A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Recursos abertos: produção, disponibilização e compartilhamento de conteúdos Liane M R Tarouco CINTED/PGIE/UFRGS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Recursos abertos: produção, disponibilização e compartilhamento de conteúdos Liane M R Tarouco CINTED/PGIE/UFRGS."— Transcrição da apresentação:

1 1 Recursos abertos: produção, disponibilização e compartilhamento de conteúdos Liane M R Tarouco CINTED/PGIE/UFRGS

2 2 Onde encontrar? Direitos de uso? Planejamento pedagógico

3 3 Recursos Educacionais Abertos n OEA - Open Educational Resources n UNESCO's 2002 Forum on the Impact of Open Courseware for Higher Education in Developing Countries –http://www.wsis-community.org/pg/groups/14358/open-educational-resources-oer/ n Recursos Educacionais Abertos – REA –http://rea.net.br/

4 4 Recursos Educacionais Abertos n Materiais de ensino- aprendizagem e pesquisa –em qualquer meio, digital ou não, –que residir no domínio público ou –que tenham sido liberado sob uma licença aberta que permite, sem custo, o uso, adaptação e redistribuição por outros sem restrições ou com restrições limitadas

5 5 Um mundo onde cada pessoa na Terra pode acessar e contribuir para a soma de todo conhecimento humano Metas do movimento REA Mercado cativo de editores de livros didáticos

6 6 REA n Recursos educacionais abertos incluem –cursos completos, –materiais didáticos, –módulos, –livros didáticos, –streaming de vídeos, –testes, –software e –quaisquer outras ferramentas, materiais ou técnicas utilizadas para apoiar o acesso ao conhecimento

7 WORLD OPEN EDUCATIONAL RESOURCES (OER) CONGRESS n UNESCO, PARIS, JUNE 20-22, 2012 –Paris OER Declaration –Open Educational Resources Survey

8 8 Declaração OER de Paris 2012 n Recomenda que os Estados, dentro das suas capacidades e autoridade: –Promover a conscientização e uso dos REA. –Facilitar ambientes propícios para o uso de informação e de comunicações –Reforçar o desenvolvimento de estratégias e políticas sobre REA –Promover a compreensão e utilização dos padrões de licenciamento abertos

9 9 Declaração OER de Paris –Apoiar a capacitação para o desenvolvimento sustentável de materiais de aprendizagem de qualidade –Promover alianças estratégicas para o REA –Incentivar o desenvolvimento e adaptação dos REA em uma variedade de línguas e contextos culturais –Facilitar a localização, recuperação e partilha de OER –Incentivar o licenciamento aberto de materiais educativos produzidos com fundos públicos.

10 WORLD OPEN EDUCATIONAL RESOURCES (OER) CONGRESS n Open Educational Resources Survey UNESCO, PARIS, JUNE 20-22, 2012

11 11 Dados por regiões Survey on Governments Open Educational Resources (OER) Policies – Junho2012

12 12 Iniciativas no Brasil n O Banco Internacional de Objetos Educacionais (BIOE) armazena os objetos de acesso aberto produzidos pelo Ministério e por parceiros em todo o mundo. n O Portal do Professor permite aos professores criar e sugerir conteúdos que podem ser livremente acessados e distribuídos. n A TV Escola cria e licencia material multimídia livre e aberto dirigido a professores e alunos Survey on Governments Open Educational Resources (OER) Policies – Junho2012

13 13 Motivação para estar ativo no movimento REA AfricaPaises Árabes Asia e Pácifico Europa e América do Norte America Latina e Caribe Total Oportunidades de aprendizagem abertas e flexíveis Maior eficiência e qualidade dos recursos de aprendizagem Custo-eficiência do REA Potencial inovativo do REA Survey on Governments Open Educational Resources (OER) Policies – Junho2012

14 14 Obstáculos para adoção de REA AfricaPaises Árabes Asia e Pácifico Europa e América do Norte America Latina e Caribe Total Linguagem e diversidade cultural ,2 Conectividade ,3 Qualidade ,1 Copyright e editores ,4 Sustentabilidade ,2 Survey on Governments Open Educational Resources (OER) Policies – Junho2012

15 15 Autoria de conteúdo educacional n Crescimento de educação a distância demanda novos conteúdos n Desenvolvimento é oneroso n Necessidade de preservar acervo existente

16 16 REA facilita a autoria n Diferentes tipos de ativos digitais. –Conteúdos de aprendizagem: cursos, materiais didáticos, módulos de conteúdo, objetos de aprendizagem, coleções revistas. –Ferramentas –Recursos de implementação

17 17 REA facilita a autoria n Diferentes tipos de ativos digitais. –Conteúdos de aprendizagem: –Ferramentas: software que suporta a criação, entrega, uso e melhoria dos conteúdos de aprendizagem aberta, busca e organização de conteúdo conteúdo e sistemas de gestão de aprendizagem, ferramentas de desenvolvimento de conteúdo e comunidades on-line de aprendizagem. –Recursos de implementação

18 18 REA facilita a autoria n Diferentes tipos de ativos digitais. –Conteúdos de aprendizagem: –Ferramentas: –Recursos de implementação licenças de propriedade intelectual que regem a publicação livre de materiais, princípios de projeto e localização de conteúdo. Eles incluem também materiais sobre melhores práticas, tais como histórias, publicação, técnicas, métodos, processos, incentivos e distribuição.

