A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Orientação para Estágio Análise Crítica da Redação de Trabalho Científico - Análise formal: identificação do autor, correção gramatical, correção ortográfica,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Orientação para Estágio Análise Crítica da Redação de Trabalho Científico - Análise formal: identificação do autor, correção gramatical, correção ortográfica,"— Transcrição da apresentação:

1 Orientação para Estágio Análise Crítica da Redação de Trabalho Científico - Análise formal: identificação do autor, correção gramatical, correção ortográfica, coesão/coerência, referências. - Análise do conteúdo: pertinência ao tema, relevância do tema, delimitação teórica, citação de literatura, atualização da informação.

2 Orientação para Estágio ABNT - Regras de formatação do trabalho científico NBR 6023 – Elaboração de Referências NBR – Citações em documentos NBR – Apresentação de trabalhos acadêmicos

3 Orientação para Estágio ABNT - NBR 6023 – Elaboração de Referências GOMES, L.G.F. Novela e sociedade no Brasil. Niterói:EduFF,1998. Monografia no todo SÃO PAULO(Estado).Secretaria do Meio Ambiente. Coordenadoria de Planejamento Ambiental. Estudo de impacto ambiental – EIA, Relatório de impacto ambiental – RIMA: manual de orientação. São Paulo, 1989, 48 p. (Série Manuais). Parte de monografia ROMANO, Giovanni. Imagens da juventude na era moderna. In: LEVI, G.;SCHMIDT,J.(Org.) História dos jovens 2. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.p Parte de monografia em meio eletrônico POLITICA. In: DICIONÁRIO da língua portuguesa.Lisboa: Priberam Informática, Disponível em:. Acesso em: 8 mar.1999.http://www.priberam.pt/dlDLPO>.

4 Orientação para Estágio ABNT - NBR 6023 – Elaboração de Referências Publicação periódica como um todo REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA.Rio de Janeiro:IBGE, Artigo ou matéria de revista As 500 maiores empresas do Brasil. Conjuntura Econômica, Rio de Janeiro, v.38, n.9, set.1984.Edição especial. Artigo ou matéria de revista em meio eletrônico SILVA, M.M. Crimes da era digital..NET, Rio de Janeiro, nov Seção Ponto de Vista. Disponível em: Acesso em: 8 mar Legislação BRASIL.Constituição (1988). Emenda constitucional nº 9, de 9 de novembro de Dá nova redação ao art. 177 da Constituição Federal, alterando e inserindo parágrafos. Lex: legislação federal e marginália, São Paulo, v. 59, p. 1966, out/dez

5 Orientação para Estágio ABNT - NBR 6023 – Elaboração de Referências Autor entidade ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR10520: Informação e documentação: citações em documentos:apresentação. Rio de Janeiro, Autoria desconhecida DIAGNÓSTICO do setor editorial brasileiro. São Paulo: Câmara Brasileira do Livro, 1993, 64 p. Duas obras de mesmo autor FREYRE, Gilberto. Casa grande e senzala: formação da família brasileira sob regime de economia patriarcal. Rio de Janeiro: J.Olympio, v. _______________. Sobrados e mucambos: decadência do patriarcado rural no Brasil. São Paulo: Ed. Nacional, 1936.

6 Orientação para Estágio ABNT - NBR – Apresentação de citação em documento Regra geral Segundo Authier-Reiriz (1982) a ironia seria uma forma implícita de heterogeneidade. Apesar das aparências, a desconstrução do logocentrismo não é uma psicanálise da filosofia (DERRIDA, 1967, p.293). Citações diretas com mais de 3 linhas devem ser destacadas com recuo de 4cm da margem esquerda, com fonte menor que a utilizada no texto e sem aspas. Exemplo: A teleconferência permite ao indivíduo participar de um encontro nacional ou regional sem a necessidade de deixar seu local de origem. Tipos comuns de teleconferência incluem o uso da televisão, telefone e computador.(NICHOLS, 1983, p. 181).

