A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Inglaterra França Portugal A revolução cultural do Renascimento A formação do Estado moderno Guerras de Reconquista Índice Índice Espanha Guerra dos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Inglaterra França Portugal A revolução cultural do Renascimento A formação do Estado moderno Guerras de Reconquista Índice Índice Espanha Guerra dos."— Transcrição da apresentação:

1 1 Inglaterra França Portugal A revolução cultural do Renascimento A formação do Estado moderno Guerras de Reconquista Índice Índice Espanha Guerra dos Cem Anos Idade Moderna I Filipe IV, rei da Espanha, por Diego Velázquez. Fonte: Museo Frick Collection/Nueva York A revolução cultural do Renascimento As reformas religiosas

2 2 Esta forma de organização iniciou-se no século XI com o processo de unificação territorial. O Estado-Nação conta com um sistema jurídico e econômico unificados, além de mecanismos centralizados de arrecadação de impostos para custear as despesas com: No Estado Moderno, os destinatários da lealdade não eram mais os senhores feudais, mas os reis. A formação do Estado moderno Saúde Educação Forças Armadas Funcionalismo, etc.

3 3 Europa Ocidental -> Final do feudalismo - Surgimento da burguesia Territorial Monetária Unificação Sistemas de pesos e medidas Jurídico Linguístico Administrativo Fortalece o rei Enfraquece os senhores feudais Jogo de interesses Rei Burguesia: Apoio Povo: Proteção Nobreza: Apoio Benefícios Trabalho

4 a 1087 => Guilherme, o Conquistador Duque da Normandia (região da França) torna-se rei a 1189 => Henrique II Adoção da Common Law Enfraquecimento da nobreza 1199 a 1216 => João Sem Terra Carta Magna (1215) Assegura direitos dos mais ricos Limita o poder do rei Impede impostos abusivos Grande Conselho aprova as leis Século XIII => Grande Conselho = Parlamento 1350 => Parlamento Câmara dos Lordes Câmara dos Comuns Inglaterra

5 5 França 987 => Capetíngios sucedem carolíngios Segurança nas estradas Proteção real às cidades Expansão do comércio 1180 a 1223 => Filipe II Burguesia participa do governo Organização da cobrança de impostos Fiscalização do comércio 1226 a 1270 => Luís IX (São Luís) Clero paga impostos Oposição do papa Bonifácio VIII Corte de verbas para Roma Transferência do papado para Avignon Instituição de uma moeda nacional Ampliação do poder dos tribunais reais 1285 a 1314 => Filipe IV, o Belo Século XIV: surgimento do sentimento de identidade nacional francesa

6 6 Guerra dos Cem Anos Disputas pelo controle da coroa da França 1337 a 1453 = França X Inglaterra Desejo dos ingleses de dominar Flandres (Bélgica) Eduardo III (rei inglês), neto de Filipe IV (rei francês) reivindica a herança do trono francês Joana d´Arc ( ) => Injeta ânimo no exército francês e os ingleses são derrotados. Em 1430 é capturada, entregue aos ingleses e condenada à morte na fogueira. Mais tarde, foi canonizada pela Igreja Católica. Hoje é heroína nacional francesa.

7 7 Guerras de Reconquista 711 => Muçulmanos dominam regiões da península Ibérica 718 => Cristãos refugiados nas Astúrias iniciam as Guerras de Reconquista No século XI a ofensiva cristã torna-se sistemática: 1085 => Retomada de Toledo 1236 => Retomada de Córdoba 1248 => Retomada de Sevilha 1262 => Retomada de Cádiz 1492 => Retomada de Granada Influência árabe na península Ibérica: Agricultura, matemática, navegação, medicina, confecção de tecidos etc. As Guerras de Reconquista levaram à formação de dois Estados: Portugal e Espanha. Fonte: Divulgação/Editora Abril

8 8 Portugal Fim do século XI Afonso VI, rei de Leão e Castela, concede a mão de sua filha e o Condado Portucalense ao nobre francês Henrique de Borgonha Afonso Henriques, filho de Henrique de Borgonha, proclama a independência de Portugal e declara-se seu primeiro rei. A dinastia de Borgonha governa durante 240 anos. 1383/1385 (Revolução de Avis) Castela tenta anexar Portugal. Dom João, mestre de Avis, lidera a revolução e assume o trono com o apoio da burguesia. 1385/1580 => Dinastia de Avis Fonte: Divulgação/Editora Abril

