADAS 4 CONSERVADORES PARA POMADAS 1. ÁCIDO SÓRBICO a 0,2 % 2. CLORETO DE BENZALCÔNIO a 0,1 % 3. NIPAGIN E NIPAZOL a 0,1 % a 0,2 % 4. CLOROBUTANOL a 0,5 %

23 POMADAS


Carregar ppt "POMADAS 4 DEFINIÇÃO 4 HISTÓRICO 4 CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A PELE 4 Orgão de proteção e metabolismo- tecido de proteção flexível e elástico 4 Recobre."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google