7 Quando houver coincidência de sobrenomes de autores, acrescentam-se as iniciais de seus prenomes, se mesmo assim existir coincidência, colocam-se os prenomes por extenso. Exemplo: (BARBOSA, C., 1958) (BARBOSA, O., 1959) (BARBOSA, Cássio, 1965) (BARBOSA, Celso, 1965) Citações de diversos documentos de mesmo autor, publicados no mesmo ano De acordo com Reeside (1927a) (REESIDE, 1927b) Citações indiretas de diversos documentos de vários autores, mencionados simultaneamente Ela polariza e encaminha, sob a forma de demanda coletiva (FONSECA, 1997; PAIVA, 1997; SILVA, 1998). Orientação para Estágio ABNT - NBR – Apresentação de citação em documento

8 Orientação para Estágio Tema Tema: assunto que se deseja desenvolver; surge de uma dificuldade, curiosidade, desafio. Reúne um mínimo de bibliografia e interesse do pesquisador. Temas abrangentes precisam ser delimitados especificando a população, o objeto de estudo e a situação problema. Exemplo: Tema inicial - Educação Física Escolar População – turmas de 4ª série de Educação Física no ensino fundamental das escolas estaduais de Maringá. Objeto de estudo: Educação Física Situação problema: a indisciplina Tema final - A indisciplina dos alunos de turmas de Educação Física das 4ª séries do Ensino Fundamental das escolas estaduais de Maringá.

9 Orientação para Estágio Roteiro monografia Elementos pré-textuais: capa: instituição, autor, título, local, ano folha de rosto: autor, título, natureza (TCC), objetivo (grau pretendido), instituição, área de concentração. folha de aprovação: autor, título, natureza, objetivo, instituição, área de concentração, data aprovação, titulação, assinatura componentes da banca. dedicatória (opcional) agradecimento (opcional) epígrafe (opcional) resumo lista de ilustrações (opcional) lista de tabelas (opcional) sumário

10 Orientação para Estágio Roteiro monografia Elementos textuais 1. Introdução – visão geral do tema desenvolvido para prévia avaliação do conteúdo pelo leitor. Tem como característica: brevidade, objetividade e modéstia. Apresentação do tema Delimitação do tema em forma de questões problema Formulação dos objetivos do trabalho Demonstração da relevância do assunto por meio da justificativa do trabalho

11 Orientação para Estágio Roteiro monografia 2. Referencial teórico – exposição clara e ordenada do tema estudado. A linguagem deve considerar o leitor leigo. Evita-se argumento emotivo, frase feita, slogan, terminologia técnica em excesso, explicações repetitivas. Descrições, classificações, definições Levantamento do que já foi escrito a respeito ou revisão bibliográfica Discussão do assunto comparando com posições opostas Descrição da população alvo, da situação problema e do objeto de estudo ou tema.

12 Orientação para Estágio Roteiro monografia 3. Metodologia Caracterização da pesquisa; Caracterização da amostra; Descrição do instrumento de coleta de dados; Descrição da análise dos dados.

13 Orientação para Estágio Roteiro monografia 3. Metodologia Coleta de dados Etapas de coleta de dados por meio de dados primários ou secundários: Leitura do material disponível Identificação das informações relevantes para a pesquisa Sistematização das informações identificadas Utilização das informações relevantes para elaboração do trabalho final Etapas de coleta de dados por meio de entrevistas: Leitura sistemática e interativa de todas as entrevistas Identificação de elementos comuns e divergentes Organização e categorização do material em torno de todas as temáticas abordadas pelos entrevistados Reorganização do material em torno dos temas centrais abordados pela pesquisa Tratamento e interpretação do material Elaboração do texto final

14 Orientação para Estágio Roteiro monografia Elementos pós-textuais Referências – apresentação das fontes de consulta conforme a norma ABNT. Anexos – cópia de documentos consultados para elaboração do trabalho. Apêndice – cópia do instrumento e outros documentos elaborados pelo pesquisador.

