A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 1 Clique.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 1 Clique."— Transcrição da apresentação:

1 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 1 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 1 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE PANORAMA GERAL DO ABASTECIMENTO DE ÁGUA, ESGOTAMENTO SANITÁRIO E COLEÇÕES HÍDRICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO I Oficina de (Re)Construção do Programa de Vigilância e Controle da Esquistossomose do Estado de São Paulo – PCE-SP São Paulo, 20 e 21 de setembro de2004 Centro de Vigilância Epidemiológica I Oficina de (Re)Construção do Programa de Vigilância e Controle da Esquistossomose do Estado de São Paulo – PCE-SP São Paulo, 20 e 21 de setembro de2004 Centro de Vigilância Epidemiológica Sérgio Valentim

2 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 2 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 2 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE População Paulista (2004): 39,239 milhões RM São Paulo: 18,865 RM Campinas: 2,529 RM Baixada Santista: 1,580 Região de S.J.Campos: 1,293 Região Sorocaba: 1,081 População Paulista (2004): 39,239 milhões RM São Paulo: 18,865 RM Campinas: 2,529 RM Baixada Santista: 1,580 Região de S.J.Campos: 1,293 Região Sorocaba: 1,081 25,351 milhões 65% da população do Estado 25,351 milhões 65% da população do Estado até 10 anos: 17,2% + de 60 anos: 8,9% até 10 anos: 17,2% + de 60 anos: 8,9% 26,1%

3 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 3 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 3 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE 72,4% 12,2% 3,5% 11,6% Grau de urbanização 100% Grau de urbanização 65% população hab./km² população 19 hab./km² Taxa de crescimento populacional (1991/96) 4,03% Taxa de crescimento populacional (1991/96) -0,26%

4 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 4 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 4 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE 13,7 2,2 41,2 68,2 62,9 30,8 31,0 62,4 9,6 2,3 8,3 5,0 8,7 55,0 2,3 2,5 22,7 3,1 11,7 1,6 MÉDIA ESTADUAL: 22,3 % ABAIXO DA MÉDIA ESTADUAL ACIMA DA MÉDIA ESTADUAL - Situações de desequilíbrios regionais entre a quantidade disponível e a demanda da sociedade por água. Disponibilidade: m³/s 892 m³/s (vazão mínima) Demanda: 352,29 m³/s Efluentes: 124,17 m³/3 (domésticos e industriais) Fonte: Relatório da Qualidade das Águas Interiores no Estado de São Paulo Cetesb, 2004.

5 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 5 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 5 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE - A relação disponibilidade/demanda da água condiciona e determina o processo saúde/doença; - Sem acesso à água não há saúde; -A qualidade dos recursos hídricos é imprescindível para a manutenção da saúde; - A qualidade da água de um manancial é determinada pela organização territorial, pelo uso e ocupação do solo na bacia; -O acesso à água depende fundamentalmente do uso racional dos recursos hídricos; Os Comitês de Bacia Hidrográfica são importantes fóruns para a promoção da saúde.

6 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 6 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 6 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE Moradores por Situação segundo Instalações sanitárias Estado de São Paulo - Período: 2000 TOTAL Rede geral de esgoto ou pluvial Fossa séptica Fossa rudimendar Vala Rio, lago ou mar Outro escoadouro Não tem instalação sanitária Instal sanit(det)UrbanaRuralTotal Fonte: IBGE - Censo Demográfico de 2000

7 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 7 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 7 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE Moradores por Situação segundo Abastecimento Água Estado de São Paulo - Período: 2000 Fonte: TOTAL Rede geral canalizada em pelo menos um cômodo canalizada só na propriedade ou terreno Poço ou nascente (na propriedade) canalizada em pelo menos um cômodo sem canalização interna canalizada só na propriedade ou terreno não canalizada Outra forma canalizada em pelo menos um cômodo sem canalização interna canalizada só na propriedade ou terreno não canalizada Abastecimento ÁguaUrbanaRuralTotal Fonte: IBGE - Censo Demográfico de 2000

8 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 8 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 8 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE Moradores por Situação segundo Coleta de lixo Estado de São Paulo TOTAL Coletado por serviço de limpeza por caçamba de serviço de limpeza Queimado (na propriedade) Enterrado (na propriedade) Jogado em terreno baldio ou logradouro em rio, lago ou mar Outro destino Coleta de lixoUrbanaRuralTotal Fonte: IBGE - Censo Demográfico de 2000

9 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 9 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 9 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE Condições de Saneamento das famílias atendidas pelo Programa de Saúde da Família Estado de São Paulo - março de 2004 Fonte: DATASUS

10 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 10 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 10 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE Fonte: Relatório da Qualidade das Águas Interiores no Estado de São Paulo Cetesb, 2004.

