A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Parece desnecessário que ele tome tamanha decisão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Parece desnecessário que ele tome tamanha decisão."— Transcrição da apresentação:

1 Parece desnecessário que ele tome tamanha decisão.

2 Parece desnecessário isso.

3 Parece desnecessário que ele tome tamanha decisão. O. Sub. Substant. Parece desnecessário isso.

4 Parece desnecessário que ele tome tamanha decisão. O. Sub. Substant. Parece desnecessário isso.

5 Parece desnecessário que ele tome tamanha decisão. O. Sub. Substant. Parece desnecessário isso. conj. integrante

6 Parece desnecessário que ele tome tamanha decisão. O. Sub. Substant. v. lig. Parece desnecessário isso. conj. integrante

7 Parece desnecessário que ele tome tamanha decisão. O. Sub. Substant. v. lig. Parece desnecessário isso. conj. integrante

8 Parece desnecessário que ele tome tamanha decisão. O. Sub. Substant. v. lig. Parece desnecessário isso. conj. integrante

9 Parece desnecessário que ele tome tamanha decisão. O. Sub. Substant. v. lig. Parece desnecessário isso. predicativo conj. integrante

10 Parece desnecessário que ele tome tamanha decisão. O. Sub. Substant. v. lig. Parece desnecessário isso. predicativosujeito conj. integrante

11 Parece desnecessário que ele tome tamanha decisão. O. Sub. Substant. Subjetiva v. lig. Parece desnecessário isso. predicativosujeito conj. integrante

12 De milho, carecem, os pombos ; de vida, os velhos da praça... As sombras, protege o IBAMA. E quem, pelos velhos, tenha algo a dizer?

13 De milho, carecem, os pombos ; de vida, os velhos da praça... As sombras, protege o IBAMA. E quem, pelos velhos, tenha algo a dizer? inversão

14 De milho, carecem, os pombos ; de vida, os velhos da praça... As sombras, protege o IBAMA. E quem, pelos velhos, tenha algo a dizer? Hipérbato inversão

15 UEFS e UFBA: Hipérbato

16 UEFS e UFBA: Hipérbato Anástrofe ou Sínquise

17 De milho, carecem, os pombos ; de vida, os velhos da praça... As sombras, protege o IBAMA. E quem, pelos velhos, tenha algo a dizer?

18 carecem De milho, carecem, os pombos ; de vida, os velhos da praça... As sombras, protege o IBAMA. E quem, pelos velhos, tenha algo a dizer?

19 carecem De milho, carecem, os pombos ; de vida, os velhos da praça... As sombras, protege o IBAMA. E quem, pelos velhos, tenha algo a dizer? zeugma

20 carecem zeugma elipse De milho, carecem, os pombos ; de vida, os velhos da praça... As sombras, protege o IBAMA. E quem, pelos velhos, tenha algo a dizer?

21 De milho, carecem, os pombos ; de vida, os velhos da praça... As sombras, protege o IBAMA. E quem, pelos velhos, tenha algo a dizer?

22 árvores De milho, carecem, os pombos ; de vida, os velhos da praça... As sombras, protege o IBAMA. E quem, pelos velhos, tenha algo a dizer? Efeito pela causa Metonímia

23 ... tamanha era a pressa, que as marmitas esqueceram.

24 resultado... tamanha era a pressa, que as marmitas esqueceram.

25 resultado conclusiva ou consecutiva?... tamanha era a pressa, que as marmitas esqueceram.

26 resultado conclusiva ou consecutiva? Elem. Intensificador?... tamanha era a pressa, que as marmitas esqueceram.

27 resultado conclusiva ou consecutiva?... tamanha era a pressa, que as marmitas esqueceram. Elem. Intensificador? OK!

28 resultado conclusiva ou consecutiva?... tamanha era a pressa, que as marmitas esqueceram.

29 resultado conclusiva ou consecutiva? consecutiva... tamanha era a pressa, que as marmitas esqueceram. Elem. Intensificador? OK!

30 As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada.

31 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada.

32 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo

33 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo

34 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo O.principal

35 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo O.principal O. Sub. Adjetiva

36 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa

37 das quais pronome relativo O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa E a função sintática do pronome relativo ? As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada.

38 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced.

39 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. de que precisava meu corpo

40 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. das doses precisava meu corpo

41 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. meu corpo precisava das doses

42 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. meu corpo precisava das doses v.

43 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. meu corpo precisava das doses v. suj.

44 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. meu corpo precisava das doses v. suj. o.

45 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. meu corpo precisava das doses v.t. suj. o.

46 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. meu corpo precisava das doses v.t.i. suj. o.

47 das quais As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada. pronome relativo O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. meu corpo precisava das doses v.t.i. suj. o.i.

48 meu corpo precisava das doses v.t.i. suj. o.i. As doses, de que precisa meu corpo, já estavam na feijoada.

49 Larissa não só tropeçou no meio-fio, como cortou o supercílio.

50 - -

51

52

53 - - aditiva

54 dica Larissa não só tropeçou no meio-fio, como cortou o supercílio. - - aditiva

55 dica Larissa não só tropeçou no meio-fio, como cortou o supercílio. - - aditiva

56 Ô Cândida! Ouça aqui, mulher! Cândida, o dinheiro do gás já é muito. Aumentou o feijão, e acabou o arroz faz dias. Arrume dinheiro, mulher! Se vire em dez; mas arrume dinheiro!

57 fático Ô Cândida! Ouça aqui, mulher! Cândida, o dinheiro do gás já é muito. Aumentou o feijão, e acabou o arroz faz dias. Arrume dinheiro, mulher! Se vire em dez; mas arrume dinheiro!

