A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INFLAMAÇÃO Adaptação: Prof. Dr. Paulo M.F. Araújo Mariana Lazarini Potiguara Mateus.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INFLAMAÇÃO Adaptação: Prof. Dr. Paulo M.F. Araújo Mariana Lazarini Potiguara Mateus."— Transcrição da apresentação:

1 INFLAMAÇÃO Adaptação: Prof. Dr. Paulo M.F. Araújo Mariana Lazarini Potiguara Mateus

2 Definição: Reação do organismo à agressão por uma agente infeccioso, por desafio com o antígeno, ou mesmo por uma lesão física. Principais efeitos: -vasodilatação -aumento na permeabilidade vascular -acúmulo de plasma no tecido -aumento no fluxo sanguíneo - migração de leucócitos

3 Saida de celulas e líquidos dentro do vaso Poros na parede do vaso para a exudação- aumento da permeabilidade

4 Sinais principais (cardinais): -calor -vermelhidão (rubor) -dor -edema -perda de função Abscesso agudo em ângulo mandibular. Veja a coloração avermelhada (eritematosa) que a reação inflamatória aguda origina. O local da inflamação é extremamente quente devido ao aumento da vascularização e do aporte sanguíneo

5

6 Mediadores inflamatórios: -histamina -bracidina -neuropeptídeos -prostaglandinas Vasodilatação e aumento na permeabilidade vascular. Contração de músculo liso -C3a e C5a (anafilatoxinas) -peptídeos da degradação da fibrina Quimiotaxia

7 Migração Celular Duas etapas importantes: 1- fixação das células circulantes ao endotélio vascular 2- migração para o local da inflamação...controladas pelas moléculas de superfície celular das células em migração e por uma variedade de moléculas solúveis de sinalização

8

9 Padrões de migração celular dependem: -do tipo de célula, seu estado de diferenciação e ativação - características do endotélio, que se diferenciam conforme o tecido em questão Deve-se levar em conta: -carga na superfície das células em interação -força hemodinâmica do leito vascular -expressão de moléculas de adesão

10 Migração linfocitária – observa-se diferentes padrões de movimento conforme o estágio de ciclo de vida da célula, bem como uma migração seletiva para regiões particulares -p. ex.: linfócitos T em repouso e ativados, migrando para tec.linfóides 2 ários e locais de inflamação, respectivamente; e linfócitos restritos ao intestino (placas de Peyer) -a migração para tec.linfóides 2 ários ocorre através de moléculas de adesão das HEV e para locais de inflamação aguda através das adesinas

11 Moléculas de adesão intercelular (proteínas que permitem a interação entre as células): -meio de fixação à outras células - pode ligar + de um ligante utilizando diferentes sítios As células podem modificar as forças da interação, alterando a afinidade e/ou concentração dessas moléculas Várias moléculas de adesão endotelial pertencem à família de supergenes das imunoglobulinas

12 Integrinas, molécula de duas cadeias peptídicas ( e ) que estão envolvidas na adesão ao endotélio e à matriz extracelular nos leucócitos Classificadas em três famílias, conforme a cadeia beta: - 1: envolvidas na ligação das células à MEC - 2: envolvidas na adesão de leucócitos ao endotélio ou a outras células do sistema imune - 3: envolvidas nas interações de plaquetas e neutrófilos nos sítios inflamatórios

13 Selectinas - grupo de moléculas de adesão presentes em leucócitos, plaquetas e endotélio - ligam-se à carboidratos que estão associados com várias glicoproteínas nos linfócitos e no endotélio (adressinas vasculares nas HEVs de tec, linfóides)

14

15 Fases da migração leucocitária através do endotélio -Retardamento: mediado por selectinas -Ativação: resposta em forma de programa de migração dos linfócitos à agentes quimiotáticos e moléculas de adesão do endotélio e da MEC -Fixação e Ativação: aumento da afinidade de integrinas leucocitárias -Migração: contato c/ membrana basal por meio de novo grupo de adesinas e migração para a camada inferior do endotélio -Digestão: enzimas digestivas de colágenos são mobilizadas para superfície celular, permitindo que céls ganhem o tecido

16 Migração leucocitária na inflamação - migração precoce de neutrófilos, devido à indução de E- selectina na superfície do endotélio por IL-1 e TNF. Esta indução dura de 4 a 12 horas e a expressão desaparece após 24 horas - neutrófilos, linfócitos e monócitos ligam-se à ICAM-1, que é induzida por citocinas num período de 8-96 horas, o que corresponde à chegada tardia de monócitos e linfócitos - VCAM-1 tem tempo semelhante à de ICAM-1 e interage seletivamente com basófilos e neutrófilos

17

18

19

20

21 Principais células envolvidas: -Neutrófilos: são as primeiras células a chegarem no local infectado. Morrem com a fagocitose, formando pus -Macrófagos: fagocitose e apresentação de antígenos -Eosinófilos, basófilos e linfócitos: desencadeiam a resposta imune em estágios mais avançados da inflamação -Plaquetas: juntamente aos basófilos e mastócitos, são importantes fontes de mediadores vasoativos como a histamina, que provoca a vasodilatação e aumento da permeabilidade vascular

22 Resposta benéfica: -Se não houvesse inflamação, microorganismos estariam livres para penetrar nas mucosas e feridas, não existiria cicatrização.... Resposta maléfica: -Quando a inflamação interfere seriamente na função do órgão acometido pode ocorrer uma ameaça maior que a inicial. Exemplos: Cirrose hepática, artrites reumatóides e choque anafilático. Em Discussão....


Carregar ppt "INFLAMAÇÃO Adaptação: Prof. Dr. Paulo M.F. Araújo Mariana Lazarini Potiguara Mateus."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google