A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Tromboembolismo pulmonar (TEP) e gestação Ernesto Antonio Figueiró-Filho Departamento de Gineco-Obstetrícia FAMED - UFMS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Tromboembolismo pulmonar (TEP) e gestação Ernesto Antonio Figueiró-Filho Departamento de Gineco-Obstetrícia FAMED - UFMS."— Transcrição da apresentação:

1 Tromboembolismo pulmonar (TEP) e gestação Ernesto Antonio Figueiró-Filho Departamento de Gineco-Obstetrícia FAMED - UFMS

2 PÁDUA AI & TERRA FILHO J. Tromboembolismo pulmonar: diagnóstico e tratamento. Medicina, Ribeirão Preto, 36: , abr./dez Fatores de Risco para TEP

3

4

5

6 Diagnóstico - TEP 1)Suspeita clínica (cenário clínico e fatores de risco) 2)Radiografia de tórax 3)Gasometria arterial 4)D-dímeros 5)Eletrocardiograma e ecocardiograma 6)Cintilografia VA / Q 7)Tomografia computadorizada helicoidal (angiotomografia) 8)Arteriografia pulmonar 9)Avaliação de membros inferiores (flebografia/duplex-scan) 10)Algoritmos diagnósticos.

7 Diagnóstico - TEP 1)Suspeita clínica (cenário clínico e fatores de risco) 2)D-dímeros 3)Cintilografia VA / Q 4)Tomografia computadorizada helicoidal (angiotomografia) 5)Avaliação de membros inferiores (flebografia/duplex-scan) 6)Algoritmos diagnósticos.

8 Diagnóstico - TEP PÁDUA AI & TERRA FILHO J. Tromboembolismo pulmonar: diagnóstico e tratamento. Medicina, Ribeirão Preto, 36: , abr./dez

9 Diagnóstico - TEP PÁDUA AI & TERRA FILHO J. Tromboembolismo pulmonar: diagnóstico e tratamento. Medicina, Ribeirão Preto, 36: , abr./dez

10 Diagnóstico - TEP PÁDUA AI & TERRA FILHO J. Tromboembolismo pulmonar: diagnóstico e tratamento. Medicina, Ribeirão Preto, 36: , abr./dez

11 Diagnóstico - TEP PÁDUA AI & TERRA FILHO J. Tromboembolismo pulmonar: diagnóstico e tratamento. Medicina, Ribeirão Preto, 36: , abr./dez

12 Diagnóstico - TEP PÁDUA AI & TERRA FILHO J. Tromboembolismo pulmonar: diagnóstico e tratamento. Medicina, Ribeirão Preto, 36: , abr./dez

13 Diagnóstico - TEP PÁDUA AI & TERRA FILHO J. Tromboembolismo pulmonar: diagnóstico e tratamento. Medicina, Ribeirão Preto, 36: , abr./dez

14 Diagnóstico - TEP Exames diagnósticos com radiação Seguros com valores < 50 cGy (0,5 Gy) – até 16 sem 1cGy = 1 rad

15 Tratamento TEP

16 Tratamento - TEP PÁDUA AI & TERRA FILHO J. Tromboembolismo pulmonar: diagnóstico e tratamento. Medicina, Ribeirão Preto, 36: , abr./dez

17 EventoTrombofiliaSituaçãoPré-partoPós parto (6-12 semanas) 1 TEVNãoFator de risco transitório NãoHBPM/HNF (dose profilática) EstrógenoHBPM/HNF (dose profilática) HBPM/HNF (dose profilática) Sem fator de risco HBPM/HNF (dose profilática) HBPM/HNF (dose profilática) SimHBPM/HNF (dose profilática) HBPM/HNF (dose profilática) > 1 TEVNão/ Sim HBPM/HNF (dose terapêutica) Varfarina (dose terapêutica) TEV prévia SEM uso de anticoagulante oral

18 TEV prévia EM uso de anticoagulante oral Trocar varfarina por heparina assim que gravidez detectada Manter HBPM ou HNF em dose terapêutica durante toda gestação. Puerpério: Iniciar varfarina e suspender HBPM/HNF quando INR em níveis terapêuticos

19 SEM TEV prévia COM trombofilia conhecida TrombofiliaPré-partoPós parto (6-12 semanas) Deficiência de Antitrombina HBPM/HNF durante toda a gestação (dose profilática) HBPM/HNF (dose profilática) FV Leiden +/+ Mut. Protrombina +/+ Dupla heterozigose Outras trombofiliasNão (?)

20 TEV diagnosticada durante a gestação:TEV diagnosticada durante a gestação: HNF ou HBPM doses terapêuticas até o parto. Puerpério: Varfarina Suspender HBPM/HNF quando INR terapêutico TEV diagnosticada no puerpério:TEV diagnosticada no puerpério: Varfarina concomitantemente com HNF/HBPM (mínimo de 5 dias) em doses terapêuticas. Suspender HBPM/HNF quando INR terapêutico TEV diagnosticada na gestação ou puerpério

21 Suspensão da heparina para bloqueio no neuroeixo:Suspensão da heparina para bloqueio no neuroeixo: dose terapêutica HBPM (SC): 24 h antes, e se possível testar atividade anti-Xa dose terapêutica de HNF (SC): 24 h antes, com TTPa normal dose terapêutica de HNF (EV): 6 h e TTPa normal dose profilática HBPM (SC): 12 h antes Atenção: Protamina pode ser utilizada Condutas no Parto The second ASRA Consensus Conference on Neuroaxial Anesthesia and Anticoagulation, 2003 Bates et al, Chest 2008

22 Reintrodução:Reintrodução: 12 h após o parto se sem sangramento se bloqueio no neuroeixo: dose profilática: 12 h após retirada do catéter dose terapêutica: 24 h após retirada do catéter Condutas no Parto The second ASRA Consensus Conference on Neuroaxial Anesthesia and Anticoagulation, 2003 Bates et al, Chest 2008

23 Heparina: escolha na gestaçãoHeparina: escolha na gestação HBPM / HNF Varfarina: escolha no puerpérioVarfarina: escolha no puerpério Ideal conduta permanece desconhecida!!Ideal conduta permanece desconhecida!! Individualização da proposta terapêuticaIndividualização da proposta terapêutica Considerações Finais


Carregar ppt "Tromboembolismo pulmonar (TEP) e gestação Ernesto Antonio Figueiró-Filho Departamento de Gineco-Obstetrícia FAMED - UFMS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google