A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO DE ARAGUAÍNA SETOR REGIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO E ENSINO INTEGRAL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO DE ARAGUAÍNA SETOR REGIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO E ENSINO INTEGRAL."— Transcrição da apresentação:

1 DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO DE ARAGUAÍNA SETOR REGIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO E ENSINO INTEGRAL

2 Objetivos Identificar e discutir com os coordenadores sobre aspectos relacionados a elaboração das avaliações da aprendizagem; Refletir sobre a qualidade da avaliações e a forma que são estruturadas pelos professores na escola; Analisar se a estrutura das avaliações estão contemplando as competências e as habilidades e se elas são semelhantes às avaliações externas; Orientar os coordenadores sobre alguns aspectos que devem ser considerados na elaboração das avaliações.

3 Avaliação

4 História do Rato Romão disse a um ratinho que ia passando por perto dele: Pare aí. Temos já de ir ao juiz. Quero te acusar. Vamos, respondeu o ratinho. A consciência de nada me acusa e saberei defender-me. Muito bem, disse o gato. Aqui estamos diante do senhor juiz. Não o vejo, disse o ratinho. O juiz sou eu, disse o gato. E o júri?, perguntou o ratinho. O júri também sou eu, disse o gato. E o promotor?, perguntou o ratinho. O promotor também sou eu. Então você é tudo?, disse o ratinho. Sim, porque sou o gato. Vou acusar você, julgar você, e comer você. Lewis Carrol

5 Você achou a atitude do gato exagerada? Pense nas atitudes de um professor que avalia seus alunos e compare com a atitude do gato. É certo que avaliar e julgar não é uma tarefa simples e nem fácil para quem quer que seja. Julgamento de alunos, nas provas, não é momentopara retaliações.

6 " A Avaliação se destina ao diagnóstico e, por isso mesmo, à inclusão; destina-se à melhoria do ciclo de vida. Deste modo, por si, é um ato amoroso." (Luckesi)

7 O olhar do coordenador pedagógico

8 Dicas – veja o que deve ser analisado nas avaliações elaboradas:

9 1- Conexão Verificar se as avaliações contemplam as competências e habilidades do Referencial e da Proposta Curricular.

10 Verificar se a estrutura das avaliações são semelhantes às avaliações externas; 2- Estrutura

11 As questões devem ter familiaridade com as atividades desenvolvidas nas aulas; 3- Familiaridade

12 4- Complexidade Oriente aos professores que não elaborem provas que não sejam muito fáceis nem muito difíceis. O nível do desafio não deve ser nem tão alto que fruste o aluno, nem tão baixo que o torne desmotivado.

13 5- O desgaste Para evitar o cansaço dos alunos, oriente aos professores a mesclar perguntas objetivas e dissertativas.

14 6. A identificação A avaliação deve ter um espaço adequado para a identificação do aluno e a nota do professor:

15 7. As regras claras As informações para a turma devem estar em destaque. O professor deve lê-las para que todos compreendam.

16 8. O tempo Peça ao professor que use a experiência das aulas para analisar se os alunos conseguirão responder as questões dentro do tempo estipulado.

17 9. Os objetivos As perguntas correspondem ao que o professor realmente quer avaliar?

18 10. A familiaridade Os alunos estão habituados aos conteúdos e aos tipos de questionamentos?

19 11 - Abrangência Verificar se as questões abrangem os conteúdos solicitados.

20 REFLEXÃO SOBRE AVALIAÇÃO

21 Avaliação - características Utilidade; Viável; Ética; Precisa.

22 Análise de questões encontradas em provas: 1)Relacione o nome das aranhas venenosas: 1. aranha marrom( ) Latrodectes 2. armadeira( ) Lycosa 3. tarântula( ) Loxóceles 4. viuva negra( ) Ortognata 5. Caranguejeira( ) Phoneutria 2. Cite todas as capitanias hereditárias e seus respectivos donatários.

23 3. COMPLETE: As cidades Finícias eram chefiadas por um _______, que governava com o apoio de ________, como os ______, os _______ e os membros do ____________. 4. Pela manhã os funcionários da cantina colocaram na geladeira 72,3 latas de refrigerante para gelar. À tarde foram colocadas 8,7 latas. Quantas latas foram colocadas na geladeira? 5. A área da superfície da Terra é cerca de ………. Km Qual a origem da terra roxa?

