A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Redação Forense e Elementos da Gramática Professor Eduardo Sabbag.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Redação Forense e Elementos da Gramática Professor Eduardo Sabbag."— Transcrição da apresentação:

1 Redação Forense e Elementos da Gramática Professor Eduardo Sabbag

2 ORTOGRAFIA PREQUESTIONAMENTO PREEXISTENTE PREDETERMINADO

3 ORTOGRAFIA SOCIOECONÔMICO SOCIOPOLÍTICO SOCIOCULTURAL SOCIOEDUCATIVO (neologismo)

4 ORTOGRAFIA MÁ-FÉ (Plural: más-fés) BOA-FÉ (Isso foi feito na melhor das boas-fés.)

5 ORTOGRAFIA MAU-CARÁTER (Plural: maus-caracteres)

6 ORTOGRAFIA SUB-ROGAÇÃO SUB-ROGAR-SE (em) (O crédito tributário sub-roga-se na pessoa do adquirente)

7 ORTOGRAFIA – MÚSICA DO HÍFEN PROTO, EXTRA, PSEUDO, SEMI (mi) INFRA, SUPRA (pra) INTRA, NEO, ULTRA CONTRA e AUTO (to) LEVAM HÍFEN (fen) [pausa] ANTES DE -H E IDÊNTICA VOGAL.

8 ORTOGRAFIA CONTRAFÉ CONTRAMANDADO

9 ORTOGRAFIA O ACORDO MANDOU O HÍFEN PRA CASA… NÃO FUMANTE NÃO CUMPRIMENTO NÃO PAGAMENTO NÃO VIOLÊNCIA QUASE DELITO

10 ORTOGRAFIA REGRA REGRA: MÚSICA + ANTE, ANTI, ARQUI e SOBRE ANTIÉTICO ANTI-INFLAMATÓRIO (ACORDO) ARQUI-INIMIGO (ACORDO) ANTESSALA (ACORDO)

11 ORTOGRAFIA EXTRACONJUGAL EXTRAJUDICIAL EXTRAOFICIAL (sem hífen) (ACORDO)

12 ORTOGRAFIA SUPRACITADO SUPRAMENCIONADO

13 ORTOGRAFIA INFRA-ASSINADO INFRAESTRUTURA (sem hífen) (ACORDO)

14 ORTOGRAFIA CONTRARRAZÕES (ACORDO) CONTRA-ARRAZOAR CONTRA-ARRAZOADO

15 ORTOGRAFIA (Acordo) COAUTOR (A) CODEVEDOR (A) COPROPRIETÁRIO (A) CODEMANDADO (A) CODENUNCIADO (A) COOBRIGADO (A)

16 ORTOGRAFIA (ACORDO) COERDEIRO (A) CORRÉU CORRÉ CORRESPONSÁVEL

17 ORTOGRAFIA TÃO SOMENTE (sem hífen) (ACORDO)

18 ORTOGRAFIA SEÇÃO x SESSÃO x CESSÃO 1. SESSÃO DE JÚRI 2. SEÇÕES DO TRIBUNAL (= repartições) 3. CESSÃO DE DIREITOS 3.1. INTERCESSÃO DO JUIZ

19 ORTOGRAFIA MERITÍSSIMO (e não MERE...)

20 ACENTUAÇÃO ASSEMBLEIA (sem acento) (ACORDO) RÉU

21 ACENTUAÇÃO O ACORDO MANDOU O ACENTO DIFERENCIAL (CIRCUNFLEXO) PRA CASA… CREEM DEEM LEEM VEEM... e verbos derivados: DESCREEM, RELEEM, PROVEEM

22 ACENTUAÇÃO O que não sofreu alteração… ELE TEM – ELES TÊM ELE MANTÉM – ELES MANTÊM ELE VEM – ELES VÊM ELE CONVÉM – ELES CONVÊM ELE INTERVÉM – ELES INTERVÊM

