A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Daniel Paulo Introdução A disponibilidade de um sistema é a probabilidade de que ele esteja funcionando num determinado momento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Daniel Paulo Introdução A disponibilidade de um sistema é a probabilidade de que ele esteja funcionando num determinado momento."— Transcrição da apresentação:

1 Daniel Paulo

2 Introdução A disponibilidade de um sistema é a probabilidade de que ele esteja funcionando num determinado momento e pronto para uso. Podemos classificar em 3 classes: - Básica - Alta - Contínua

3 Disponibilidade Básica: Máquinas que não possuem dispositivos para contornar as faltas Alta Disponibilidade: Um sistema de alta disponibilidade é um sistema informático resistente a falhas de software e energia, cujo objetivo é manter os serviços disponibilizados o máximo de tempo possível

4 Disponibilidade Contínua A necessidade de disponibilidade torna-se cada vez mais próxima dos 100%. - O tempo de indisponibilidade é quase inexistente - Existe o "Mascaramento" de todas as interrupções (planejadas ou não)

5 Determinando a disponibilidade de um Banco Além de implementar uma estratégia de manutenção da disponibilidade será necessário verificar os seguintes fatores: - Horário de operação do sistema - Conectividade com o servidor de dados - Interação síncrona/assíncrona

6 Alta Disponibilidade com Cluster As tarefas referentes ao processamento da aplicação podem ser realizadas através de dois ou vários computadores que atuam em conjunto dentro de um sistema o qual é conhecido com cluster - Cada máquina é denominada nó - A intensão é que as máquinas sejam consideradas como uma só - A Microsoft possui um conceito de Cluster - As máquinas devem possuir a mesma configuração - Devem ser interligadas entre si

7 Cluster para a tolerância a falhas do SQL Cluster Ativo/Passivo Um servidor responde as solicitações e o outro aguarda caso exista falhas

8 Cluster Ativo/Ativo Os nós respondem as solicitações dos clientes - Serão necessárias duas conexões de rede, no mínimo - Essa configuração de contar STORAGE SAN ou discos físicos compartilhados - Os clientes podem estabelecer conexão com qualquer um dos dois servidores - Todos os discos compartilhados devem possuir uma cópia do SQL

9 Servidor de espera e de remessa de log - Replica de servidores - Utilização do servidor Subscriber para utilização de leitura como geração de relatórios

10 Database Mirroring O espelhamento de banco de dados (Database Mirroring) é uma tecnologia disponível a partir da versão 2005 Consiste em transferir o transaction LOG diretamente para o servidor espelho - O Database que está sendo espelhado ficará inacessível até que uma falha ocorra

11 Servidores envolvidos na configuração - Servidor Principal é a origem dos dados - Servidor Mirror é o de espelhamento - Servidor Witness é o servidor que habilita o failover automático

12 Alguns itens importantes sobre o espelhamento de Banco de Dados - Modelo de recovery deve ser FULL - É necessário criar um banco de espelhamento com uma operação de RESTORE norecovery - O Mirror deve ter o mesmo nome do banco principal

13 Transaction Safety É o atributo que controla o modo de operação do espelhamento da seção. - Por padrão é configurado com Transaction safety Full (operação sincronizada). As transações são registradas no servidor e enviadas para o MIrror - Desligar faz a operação em modo Assíncrono - Neste modo aumenta a performance, porém numa falha é necessário realizar failover forçado

14 Quorum e Witness Server Quando o Witness Server está configurado a seção de espelhamento requer um quorum. Um quorum é a quantidade mínima de servidores conectados necessária para manter o sincronismo de espelhamento

15 Indicação de UsoTransaction Safety Mecanismo de Transferência Quorum Requerido Witness Server Tipo de Failover Alta disponibilidadeFULLSynchronousYY Automático ou Manual Alta ProteçãoFULLSynchronousYNApenas manual Alta PerformanceOFFAsynchronousNN/AApenas forçado

16 Laboratório página 688 à 701


Carregar ppt "Daniel Paulo Introdução A disponibilidade de um sistema é a probabilidade de que ele esteja funcionando num determinado momento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google