58 referencial Ô Cândida! Ouça aqui, mulher! Cândida, o dinheiro do gás já é muito. Aumentou o feijão, e acabou o arroz faz dias. Arrume dinheiro, mulher! Se vire em dez; mas arrume dinheiro! denotativo

59 apelativo Ô Cândida! Ouça aqui, mulher! Cândida, o dinheiro do gás já é muito. Aumentou o feijão, e acabou o arroz faz dias. Arrume dinheiro, mulher! Se vire em dez; mas arrume dinheiro! conativo

60

61 Orações sem Sujeito

62 Orações sem Sujeito fenômenos da natureza;

63 Orações sem Sujeito fenômenos da natureza; passagem do tempo;

64 Orações sem Sujeito fenômenos da natureza; passagem do tempo; haver existir.

65 O receio é que ele caia da varanda.

66 O receio é isso. O receio é que ele caia da varanda.

67 O receio é isso. O receio é que ele caia da varanda. O. Sub. Substant.

68 O receio é isso. O receio é que ele caia da varanda. O. Sub. Substant.

69 O receio é isso. O receio é que ele caia da varanda. O. Sub. Substant. conj. integrante

70 O receio é isso. O receio é que ele caia da varanda. O. Sub. Substant. conj. integrante v.

71 O receio é isso. O receio é que ele caia da varanda. O. Sub. Substant. conj. integrante v. lig.

72 O receio é isso. O receio é que ele caia da varanda. O. Sub. Substant. conj. integrante v. lig.

73 O receio é isso. O receio é que ele caia da varanda. O. Sub. Substant. conj. integrante v. lig. predicativo

74 O receio é isso. O receio é que ele caia da varanda. O. Sub. Substant. Predicativa conj. integrante v. lig. predicativo

75 O receio é isso. O receio é que ele caia da varanda. O. Sub. Substant. Predicativa conj. integrante v. lig. predicativosujeito

76 ... que nele se ache o maior dos pecados; os seus direitos serão preservados.

77 - -

78

79 oposição... que nele se ache o maior dos pecados; os seus direitos serão preservados.

80 oposição adversativa ou concessiva?... que nele se ache o maior dos pecados; os seus direitos serão preservados.

81 oposição Insistência? adversativa ou concessiva?... que nele se ache o maior dos pecados; os seus direitos serão preservados.

82 oposição Insistência? OK! adversativa ou concessiva?... que nele se ache o maior dos pecados; os seus direitos serão preservados.

83 oposição Insistência? OK! concessiva adversativa ou concessiva?... que nele se ache o maior dos pecados; os seus direitos serão preservados.

84 ... não serão consideradas as faltas, uma vez que apresentou o atestado.

85 motivo... não serão consideradas as faltas, uma vez que apresentou o atestado.

86 motivo explicativa ou causal?... não serão consideradas as faltas, uma vez que apresentou o atestado.

87 Fato Anterior? motivo explicativa ou causal?... não serão consideradas as faltas, uma vez que apresentou o atestado.

88 Fato Anterior? OK! motivo explicativa ou causal?... não serão consideradas as faltas, uma vez que apresentou o atestado. causal

89 Larissa sabe quando viajará para Lençóis.

90 Larissa sabe isso. Larissa sabe quando viajará para Lençóis.

91 Larissa sabe isso. Larissa sabe quando viajará para Lençóis. O. Sub. Substant.

92 Larissa sabe isso. Larissa sabe quando viajará para Lençóis. O. Sub. Substant.

93 Larissa sabe isso. Larissa sabe quando viajará para Lençóis. O. Sub. Substant. É conjunção integrante?

94 Larissa sabe isso. Larissa sabe quando viajará para Lençóis. O. Sub. Substant. É conjunção integrante? Conjunção Integrante = QUE e SE

95 Larissa sabe isso. Larissa sabe quando viajará para Lençóis. O. Sub. Substant. adv. interrogat. de tempo

96 Larissa sabe isso. Larissa sabe quando viajará para Lençóis. O. Sub. Substant. v. adv. interrogat. de tempo

97 Larissa sabe isso. Larissa sabe quando viajará para Lençóis. v. sujeito O. Sub. Substant. adv. interrogat. de tempo

98 Larissa sabe isso. Larissa sabe quando viajará para Lençóis. v. sujeito o. O. Sub. Substant. adv. interrogat. de tempo

99 Larissa sabe isso. Larissa sabe quando viajará para Lençóis. v.t. sujeito o. O. Sub. Substant. adv. interrogat. de tempo

100 Larissa sabe isso. Larissa sabe quando viajará para Lençóis. v.t.d. sujeito o. O. Sub. Substant. adv. interrogat. de tempo

101 Larissa sabe isso. Larissa sabe quando viajará para Lençóis. O. Sub. Substant. v.t.d. sujeito o.d. adv. interrogat. de tempo

102 Larissa sabe isso. Larissa sabe quando viajará para Lençóis. O. Sub. Substant. Objetiva Direta v.t.d. sujeito o.d. adv. interrogat. de tempo

103 O que se planta colhe-se.

104

105 O e A aquele aquela aquilo O que se planta colhe-se.

106 O e A aquele aquela aquilo + que, de, em O que se planta colhe-se.

107 O e A aquele aquela aquilo + que, de, em pron. demonst. O que se planta colhe-se.

108 O e A aquele aquela aquilo + que, de, em pron. demonst. aquilo (pron. demonst.) O que se planta colhe-se.

109 O e A aquele aquela aquilo + que, de, em pron. demonst. aquilo pron. relativo (pron. demonst.) O que se planta colhe-se.

110 aquilo (pron. demonst.) aquilo que se planta colhe-se. p.dem.p.rel. pron. relativo O que se planta colhe-se.

111 aquilo (pron. demonst.) aquilo que se planta colhe-se. p.dem.p.rel. E a função sintática do pronome relativo? pron. relativo O que se planta colhe-se.

112 aquilo (pron. demonst.) aquilo que se planta colhe-se. p.dem.p.rel. antec. pron. relativo O que se planta colhe-se.

113 aquilo (pron. demonst.) aquilo que se planta colhe-se. p.dem.p.rel. antec. aquilo se planta. pron. relativo O que se planta colhe-se.

114 aquilo (pron. demonst.) aquilo que se planta colhe-se. p.dem.p.rel. antec. planta-se aquilo. pron. relativo O que se planta colhe-se.

115 aquilo (pron. demonst.) aquilo que se planta colhe-se. p.dem.p.rel. antec. planta-se aquilo. v. pron. relativo O que se planta colhe-se.

116 aquilo (pron. demonst.) aquilo que se planta colhe-se. p.dem.p.rel. antec. planta-se aquilo. v. o. pron. relativo O que se planta colhe-se.

117 aquilo (pron. demonst.) aquilo que se planta colhe-se. p.dem.p.rel. antec. planta-se aquilo. v.t. o. pron. relativo O que se planta colhe-se.

118 aquilo (pron. demonst.) aquilo que se planta colhe-se. p.dem.p.rel. antec. planta-se aquilo. v.t.d. o. pron. relativo O que se planta colhe-se.

119 aquilo (pron. demonst.) aquilo que se planta colhe-se. p.dem.p.rel. antec. planta-se aquilo. v.t.d. o.d. pron. relativo O que se planta colhe-se.

120 pron. relativo aquilo (pron. demonst.) aquilo que se planta colhe-se. p.dem.p.rel. antec. planta-se aquilo. v.t.d. o.d. O que se planta colhe-se.

