A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Unidade V: Escrituração Contábil Disciplina: Elementos de Contabilidade Para Arquivologia Professor: Iury da Silva Pessôa

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Unidade V: Escrituração Contábil Disciplina: Elementos de Contabilidade Para Arquivologia Professor: Iury da Silva Pessôa"— Transcrição da apresentação:

1

2 Unidade V: Escrituração Contábil Disciplina: Elementos de Contabilidade Para Arquivologia Professor: Iury da Silva Pessôa

3 Escrituração Contábil Conceitos básicos Generalidades Livros contábeis Documentação contábil

4 Segundo Ribeiro (1999) o patrimônio é o conjunto de bens, direitos e obrigações de uma pessoa, física ou jurídica, que possam ser avaliados em dinheiro. Patrimônio Patrimônio Conceitos Básicos

5 Para Martins e Campos (2000, p. 6), patrimônio pode ser conceituado como o conjunto de bens, valores, direitos e obrigações de uma pessoa física ou jurídica que possa ser avaliado pecuniariamente e que seja utilizado na consecução de seus objetivos sociais Patrimônio Patrimônio Conceitos Básicos

6 O Patrimônio é o conjunto de bens, direitos e obrigações, suscetíveis de avaliação em moeda, vinculados a uma empresa ou pessoa física, num determinado momento. Patrimônio Patrimônio Conceitos Básicos

7 Segundo GILSON CHAGAS, (2000) Bens são recursos da empresa que estão a disposição da própria empresa. Bens Bens Conceitos Básicos

8 Segundo Neves bem é tudo aquilo que satisfaz as necessidades do homem e que pode ser avaliado economicamente, podendo ser tangíveis e intangíveis. Bens Bens Conceitos Básicos

9 Numerários: Dinheiro De venda: Mercadorias De renda: Imoveis, veículos, máquinas, instalações, etc. De consumo: Combustíveis, lubrificantes, material de escritório, material de limpeza. Bens Tangíveis Bens Tangíveis Conceitos Básicos

10 São aqueles bens que não têm forma física, não palpáveis, não constituídos de matéria. Os mais comuns são: Marcas de fábrica, Patente de invenção, etc... Bens intangíveis Bens intangíveis Conceitos Básicos

11 Segundo Neves Direitos são valores a serem recebidos de terceiros por vendas a prazo ou bens de propriedade da empresa mas em posse de terceiros. Direitos Direitos Conceitos Básicos

12 Duplicatas a receber Notas promissórias Depósitos bancários Aplicações financeiras Ações, etc… Exemplos Exemplos Conceitos Básicos

13 Segundo Neves Obrigações são dívidas ou compromissos de qualquer espécie ou natureza assumidos perante terceiros ou bens de terceiros que se encontram em posse (uso) da entidade. Obrigações Conceitos Básicos

14 Segundo GILSON CHAGES, (2000) Obrigações são recursos de terceiros a disposição da empresa Obrigações Conceitos Básicos

15 Duplicatas a pagar Notas promissórias a pagar Empréstimos e financiamentos Aluguéis Impostos a pagar, etc … Exemplos Exemplos Conceitos Básicos

16 Equação contábil Ativo = Passivo AtivoPassivo Obrigações com terceiros Obrigações com acionistas Bens e Direitos

17 Equação contábil Segundo Paton: contraprestação material ou não, possuída por uma empresa e que tenha valor para ela. Iudícibus: a característica fundamental é a sua capacidade de prestar serviços futuros à entidade que os têm, individualmente ou conjuntamente com outros ativos e fatores de produção, capazes de se transformar, direta ou indiretamente, em fluxos líquidos de entradas de caixa. Ativo Ativo

18 Equação contábil Hendriksen & Breda: Deve existir algum direito específico ao benefício futuro ou potenciais serviços. Os direitos devem favorecer exclusivamente uma empresa específica. Deve haver uma evidência de que a receita dos benefícios futuros é provável. O benefício econômico deve ser o resultado de transação ou eventos passados. Ativo Ativo

19 Equação contábil Conjunto de meios ou matéria posta à disposição do administrador para que este possa operar de modo a conseguir os fins de gestão da entidade. Francisco ´Dauria. Representam benefícios futuros esperados, direitos que foram adquiridos pela entidade como resultado de alguma transação corrente ou passada Sprouse e Moonitz. Ativo Ativo

20 Equação contábil Requisitos básicos: Exclusividade do direito: Concessões Propriedade: Imóveis Benefícios Futuros: Seguros Posse X Controle: Mercadorias em trânsito, leasing. Mensurável em dinheiro. Ativo Ativo

21 Equação contábil Segundo Lopes de Sá : é a expressão quantitativa do patrimônio que representa a riqueza de terceiros que serviu de fonte para a formação da substância patrimonial. Hendriksen e Van Breda : sacrifícios futuros prováveis de benefícios econômicos resultantes de obrigações presentes de uma entidade no sentido de transferir ativos ou serviços para outras entidades no futuro em conseqüência de transações e eventos passados. Passivo Passivo