24 QUESTÃO: Dê sua opinião. O que você faria para acabar com a seca no Nordeste? RESPOSTA (totalmente absurda!): Não faria nada, absolutamente nada, pois tenho raiva de nordestino e quero que todo mundo se lasque. OUTRA FORMA DE PERGUNTAR : Neste mês estudamos quanto nossos irmãos do sertão nordestino sofrem com a seca que os assola. Imagine que você fosse uma autoridade com poderes para resolver, em parte, a questão. Apresente ao menos quatro medidas racionais e humanitárias que você tomaria para resolver o problema.

25 Questões com problemas de linguagens no comando. QUESTÃO: Como é a organização das abelhas numa colméia? RESPOSTAS: É jóia; É maravilhosa; É muito legal. OUTRA FORMA DE PERGUNTAR: Vimos, em nossas aulas de ciências, como é maravilhosa a organização das abelhas numa colméia, pois cada grupo de elementos da colméia tem uma função específica, para que o todo funcione em harmonia. Partindo desta idéia: a)Escreva a função de, ao menos, quatro grupos de elementos da colméia; b) Faça um paralelo entre o funcionamento da colméia e o de nossa escola, no tocante ao cumprimento das funções de cada um.

26 QUESTÃO: Comente a frase de Sócrates: conhece-te a ti mesmo. RESPOSTA DA ALUNA: Acho uma frase muito profunda, tão profunda que nem consigo captar seu real significado. Mas acho que Sócrates estava certo quando disse a frase, pois sendo um sábio não teria dito besteira. Assim, mesmo que eu nada entenda do que ele disse, tenho certeza que a frase tem um grande significado em todos os aspectos em que for analisada.

27 OUTRA FORMA DE PERGUNTAR: No estudo que fizemos em Filosofia da Educação, afirmamos que, para haver o desenvolvimento do indivíduo para a cidadania é preciso que ele conheça seu contexto social. Além disso, que ele tenha um profundo conhecimento de si mesmo. Nos debates que fizemos em aula, citamos a frase atribuída a Sócrates: conhece-te a ti mesmo. Partindo desta frase e das discussões feitas em aula sobre o assunto, explique o significado da frase no contexto da Filosofia da Educação.

28

29 Parece brincadeira … Encontre o x. Na figura ao lado, o x representa o valor da medida da hipotenusa do triângulo retângulo. Aplicando o Teorema de Pitágoras, calcule o valor do x.

30 Para refletir sobre avaliação? A avaliação numa abordagem por competências deve verificar não só os conhecimentos, mas a capacidade do aluno no enfrentamento de novas situações. Avaliação baseada em critérios relacionados com o saber, saber ser e saber fazer.

31 Como avaliamos em nossa escola? Qual a concepção de avaliação? Quais os critérios? Qual a função? Como utilizar a avaliação para ajustar o ensino as necessidades dos alunos? O que pensar sobre a elaboração de itens?

32 Como avaliamos em nossa escola? Na perspectiva da qualidade. Na perspectiva da quantidade.

33 Ainda pensando em critérios Qual o critério de avaliação? Atribuição de nota auxilia em seu aprimoramento? Como a avaliar para ajustar o ensino às necessidades de aprendizagem.

34 O instrumento de registro indica: O que foi realizado? Avanços? O que fazer para melhorar os instrumentos?

35 A minha tese é a seguinte: nunca se precisou tanto como hoje de uma educação que fosse além do pragmatismo. Nunca se precisou tanto fazer o que costumo chamar de a unidade dialética contraditória entre a leitura da palavra e a leitura do mundo ( Paulo Freire in Formação de Professores - Unesp)

36 Faz algum tempo, recebi um telefonema de um amigo que estava a ponto de dar um zero a um estudante pela resposta que tinha dado num problema de física, pese que este afirmava que sua resposta era absolutamente acertada. Professores e estudantes lembraram de pedir a opinião de alguém imparcial e fui eleito. REBELDIA CRIATIVA

37 Li a pergunta do exame que dizia: "Demonstre como é possível determinar a altura de um edifício com a ajuda de um barômetro". O estudante tinha respondido: - "Leve o barômetro ao terraço do edifício e amarra-lhe uma corda muito longa. Solte-o até a base do edifício, marque e meça. O tamanho da corda será o do edifício".