11 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 11 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 11 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE Fonte: Relatório da Qualidade das Águas Interiores no Estado de São Paulo Cetesb, 2004.

12 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 12 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 12 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE Fonte: Relatório da Qualidade das Águas Interiores no Estado de São Paulo Cetesb, 2004.

13 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 13 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 13 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE Fonte: Relatório da Qualidade das Águas Interiores no Estado de São Paulo Cetesb, 2004.

14 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 14 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 14 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE Fonte: Relatório da Qualidade das Águas Interiores no Estado de São Paulo Cetesb, 2004.

15 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 15 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 15 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE Índice de Qualidade da Água Bruta para Fins de Abastecimento Público Fonte: Relatório da Qualidade das Águas Interiores no Estado de São Paulo Cetesb, 2004.

16 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 16 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 16 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE Qualidade das águas subterrâneas - 72% dos municípios paulistas são total ou parcialmente abastecidos por mananciais subterrâneos ( hab.) - Há cerca de poços perfurados na bacia hidrográfica do Alto Tietê. - Processos de super explotação, situações de vulnerabilidade e risco de poluição - 37 empresas perfuram 900 poços/ano na Bacia do Alto Tietê. - Poços rasos (cisternas ou cacimbas): construídos de forma precária, sem proteção adequada: contaminação bacteriológica poços para monitoramento de 40 parâmetros. -Casos pontuais de contaminação: nitrato, cromo,bário, ferro, manganês, fluoretos e chumbo. - RMSP: poços tubulares com substâncias orgânicas tóxicas (hidrocarbonetos, solventes orgânicos etc.) - Principais fontes de contaminação: Uso do solo para disposição de resíduos e infiltração de efluentes das atividades químicas, indústrias(mecânica, metalúrgica e curtume), fontes difusas (adubação intensiva e uso inadequado de pesticidas). Fonte: Relatório da Qualidade das Águas Subterrâneas do Estado de São Paulo Cetesb, 2004.

17 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 17 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 17 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE Qualidade das águas Litorâneas - 16 municípios com 1,7 milhões de habitantes (2000) - População flutuante: 1,2 milhões (2000) a 1998: 7 emissários submarinos com capacidade para 11,3 m³/s de esgoto (2,4 milhões de pessoas) - Nível médio de atendimento de esgoto sanitário: 39% Balneabilidade das praias (porcentagem das praias próprias em 100% do tempo no ano de 2003): - Litoral Norte: 54% - Litoral Paulista: 48% - Baixada Santista: 36%

18 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 18 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 18 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE PROÁGUA Programa de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano no Estado de São Paulo Em 1997, pouco mais de 11% das amostras analisadas indicaram a presença de COLIFORMES TOTAIS OU FECAIS; em 2003 este percentual foi reduzido para 2,4%

19 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 19 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 19 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE PROÁGUA Programa de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano no Estado de São Paulo CLORO RESIDUAL LIVRE Os resultados anômalos foram reduzidos de 20,4%, em 1997, para 7,9% em TURBIDEZ, PH E COR A porcentagem de amostras fora dos padrões recomendados de potabilidade foi reduzida de 19,8% para 2,0%.

20 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 20 Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre –Segundo nível Terceiro nível –Quarto nível »Quinto nível 20 DIVISÃO DE AÇÕES SOBRE O MEIO AMBIENTE PROÁGUA Programa de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano no Estado de São Paulo FLUOR Em 1997, as amostras fora do padrão corresponderam a 45,9%; em 2003 esta porcentagem foi reduzida para 32,3%.


Carregar ppt "Clique para editar o estilo do título mestre Clique para editar os estilos do texto mestre Segundo nível Terceiro nível Quarto nível Quinto nível 1 Clique."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google