A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Instituto Federal Farroupilha - Campus Alegrete/RS VOCÊ FAZ PARTE DESTA HISTÓRIA! 1954 - 2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Instituto Federal Farroupilha - Campus Alegrete/RS VOCÊ FAZ PARTE DESTA HISTÓRIA! 1954 - 2011."— Transcrição da apresentação:

1

2 Instituto Federal Farroupilha - Campus Alegrete/RS VOCÊ FAZ PARTE DESTA HISTÓRIA!

3 3 Instituto Federal Farroupilha - Campus Alegrete/RS

4 4

5 CURSO SUPERIOR DE ZOOTECNIA BACHARELADO

6 PERFIL PROFISSIONAL DO EGRESSO O IFFARROUPILHA prioriza a formação de profissionais que: tenham competência técnica e tecnológica em sua área de atuação; sejam capazes de se inserir no mundo do trabalho de modo compromissado com o desenvolvimento regional sustentável; tenham formação humanística e cultura geral integrada à formação técnica, tecnológica e científica; atuem com base em princípios éticos e de maneira sustentável; saibam interagir e aprimorar continuamente seus aprendizados a partir da convivência democrática com culturas, modos de ser e pontos de vista divergentes; sejam cidadãos críticos, propositivos e dinâmicos na busca de novos conhecimentos.

7 Competências e habilidades: a) Fomentar, planejar, coordenar e administrar programas de melhoramento genético das diferentes espécies animais de interesse econômico e de preservação, visando maior produtividade, equilíbrio ambiental e respeitando as biodiversidades no desenvolvimento de novas biotecnologias agropecuárias; b) Atuar na área de nutrição e alimentação animal, utilizando seus conhecimentos do funcionamento do organismo animal, visando aumentar sua produtividade e o bem-estar animal e suprindo suas exigências com equilíbrio fisiológico; c) Responder pela formulação, fabricação e controle de qualidade das dietas e rações para animais, responsabilizando-se pela eficiência nutricional das fórmulas; d) Planejar e executar projetos de construções rurais, formação e/ou produção de pastos e forrageiras e controle ambiental;

8 e) Pesquisar e propor formas mais adequadas de utilização dos animais silvestres e exóticos, adotando conhecimentos de biologia, fisiologia, etologia, bioclimatologia, nutrição, reprodução e genética, visando seu aproveitamento econômico ou sua preservação; f) Administrar propriedades rurais, estabelecimentos industriais e comerciais ligados à produção, melhoramento e tecnologias animais; g) Avaliar e realizar peritagem em animais, identificando taras e vícios, com fins administrativos, de créditos, seguro e judiciais e elaborar laudos técnicos e científicos no seu campo de atuação; h) Planejar, pesquisar e supervisionar a criação de animais de companhia, esporte ou lazer, buscando seu bem-estar, equilíbrio nutricional e controle genealógico; i) Avaliar, classificar e tipificar produtos e subprodutos de origem animal, em todos os seus estágios de produção;

9 j) Responder técnica e administrativamente pela implantação e execução de rodeios, exposições, torneios e feiras agropecuária s. Executar o julgamento, supervisionar e assessorar inscrição de animais em sociedades de registro genealógico, exposições, provas e avaliações funcionais e zootécnicas; l) Realizar estudos de impacto ambiental, por ocasião da implantação de sistemas de produções de animais, adotando tecnologias adequadas ao controle, aproveitamento e reciclagem dos resíduos e dejetos; m) Desenvolver pesquisas que melhorem as técnicas de criação, transporte, manipulação e abate, visando o bem-estar animal e o desenvolvimento de produtos de origem animal, buscando qualidade, segurança alimentar e economia; n) Atuar nas áreas de difusão, informação e comunicação especializada em Zootecnia, esportes agropecuários, lazer e terapias humanas com uso de animais;

10 o) Assessorar programas de controle sanitário, higiene, profilaxia e rastreabilidade animal, públicos e privados, visando a segurança alimentar humana; p) Responder por programas oficiais e privados em instituições financeiras e de fomento a agropecuária, elaborando projetos, avaliando propostas e realizando perícias e consultas; q) Planejar, gerenciar ou assistir diferentes sistemas de produção animal e estabelecimentos agro-industriais, inseridos desde o contexto de mercados regionais até grandes mercados internacionalizados, agregando valores e otimizando a utilização dos recursos e tecnologias sociais potencialmente disponíveis e economicamente adaptáveis; r) Atender às demandas da sociedade quanto à excelência na qualidade e segurança dos produtos de origem animal, promovendo o bem-estar, a qualidade de vida e a saúde pública;

11 s) Pensar os sistemas produtivos de animais contextualizados pela gestão dos recursos humanos e ambientais; t) Trabalhar em equipes multidisciplinares, possuir autonomia intelectual, liderança e espírito investigativo para compreender e solucionar conflitos, dentro dos limites éticos impostos pela sua capacidade e consciência profissional; u) Desenvolver métodos de estudos, tecnologia, conhecimentos científicos, diagnósticos de sistemas produtivos de animais e outras ações para promover o desenvolvimento científico e tecnológico; v) Promover a divulgação das atividades da Zootecnia, utilizando-se dos meios de comunicação disponíveis e da sua capacidade criativa em interação com outros profissionais;