19 19 Ciclo REA Encontrar AdaptarUsar Compartilhar Compor

20 20 REA e direitos autorais n Recursos educacionais abertos estão ligados com as questões de propriedade intelectual, na medida em que a maior parte do conteúdo educacional está protegido por direitos autorais em termos convencionais, que devem ser honrados.

21 21 Creative Commons n Apresenta opções que são menos restritivas do que os termos de direitos autorais de padrão internacional usual "todos os direitos reservados" n Oferece acordos de licenciamento n Serviço de infra-estrutura crítica para o movimento OER

22 22 As licenças Creative Commons Atribuição CC BY desde que lhe deem crédito pela criação original. n Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e construam sobre a sua obra, mesmo comercialmente, desde que lhe deem crédito pela criação original. n Esta é a licença mais aberta dentre as oferecidas. n Recomendado para ampla divulgação e utilização dos materiais licenciados.

23 23 As licenças Creative Commons Atribuição-CompartilhaIgual CC BY-SA n Esta licença permite que outros remixem, façam tweak e construam sobre a sua obra, mesmo para fins comerciais, contanto que atribuam crédito a você e licenciem as novas criações sob os mesmos parâmetros. n Esta licença é muitas vezes comparada ao "copyleft" – licenças de software livre e open source. n Todas as novas obras com base na sua levarão a mesma licença, então quaisquer derivados também permitirão o uso comercial. n Esta é a licença utilizada pela Wikipedia, e é recomendada para materiais que se beneficiariam de conteúdo da Wikipedia e de projetos igualmente licenciados.

24 24 As licenças Creative Commons n Atribuição-SemDerivados CC BY-ND n Esta licença permite a redistribuição, comercial e não comercial, desde que a obra permaneça inalterada, com crédito para você.

25 25 As licenças Creative Commons n Atribuição-NãoComercial CC BY-NC n Esta licença permite que outros remixem, adaptem e criem obras não comerciais e, apesar de suas obras novas deverem créditos a você e serem não comerciais, não precisam ser licenciadas nos mesmos termos.

26 26 As licenças Creative Commons n Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual CC BY-NC-SA n Esta licença permite que outros remixem, façam tweak e construam sobre o seu trabalho não comercialmente, contanto que atribuam crédito a você e licenciem as novas criações sob os mesmos termos.

27 27 As licenças Creative Commons n Atribuição-NãoComercial-SemDerivados CC BY-NC-ND n Esta licença é a mais restritiva das seis licenças principais, permitindo que os outros façam o download de suas obras e compartilhem-nas desde que dêem crédito a você, não as alterem e não façam uso comercial delas

28 28 Localização de REA

29 29 Atributos básicos para apoiar a localização e uso de REA n O acesso ao conteúdo aberto (incluindo metadados) é fornecido sem custo para instituições educacionais, serviços de conteúdo, e para os usuários finais, tais como professores, alunos e alunos de educação n O conteúdo é licenciado liberalmente para reutilização em atividades educacionais, preferencialmente sem restrições para modificar, combinar e reutilizar.

30 30 Atributos básicos para apoiar a localização e uso de REA n O conteúdo deve ser idealmente projetado para fácil reutilização atendendo padrões e formatos em uso –O código fonte de software de sistemas e ferramentas está disponível (ou seja, software de código aberto) –Existem interfaces de programação (APIs abertas) –Novos recursos são divulgados (feed RSS)

31 31 Sobrepujando obstáculos n Criação de uma cultura de REA em todos os níveis de educação n Alfabetização e fluência digital n TIC nas escolas n Capacitação profissional para incorporar REA no currículo

32 32 Localização n Neste cenário, onde novos objetos de aprendizagem são produzindo reutilizando o que já existe, torna-se imprescindível dispor de mecanismos para localizar os objetos de aprendizagem existentes.

33 33 Benefícios n Localizar e adequar é mais rápido do que construir tudo n Evitar redundância n Adequar a diferentes contextos n Compartilhar para colaborar

34 34 Reuso e atualização

35 35 Reutilização n Para poder reusar objetos de aprendizagem, é preciso ter acesso aos mesmos –Código fonte, editável n Necessidade de serviços para –descoberta –acesso

36 36 Ferramentas de apoio n Decompiler para objetos em Flash

37 37 Informação para reutilização n Localizar demanda dados sobre os recursos educacionais digitais n Metadados –Especificações –Potencial uso pedagógico

38 38 Gestão de conteúdos educacionais

39 39 Operacionalização do Ciclo REA Encontrar Compor AdaptarUsar Compartilhar

40 40 Gerenciamento de conteúdo n Objetos de aprendizagem em um repositório digital não são usáveis a menos que possam ser descobertos, usados, reusados por outros produtores de conteúdo