22 Equação contábil Obrigações, exigibilidades, reclamos contra o ativo. É classificado em exigível e não exigível: Exigível: Capital de terceiros Não exigível: Capital próprio (Patrimônio Líquido) Passivo Passivo

23 Passivos Intangíveis Fato GeradorConseqüências Operacionais Má uso de equipamentos, instalações, produtos e serviços Multas e indenizações. De consumo Fornecimento de maus produtos aos consumidores. Indenizações, Reclamações, ações judiciais Ambientais Agressão ao meio ambiente. Multas, indenizações, recuperação das áreas degradadas, danos à imagem da empresa. Éticos Produtos que gera malefícios à saúde Multas, Indenizações, reclamações, ações judiciais Fonte: Almeida e Ribeiro

24 Equação contábil Ativo Passivo Patrimônio líquido Ativo = Passivo + PL Aplicações Origens

25 Ativos: Assim como o ativo pode ser entendido com aplicação dos recursos. Ex: Máquinas e equipamentos. Passivos: Também pode ser entendido como origem dos ativos. Ex: Financiamentos. Outro conceito Outro conceito Equação contábil

26 Características da informação contábil Aplicações = Origens Ativo Passivo Bens Estoques Veículos Máquinas Direitos Clientes à receber Depósitos em Bancos Obrigações Fornecedores Financiamentos de LP Impostos a Pagar Patrimônio Líquido Capital Subscrito Integralizado Origem dos Recursos que foram aplicados no ativo. Aplicações dos Recursos que tiveram origem Passivo =

27 Iudícibus: a diferença entre o valor do Ativo e do Passivo de uma entidade, em determinado momento. NBC T 3.2: compreende os recursos próprios da entidade. É o capital próprio da empresa, representa o capital investido pelos proprietários da empresa quer através de recursos trazidos de fora da empresa, quer gerados por esta em suas operações e retidos internamente. Patrimônio Líquido Patrimônio Líquido Equação contábil

28 Iudícibus: a diferença entre o valor do Ativo e do Passivo de uma entidade, em determinado momento. NBC T 3.2: compreende os recursos próprios da entidade. É o capital próprio da empresa, representa o capital investido pelos proprietários da empresa quer através de recursos trazidos de fora da empresa, quer gerados por esta em suas operações e retidos internamente. Patrimônio Líquido Patrimônio Líquido Equação contábil

29 Ativo Passivo Bens Caixa – 100 Equipamentos - 50 Direitos Depósitos - 50 Obrigações Financiamentos - 50 Patrimônio Líquido Capital – 150 Total do Ativo Total do Passivo + PL PL (Situação Líquida) = 200 – 50 PL = 150 Equação contábil

30 Equação Contábil Positiva Negativa Nula Ativo Passivo Patrimônio Líquido AtivoPassivo AtivoPassivo AtivoPassivo Situação Patrimonial líquida:

31 Escrituração Contábil Escrituração Demonstrações Contábeis Análise de Balanços Auditoria Partidas dobradas Balanço Patrimonial DRE, DOAR, DFC, DVA Balanço Patrimonial DRE, DOAR, DFC, DVA Capacidade, Desempenho, Sobrevivência, Verificar a veracidade das informações contábeis

32 Escrituração Técnica contábil que consiste no registro, em livros próprios, através de contas contábeis, de todos os fatos contábeis resultantes da gestão do patrimônio da entidade.

33 Atos e fatos contábeis Atos contábeis: são acontecimentos que não alteram o patrimônio, por isso, não são registrados nos livros contábeis. Ex: Orçamentos, admissão de funcionários, contratos, avais, fianças, etc.

34 Atos e fatos contábeis Fatos contábeis: são acontecimentos que alteram o patrimônio ou ainda o PL, por isso, são obrigatoriamente registrados nos livros contábeis. Ex: compras, vendas, direitos adquiridos, obrigações assumidas, receitas e despesas reconhecidas.

35 Fatos contábeis Os Fatos contábeis na medida que afetam o patrimônio podem ser: Permutativos Modificativos Mistos

36 Fatos permutativos São aqueles que provocam somente uma troca de valores nos componentes do ativo e/ou do passivo, sem alterar a situação líquida da empresa. Ex.: a compra de uma máquina à vista.

37 Fatos modificativos São os que alteram o patrimônio, modificando a situação líquida da empresa. Ex.: os pagamentos de despesas ou os recebimentos de receitas

38 Fatos mistos São aqueles que envolvem ao mesmo tempo, fato permutativo e um fato modificativo. Ex.: Venda de mercadorias com lucro.

