A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Corpo! Peda ç o de carne! Perambulas, Seguindo trilhos tra ç ados... Reages ao toque, Aceleras o teu compasso Tens em ti uma bomba que te faz andar A mesma.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Corpo! Peda ç o de carne! Perambulas, Seguindo trilhos tra ç ados... Reages ao toque, Aceleras o teu compasso Tens em ti uma bomba que te faz andar A mesma."— Transcrição da apresentação:

1 Corpo! Peda ç o de carne! Perambulas, Seguindo trilhos tra ç ados... Reages ao toque, Aceleras o teu compasso Tens em ti uma bomba que te faz andar A mesma que um dia te far á parar... Alma! É s o tudo que é nada E o nada que é tudo Vagueias, Livre, solta por todos os lugares Tamb é m choras Tamb é m ris A tua nobreza enobrece o corpo que vestes E quando te perdes nas redas das tuas emo ç ões Sinto-me tamb é m eu perdia no vazio que deixas Alma e Corpo Dois peda ç os de mim... Conjugam-se, Complementam-se... Reflectem-se... CORPO E ALMA

2

3 C ORPO E ALMA NA MODERNIDADE Perspectiva ocidental (a partir da tradição filosófico-religiosa) impôs uma separação do conhecimento produzido entre corpo e alma. A dimensão corpórea/material foi desassociada da dimensão transcendental, (alma, psique). Perspectiva ocidental (a partir da tradição filosófico-religiosa) impôs uma separação do conhecimento produzido entre corpo e alma. A dimensão corpórea/material foi desassociada da dimensão transcendental, (alma, psique). A análise do corpo assume a esfera da objetividade das ciências físicas e naturais, da mensuração, do cálculo, e delimitação material de análise. A análise do corpo assume a esfera da objetividade das ciências físicas e naturais, da mensuração, do cálculo, e delimitação material de análise. Por outro lado a mente é considerada na esfera da abstração, da subjetividade, do oculto a ser desvendado, e analisado na área da religião, psicologia e psicanálise. Por outro lado a mente é considerada na esfera da abstração, da subjetividade, do oculto a ser desvendado, e analisado na área da religião, psicologia e psicanálise.

4 C ORPO E ALMA NA MODERNIDADE Tudo aquilo que não pode ser materializado, quantificado, isolado e universalizado da mesma forma é tido como subjetivo, isto é, como tendo uma existência circunscrita ao domínio do pensamento e, portanto, não se constituindo numa realidade de fato Tudo aquilo que não pode ser materializado, quantificado, isolado e universalizado da mesma forma é tido como subjetivo, isto é, como tendo uma existência circunscrita ao domínio do pensamento e, portanto, não se constituindo numa realidade de fato Perspectivas alternativas O corpo é indissociado da mente. Os atributos sociais e espirituais do indivíduo são inseparáveis do seu corpo físico. O corpo visto em perspectiva social e não individual, integrado à coletividade.

5 DISSOCIAÇÃO ENTRE CORPO E ALMA NA MODERNIDE CORPO/MENTECORPO/ALMA O CORPO PATOLÓGICO, DA IGNORÂNCIA, DO ATRASO CULTUAL, DO DESVIO, etc. Essa concepção dicotômica entre CORPO/MENTE ou CORPO/ALMA ou físico moral direciona a análise da realidade material – O CORPO como independente das representações sociais – domínio da subjetividade. A universalidade do corpo é a premissa básica dessa análise. A diversidade é percebida sob o prisma do PATOLÓGICO, DA IGNORÂNCIA, DO ATRASO CULTUAL, DO DESVIO, etc.

6 C ORPO E ALMA NA MODERNIDADE HISTÓRIA E ANTROPOLOGIA: CADA SOCIEDADE OU GRUPO SOCIAL APRESENTA FORMAS BASTANTE ESPECÍFICAS DE CONCEBER E RELACIONAR-SE COM O CORPO. O SABER MÉDICO CONTRIBUI PARA NATURALIZAÇÃO E UNIVERSALIZAÇÃO DA DEFINIÇÃO DE CORPO OCIDENTAL.

7 CORPO, SAÚDE E DOENÇA pessoa Nas sociedades ditas primitivas a separação entre corpo e alma é inexistente: o corpo é tido como um dos elementos constitutivos da pessoa. Essa perspectiva difere radicalmente das concepções vigentes na sociedade ocidental moderna para as quais o corpo se configura numa realidade individual e autônoma.

8 O CONCEITO DE CULTURA E DE REPRESENTAÇÃO SOCIAL Pensar o corpo por meio da Antropologia é analisá-lo sob a perspectiva simbólica, cultural. a lente através da qual vemos e damos sentido ao mundo social, a análise da relação corpo/mente, não pode ser desassociada da forma como cada sociedade a representa e a entende. Sendo a cultura a lente através da qual vemos e damos sentido ao mundo social, a análise da relação corpo/mente, não pode ser desassociada da forma como cada sociedade a representa e a entende. As representações sociais se expressam dessa forma como o alvo de análise antropológica, porque expressa as formas de conhecimento socialmente elaboradas e partilhas pelos grupos sociais e/ou comunidades, que se pretendem à construção de uma realidade comum As representações sociais se expressam dessa forma como o alvo de análise antropológica, porque expressa as formas de conhecimento socialmente elaboradas e partilhas pelos grupos sociais e/ou comunidades, que se pretendem à construção de uma realidade comum

9 REPRODUÇÃO BIOLÓGICA E REPRODUÇÃO SOCIAL. Cada sociedade estabelece as regras, parâmetros e significados da transmissão de suas heranças genéticas e culturais. cuidados que as pessoas que a cercam deve observar. Ex. cada sociedade estabelece um conjunto de regas pra tratamento da gestante, tanto em termos do que essa deve ou não comer, como os termos dos cuidados que as pessoas que a cercam deve observar.


Carregar ppt "Corpo! Peda ç o de carne! Perambulas, Seguindo trilhos tra ç ados... Reages ao toque, Aceleras o teu compasso Tens em ti uma bomba que te faz andar A mesma."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google