A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Rio de Janeiro, 05 de julho de 2011 A evolução e dinâmica de Arranjos e Sistemas Produtivos e Inovativos Locais de MPEs no Brasil Arlindo Villaschi O caso.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Rio de Janeiro, 05 de julho de 2011 A evolução e dinâmica de Arranjos e Sistemas Produtivos e Inovativos Locais de MPEs no Brasil Arlindo Villaschi O caso."— Transcrição da apresentação:

1 Rio de Janeiro, 05 de julho de 2011 A evolução e dinâmica de Arranjos e Sistemas Produtivos e Inovativos Locais de MPEs no Brasil Arlindo Villaschi O caso do APIL de Vestuário da Região Noroeste do ES REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

2 Estrutura da apresentação Antecedentes: evidências dos mapeamentos de políticas de APLs no ES O APIL de Vestuário de Região Noroeste/ES Antecedentes históricos Metodologia Caracterização geral do APIL Pontos da dinâmica Sugestões de experimentos a serem feitos REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

3 REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba Interiorização do desenvolvimento Descentralização Emprego/Renda Foco em MPME Qualificação e competências A dinâmica e a contribuição dos APLs para a economia capixaba Aquicultura e Pesca Produção de cachaça Fruticultura e fruticultura do coco Exploração de petróleo e gás natural Turismo Confecções/Vestuário da Grande Vitória Confecções/Vestuário de Colatina Logística Software Móveis da Grande Vitória Móveis de Linhares Metalmecênico da Grande Vitória Rochas Ornamentais (sul e norte) Cultivo do café

4 Geração de Empregos: APLs x Grandes Projetos REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba

5 Evidência de baixa articulação intra e entre elementos: i) Inovações conservadoras e majoritariamente respondendo às ameaças de mercado ii) Pouca cooperação iii) Dificuldade de calibragem de políticas voltadas para MPME em APLs iv) Demasiada ênfase na governança como elemento dinamizador do APL REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba

6 Antecedentes históricos A destruição: erradicação de cafezais e colapso econômico e social de uma monocultura A criação: mobilização de um fator abundante A busca de inserção no mercado do Sudeste: da facção às marcas próprias Diferenciando-se dos chineses Representação política e cooperação REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

7 Metodologia Estudos anteriores Aproximação com a governança Painéis com empresários Material da ação planejada Sebrae e Sinvesco Aplicação questionário REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

8 Caracterização geral do APIL REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

9 Colatina Baixo Gunadu Gov. Lindemberg São Gabriel da Palha REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

10 Colatina PIB/ 2008 – preços constantes de 2008 (R$ milhões) R$ 1.552, População (2009) PIB - Per Capita 2008 (R$) R$ , GINI – (2006) 0,49 IDH – (2003) / Ranking Estadual 0, º REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

11 Baixo Guandu PIB/ 2008 – preços constantes de 2008 (R$ milhões) R$ 239 População (2009) PIB - Per Capita 2008 (R$) R$ 8.044, GINI – (2006) 0,44 IDH – (2003) / Ranking Estadual 0, º REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

12 Governador Lindemberg PIB/ 2008 – preços constantes de 2008 (R$ milhões) R$ 103 População (2009) PIB - Per Capita 2008 (R$) R$ , GINI – (2006) n.d. IDH – (2003) / Ranking Estadual n.d. - n.d. REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

13 São Gabriel da Palha PIB/ 2008 – preços constantes de 2008 (R$ milhões) R$ 270 População (2009) PIB - Per Capita 2008 (R$) R$ 8.943, GINI – (2006) 0,45 IDH – (2003) / Ranking Estadual 0, º REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

14 Classes CNAE Confecções de roupas íntimas Confecções de vestuário exceto roupas íntimas Confecções de roupas profissionais Fabricação de acessórios doe vestuário exceto para segurança e proteção Fabricação de meias Fabricação de artigos de vestuário em malharias e tricotagens exceto meias Impressão de materiais para outros usos (estamparia) Manutenção e reparação de máquinas industriais Representantes comerciais e agentes do comércio de têxteis, vestuário, calçados e artigos de viagens Atividades relacionadas à organização do transporte de cargas Atividades de publicidade Atividades profssionais, científicas e técnicas Lavanderias, tinturarias e toalheiros REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

15 Classes CNAE Manutenção e reparação de máquinas industriais Representantes comerciais e agentes do comércio de têxteis, vestuário, calçados e artigos de viagens Atividades relacionadas à organização do transporte de cargas Atividades de publicidade Atividades profissionais, científicas e técnicas Lavanderias, tinturarias e toalheiros REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

16 Pontos da dinâmica Loteamento tributário de médias empresas Dinamização de serviços de apoio: lavanderias, ateliers, estamparias/bordados Esquemas de comercialização – a luta continua e as tentativas de diversificação também Articulação e governança: a bem sucedida entrada do Sebrae REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

17 EVOLUÇÃO DA QUANTIDADE DE EMPRESAS NO APIL DE VESTUÁRIO DE COLATINA – 2000 A 2009 Fonte: RAIS – vários anos

18 REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES Fonte: RAIS – vários anos EVOLUÇÃO DA QUANTIDADE DE EMPRESAS DE APOIO AO APIL, EM COLATINA E SÃO GABRIEL DA PALHA, ENTRE 2000 E 2009

19 REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES PARTICIPAÇÃO DAS EMPRESAS NO APL, POR PORTE (%) Fonte: RAIS – vários anos

20 REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba Colatina São Gabriel da Palha Emprego Informal TOTAL Fonte: RAIS e Sebra (2009) Empregos Formais e informais no ASPIL de Colatina.

21 Sugestões de experimentos a serem feitos Base territorial e capacitação inovativa para além do curto prazo Fomento a novos entrantes: IFES; CEF; Bandes Cooperação internacional para salto qualitativo REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

22 Pontos a serem considerados Centralidade da abordagem X Efetividade REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

23 ... pontos a serem considerados Governança X Poder de arrigimentação: 30 – 60 empresas Editais nacionais Questão ambiental REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

24 ... pontos a serem considerados Enraizamento da capacitação inovativa X Difusão (maq, equip., insumos) Comercialização REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

25 ... pontos a serem considerados Competitividade X Proprietário persistente REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

26 ... pontos a serem considerados Diversidade atores X No APL (Sebrae, Senai, bancos, Ifes,,,) Para APL (Sinvesco, empresas em elos complementares) REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

27 ... pontos a serem considerados Localização X Ampliação espaço para legitimidade política REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

28 ... pontos a serem considerados Espaço X Setor (vitrine Sebrae-ES) REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

29 Região Central do APIL Grande Vitória Linhares / Nova Venécia Cachoeiro do Itapemirim

30 ... pontos a serem considerados Estratégia X Incrementos vendas; peças produzidas REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

31 ... pontos a serem considerados Visão futuro X Agenda anual eventos (dois anos) REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

32 ... pontos a serem considerados Modo X Moda (há que se valorizar para ir além) X Modo (apoio para construção de visões a partir do mundo, dos Brics, da China) REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

33 Sugestões de experimentos a serem feitos Base territorial e capacitação inovativa para além do curto prazo Fomento a novos entrantes: IFES; CEF; Bandes Cooperação internacional para salto qualitativo REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES

34 GPIDECA – Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba Grato!! REDESIST / Grupo de Pesquisa em Inovação e Desenvolvimento Capixaba - UFES


Carregar ppt "Rio de Janeiro, 05 de julho de 2011 A evolução e dinâmica de Arranjos e Sistemas Produtivos e Inovativos Locais de MPEs no Brasil Arlindo Villaschi O caso."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google