9 9 Até o século XV Espanha dividida: Leão, Aragão, Castela, Granada, etc Casamento de dom Fernando, rei de Aragão, com Isabel, filha do rei de Castela. Aliança com a Igreja católica para expulsar árabes e judeus da Espanha Papa Sixto IV cria o Tribunal do Santo Ofício (Inquisição). A Inquisição era subordinada aos reis católicos. Responsável pela perseguição a opositores, que tinham os bens confiscados. Espanha Fonte: Museu Del Prado/Madrid Pintura do século XV representando o casamento dos reis católicos Fernando de Aragão e Isabel de Castela, Espanha. Fonte: Museu do Prado, Madri

10 10 Século XV Península Itálica dividida em Estados com culturas e regimes políticos diferentes. Estados mais influentes: Reino de Nápoles República de Florença Estados Pontifícios República de Veneza Ducado de Milão Principais centros comerciais: Florença Milão Roma Veneza Gênova Fonte: Gallerie dell'Accademia,Veneza Homem Vitruviano, desenho de Leonardo Da Vinci (1490). A revolução cultural do Renascimento

11 11 Transformações econômicas exigem: Poesia Filosofia Gramática Matemática História Eloquência Direito Romano O Teocentrismo é substituído pelo Antropocentrismo Surgem as universidades laicas Transformações culturais Prioridade para as humanidades: Administração competente Reforma educacional Universidades laicas Individualismo Capacidade criativa Resgate de artes e conhecimentos da Antiguidade Clássica Medicina Astronomia Literatura Artes Plásticas Referências clássicas Esculturas Templos Palácios Afrescos Cerâmica Decoração

12 Beleza O Renascimento busca Equilíbrio Refinamento estético Representantes: Maquiavel => ciência política Erasmo de Roterdã => crítica à Igreja Rabelais => sátiras literárias William Harvey => estudo do corpo humano Copérnico => sistema heliocêntrico Johannes Kepler => órbita dos planetas Galileu Galilei => aprofunda estudos astronômicos Newton => lança os fundamentos da Física moderna Fonte: Divulgação/Editora Abril Os Sete Planetas de Copérnico.

13 Família Médici Domina a política em Florença por três séculos. Funda a Academia de Estudos platônicos. Financia vários artistas. Renovação da arte atrai - Burguesia - Nobreza - Clero Mecenato associa Arte Riqueza Poder 13 Fonte: Vatican Museums and Galleries A Criação de Adão, de Michelangelo, Capela Sistina, Vaticano, Itália. Giotto (1267/1337) Uso da perspectiva Brunelleschi (1377/1446) Geometria Leon Battista Alberti (1404/1472) Tridimensionalidade Leonardo da Vinci (1452/1519) Óptica Jogo de luz e sombra Idade Média Renascimento Criatividade não era valorizada

14 14 Até meados do século XV: monges copistas reproduzem manuscritos antigos 1440 => Gutenberg desenvolve os tipos móveis de impressão em chumbo Primeira obra impressa (1450) => Bíblia em latim Renovação literária: Dante Alighieri (1265/1321) - A Divina Comédia Petrarca (1304/1374) = Poesia lírica moderna Boccaccio (1313/1371) = Decamerão Gil Vicente (1465/1536) = Auto da Barca do Inferno Luís de Camões (1503/1580) = Os Lusíadas Cervantes (1547/1616) = Dom Quixote Shakespeare (1564/1618) = Hamlet, Macbeth, etc. Com a nova forma de impressão, as iluminuras são substituídas pelas gravuras. Iluminura representando uma botica, segundo um manuscrito italiano do início do século XV. Os ingredientes utilizados na iluminura podiam ser adquiridos em tais estabelecimentos. Österreichische Nationalbibliothek, Viena, Áustria Reproduzido do livro Copistas e Iluminadores, in Artesanos Medievales, de Christopher de Hamel, 1992, p. 63. Ediciones Akal, Madri, Espanha Fonte: Österreichische National Bibliothek/Austria