15 Orientação para Estágio Caracterização da Pesquisa Científica – quanto a forma Pesquisa Bibliográfica: pesquisador utiliza somente publicações impressa ou eletrônica em fontes como biblioteca, secretarias, jornais, revistas, clubes, etc. Possui menor valor científico por se valer de conteúdos já pesquisados por outros autores. Pesquisa de Campo: também chamada de pesquisa empírica, requer contato maior com a população pesquisada a fim de verificar a ocorrência de algum fenômeno que esteja influenciando ou realizar alguma experiência. Fonte: MARTINS JÚNIOR, Joaquim. Como escrever trabalhos de conclusão de curso. 3ª ed.Rio de Janeiro: Ed. Vozes,2009.

16 Exploratória: trata determinados problemas de forma quase pioneira, buscando descrever determinadas situações, estabelecer relações entre variáveis ou definir problemas de pesquisa a serem continuados por outros pesquisadores. Flexibilidade no planejamento, coleta e análise de dados não é suficiente para justificar a classificação da pesquisa como exploratória; é preciso que a pesquisa explore um tema de forma inovadora e criativa. Conceituada por Gil (apud Bertucci, 2009, p. 48) como aquela que tem como objetivo proporcionar maior familiaridade com o problema com vistas a torná-lo mais explícito ou construir hipóteses. Pode-se dizer que tais pesquisas têm como objetivo principal o aprimoramento de idéias ou a descoberta de intuições. Seu planejamento é, portanto, bastante flexível, de modo que possibilite a consideração dos mais variados aspectos relativos ao fato estudado. Fonte: BERTUCCI, J.L.O. Metodologia básica para elaboração de TCC. São Paulo: Ed. Atlas S.A., Orientação para Estágio Caracterização da Pesquisa Científica – quanto ao tipo

17 Explicativa ou experimental: o resultado permite afirmar quanto de uma variável pode ser explicada por outra. Pode-se dizer que aprofunda o conhecimento da realidade explicando a razão das coisas. Exige sofisticados modelos estatísticos no estabelecimento de relação entre variáveis, o que pode demandar a atuação de outros profissionais para definir o delineamento, o instrumento e a análise dos dados. Conceituada por Gil (apud Bertucci, 2009, p. 49) como aquela que tem como preocupação central identificar os fatores que determinam ou contribuem para a ocorrência do fenômeno. Fonte: BERTUCCI, J.L.O. Metodologia básica para elaboração de TCC. São Paulo: Ed. Atlas S.A., Orientação para Estágio Caracterização da Pesquisa Científica – quanto ao tipo

18 Descritiva: tem como objetivo principal estabelecer relações entre as variáveis analisadas e levantar hipóteses ou possibilidades para explicar as relações, não de forma definitiva, o que a tornaria explicativa. Parte de um problema prático existente em dada realidade organizacional, coleta informações, analisa o problema e propõe alternativas para seu encaminhamento. Conceituada por Gil (apud Bertucci, 2009, p. 50) como aquela que tem como objetivo primordial a descrição das características de determinada população ou fenômeno ou, então, o estabelecimento de relações entre variáveis. Fonte: BERTUCCI, J.L.O. Metodologia básica para elaboração de TCC. São Paulo: Ed. Atlas S.A., Orientação para Estágio Caracterização da Pesquisa Científica – quanto ao tipo