121 pron. relativo aquilo (pron. demonst.) aquilo que se planta colhe-se. p.dem.p.rel. antec. planta-se aquilo. v.t.d. o.d. partícula apassivadora O que se planta colhe-se.

122 pron. relativo aquilo (pron. demonst.) aquilo que se planta colhe-se. p.dem.p.rel. antec. planta-se aquilo. v.t.d. o.d. sujeito partícula apassivadora O que se planta colhe-se.

123 aquilo (pron. demonst.) aquilo que se planta colhe-se. p.dem.p.rel. antec. planta-se aquilo. v.t.d. o.d. sujeito pac. partícula apassivadora pron. relativo O que se planta colhe-se.

124 planta-se aquilo. v.t.d. o.d. sujeito pac. partícula apassivadora O que se planta colhe-se.

125 As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização

126 as quais As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização

127 as quais pron. relativo As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização

128 as quais pron. relativo As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização

129 as quais pron. relativo As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização O. principal

130 As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização

131 As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização O. Sub. Adjetiva

132 As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização O. Sub. Adjetiva Explicativa O. Sub. Adjetiva

133 As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização O. Sub. Adjetiva Explicativa O. Sub. Adjetiva Restritiva

134 = morf. As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização O. Sub. Adjetiva Explicativa O. Sub. Adjetiva Restritiva

135 = morf. As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização =,pois são adjetivas O. Sub. Adjetiva Explicativa O. Sub. Adjetiva Restritiva

136 As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização O. Sub. Adjetiva Explicativa O. Sub. Adjetiva Restritiva = sint.

137 As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização O. Sub. Adjetiva Explicativa O. Sub. Adjetiva Restritiva =, pois são adj.adnom.

138 As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização O. Sub. Adjetiva Explicativa O. Sub. Adjetiva Restritiva semant.

139 As aulas, que usam o data-show, são de fácil memorização. As aulas que usam o data-show são de fácil memorização O. Sub. Adjetiva Explicativa O. Sub. Adjetiva Restritiva, porque x apenas

140 ... o feijão era só sal e nos fez estourar as veias...

141 Resultado!

142 ... o feijão era só sal e nos fez estourar as veias... Resultado! conclusiva ou consecutiva?

143 ... o feijão era só sal e nos fez estourar as veias... Resultado! conclusiva ou consecutiva? Consecutiva!

144 A conjunção e pode ser...

145 A conjunção e pode ser... aditiva

146 A conjunção e pode ser... aditiva adversativa

147 A conjunção e pode ser... aditiva adversativa consecutiva

148 A conjunção e será antecedida por vírgula...

149 em polissíndetos;

150 A conjunção e será antecedida por vírgula... em polissíndetos; orações cujos sujeitos são ;

151 A conjunção e será antecedida por vírgula... em polissíndetos; orações cujos sujeitos são ; sendo adversativa.

152 Importa que a platéia esteja cheia.

153 Importa isso. Importa que a platéia esteja cheia.

154 Importa isso. Importa que a platéia esteja cheia. O. Sub. Substant.

155 Importa isso. Importa que a platéia esteja cheia. O. Sub. Substant.

156 conj. integrante Importa isso. Importa que a platéia esteja cheia. O. Sub. Substant.

157 conj. integrante Importa isso. Importa que a platéia esteja cheia. O. Sub. Substant. v.

158 conj. integrante Importa isso. Importa que a platéia esteja cheia. O. Sub. Substant. v.sujeito

159 conj. integrante Importa isso. Importa que a platéia esteja cheia. O. Sub. Substant. Subjetiva v.sujeito

160 conj. integrante Importa isso. Importa que a platéia esteja cheia. O. Sub. Substant. Subjetiva v.sujeito teste:

161 conj. integrante Importa isso. Importa que a platéia esteja cheia. O. Sub. Substant. Subjetiva v.sujeito Isso é importante.teste:

162 conj. integrante Importa isso. Importa que a platéia esteja cheia. O. Sub. Substant. Subjetiva v.sujeito Isso é importante. v. lig. teste:

163 conj. integrante Importa isso. Importa que a platéia esteja cheia. O. Sub. Substant. Subjetiva v.sujeito Isso é importante. v. lig. predicativo teste:

164 conj. integrante Importa isso. Importa que a platéia esteja cheia. O. Sub. Substant. Subjetiva v.sujeito Isso é importante. v. lig. predicativo teste:

165 Fomos recebidos por quem estava no saguão.

166 Fomos recebidos por isso. Fomos recebidos por quem estava no saguão.

167 Fomos recebidos por isso. Fomos recebidos por quem estava no saguão. O. Sub. Substant.

168 Fomos recebidos por isso. O. Sub. Substant. Fomos recebidos por quem estava no saguão.

169 Introduzem as Orações Subord. Substantivas:

170 Conjunções Integrantes: QUE e SE

171 Introduzem as Orações Subord. Substantivas: Conjunções Integrantes: QUE e SE Advérbios Interrogativos: Quando, Onde, Como e Por que

172 Introduzem as Orações Subord. Substantivas: Conjunções Integrantes: QUE e SE Advérbios Interrogativos: Quando, Onde, Como e Por que Pronomes Interrogativos Quem, Qual, Quanto...

173 O. Sub. Substant. Fomos recebidos por quem estava no saguão.

174 O. Sub. Substant. Fomos recebidos por quem estava no saguão. pron. interrogativo

175 O. Sub. Substant. Fomos recebidos por quem estava no saguão. pron. interrogativo verbo

176 O. Sub. Substant. Fomos recebidos por quem estava no saguão. pron. interrogativo verbo (nós) sujeito

177 O. Sub. Substant. Fomos recebidos por quem estava no saguão. pron. interrogativo verbo (nós) sujeito simples oculto

178 O. Sub. Substant. Fomos recebidos por quem estava no saguão. pron. interrogativo verbo (nós) sujeito simples oculto paciente

179 O. Sub. Substant. Fomos recebidos por quem estava no saguão. pron. interrogativo verbo (nós) sujeito simples oculto paciente Voz Passiva

180 O. Sub. Substant. Fomos recebidos por quem estava no saguão. pron. interrogativo verbo (nós) sujeito simples oculto paciente Voz Passiva Agente

181 O. Sub. Substant. Fomos recebidos por quem estava no saguão. pron. interrogativo verbo (nós) sujeito simples oculto paciente Voz Passiva Agente da Passiva

182 Fomos recebidos por quem estava no saguão. pron. interrogativo verbo (nós) sujeito simples oculto paciente Voz Passiva Agente da Passiva O. Sub. Substant. com função de Ag. da Passiva

