A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Professoras: Professoras: Kátia Benati Silvana Guimarães.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Professoras: Professoras: Kátia Benati Silvana Guimarães."— Transcrição da apresentação:

1 Professoras: Professoras: Kátia Benati Silvana Guimarães

2 Na natureza, os seres vivos estabelecem relações entre si. Essas relações são variadas e estão associadas à manutenção do equilíbrio ecológico de uma determinada região. Tipos de relações ecológicas Relações intra-específicas: são aquelas realizadas entre indivíduos da mesma espécie. Relações inter-específicas: são aquelas realizadas entre indivíduos de diferentes espécies. Relações harmônicas ou positivas: são aquelas onde os indivíduos não tem nenhum tipo de prejuízo. Relações desarmônicas ou negativas: são aquelas onde, pelo menos, um dos indivíduos acaba tendo prejuízo.

3 Relações intra-específicas harmônicas desarmônicas sociedades colônias canibalismo competição Relações inter-específicas harmônicas desarmônicas protocooperação comensalismo mutualismo inquilinismo parasitismo predatismo

4 Sociedade União entre indivíduos da mesma espécie, que não são dependentes fisicamente, em que há divisão de trabalho. Ex.: insetos sociais como abelhas, cupins e formigas.

5 Colônias União física entre indivíduos da mesma espécie, podendo formar um conjunto. Observa-se que nesta relação não existem tarefas tão definidas como na relação de sociedade. Ex.: Os corais são formados por indivíduos semelhantes entre si que são unidos por esqueleto calcáreo sobre o qual cresce a parte viva.

6 Canibalismo Ocorre quando seres de uma espécie comem outros seres da mesma espécie. Ex.: A fêmea de algumas aranhas pode devorar o macho após o acasalamento. Algumas espécies de escorpiões podem se alimentar de outros da mesma espécie. Rhopalurus roxae Fonte: "Ciência & sociedade: a aventura do corpo, a aventura da vida, a aventura da tecnologia".

7 Competição Indivíduos da mesma espécie disputam recursos insuficientes oferecidos pelo mesmo ecossistema. Os organismos podem competir por água, alimento, luz, local para construir seus ninhos, ou parceiros para reprodução. Ex.: Os leões.

8 Protocooperação Relação em que todos os participantes são beneficiados, podendo viver de modo independente, sem a necessidade de se unir. Ex.: Associação entre a anêmona-do-mar e o paguro (bernardo- eremita ou ermitão), que ocupa o interior de conchas abandonadas de moluscos. Concha de molusco Anêmona Paguro Ex.: Pássaro palito que se alimenta dos restos alimentares do jacaré.

9 Comensalismo Relação positiva para um indivíduo e neutra para outro Um ser que vive junto a outro, mas sem o prejudicar. A espécie beneficiada (comensal) obtém restos de alimentos da espécie hospedeira. Ex.: O peixe-piolho (rêmora) fica grudado no tubarão para se locomover, se proteger de predadores e, principalmente, para se alimentar dos restos da comida do tubarão. Quero ver que predador vai me pegar aqui. Todos tem medo de tubarão.

10 Mutualismo Mutualismo É uma relação interespecífica em que os participantes se beneficiam e mantém relações de dependência tão intimas a ponto de algumas vezes não poderem sobreviver separados. Ex.: Associação de fungos com raízes de certas plantas, formando as micorrizas. Os fungos facilitam a absorção dos minerais do solo, beneficiando as plantas.

11 Inquilinismo É uma associação em que apenas uma espécie é beneficiada, mas a outra não é prejudicada. Neste caso a espécie beneficiada obtém abrigo (proteção) ou ainda suporte no corpo da espécie hospedeira. Ex.: Orquídeas que vivem no alto das árvores, encontram condições ideais de luminosidade para o seu desenvolvimento sem prejudicar a árvore hospedeira.

12 Parasitismo É a associação em que o parasita se aloja em seres de outra espécie (hospedeiros). O parasita é beneficiado obtendo alimento do seu hospedeiro. Um parasita se diferencia de um predador por ser menor que sua presa (hospedeiro) e por geralmente não matá-lo. Ex.: Pulgas, carrapatos, etc. Comida!!! Deixa um pouco para mim!

13 Predatismo: É a relação que ocorre quando o predador, espécie caçadora, alimenta-se da presa, que normalmente está situada em um nível trófico abaixo do predador na cadeia alimentar. Assim, consumidores primários são presas dos secundários e estes, por sua vez, são presas dos terciários. Ex.: As capivaras (consumidores primários) são geralmente presas de outros animais, como a onça-pintada que está no topo da cadeia alimentar. Comida!? Estou faminto.

14


Carregar ppt "Professoras: Professoras: Kátia Benati Silvana Guimarães."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google