15 15 As reformas religiosas Idade Média => Igreja Católica = centro do poder Clero afasta-se dos assuntos espirituais. Humanistas denunciam a corrupção e a imoralidade da Igreja. John Wycliffe ( ) Jan Hus ( ) Igreja católica é acusada de vender indulgências. Em 1095 o papa Urbano II oferece indulgências para quem participasse da Primeira Cruzada. Em 1513 o papa Leão X oficializa a venda de indulgências para arrecadar dinheiro para a finalização da Basílica de São Pedro. A Igreja Protestante surgiu na Europa no século XVI com o movimento liderado por Martinho Lutero ( ), monge agostiniano contrário a tais práticas. Martinho Lutero Fonte: Dynamic Graphics/Royalty Free

16 Fonte: Vatican Museum and Galleries 16 Martinho Lutero Discorda do Frade Johann Tetzel (representante do Papa Leão X) em relação à venda de indulgências. Lutero formula 95 testes, conjunto de críticas à Igreja. É apoiado por parte da população e da nobreza do Sacro Império Romano e Germânico. Lutero é excomungado. Imperador Carlos V convoca uma assembleia para que Lutero se retrate. Ele, no entanto, se recusa a fazê-lo e foge, período em que traduz o Novo Testamento para a língua alemã e produz textos críticos. Apesar de defender apenas mudanças de caráter religioso, suas ideias inauguraram um período de convulsões sociais no Sacro Império: Revolta dos Cavaleiros (1522) Insurreição de camponeses liderada por Thomas Münzer (1524)

17 Fonte: Casa de Portugal/São Paulo 17 Propostas de Lutero repercutem na Europa Só os predestinados se salvarão. Sucesso econômico é um sinal de predestinação. Defesa do empreendedorismo Permissão para cobrança de juros. Alento moral para a burguesia. Surgem novos movimentos reformistas 1522 Utrich Zwinglio ( ): defende a Bíblia como única fonte de autoridade e critica o celibato João Calvino ( ) defende a predestinação. Calvinismo Ideias de Calvino espalham-se Países Baixos (reformados) Inglaterra (puritanos) França (huguenotes) As propostas de Lutero difundem-se rapidamente e provocam conflitos entre católicos e protestantes. Em 1555 é assinada a Paz de Augsburgo, garantindo liberdade religiosa aos protestantes.

18 18 Ocorreram diversos confrontos entre católicos e calvinistas. Em 24 de agosto de 1574, por exemplo, mais de 3000 protestantes foram mortos em Paris, na chamada noite de São Bartolomeu. Até o fim de outubro de 1574 mais de protestantes foram assassinados. Interrogations in Jail", de Alessandro Monegasco Fonte:: Kunsthistorisches Museum,Viena

19 19 Henrique VIII (1509/1547) introduz o protestantismo na Inglaterra. Para reforçar o poder central, ele precisava se livrar da Igreja Católica 1527 Henrique VIII pede autorização papa Clemente VII para se divorciar de Catarina de Aragão Negado 1533 O monarca desobedece a Igreja e casa-se com sua Amante, Ana Bolena O rei é excomungado 1534 Parlamento inglês aprova a separação da igreja do Estado Os bens da igreja são considerados e os mosteiros são dissolvidos Henrique VIII funda a Igreja anglicana e torna-se seu chefe sua filha Elisabeth I (1558/1603) consolida o Anglicanismo Retrato da Rainha Elizabeth I Fonte: National Portrait Gallery

20 20 ENQUANTO ISSO: No Oriente Médio, temos três grandes impérios islâmicos Otomanos (sudeste da Europa e vários reinos) Safávida (Pérsia) Mogol (Índia) Contrarreforma Como resposta aos movimentos protestantes, a Igreja católica: revê seus dogmas, valores e princípios; cria uma organização para ajudar os pobres; cria ordens e grupos laicos que defendem em ideal de pobreza (Companhia do Divino Amor, capuchinos); cria ordens evangelizadoras (Companhia de Jesus) convoca o Concílio de Trento (1545/1563) para reforçar os princípios da fé; cria seminários, reforça a Inquisição; defende o celibato e cria o Index Librarum Prolibitorum. Pintura do Concilio de Trento,Itália Fonte: Museo del Palazzo del Buonconsiglio


Carregar ppt "1 Inglaterra França Portugal A revolução cultural do Renascimento A formação do Estado moderno Guerras de Reconquista Índice Índice Espanha Guerra dos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google