38 Realmente, o estudante tinha proposto um sério problema com a resolução do exercício, porque tinha respondido à pergunta correta e completamente. Por outro lado, se lhe concedia a máxima pontuação, poderia alterar a média de seu ano de estudos, obter uma nota mais alta e assim certificar seu alto nível em física; mas a resposta não confirmava que o estudante tivesse esse nível.

39 Sugeri que se desse ao aluno outra oportunidade. Concedi-lhe seis minutos para que me respondesse a mesma pergunta mas desta vez com a advertência de que na resposta devia demonstrar seus conhecimentos de física. Tinham passado cinco minutos e o estudante não tinha escrito nada. Perguntei-lhe se desejava espairecer, mas me contestou dizendo que teria muitas respostas ao problema. Sua dificuldade era escolher a melhor de todas. Desculpei-me por interromper-lhe e pedi que continuasse.

40 No minuto que restava escreveu a seguinte resposta: - "Pegue o barômetro e lança-o ao solo do terraço do edifício, calcule o tempo da queda com um cronômetro. Depois aplique a formula da altura. Assim obtemos a altura do edifício. Neste ponto perguntei a meu amigo se o estudante podia retirar-se. Deu-lhe a nota mas alta.

41 Logo depois, reencontrei-me com o estudante e pedi que me contasse suas outras respostas à pergunta. - Bom...- respondeu -...há muitas maneiras. Por exemplo, pegue o barômetro num dia ensolarado e meça a altura do barômetro e a longitude de sua sombra. Se medimos a seguir a longitude da sombra do edifício e aplicamos uma simples proporção, obteremos também a altura do edifício.

42 Perfeito, disse-lhe, e de outra maneira? E ele prontamente: - Este é um procedimento muito básico para medir a altura de um prédio, mas também serve. Neste método, pegue o barômetro e fique posicionado nas escadas do edifício no térreo. Então vá subindo as escadas enquanto marca a altura do barômetro e conte o número de marcas até o terraço. Multiplique, ao final, a altura do barômetro pelo numero de marcas e terá a altura. Este é um método muito simples e direto.

43 E continuando : - No entanto, se o que quer é um procedimento mas sofisticado, pode amarrar o barômetro a uma corda e movê-lo como se fosse um pêndulo. Se calculamos que quando o barômetro esta à altura do terraço a gravidade é zero e se temos em conta a medida da aceleração da gravidade ao descer o barômetro em trajetória circular ao passar pela perpendicular do edifício, da diferença destes valores, e aplicando uma singela formula trigonométrica, poderíamos calcular, sem dúvida, a altura do edifício.

44 Mas enfim... existem muitas outras. Provavelmente, a melhor seja pegar o barômetro e bater na porta do apartamento do zelador e quando ele abrir dizer: Oh meu senhor, tenho aqui este barômetro muito legal e bonito. Se você me dizer a altura exata do prédio, dou-lhe de presente.

45 Neste momento da conversa, perguntei-lhe se não conhecia a resposta convencional do problema(a diferença de pressão marcada pelo barômetro em dois lugares diferentes nos permite saber a diferença de altura entre estes mesmos dois pontos). - Evidente que sim, mas durante meus estudos, os professores sempre me incitaram a pensar.

46 O estudante se chamava Niels Bohr, prêmio Nobel de física em 1922, mas conhecido por ser o primeiro a propor o modelo do átomo como conhecemos hoje em dia, com prótons, nêutrons e elétrons nas camadas. Foi fundamentalmente um inovador da teoria quântica.

47 Ninguém educa ninguém, ninguém educa a si mesmo, os homens se educam entre si. Paulo Freire


Carregar ppt "DIRETORIA REGIONAL DE ENSINO DE ARAGUAÍNA SETOR REGIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO E ENSINO INTEGRAL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google