A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade do Vale do Paraíba Colégio Técnico Antônio Teixeira Fernandes Disciplina Programação Orientada a objetos II. Material IV-Bimestre Criação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade do Vale do Paraíba Colégio Técnico Antônio Teixeira Fernandes Disciplina Programação Orientada a objetos II. Material IV-Bimestre Criação."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade do Vale do Paraíba Colégio Técnico Antônio Teixeira Fernandes Disciplina Programação Orientada a objetos II. Material IV-Bimestre Criação de clips em movimentos reproduzindo sons, controle de sons Uso de Bibliotecas, Criando um filme. Detecção de colisões,Criação de Aplicações. Prof. Responsáveis Wagner Santos C. de Jesus

2 2 Criação de Movimentos Filme(forma) Evento Programa(ActionScript) Animação

3 3 gotoAndPlay(): Método que dispara uma seqüência de quadros Ao criar quadros para uma animação basta usar o método gotoAndPlay() em um evento para disparar uma animação. Exemplo : on (press) { _root.gotoAndPlay (1); }

4 4 Animação por Interpolação Animação por interpolação em recurso do Que permite que uma figura possa ser posicionada em um local do quadro sem a necessidade ter que mudar de quadro cada posição do objeto será gravada em novo quadrado dando a simulação do movimento.

5 5 Exemplo: Interpolador movimento Basta selecionar a opção marca e realizar deslocamento da figura

6 6 Interpoladores Quadro1Quadro2Quadro3 Valores(quadro por segundo)

7 7 Passos para criação de animação por Interpolação 1.Selecionar o objeto (figura) que será interpolada. 2.Selecionar ponto preto na linha do tempo. 3.Na barra de propriedades escolha interpolação de movimentos. 4.Em seguida selecione a quantidade de quadros que deseja criar. 5.Selecione Inserir Quadros chave. 6.Translade a figura para o ponto desejado. 7.Selecione CTRL+ (Veja a animação).

8 8 Movendo quadros prevFrame() : Move para quadro anterior. nextFrame() : Move para o próximo quadro.

9 9 Criando um filme O Flash permite que todas as aplicações de animação confeccionadas possam ser transformadas em filmes; que poderão ser reproduzidos por programas como mediaplayer ou lidos por programas escritos em linguagens de programação como Delphi, C++ e visualBasic e outras.

10 10 Criando um filme Selecione a opção indicada

11 11 Determine o nome do filme a ser criado e seu formato Avi, mov ou outros Selecione o botão salvar e aguarde.

12 12 Feitas as operações anteriores Atributos do filme normalmente podemos deixar o padrão, caso contrario altere e selecione o botão ok.

13 13 Essa opção permite determinar operações de compactação de vídeo ou não Selecione o botão ok em seguida o vídeo será criado.

14 14 Colocando som em uma aplicação Classe : Sound() permita reprodução de sons pelo AS. Exemplo da criação de um objeto Sound. Meu_som = new Sound();

15 15 Sound (Reprodução de Sons) Sound() Biblioteca Arquivo(s) mp3 wav volume Estéreo Reprodução Start()

16 16 Método : attachSound() Determina o arquivo de som da biblioteca que será reproduzido. Exemplo :.attachSound(String);

17 17 Método: setVolume() Determina a altura do volume a ser reproduzido podendo ser usado um valor de 0 a n. Exemplo :.setVolume( );

18 18 Método:setPan() Determina em caso de estéreo se som será emitido no canal esquerdo ou direito, (-100) faz com o som seja emitido no canal esquerdo e (100) emite som apenas o canal direito caso deseje emitir no dois canais basta colocar o parâmetro (0). Exemplo :.setPan( );

19 19 Método : stop() Para a reprodução do som. Exemplo :.stop();

20 20 Exemplo : Sons on (press) { som = new Sound(); som.attachSound("musica"); som.setVolume(200); //som.setPan(100); som.start(); }

21 21 Método : fscommand() Permite que o filme Flash se comunique com o Flash Player ou com o programa que hospeda o Flash Player, como um navegador da Web. Você também pode usar a ação fscommand para passar mensagens para o Macromedia Director ou para o Visual Basic, Visual C++ e outros programas que possam hospedar controles ActiveX.

