A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FATORES DE CRESCIMENTO (VGF, VEGF, IGF, FGF) NA CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS DE PELE Isabela Akie Shin-Ike Iniciação Científica/Fundação Araucária Antônio Carlos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FATORES DE CRESCIMENTO (VGF, VEGF, IGF, FGF) NA CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS DE PELE Isabela Akie Shin-Ike Iniciação Científica/Fundação Araucária Antônio Carlos."— Transcrição da apresentação:

1 FATORES DE CRESCIMENTO (VGF, VEGF, IGF, FGF) NA CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS DE PELE Isabela Akie Shin-Ike Iniciação Científica/Fundação Araucária Antônio Carlos Ligocki Campos/Elen Carolina David João de Masi Os fatores de crescimento apresentam grande importância nos domínios clínico e cirúrgico, e possuem papel fundamental no processo cicatricial uma vez que estimulam e ativam a proliferação celular, a angiogênese, a mitogênese, a transcrição genética. Foram injetados na derme e no tecido subcutâneo do dorso de ratas fatores de crescimento de colágeno, de vasos e de crescimento epitelial avaliando-se de forma macro e microscópica a evolução das lesões com injeção dos fatores de crescimento em relação à ferida controle. Método: Foram utilizadas 45 ratas Wistar, nas quais foram realizadas três feridas de pele dorsais para avaliação do processo cicatricial, a fase aguda, a neovascularização e a fibroplasia. Os parâmetros avaliados foram a quantidade de colágeno produzida e dos neovasos na fase aguda da cicatrização, os tipos de colágeno, a quantidade de fatores de crescimento de colágeno, elastina e o aspecto final da cicatrização. Resultados: Macroscopicamente as feridas com injeção de fatores de crescimento epitelial e de vasos apresentaram maior velocidade do processo de cicatrização. No terceiro dia do experimento, as feridas controle apresentaram menor taxa de contração em relação às feridas com injeção dos fatores de crescimento. No sétimo dia todas as feridas apresentavam taxa de contração, sendo maior nas feridas com injeção dos fatores de crescimento. No décimo quinto dia do experimento, as feridas com injeção de fator de crescimento estavam com o processo cicatricial consolidado e em fase mais avançada em relação às feridas controle. Na avaliação microscópica, a ferida controle apresentou maior processo inflamatório, menor quantidade de fibroblastos e de neovascularização. Observou-se intensa reação inflamatória na ferida controle com p<0,05; as feridas com fator de crescimento evidenciaram maior maturação da cicatriz devido à maior concentração de fibroblastos e de vasos com p < 0,05. Conclusão: a análise dos resultados permite concluir que a utilização de fatores de crescimento tanto epitelial como de vasos, quando comparada à ferida controle, promove um menor processo inflamatório e acelera o processo de cicatrização, desenvolve maior atividade angiogênica, acelera a fibroplasia e a maturação do processo cicatricial. Martin P, Leibovich SJ. Inflammatory cells during wound repair: the good, the bad and the ugly. Trends Cell Biol. 2005;15: Werner S, Grose R. Regulation of wound healing by growth factors and cytokines. Physiol Rev. 2003;83: Arnold F, West DC. Angiogenesis in wound healing. Pharmacol Ther. 1991;52: Detmar M, Brown LF, Berse B, Jackman RW, Elicker BM, Dvorak HF, et al. Hypoxia regulates the expression of vascular permeability factor/vascular endothelial growth factor (VPF/VEGF) and its receptors in human skin. J Invest Dermatol. 1997;108: SHI, L. et al. Activation of JNK Signaling Mediates Connective Tissue Growth Factor Expression and Scar Formation in Corneal Wound Healing. PLoS One. 2012; (7);2:1- 9.e32128.


Carregar ppt "FATORES DE CRESCIMENTO (VGF, VEGF, IGF, FGF) NA CICATRIZAÇÃO DE FERIDAS DE PELE Isabela Akie Shin-Ike Iniciação Científica/Fundação Araucária Antônio Carlos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google