183 Faça força porque ele venha.... detalhes eram acrescidos, à medida que se espalhavam os boatos...

184 Faça força porque ele venha.... detalhes eram acrescidos, à medida que se espalhavam os boatos... Para quê?

185 Faça força porque ele venha.... detalhes eram acrescidos, à medida que se espalhavam os boatos... Para quê? final

186 Faça força porque ele venha.... detalhes eram acrescidos, à medida que se espalhavam os boatos... Para quê? final À proporção

187 Faça força porque ele venha.... detalhes eram acrescidos, à medida que se espalhavam os boatos... proporcional Para quê? final À proporção

188 x Faça força porque ele venha.... detalhes eram acrescidos, à medida que se espalhavam os boatos... proporcional Para quê? y final À proporção

189 Faça força porque ele venha.... detalhes eram acrescidos, à medida que se espalhavam os boatos... proporcional Para quê? x y final À proporção

190 Com o advento das balas perdidas, fica, na Cidade Maravilhosa, uma triste paz que se perde em cada encontro meu com o orgulho de ser carioca.

191 Perífrase

192 Com o advento das balas perdidas, fica, na Cidade Maravilhosa, uma triste paz que se perde em cada encontro meu com o orgulho de ser carioca.

193 Com o advento das balas perdidas, fica, na Cidade Maravilhosa, uma triste ( ) paz que se perde em cada encontro meu com o orgulho de ser carioca.

194 Com o advento das balas perdidas, fica, na Cidade Maravilhosa, uma triste ( ) paz (+) que se perde em cada encontro meu com o orgulho de ser carioca.

195 idéias opostas Com o advento das balas perdidas, fica, na Cidade Maravilhosa, uma triste ( ) paz (+) que se perde em cada encontro meu com o orgulho de ser carioca.

196 idéias opostas Com o advento das balas perdidas, fica, na Cidade Maravilhosa, uma triste ( ) paz (+) que se perde em cada encontro meu com o orgulho de ser carioca. mesmo foco

197 idéias opostas Com o advento das balas perdidas, fica, na Cidade Maravilhosa, uma triste ( ) paz (+) que se perde em cada encontro meu com o orgulho de ser carioca. mesmo foco paradoxo

198 Sempre luto pelo que sei.

199

200 por prepos.

201 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o

202 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o O e A aquele aquela aquilo + que, de, em pron. demonst.

203 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o por aquilo pron. demonst.

204 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o por aquilo pron. demonst. pron. relativo

205 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o por aquilo pron. demonst. pron. relativo... por aquilo que sei. p.dem.p.rel.

206 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o por aquilo pron. demonst. pron. relativo... por aquilo que sei. p.dem. E a função sintática do pronome relativo? p.rel.

207 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o por aquilo pron. demonst. pron. relativo... por aquilo que sei. p.dem.p.rel. antec.

208 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o por aquilo pron. demonst. pron. relativo... por aquilo que sei. p.dem.p.rel. antec. aquilo sei.

209 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o por aquilo pron. demonst. pron. relativo... por aquilo que sei. p.dem.p.rel. antec. sei aquilo.

210 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o por aquilo pron. demonst. pron. relativo... por aquilo que sei. p.dem.p.rel. antec. sei aquilo. v.

211 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o por aquilo pron. demonst. pron. relativo... por aquilo que sei. p.dem.p.rel. antec. sei aquilo. v. (eu) suj.

212 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o por aquilo pron. demonst. pron. relativo... por aquilo que sei. p.dem.p.rel. antec. sei aquilo. v. (eu) suj.o.

213 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o por aquilo pron. demonst. pron. relativo... por aquilo que sei. p.dem.p.rel. antec. sei aquilo. v.t. (eu) suj.o.

214 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o por aquilo pron. demonst. pron. relativo... por aquilo que sei. p.dem.p.rel. antec. sei aquilo. v.t.d. (eu) suj.o.

215 Sempre luto pelo que sei. por prepos. + o por aquilo pron. demonst. pron. relativo... por aquilo que sei. p.dem.p.rel. antec. sei aquilo. v.t.d. (eu) suj.o.d.

216 sei aquilo. v.t.d. (eu) suj.o.d. Sempre luto pelo que sei.

217 As mulheres vivem como as orquídeas.

218 comparativa As mulheres vivem como as orquídeas.

219 Dica? comparativa verbos = As mulheres vivem como as orquídeas. (vivem)

220 comparativa As mulheres vivem como as orquídeas. zeugma (vivem) Dica? verbos =

221 ... ninguém atende a campanhia, porque todos estão viajando.

222 motivo... ninguém atende a campanhia, porque todos estão viajando.

223 motivo explicativa ou causal?... ninguém atende a campanhia, porque todos estão viajando.

224 Fato Anterior? motivo explicativa ou causal?... ninguém atende a campanhia, porque todos estão viajando.

225 Fato Anterior? Não motivo explicativa ou causal? explicativa... ninguém atende a campanhia, porque todos estão viajando.

226 O trabalho aqui se faz espontaneamente, justificando-se os objetivos, aliando dignidade a sofisticação, definindo homens de caráter, significando-nos com a palavra Instituição.

227 assíndeto menor velocidade

228 O trabalho aqui se faz espontaneamente, justificando-se os objetivos, aliando dignidade a sofisticação, definindo homens de caráter, significando-nos com a palavra Instituição. assíndeto menor velocidade reflexão

229 assíndeto UFBA e UNIFacs

230 assíndeto Fluxo Intenso da Consciência Fluxo Intenso da Consciência UFBA e UNIFacs

231 Estudantes tomavam os ônibus como se fossem oficiais da Polícia Militar...

232

233 zeugma Estudantes tomavam os ônibus como se fossem oficiais da Polícia Militar...

234 futuro do pretérito zeugma Estudantes tomavam os ônibus como se fossem oficiais da Polícia Militar...

235 tomariam futuro do pretérito zeugma Estudantes tomavam os ônibus como se fossem oficiais da Polícia Militar...

236 tomariam comparativa futuro do pretérito zeugma Estudantes tomavam os ônibus como se fossem oficiais da Polícia Militar...

237 tomariam comparativa futuro do pretérito zeugma condicional

238 Como se tivesse caminhado léguas, Larissa reclamava da paralisação dos ônibus...

239

240 zeugma Como se tivesse caminhado léguas, Larissa reclamava da paralisação dos ônibus...

241 futuro do pretérito zeugma Como se tivesse caminhado léguas, Larissa reclamava da paralisação dos ônibus...