22 22 ComandosParâmetrosObjetos quitNenhumFecha o projeto fullscreentrue ou falseA especificação de true define o Flash Player no modo de tela cheia. A especificação de false faz o exibidor voltar à exibição de menu normal. showmenutrue ou falseA especificação de true ativa o conjunto completo de itens do menu de contexto. A especificação de false torna esmaecidos todos os itens do menu de contexto, exceto Sobre o Flash Player. execCaminho para o aplicativoExecuta um aplicativo no projetor.

23 23 Movimento de figuras Transformação Geométrica Transformação vem a ser o conceito de transladar, atribuir uma escala ou rotação de uma figura.

24 24 Par ordenado (_x, _y) para tratar as coordenadas _x (Coluna) _y (Linha)

25 25 Exemplo : Translação (_x,_y) on (press) { _root["quadrado"]._x+=10 ; } + - on (press) { _root["quadrado"]._y+=10 ; } + -

26 26 Exemplo : Escala Propriedades: _xscale : altera a largura do objeto de um filme. _yscale : altera a altura do objeto de um filme.

27 27 Exemplo de escala x (Largura) y (Altura)

28 28 Exemplo prático de escala on (press) { _root["triangulo"]._xscale+= 100; _root["triangulo"]._yscale+= 100; }

29 29 Exemplo de rotação Determina a rotação para um figura usando valores positivos para sentido horário e negativo para sentido anti- horário. Exemplo : _rotation – valor deverá ser em graus.

30 30 Exemplo de rotação +-

31 31 Exemplo prático de rotação on (press) { _root["triangulo"]._rotation += 45; }

32 32 Arrastando uma figura com movimentos do mouse Objeto (figura) startDrag() Ativa mouse Movimentos stopDrag()

33 33 Métodos : startDrag() startDrag(, ); String – Determina o nome do clipe que será movimentado em caso de ser o próprio não é necessário informar esse parâmetro. boolean – Determina o local liberado para arrastar uma figura. Dever ser usado true.

34 34 Métodos : stopDrag() stopDrag() – Interrompe o recurso de arrastar cancelando o método startDrag().

35 35 Exemplo prático : on (press) { startDrag("",true); } on (release) { stopDrag(); }

36 36 Operador this O operador this assim como o new são operadores reservados do AS, o this permite realizar a referência quando estamos falando do próprio objeto. Exemplo : _root["quadro2"]._xscale = 200; this._xscale = 200; Obs: Não precisa fazer referência ao nome do objeto inteiro.

37 37 Propriedade : _xmouse e _ymouse Essas propriedades permitem capturar a posição das coordenadas (x,y); coluna e linha onde o mouse foi passado. Exemplo: trace(_root._xmouse); trace(_root._ymouse);

38 38 Arrastando uma figura usando o evento onClipEvent() onClipEvent (enterFrame) { if(drag) { this._x = _root._xmouse; this._y = _root._ymouse; }

39 39 Usando variável drag. on (press) { drag = true; // pressionar } on (release) { drag = false; // Soltar }

40 40 Detecção de colisões Pelas leis da física dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar em um espaço; quando esse fenômeno eventualmente ocorre chamamos colisão. Para simularmos computacionalmente a colisão de dois objetos devemos calcular se suas posições em algum ponto são iguais p(x,y) ou os pontos das extremidades dos objeto.

41 41 Para realizarmos o teste de uma colisão em AS, devemos usar o método hitTest. Sintaxe : this.hitTest(x,y,booleano); x – posição horizontal y – posição vertical booleano – formato exato do objeto (true) ou a área retangular do mesmo(false).

42 42 Diagrama de colisão Objeto hitTest (posição do mouse) this.hitTest (objeto)

43 43 Exemplo teste colisão com mouse onClipEvent (enterFrame) { if(this.hitTest(_root._xmouse,_root._ymouse,true)) { this._x = int(Math.random()*550); this._y = int(Math.random()*400); }

44 44 Exemplo teste colisão entre objetos onClipEvent (enterFrame) { if(_root["q2"].hitTest(_root["q1"])) { _root.gotoAndPlay(2); }else _root["q1"]._x+=5; }


Carregar ppt "Universidade do Vale do Paraíba Colégio Técnico Antônio Teixeira Fernandes Disciplina Programação Orientada a objetos II. Material IV-Bimestre Criação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google