19 Técnica, design ou delineamento – a escolha deve ser realizada em função do problema e dos objetivos da pesquisa. Estudo de caso: é de natureza qualitativa, vale-se preferencialmente de dados coletados pelo pesquisador por meio de consulta a fontes primárias ou secundárias, de entrevistas e da própria observação do fenômeno. Não permite a generalização dos resultados obtidos; deve-se apresentar a justificativa para a realização do trabalho em dada unidade de análise. Conceituado por Godoy (apud Bertucci, 2009, p. 52) como aquele que se caracteriza como um tipo de pesquisa cujo objeto é uma unidade que se analisa profundamente e visa ao exame detalhado de um ambiente, de um simples sujeito ou de uma situação em particular. Fonte: BERTUCCI, J.L.O. Metodologia básica para elaboração de TCC. São Paulo: Ed. Atlas S.A., Orientação para Estágio Caracterização da Pesquisa Científica – quanto à técnica

20 Levantamento: também conhecido como survey, operacionalizado a partir de amostras com definição de critérios para sua constituição. Utilizado para descrever, explicar ou explorar dado fenômeno. Busca realçar aspectos mais amplos e gerais do fenômeno estudado. Conceituado por Gil (apud Bertucci, 2009, p. 54) como aquele que se caracteriza pela interrogação direta das pessoas cujo comportamento se deseja conhecer. Basicamente, procede-se à solicitação de informações a um grupo significativo de pessoas, acerca do problema estudado para, em seguida, mediante análise quantitativa, obterem-se as conclusões correspondentes aos dados coletados. Fonte: BERTUCCI, J.L.O. Metodologia básica para elaboração de TCC. São Paulo: Ed. Atlas S.A., Orientação para Estágio Caracterização da Pesquisa Científica – quanto à técnica

21 Pesquisa documental: realização do trabalho tendo como referência a leitura, análise e interpretação de documentos existentes acerca de determinado fenômeno. Baseia-se em consultas à livros; artigos científicos; relatórios de pesquisa; documentos internos disponibilizados por órgãos públicos, organizações ou famílias; documentos de época, fotos, gravações, revistas, jornais e boletins. Não se deve confundir a utilização da pesquisa documental como técnica de pesquisa com a utilização de documentos como instrumento de coleta de dados. Pesquisa documental refere-se a um trabalho exclusivamente calcado em documentos, a partir dos quais ocorrerá a construção dos significados pelo pesquisador. Fonte: MARTINS JÚNIOR, Joaquim. Como escrever trabalhos de conclusão de curso. 3ª ed.Rio de Janeiro: Ed. Vozes,2009. Orientação para Estágio Caracterização da Pesquisa Científica – quanto à técnica

22 Orientação para Estágio Instrumento de pesquisa Entrevista – técnica de coleta de dados por meio da qual o entrevistado responde as perguntas formuladas pelo entrevistador. As perguntas podem ser abertas ou fechadas. Exemplo pergunta aberta: Qual a sua opinião sobre o aquecimento global? Exemplo pergunta fechada: As escolas deveriam ministrar uma disciplina sobre preservação do meio ambiente? Vantagem – a não exigência de alfabetização do entrevistado; percepção de sutilezas da comunicação pelo entrevistador; menor tempo de aplicação. Desvantagem – influência e direcionamento do entrevistador; aplicação em pequeno número de pessoas; maior tempo de tabulação dos dados (DMITRUK, 2004).

23 Orientação para Estágio Instrumento de pesquisa - questionário Questionário – instrumento de coleta de dados constituído por perguntas abertas, fechadas ou mistas, apresentadas segundo um ordenamento temático, para ser respondido fora da presença do pesquisador e destinado a determinado grupo social. Não testa a habilidade do respondente, mas mede sua opinião, interesse, aspectos de personalidade e informação biográfica. É acompanhado por uma carta de apresentação explicando o objetivo da pesquisa, como o instrumento deverá ser preenchido e devolvido, bem como a confidencialidade dos dados ( MARTINS JÚNIOR, 2009). Questões fechadas – alternativas fixas e preestabelecidas pelo pesquisador. Exemplos: - Alternativa única ( ) sim ( ) não, ( ) verdadeiro ( ) falso, ( ) certo ( ) errado - Mais de uma alternativa ( ) de manhã ( ) à tarde ( ) à noite - Indicação de frequência ( ) nunca ( ) raramente ( ) ocasionalmente ( ) sempre