242 futuro do pretérito zeugma orações invertidas Como se tivesse caminhado léguas, Larissa reclamava da paralisação dos ônibus...

243 reclamaria futuro do pretérito zeugma Como se tivesse caminhado léguas, Larissa reclamava da paralisação dos ônibus... orações invertidas

244 reclamaria comparativa futuro do pretérito zeugma Como se tivesse caminhado léguas, Larissa reclamava da paralisação dos ônibus... orações invertidas

245 reclamaria comparativa futuro do pretérito zeugma condicional Como se tivesse caminhado léguas, Larissa reclamava da paralisação dos ônibus... orações invertidas

246 Fiz menção a quem se mantinha em pé.

247 Fiz menção a isso. Fiz menção a quem se mantinha em pé.

248 O. Sub. Substant. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

249 O. Sub. Substant. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

250 pron. interrogativo O. Sub. Substant. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

251 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

252 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v. (eu) suj. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

253 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v. (eu) suj.o. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

254 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v.t. (eu) suj.o. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

255 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v.t.d. (eu) suj.o. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

256 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v.t.d. (eu) suj.o.d. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

257 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v.t.d. (eu) suj.o.d. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

258 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v.t.d. (eu) suj.o.d. C.N. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

259 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v.t.d. (eu) suj.o.d. C.N. prepos. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

260 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v.t.d. (eu) suj.o.d. C.N. prepos. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

261 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v.t.d. (eu) suj.o.d. C.N. prepos. subs. abstr. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

262 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v.t.d. (eu) suj.o.d. C.N. prepos. subs. abstr. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso. ato de mencionar

263 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v.t.d. (eu) suj.o.d. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso. C.N. prepos. subs. abstr. paciente

264 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v.t.d. (eu) suj.o.d. Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso. C.N. prepos. subs. abstr. paciente mencionou ou foi mencionado?

265 pron. interrogativo O. Sub. Substant. v.t.d. (eu) suj.o.d. C.N. prepos. subs. abstr. paciente Complemento Nominal Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

266 pron. interrogativo O. Sub. Substant. Completiva Nominal v.t.d. (eu) suj.o.d. C.N. prepos. subs. abstr. paciente Complemento Nominal Fiz menção a quem se mantinha em pé. Fiz menção a isso.

267 Sentia-me mais próximo de mim! Sem que o Poeta dos Escravos visse-me assim, calmo e só.

268

269 Epíteto Antonomásia

270 Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente. Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente

271 Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente.

272 Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente pron. relativo Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente.

273 Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente pron. relativo Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente.

274 Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente pron. relativo Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. O. principal

275 Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente

276 Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente O. Sub. Adj.

277 Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente O. Sub. Adj. Explicativa O. Sub. Adj. Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente.

278 1. 2. O. Sub. Adj. Explicativa O. Sub. Adj. Restritiva Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente.

279 1. 2. O. Sub. Adj. Explicativa O. Sub. Adj. Restritiva = morf. Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente.

280 1. 2. O. Sub. Adj. Explicativa O. Sub. Adj. Restritiva = morf. =,pois são adjetivas Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente.

281 1. 2. O. Sub. Adj. Explicativa O. Sub. Adj. Restritiva = sint. Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente.

282 1. 2. O. Sub. Adj. Explicativa O. Sub. Adj. Restritiva = sint. =, pois são adj.adnom. Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente.

283 1. 2. O. Sub. Adj. Explicativa O. Sub. Adj. Restritiva semant. Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente.

284 1. 2. O. Sub. Adj. Explicativa O. Sub. Adj. Restritiva semant., porque x apenas Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. Seus discursos cujas palavras reproduzi ficaram em minha mente.

285 pron. relativo Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente.

286 pron. relativo Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. morfologia

287 pron. relativo Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. morfologia sintaxe

288 pron. relativo Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. adjunto adnominal morfologia sintaxe

289 pron. relativo Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. morfologia sintaxe semântica adjunto adnominal

290 pron. relativo Seus discursos, cujas palavras reproduzi, ficaram em minha mente. morfologia sintaxe Indicador de posse semântica adjunto adnominal

291 Precisa-se de tempo para que a dona moça sorria mesmo que amarelo! Eu já sou um bocado velho para tanta frescura...

292 v.

293 Precisa-se de tempo para que a dona moça sorria mesmo que amarelo! Eu já sou um bocado velho para tanta frescura... v. o.

294 Precisa-se de tempo para que a dona moça sorria mesmo que amarelo! Eu já sou um bocado velho para tanta frescura... v.t. o.

295 Precisa-se de tempo para que a dona moça sorria mesmo que amarelo! Eu já sou um bocado velho para tanta frescura... v.t.i. o.

296 Precisa-se de tempo para que a dona moça sorria mesmo que amarelo! Eu já sou um bocado velho para tanta frescura... v.t.i. o.i

297 Precisa-se de tempo para que a dona moça sorria mesmo que amarelo! Eu já sou um bocado velho para tanta frescura... v.t.i. o.i índice de indeterminação Sujeito Indeterminado

298 Precisa-se de tempo para que a dona moça sorria mesmo que amarelo! Eu já sou um bocado velho para tanta frescura...

299 verbo

300 Precisa-se de tempo para que a dona moça sorria mesmo que amarelo! Eu já sou um bocado velho para tanta frescura... verbo advérbio

301 Precisa-se de tempo para que a dona moça sorria mesmo que amarelo! Eu já sou um bocado velho para tanta frescura... verbo advérbio derivação imprÓpria

302 Precisa-se de tempo para que a dona moça sorria mesmo que amarelo! Eu já sou um bocado velho para tanta frescura...

303

304 adjetivo valor adverbial valor circunstancial

305 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar.

306

307 os quais

308 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo

309 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo

310 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo O.principal

311 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo O. Sub. Adjetiva O.principal

312 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo O. Sub. Adjetiva Restritiva O.principal

313 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo O. Sub. Adjetiva Restritiva O.principal E a função sintática do pronome relativo ?

314 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo O. Sub. Adjetiva Restritiva O.principal anteced.