12 x) Desenvolver, administrar e coordenar programas, projetos e atividades de ensino, pesquisa e extensão, bem como estar capacitado para atuar nos campos científicos que permitem a formação acadêmica do Zootecnista; y) Atuar com visão empreendedora e perfil pró-ativo, cumprindo o papel de agente empresarial, auxiliando e motivando a transformação social; z) Conhecer, interagir e influenciar as decisões de agentes e instituições na gestão de políticas setoriais ligadas ao seu campo de atuação.

13 Estrutura Curricular horas para as disciplinas obrigatórias; horas para disciplinas eletivas; horas de Estágio Supervisionado; horas de Atividades complementares; Carga horária total: horas

14 Introdução à Zootecnia e Práticas Zootécnicas - Generalidades da origem e evolução da ciência zootécnica; - Interação da zootecnia com as outras ciências; - Perfil do estudante de zootecnia; - Introdução ao índices zootécnicos; - Panorama das atividades pecuárias; - Origem dos animais domésticos, domesticação; - Classificação das espécies domésticas com ênfase nas cadeias produtivas e sistemas de produção de animais domésticos; - Técnicas modernas de produção animal.

15 REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS BÁSICAS - TORRES, Geraldo Cezar de Vinhaes. Bases para o estudo da Zootecnia. Salvador-BA/Pelotas-RS: Centro Editorial e didático da UFBA/Editora e gráfica Universitária- UFPel, ABZ - Zootecnia Brasileira – Quarenta anos de história e reflexões. Associação Brasileira de Zootecnistas, Recife, 2006, 83 p. - Código de Deontologia e de Ética Profissional: Médico Veterinário e Zootécnico, CRMV-SP, São Paulo, PEREIRA, J.C.C. Melhoramento genético aplicado à produção animal. Belo Horizonte, FEP-MVZ, 1999.

16 REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS COMPLEMENTARES - ANDRIGUETTO, J.M. Nutrição Animal. V1 E 2, Editora Nobel, 4 ed., HAFEZ, E.S.E. Fisiologia da Reprodução. 7 ed. Malone, MILLEN, E. Guia do técnico agropecuário. Instituto Campineiro de Ensino Agrícola, CFMV. Revista do Conselho Federal de Medicina Veterinária e Zootecnia. Brasília-DF. - CRMV-RS. Manual de Orientação e Procedimentos do Responsável Técnico. Porto Alegre, LIMA, D. de Albuquerque, Wilkinson, John. (Org) Inovações nas tradições da agricultura familiar. Brasília, CNPQ, 2002.

17 ALEGRETE INDICADORES SÓCIOECONÔMICOS: » População Total (2005): habitantesPopulação Total (2005): habitantes » Área (2005): 7.804,0 km² » Data de criação: 25/10/1831 (Decreto Regencial s/n). » Densidade Demográfica (2005): 10,7 hab/km² » Expectativa de Vida ao Nascer (2000): 70,22 anos » Coeficiente de Mortalidade Infantil (2005): 16,10 por mil nascidos vivos » Taxa de analfabetismo (2000): 8,32 % » Evasão Escolar (%): 5, ª colocação no ranking do RS » Propriedades Rurais: ª colocação no ranking do RS » Produção Rural (R$): – Participação de 1,53% do total do RS » PIBpm(2003): R$ mil PIBpm(2003): R$ mil » PIB per capita (2003): R$ 8.417PIB per capita (2003): R$ » Exportações Totais (2005): U$ FOB

18 População Urbana habitante s População Rural habitante s TOTAL habitante s ALEGRETE ProdutoÁrea Cultivada (ha)Produção Total (t) Arroz Irrigado ha t Soja ha t Milho ha t Sorgo ha5.200 t ProdutoRebanho Bovinos de Corte cab. Ovinos cab. Bovinos de Leite7.484 cab.

19 População Urbana habitante s População Rural habitante s TOTAL habitante s População Urbana habitan tes População Rural habitan tes TOTAL habitan tes População Urbana habitantes População Rural9.246 habitantes TOTAL habitantes ALEGRETE População Urbana habitantes População Rural9.246 habitantes TOTAL habitantes ALEGRETE

20 20

21

22 INSTITUTO FEDERAL FARROUPILHA – CAMPUS ALEGRETE ENSINO – PESQUISA – EXTENSÃO A SERVIÇO DO DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL

23 Não se compreende todo o caminho num grande e único passo: novas estradas se abrem quando se persiste no caminhar. Paulo Freire


Carregar ppt "Instituto Federal Farroupilha - Campus Alegrete/RS VOCÊ FAZ PARTE DESTA HISTÓRIA! 1954 - 2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google