A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

KATHYA A. T. LOPES DEFICIÊNCIA VISUAL - CONCEITOS DEFICIÊNCIA VISUAL - CONCEITOS O portador de deficiência visual é uma pessoa normal que não enxerga ou.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "KATHYA A. T. LOPES DEFICIÊNCIA VISUAL - CONCEITOS DEFICIÊNCIA VISUAL - CONCEITOS O portador de deficiência visual é uma pessoa normal que não enxerga ou."— Transcrição da apresentação:

1 KATHYA A. T. LOPES DEFICIÊNCIA VISUAL - CONCEITOS DEFICIÊNCIA VISUAL - CONCEITOS O portador de deficiência visual é uma pessoa normal que não enxerga ou possui visão reduzida. Ou seja, nenhuma outra defasagem lhe é naturalmente inerente. Contudo, em função da diminuição de suas possibilidades de experimentação, de um relacionamento familiar e/ou social inadequados e de intervenções educacionais não apropriadas, poderá apresentar defasagens no desenvolvimento social, afetivo, cognitivo e psicomotor, quando comparadas a indivíduos com visão normal da mesma faixa etária. (Conde, A. M.)

2 DEFICIÊNCIA VISUAL CLASSIFICAÇÃO DESPORTIVA B1 - desde não percepção de luz até percepção luminosa, sem haver contudo qualquer reconhecimento da forma de uma mão em qualquer distância ou direção. B2 - desde a capacidade de reconhecer a forma de uma mão até a acuidade de 2/60 e/ou campo visual inferior a 5 graus B3 - desde acuidade visual de 2/60 até uma acuidade de 6/60 e/ou um campo visual superior a 5 graus e igual ou inferior a 20 graus.

3 DEFICIÊNCIA VISUAL - DEFASAGENS PSICOMOTORASCOGNITIVASDEFASAGENS PSICOMOTORAS COGNITIVASDEFASAGENS SÓCIO-AFETIVAS SÓCIO-AFETIVAS - imagem corporalA limitação na captação de estímulos,- autoconfiança - esquema corporalassim como a falta de relação entre o- auto-estima - esquema cinestésicoobjeto visualmente percebido e a pala-- insegurança em relação - equilíbrio dinâmicovra e a falta de experiências práticas, as sua possibilidades. - posturacausam uma defasagem no nível cognitivo- apatia - mobilidadeA defasagem cognitiva é uma situação - ansiedade - marcha conjuntural e não estrutural no desenvolvimento - dependência da pessoa cega - medo de situações e - locomoção ambientes não conhecidos - expressão corporal - isolamento e desinteresse - expressão facial pela interação social. - maneirismos - dificuldade de relaxamento - maior espaço de tempo entre a prontidão postural e o movimento inerenteKATHYA A. T. LOPES

4 DEFICIÊNCIA VISUAL - ESTRATÉGIAS Reconhecimento das áreas e dos materiais a serem utilizados ( conceituação e mapa mental) - disponibilização de tempo Utilização de pistas ambientais - vento pela porta, odores, textura de solos, fontes sonoras Nomear os alunos Mesclagem entre alunos cegos e com visão sub-nromal Formação em rodas, mãos dadas, utilização de cordas. Evitar ambientes ricos em estímulos sonoros. Conduza o aluno cego oferecendo -lhe o braço. A verbalização é a principal arma do professor Além da voz de comando, utilização de ajuda física e a percepção cinestésica, tocando seu aluno e deixando que ele o toque. O DV geralmente não possui padrões de expressão rítmicas corporais - possibilitar sua exteriorização livre - ritmo próprio. Não saia de uma conversa com o seu aluno cego sem comunicar a sua saída, tampouco chegue a um grupo de cegos sem avisar.

5 ESPORTES ADAPTADOS JUDO GOLBOL FUTSAL ATLETISMO NATAÇÃO


Carregar ppt "KATHYA A. T. LOPES DEFICIÊNCIA VISUAL - CONCEITOS DEFICIÊNCIA VISUAL - CONCEITOS O portador de deficiência visual é uma pessoa normal que não enxerga ou."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google