315 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo O. Sub. Adjetiva Restritiva O.principal anteced. que vendi no Comércio

316 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo O. Sub. Adjetiva Restritiva O.principal anteced. varais vendi no Comércio

317 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo O. Sub. Adjetiva Restritiva O.principal anteced. Vendi varais no Comércio

318 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo O. Sub. Adjetiva Restritiva O.principal anteced. v. Vendi varais no Comércio

319 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo O. Sub. Adjetiva Restritiva O.principal anteced. v.suj. (eu) Vendi varais no Comércio

320 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo O. Sub. Adjetiva Restritiva O.principal anteced. v.suj. (eu) o. Vendi varais no Comércio

321 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo O. Sub. Adjetiva Restritiva O.principal anteced. v.t.suj. (eu) o. Vendi varais no Comércio

322 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo O. Sub. Adjetiva Restritiva O.principal anteced. v.t.d.suj. (eu) o. Vendi varais no Comércio

323 Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. os quais pronome relativo O. Sub. Adjetiva Restritiva O.principal anteced. v.t.d.suj. (eu) o.d. Vendi varais no Comércio

324 v.t.d.suj. (eu) o.d. Os varais que vendi no Comércio não são de pendurar. Vendi varais no Comércio

325 Convém que as férias sejam em abril.

326 Convém isso. Convém que as férias sejam em abril.

327 Convém isso. O. Sub. Substant. Convém que as férias sejam em abril.

328 Convém isso. O. Sub. Substant. Convém que as férias sejam em abril.

329 conj. integrante Convém isso. O. Sub. Substant. Convém que as férias sejam em abril.

330 conj. integrante Convém isso. O. Sub. Substant. v. Convém que as férias sejam em abril.

331 conj. integrante Convém isso. O. Sub. Substant. v.sujeito Convém que as férias sejam em abril.

332 conj. integrante Convém isso. Convém que as férias sejam em abril. O. Sub. Substant. Subjetiva v.sujeito

333 conj. integrante Convém isso. O. Sub. Substant. Subjetiva v.sujeito teste: Convém que as férias sejam em abril.

334 conj. integrante Convém isso. O. Sub. Substant. Subjetiva v.sujeito Isso é conveniente. Convém que as férias sejam em abril. teste:

335 conj. integrante Convém isso. O. Sub. Substant. Subjetiva v.sujeito Isso é conveniente. v. lig. Convém que as férias sejam em abril. teste:

336 conj. integrante Convém isso. v.sujeito Isso é conveniente. v. lig. predicativo Convém que as férias sejam em abril. O. Sub. Substant. Subjetiva teste:

337 conj. integrante Convém isso. v.sujeito Isso é conveniente. v. lig. predicativo Convém que as férias sejam em abril. O. Sub. Substant. Subjetiva teste:

338 Dormem calmamente Os corpos frios, estirados, Como carne à venda... Aqui, perto de tudo, choramos nós, E explodimos a dor alheia do nada, E se sacodem, nalma, os cheiros seus, E plaina, em nós, a saudade.

339 Eufemismo Dormem calmamente Os corpos frios, estirados, Como carne à venda... Aqui, perto de tudo, choramos nós, E explodimos a dor alheia do nada, E se sacodem, nalma, os cheiros seus, E plaina, em nós, a saudade.

340

341 Comparação

342 Dormem calmamente Os corpos frios, estirados, Como carne à venda... Aqui, perto de tudo, choramos nós, E explodimos a dor alheia do nada, E se sacodem, nalma, os cheiros seus, E plaina, em nós, a saudade.

343

344 focos distintos

345 Dormem calmamente Os corpos frios, estirados, Como carne à venda... Aqui, perto de tudo, choramos nós, E explodimos a dor alheia do nada, E se sacodem, nalma, os cheiros seus, E plaina, em nós, a saudade. focos distintos Antítese

346 Dormem calmamente Os corpos frios, estirados, Como carne à venda... Aqui, perto de tudo, choramos nós, E explodimos a dor alheia do nada, E se sacodem, nalma, os cheiros seus, E plaina, em nós, a saudade.

347 Sinestesia

348 Dormem calmamente Os corpos frios, estirados, Como carne à venda... Aqui, perto de tudo, choramos nós, E explodimos a dor alheia do nada, E se sacodem, nalma, os cheiros seus, E plaina, em nós, a saudade.

349 Prosopopéia

350 Dormem calmamente Os corpos frios, estirados, Como carne à venda... Aqui, perto de tudo, choramos nós, E explodimos a dor alheia do nada, E se sacodem, nalma, os cheiros seus, E plaina, em nós, a saudade.

351 Polissíndeto

352 maior velocidade Dormem calmamente Os corpos frios, estirados, Como carne à venda... Aqui, perto de tudo, choramos nós, E explodimos a dor alheia do nada, E se sacodem, nalma, os cheiros seus, E plaina, em nós, a saudade.

353 Polissíndeto maior velocidade euforia Dormem calmamente Os corpos frios, estirados, Como carne à venda... Aqui, perto de tudo, choramos nós, E explodimos a dor alheia do nada, E se sacodem, nalma, os cheiros seus, E plaina, em nós, a saudade.

354 pois

355 Conclusiva ou Explicativa

356 Eles não chegaram em tempo, pois havia passeatas no percurso. pois O pior já passou, durma, pois, por uns minutos.

357 Eles não chegaram em tempo, pois havia passeatas no percurso. pois O pior já passou, durma, pois, por uns minutos.

358 Eles não chegaram em tempo, pois havia passeatas no percurso. pois O pior já passou, durma, pois, por uns minutos. explicativa

359 Eles não chegaram em tempo, pois havia passeatas no percurso. pois O pior já passou, durma, pois, por uns minutos. explicativa

360 Eles não chegaram em tempo, pois havia passeatas no percurso. pois O pior já passou, durma, pois, por uns minutos. explicativa conclusiva

361 Eles não chegaram em tempo : havia passeatas no percurso. pois O pior já passou, durma, pois, por uns minutos. explicativa conclusiva

362 Eles não chegaram em tempo : havia passeatas no percurso. pois O pior já passou; durma, pois, por uns minutos. explicativa conclusiva

363 ... Mande o currículo, que eu examinarei com cuidado!

364 motivo... Mande o currículo, que eu examinarei com cuidado!

365 explicativa ou causal? motivo... Mande o currículo, que eu examinarei com cuidado!

366 explicativa ou causal? motivo Fato Anterior?... Mande o currículo, que eu examinarei com cuidado!

367 explicativa ou causal? motivo explicativa Fato Anterior?... Mande o currículo, que eu examinarei com cuidado!

368 explicativa ou causal? motivo explicativa Imperativo Fato Anterior?... Mande o currículo, que eu examinarei com cuidado!

369 Como haveria prova, não viajaríamos no sábado!

370 porque Como haveria prova, não viajaríamos no sábado!

371 porque Como haveria prova, não viajaríamos no sábado! causal

372 ... Tal será a satisfação, que as renúncias pouco importam.

373 resultado... Tal será a satisfação, que as renúncias pouco importam.