41 41 Necessidade de uma estratégia n Quem desenvolve n Quem usa n Quem reusa

42 42 Padrões da indústria n Padrões facilitam a descrição dos objetos de aprendizagem e sua posterior recuperação –Dublin Core (conteúdo web) - metadados Usado em bibliotecas digitais LUME/UFRGS –LOM – Learning Object Metadata (IEEE) - metadados –SCORM,IMS - interoperação

43 43 Ferramentas de autoria n Editores de texto & web n Animações –Flash ($) –HTML5 –Geogebra n Testes e jogos –Hotpotatoes n Integração –eXelearning n Demonstrações –Wink, Viewlet Builder ($)

44 44 Gerência de conteúdo n Organização em forma de objetos de aprendizagem n Objetos de aprendizagem precisam ser armazenados de modo que seus potencial usuários possam encontrá-los e reusá-los

45 45 Estratégias para repositórios n Repositório independente n Integração de repositórios n Repositórios integrado a AVA (Ambientes Virtuais de Aprendizagem)

46 46 CESTA n Coletânea de n Entidades de n Suporte ao uso de n Tecnologia na n Aprendizagem n n Metadados: subconjunto LOM

47 47

48 48 Federação de repositórios n FEB – Federação de Repositórios Educa Brasil n n FEB é um Serviço Experimental da Rede Nacional de ensino e Pesquisa (RNP). n A Federação Educa Brasil (FEB) tem o propósito de organizar diversos repositórios em um sistema hierárquico chamado federação, que centraliza as informações contidas desses repositórios em um único portal.

49 49 FEB RNP administra a confederação OAI-PMH

50 50 FEB utiliza protocolo OAI-PMH n Open Archives Initiative Protocol for Metadata Harvesting – usadopara colheita de metadados n Metadata Harvesting (colheita de metadados), um processo unilateral, onde, os provedores de serviços, a partir da lista de repositórios realizam periodicamente uma busca aos provedores de dados, "colhendo" os metadados para exibição como resposta às consultas efetuadas dos usuários.

51 51 Software para repositórios digitais n DSpace –MIT –Software livre para gerenciar documentos digitais – Metadados Dublin Core (default) LOM pode ser obtido mediante a adição de metadados

52 52 Repositório integrado a um AVA MrCute - MrCute - Moodle Repository Create, Upload, Tag and Embed Solução desenvolvida pelo Worcester College of Technology (WCT) como um módulo para o Moodle Cria um repositório de conteúdos IMS utilizado por instituições educacionais na Inglaterra

53 53 MrCute Prove acesso ao repositório externo JORUN Funções –Upload de pacotes IMS –Criação de pacotes IMS juntando elementos –Download de pacotes –Edição de pacotes (metadados) –Pesquisa de conteúdo (palavra chave, categoria)

54 54 Acesso a repositórios digitais com MrCute2 n Enseja o compartilhamento de conteúdo entre cursos n Oferece mecanismo de busca n Acesso a repositórios externos SRW

55 55 Moodle 2.0 n API para acesso a repositórios externos na nova versão do Moodle n Moodle 2.0 usa Web Services architecture protocolo Servidor de banco de dados Servidor de web services

56 56 Moodle 2.0 n Prevista integração com repositórios externos –Alfresco, Amazon S3, Box.net, File system on Server, Flickr, Google Docs, Mahara, MERLOT, Picasa, Recent Files, Remote Moodle sites, WebDAV servers, Wikimedia, Youtube n Mas a avaliação mostrou que ainda não estão disponíveis soluções que atendam aos nossos requisitos

57 57 Acesso e uso dos OAs - atual n Professor autor localiza OA na Federação Educa Brasil, transfere para seu computador e depois para o Moodle

58 58 Evolução repositório CESTA CESTA 2 DSpace & LOM FEB Coletânea de Entidades de Suporte ao uso de Tecnologia na Aprendizagem OAI-PMH

59 59 Integração CESTA2 com Moodle n Reengenharia do MrCute2 n Agregar Web service ao DSpace n Search and > Retrieve Web/URL (SRW/U) service for DSpace DSpace & LOM & SRW CESTA 2 Moodle Moodle & MrCute-like SRW/SRU

60 60 Integração AVA & repositório Internet Conteúdo educacional Internet HTTP SRU/W via HTTP Professor ou Aluno Moodle 2 DSpace Servidor web Autor Usuário

61 61 Integração CESTA & Moodle2

62 62 Próximos passos n Investigar possibilidade de disponibilização de interface SRU/W para a federação n Estratégias para decomposição de objetos de aprendizagem em recursos reusáveis n APIs para recursos educacionais interoperáveis –SCORM –IMS

63 63 Endereços n CESTA2 n FEB feb.ufrgs.br n CINTED – Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação – UFRGS


Carregar ppt "1 Recursos abertos: produção, disponibilização e compartilhamento de conteúdos Liane M R Tarouco CINTED/PGIE/UFRGS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google