24 Questões abertas – solicitam a opinião do respondente, o qual deverá utilizar as próprias palavras na resposta. O pesquisador deve reservar espaço para as respostas (MARTINS JÚNIOR, 2009). Exemplo: Qual a sua opinião sobre o atendimento ao cliente oferecido por este banco? ______________________________________________________ Questões mistas – apresentam alternativas fixas e alternativa para a emissão da opinião do respondente. Exemplo: -Cite o tipo de aula mais frequente em seu curso. ( ) expositiva ( ) prática ( ) no laboratório ( ) com datashow ( ) outro tipo ____ Orientação para Estágio Instrumento de pesquisa - questionário

25 Orientações para elaboração das questões: não formular duas perguntas num só item o item deve ser passível de resposta pelo sujeito de acordo com seu grau de instrução e familiaridade com o assunto usar preferencialmente itens curtos evitar perguntas negativas os itens não devem refletir a opinião do pesquisador Fonte: MARTINS JÚNIOR, Joaquim. Como escrever trabalhos de conclusão de curso. 3ª ed.Rio de Janeiro: Ed. Vozes,2009. Orientação para Estágio Instrumento de pesquisa - questionário

26 Orientações para elaboração das questões: os objetivos da pesquisa científica determinam as perguntas ou itens a serem apresentados. o grau de complexidade dos conceitos interfere no número de itens e na forma de apresentação deles; conceitos precisam se converter em itens; existe relação recíproca entre as características da amostra ou população estudada e a complexidade dos conceitos a serem investigados. o tamanho da amostra influencia a maneira de administrar o instrumento em termos de escolha entre entrevista e questionário. recursos de tempo, dinheiro e pessoas para trabalhar na pesquisa são fatores que interferem na definição do tamanho da amostra. Fonte: GÜNTHER, H. Como elaborar um questionário (Série: Planejamento de pesquisa nas Ciências Sociais, nº1). Brasília, DF: UnB, Laboratório de Psicologia Ambiental. Orientação para Estágio Instrumento de pesquisa - questionário

27 Processo de validação: submeter o questionário à apreciação de especialista no conteúdo e forma para verificação de sua aplicabilidade quanto ao número de itens necessários, tamanho e conteúdo das questões para posterior verificação de fidedignidade. Teste de fidedignidade: Capacidade do instrumento ser aplicado em contextos diferentes sem apresentar erros de interpretação por parte do pesquisador e da amostra. Existem métodos estatísticos para a determinação da fidedignidade, podendo ser adotada a apreciação lógica por meio de estudo-piloto com sujeitos pertencentes a mesma população do estudo e que não participem da amostra definitiva. Recomenda-se a aplicação do teste até 10 sujeitos para identificar necessidade de correção do item. Fonte: MARTINS JÚNIOR, Joaquim. Como escrever trabalhos de conclusão de curso. 3ª ed.Rio de Janeiro: Ed. Vozes,2009. Orientação para Estágio Instrumento de pesquisa - questionário

28 Vantagem – não influência e direcionamento do entrevistador; aplicação em grande número de pessoas; menor tempo na tabulação dos dados. Desvantagem – exigência de alfabetização do entrevistado; não percepção de sutilezas do pensamento do entrevistado; maior tempo de aplicação (DMITRUK, 2004). Fonte: DMITRUK, H.B(org.). Cadernos metodológicos. 6ª ed.Chapecó: Argos Editora Universitária, Orientação para Estágio Instrumento de pesquisa - questionário


Carregar ppt "Orientação para Estágio Análise Crítica da Redação de Trabalho Científico - Análise formal: identificação do autor, correção gramatical, correção ortográfica,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google