374 resultado conclusiva ou consecutiva?... Tal será a satisfação, que as renúncias pouco importam.

375 resultado conclusiva ou consecutiva? Elem. Intensificador?... Tal será a satisfação, que as renúncias pouco importam.

376 resultado conclusiva ou consecutiva? Elem. Intensificador? OK!... Tal será a satisfação, que as renúncias pouco importam.

377 resultado conclusiva ou consecutiva? Elem. Intensificador? OK!... Tal será a satisfação, que as renúncias pouco importam.

378 Elem. Intensificador? OK! resultado conclusiva ou consecutiva?... Tal será a satisfação, que as renúncias pouco importam. consecutiva

379 ... Solicitei que trouxessem as babás, porque as crianças chegarão hoje.

380 motivo... Solicitei que trouxessem as babás, porque as crianças chegarão hoje.

381 motivo explicativa ou causal?... Solicitei que trouxessem as babás, porque as crianças chegarão hoje.

382 motivo Fato Anterior? explicativa ou causal?... Solicitei que trouxessem as babás, porque as crianças chegarão hoje.

383 motivo Fato Anterior? Não! explicativa ou causal?... Solicitei que trouxessem as babás, porque as crianças chegarão hoje.

384 motivo explicativa ou causal?... Solicitei que trouxessem as babás, porque as crianças chegarão hoje. explicativa Fato Anterior? Não!

385 Ela me vigiava, como as águias-reais acompanham suas presas.

386 comparativa Ela me vigiava, como as águias-reais acompanham suas presas.

387 Dica? comparativa verbos = Ela me vigiava, como as águias-reais acompanham suas presas.

388 Dica? comparativa semântica dos Ela me vigiava, como as águias-reais acompanham suas presas. verbos =

389 Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT.

390

391 dos quais Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT.

392 dos quais Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. pronome relativo

393 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT.

394 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal

395 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva

396 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa

397 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa E a função sintática do pronome relativo ?

398 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced.

399 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. de que tínhamos carência.

400 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. dos suprimentos tínhamos carência.

401 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. Tínhamos carência dos suprimentos.

402 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. Tínhamos carência dos suprimentos. v.

403 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. Tínhamos carência dos suprimentos. v. (nós)

404 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. Tínhamos carência dos suprimentos. v. (nós) o.

405 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. Tínhamos carência dos suprimentos. v.t. (nós) o.

406 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. Tínhamos carência dos suprimentos. v.t.d. (nós) o.

407 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. Tínhamos carência dos suprimentos. v.t.d. (nós) o.d.

408 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. Tínhamos carência dos suprimentos. v.t.d. (nós) o.d.

409 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. Tínhamos carência dos suprimentos. v.t.d. (nós) o.d.loc. adjet.

410 carência dos suprimentos. loc. adjet.

411 carência dos suprimentos. loc. adjet. predicativo

412 carência dos suprimentos. loc. adjet. predicativo isolado por verbo?

413 carência dos suprimentos. loc. adjet. predicativo isolado por verbo? Não

414 carência dos suprimentos. loc. adjet. predicativo isolado por verbo? isolado por vírgula? Não

415 carência dos suprimentos. loc. adjet. predicativo isolado por verbo? isolado por vírgula? Não

416 carência dos suprimentos. loc. adjet. predicativo isolado por verbo? isolado por vírgula? característica circunstancial? Não

417 carência dos suprimentos. loc. adjet. predicativo isolado por verbo? isolado por vírgula? característica circunstancial? Não

418 Não...

419 carência dos suprimentos. loc. adjet. compl. nom.

420 carência dos suprimentos. loc. adjet. compl. nom. Preposição?

421 carência dos suprimentos. loc. adjet. compl. nom. Preposição? de

422 carência dos suprimentos. loc. adjet. compl. nom. Preposição? Refere-se a subst. abstrato?

423 carência dos suprimentos. loc. adjet. compl. nom. Preposição? Refere-se a subst. abstrato? ato

424 carência dos suprimentos. loc. adjet. compl. nom. Preposição? Refere-se a subst. abstrato? Paciente?

425 carência dos suprimentos. loc. adjet. compl. nom. Preposição? Refere-se a subst. abstrato? Paciente? Os suprimentos carecem Ou são carecidos?

426 carência dos suprimentos. loc. adjet. compl. nom. Preposição? Refere-se a subst. abstrato? Paciente? Agente ou Paciente?

427 carência dos suprimentos. loc. adjet. compl. nom. Preposição? Refere-se a subst. abstrato? Paciente? As três condições foram atendidas! Comp. Nominal

428 dos quais pronome relativo Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT. O.principal O. Sub. Adjetiva Explicativa anteced. Tínhamos carência dos suprimentos. v.t.d. (nós) o.d.C. Nom.

429 Tínhamos carência dos suprimentos. C. Nom. Os suprimentos, de que tínhamos carência, foram enviados pelo PT.

430 O seu canto exala um gosto que não se vê por todo canto! Soprando se sabe Se solta sua solta sorte Sabendo se suja sem sedução...

431 Sinestesia

432 O seu canto exala um gosto que não se vê por todo canto! Soprando se sabe Se solta sua solta sorte Sabendo se suja sem sedução...

433 Aliteração

434 As bolsas não apenas pontuam bons índices, como determinam crescimento do prestígio nacional.

435 + +

436

437

438 aditiva

439 As bolsas não apenas pontuam bons índices, como determinam crescimento do prestígio nacional aditiva dica

440 As bolsas não apenas pontuam bons índices, como determinam crescimento do prestígio nacional aditiva dica

441 Ela dará o depoimento desde que haja segurança federal. Os seguranças estão por aqui desde que ela depôs.

442 Ela dará o depoimento desde que haja segurança federal. Os seguranças estão por aqui desde que ela depôs. caso

443 Ela dará o depoimento desde que haja segurança federal. Os seguranças estão por aqui desde que ela depôs. condicional caso

444 Ela dará o depoimento desde que haja segurança federal. Os seguranças estão por aqui desde que ela depôs. condicional caso quando?

445 Ela dará o depoimento desde que haja segurança federal. Os seguranças estão por aqui desde que ela depôs. temporal condicional caso quando?

446 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem.

447 isso

448 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. isso

449 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. isso Características do Aposto:

450 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. isso Características do Aposto: explica

451 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. isso Características do Aposto: explica

452 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. isso Características do Aposto: explicasubstantivo ou pronome.

453 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. isso Características do Aposto: explicasubstantivo ou pronome. art.

454 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. isso Características do Aposto: explicasubstantivo ou pronome. art.

455 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. isso Características do Aposto: explicasubstantivo ou pronome. art.subst.