39 Contas Contábeis Nome técnico que identifica um componente patrimonial (Bem, Direito, Obrigação Exigível ou Patrimônio Líquido), ou um componente de Resultado (Despesa ou Receita, ou componente que altera a Situação Líquida ou Patrimônio Líquido). Função: É através das contas que se consegue registrar e controlar os fatos decorrentes da gestão do patrimônio;

40 Plano de Contas Conjunto de contas, diretrizes e normas que disciplinam as tarefas do setor de contabilidade, objetivando a uniformização dos registros contábeis, é composto de: Elenco de Contas Manual de Contas Lançamentos explicativos para o registro de operações especiais

41 ESTRUTURA BÁSICA ATIVO PASSIVORESULTADO CIRCULANTE REALIZÁVEL A LONGO PRAZO PERMANENTE CIRCULANTE EXIGÍVEL A LONGO PRAZO RESULTADO DE EX. FUTUROS PATRIMÔNIO LÍQUIDO RECEITAS Aumenta Situação Líquida DESPESAS Diminui Situação Líquida Saldo Devedor Saldo Credor Legenda

42 Método de escrituração Método das partidas simples. Método das partidas dobradas.

43 Método das partidas simples Esse método consiste no registro de operações específicas envolvendo o controle de um só elemento. Ex: Livro Caixa. Visa apenas o controle do dinheiro, não tem a preocupação de controlar outros elementos patrimoniais. O método das partidas simples é deficiente e incompleto, pois não permite o controle global do patrimônio.

44 Método das partidas dobradas O Método das partidas dobradas é universalmente utilizado pela contabilidade, usa como princípio fundamental de que para cada débito corresponde um crédito de igual valor, ou para cada aplicação de recursos, há uma origem de igual valor. Por meio deste método, os registros contábeis são realizados no Livro Diário, a após, no Livro Razão.

45 Lançamento contábil Lançamento contábil: meio pelo qual se processa a escrituração contábil. É a forma de se efetuar o lançamento contábil e possui os seguinte elementos essenciais: Local e data de ocorrência do fato Conta a ser debitada (aplicação dos recursos) Conta a ser creditada (origem dos recursos) Histórico Valor

46 Exemplo O Sr. João e seu filho Pedro decidem constituir a empresa apressadinha Ltda: 1 – 01/01/09- Constituição de empresa com reais em espécie (metade de cada sócio). 2 – 02/01/09 - Compra de móveis e utensílios pagos a vista por – 02/01/09 - Compras de estoques a prazo por

47 Exemplo 1 – Vitória, 01 de janeiro de 2009 D – Caixa C – Capital social – Histórico: Subscrição e integralização de capital em espécie, por João e por Pedro. 2 – Vitória, 02 de janeiro de 2009 D – Móveis C – Caixa Histórico: Compra de móveis e utensílios pagos a vista. 3 – Vitória, 02 de janeiro de 2009 D – Estoques C – Fornecedores 5000 Histórico: Compras de estoques a prazo por

48 Exemplo BALANÇO PATRIMONIAL ATIVOPASSIVO Caixa DÉBITO (Aplicação) (1) CRÉDITO (Origem) (2) S = Conta Saldo Partidas Dobradas

49 Exemplo BALANÇO PATRIMONIAL ATIVOPASSIVO Caixa APLIC. (1) ORIGEM (2) S = Dupl. A Pagar APLIC.ORIGEM (3) S =5.000 Móveis e Utensílios APLIC (2) ORIGEM S= Capital Social APLICORIGEM (1) S = Estoques APLIC (3) ORIGEM S

50 Exemplo BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO Ativo Circulante Caixa Estoques Ativo Permanente Móveis e Utensílios Total do ativo PASSIVO Passivo Circulante Fornecedores Patrimônio Líquido Capital Social Total do Passivo

51 Equação patrimonial AtivoPassivo + PL AplicaçõesOrigens DébitoCrédito DébitoAplicações CréditoOrigens

52 Referências MARTINS, Petrônio G.; CAMPOS, Paulo Renato. Administração de materiais e recursos patrimoniais. São Paulo: Saraiva, RIBEIRO, Osni Moura. Contabilidade comercial fácil. 4ª ed. São Paulo: Saraiva NEVES, Silvério das; VICECONTI, Paulo E. V. Contabilidade básica. 3ª edição. São Paulo: Frase, CHAGAS, Gilson. O Princípio da Contabilidade, 3 a ed - Vestcon, Brasília-DF, IUDÍCIBUS, Sérgio de. Teoria da contabilidade. 6. ed. São Paulo: Atlas, ALMEIDA, Karla Katiuscia N.; RIBEIRO FILHO, J. F.. Mensuração do Passivo: Conceitos e Aplicação, 2007.

53 Unidade IV: Características da informação contábil Disciplina: Elementos de Contabilidade Para Arquivologia Professor: Iury da Silva Pessôa


Carregar ppt "Unidade V: Escrituração Contábil Disciplina: Elementos de Contabilidade Para Arquivologia Professor: Iury da Silva Pessôa"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google