456 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. isso Características do Aposto: explicasubstantivo ou pronome. base substantiva. art.subst.

457 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. isso Características do Aposto: explicasubstantivo ou pronome. base substantiva. art.subst.

458 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. Apositiva isso Características do Aposto: explicasubstantivo ou pronome. base substantiva. art.subst.

459 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. Apositiva isso Características do Aposto: explicasubstantivo ou pronome. base substantiva. art.subst.

460 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. Apositiva isso Características do Aposto: explicasubstantivo ou pronome. base substantiva. art.subst.

461 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. Apositiva isso Características do Aposto: explicasubstantivo ou pronome. base substantiva. art.subst. dois-pontos

462 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. Apositiva isso Características do Aposto: explicasubstantivo ou pronome. base substantiva. art.subst. dois-pontos

463 Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. Apositiva isso art.subst. dois-pontos

464 Larissa não virá: seu pai não autorizou. Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. Apositiva isso art.subst. dois-pontos

465 Larissa não virá: seu pai não autorizou. Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. Apositiva isso art.subst. dois-pontos pois

466 Larissa não virá: seu pai não autorizou. Só falta um detalhe: Larissa concordar com a viagem. O. Sub. Subst. Apositiva isso art.subst. dois-pontos pois explicativa

467 ... reaja, que os médicos já chegaram!

468 motivo... reaja, que os médicos já chegaram!

469 explicativa ou causal? motivo... reaja, que os médicos já chegaram!

470 explicativa ou causal? motivo Fato Anterior?... reaja, que os médicos já chegaram!

471 explicativa ou causal? motivo Fato Anterior? explicativa... reaja, que os médicos já chegaram!

472 explicativa ou causal? motivo Fato Anterior? explicativa Imperativo... reaja, que os médicos já chegaram!

473 O horário da reunião foi marcado para as 7 como solicitara a direção.

474 conforme O horário da reunião foi marcado para as 7 como solicitara a direção.

475 conforme conformativa O horário da reunião foi marcado para as 7 como solicitara a direção.

476 conforme Dica? conformativa O horário da reunião foi marcado para as 7 como solicitara a direção.

477 conforme Dica? conformativa verbos O horário da reunião foi marcado para as 7 como solicitara a direção.

478 Larissa não se arrependeu do que confessou.

479

480

481 de prepos.

482 Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. + o

483 Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. + O e A aquele aquela aquilo + que, de, em pron. demonst. o

484 Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. o + daquilo pron. demonst.

485 Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. o + daquilo pron. demonst. pron. relativo

486 Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. o + daquilo pron. demonst. pron. relativo... daquilo que confessou. p.dem.p.rel.

487 Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. o + daquilo pron. demonst. pron. relativo... daquilo que confessou. p.dem.p.rel. E a função sintática do pronome relativo?

488 ... daquilo que confessou. Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. o + daquilo pron. demonst. pron. relativo antec. p.dem.p.rel.

489 ... daquilo que confessou. Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. o + daquilo pron. demonst. pron. relativo antec. p.dem.p.rel. aquilo confessou.

490 ... daquilo que confessou. Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. o + daquilo pron. demonst. pron. relativo antec. p.dem.p.rel. confessou aquilo.

491 ... daquilo que confessou. Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. o + daquilo pron. demonst. pron. relativo antec. p.dem.p.rel. v. confessou aquilo.

492 ... daquilo que confessou. Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. o + daquilo pron. demonst. pron. relativo antec. p.dem.p.rel. (ela) suj.v. confessou aquilo.

493 ... daquilo que confessou. Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. o + daquilo pron. demonst. pron. relativo antec. p.dem.p.rel. (ela) suj.v. confessou aquilo. o.

494 ... daquilo que confessou. Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. o + daquilo pron. demonst. pron. relativo antec. p.dem.p.rel. (ela) suj.v.t. confessou aquilo. o.

495 ... daquilo que confessou. Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. o + daquilo pron. demonst. pron. relativo antec. p.dem.p.rel. (ela) suj.v.t.d. confessou aquilo. o.

496 ... daquilo que confessou. Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. o + daquilo pron. demonst. pron. relativo antec. p.dem.p.rel. (ela) suj.v.t.d. confessou aquilo. o.d.

497 ... daquilo que confessou. Larissa não se arrependeu do que confessou. de prepos. o + daquilo pron. demonst. pron. relativo antec. p.dem.p.rel. (ela) suj.v.t.d. confessou aquilo. o.d.

498 São Joaquim era um formigueiro só: saía gente derrubando todo mundo ali na coisa da feira... Lembra de Seu Valico... pois é... Até ele, eu vi lá! Quem se salvou salvou! Gora, Glorinha é que pagou o pato... Coitada, trabalhando lá na mercearia de Tio Noca... Noca, menina, de Paulinha!

499 São Joaquim era um formigueiro só: saía gente derrubando todo mundo ali na coisa da feira... Lembra de Seu Valico... pois é... Até ele, eu vi lá! Quem se salvou salvou! Gora, Glorinha é que pagou o pato... Coitada, trabalhando lá na mercearia de Tio Noca... Noca, menina, de Paulinha! Anacoluto

500 São Joaquim era um formigueiro só: saía gente derrubando todo mundo ali na coisa da feira... Lembra de Seu Valico... pois é... Até ele, eu vi lá! Quem se salvou salvou! Gora, Glorinha é que pagou o pato... Coitada, trabalhando lá na mercearia de Tio Noca... Noca, menina, de Paulinha!

501 São Joaquim era um formigueiro só: saía gente derrubando todo mundo ali na coisa da feira... Lembra de Seu Valico... pois é... Até ele, eu vi lá! Quem se salvou salvou! Gora, Glorinha é que pagou o pato... Coitada, trabalhando lá na mercearia de Tio Noca... Noca, menina, de Paulinha! Metáfora

502 São Joaquim era um formigueiro só: saía gente derrubando todo mundo ali na coisa da feira... Lembra de Seu Valico... pois é... Até ele, eu vi lá! Quem se salvou salvou! Gora, Glorinha é que pagou o pato... Coitada, trabalhando lá na mercearia de Tio Noca... Noca, menina, de Paulinha!

503 São Joaquim era um formigueiro só: saía gente derrubando todo mundo ali na coisa da feira... Lembra de Seu Valico... pois é... Até ele, eu vi lá! Quem se salvou salvou! Gora, Glorinha é que pagou o pato... Coitada, trabalhando lá na mercearia de Tio Noca... Noca, menina, de Paulinha! Pleonasmo


Carregar ppt "Parece desnecessário que ele tome tamanha decisão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google