23 ACENTUAÇÃO O ACORDO MANDOU O TREMA PRA CASA… QUINQUÊNIO FREQUÊNCIA CONSEQUÊNCIA ARGUIR

24 ACENTUAÇÃO POLO ATIVO (ACORDO) POLO PASSIVO (ACORDO)

25 ACENTUAÇÃO ITEM e ITENS (paroxítonas não acentuadas)

26 ACENTUAÇÃO FÓRUM ÁLBUM MÉDIUM QUORUM (latinismo, não acentuado)

27 SILABADA RUBRICA (sílaba tônica -BRI) RECORDE (sílaba tônica -COR)

28 SILABADA FORTUITO (sílaba tônica -TUI) GRATUITO (sílaba tônica -TUI)

29 SILABADA MISTER (sílaba tônica -TER) RUIM (sílaba tônica -IM) NESSE ÍNTERIM (sílaba tônica -ÍN)

30 PRONÚNCIA SUBSÍDIO /ss/ SUBSISTÊNCIA /z/ ou /ss/

31 PRONÚNCIA INEXORÁVEL /z/

32 PRONÚNCIA HORA EXTRA /êx/

33 PRONÚNCIA EU IMPUGNO (e não /...pugui.../ ) EU DESIGNO (e não /...sigui.../ )

34 PRONÚNCIA ELE ROUBA (e não /...rób.../ ) EU OPTO (e não /opi.../ ) EU REQUEIRO (e não /...quero/ )

35 PALAVRAS DE DUPLA PROSÓDIA PROTOCOLAR ou PROTOCOLIZAR

36 PALAVRAS DE DUPLA PROSÓDIA VEREDICTO ou VEREDITO

37 PALAVRAS DE DUPLA PROSÓDIA (O / A) XÉROX ou (O / A) XEROX

38 PALAVRAS DE DUPLA PROSÓDIA PROJÉTIL (Plural: projéteis) ou PROJETIL (Plural: projetis)

39 PALAVRAS DE DUPLA PROSÓDIA AUTÓPSIA ou AUTOPSIA (ACORDO)

40 PALAVRAS DE DUPLA PROSÓDIA NECRÓPSIA (ACORDO) ou NECROPSIA

41 PARÔNIMOS INFRINGIR x INFLIGIR ELE INFRINGIU A NORMA (= desrespeitou) O JUIZ INFLIGIU A PENALIDADE (= aplicou)

42 PARÔNIMOS DESCRIMINAR x DISCRIMINAR MUITOS QUEREM DESCRIMINAR O ABORTO (= descriminalizar) VAMOS DISCRIMINAR OS RESULTADOS (= diferenciar) continua

43 PARÔNIMOS OBSERVAÇÃO: NOTE O ERRO NO DISPOSITIVO LEGAL Art. 16, II, do Decreto-lei 413/69): Data de pagamento; se a nota for emitida para pagamento parcelado, acrescentar-se-á cláusula DESCRIMINANDO valor e data de pagamento das prestações.

44 PARÔNIMOS REMISSÃO x REMIÇÃO REMISSÃO VERBO REMITIR = PERDOAR; FAZER MENÇÃO A. REMIÇÃO VERBO REMIR = RESGATAR

45 PARÔNIMOS INCERTO x INSERTO INCERTO = INCORRETO INSERTO = INSERIDO

46 PARÔNIMOS ELIDIR x ILIDIR ELIDIR = ELIMINAR ILIDIR = REBATER

47 O QUE NÃO EXISTE... ERRO: IMPAGAR ERRO: VERBAS IMPAGAS... ACEITA-SE: IMPAGÁVEL

48 O QUE NÃO EXISTE... ERRO: INAPLICAR ERRO: ELE INAPLICOU O DISPOSITIVO... ACEITAM-SE: INAPLICÁVEL; INAPLICADO

49 O QUE NÃO EXISTE... VERBOS INEXISTENTES: INACOLHER INOCORRER MAS... INADMITIR e INEXISTIR existem!

50 O QUE NÃO EXISTE... EXPRESSÃO ERRÔNEA: NO QUE PERTINE... ACEITAM-SE: NO QUE CONCERNE...; NO TOCANTE A...; NO CONCERNENTE...

51 O QUE NÃO EXISTE... PALAVRA ERRÔNEA: INOBSTANTE... ACEITAM-SE: NÃO OBSTANTE; NADA OBSTANTE

52 O QUE NÃO EXISTE... IMPROVER x DESPROVER ERROS: IMPROVER; IMPROVIMENTO TROQUE POR: DESPROVER; DESPROVIMENTO ACEITA-SE: IMPROVIDO (ou DESPROVIDO)

53 O QUE NÃO EXISTE... EVITE: A NÍVEL DE... ( F ) DECISÃO A NÍVEL DE DIRETORIA... ( V ) DECISÃO DA DIRETORIA... ACEITAM-SE: EM NÍVEL DE (para níveis) e AO NÍVEL DE (= à altura de)

54 O QUE NÃO EXISTE... EVITE: HAJA VISTO... ( F ) HAJA VISTO O OCORRIDO, TOMEI AS PROVIDÊNCIAS. ( V ) HAJA VISTA O OCORRIDO, TOMEI AS PROVIDÊNCIAS.

55 NORMAS CULTAS DA LÍNGUA PORTUGUESA O DECRETO IRÁ VIGER (e não VIGIR) O DECRETO VIGEU (e não VIGIU) O DECRETO ESTÁ VIGENDO (e não VIGINDO)

56 NORMAS CULTAS DA LÍNGUA PORTUGUESA ELE É MAIOR (e não DE MAIOR) ELE É DE MAIOR IDADE (aceitável)

57 NORMAS CULTAS DA LÍNGUA PORTUGUESA POSTO QUE ( F ) JULGO PROCEDENTE O PEDIDO, POSTO QUE FICOU PROVADO... ( V ) JULGAREI PROCEDENTE O PEDIDO, POSTO QUE NÃO FIQUE CONVENCIDO...

58 NORMAS CULTAS DA LÍNGUA PORTUGUESA ACEITAM-SE: POSTO ISSO ISSO POSTO POSTO ISTO ISTO POSTO PREFIRA: POSTO ISSO

59 NORMAS CULTAS DA LÍNGUA PORTUGUESA SITO, SITUADO, RESIDENTE, DOMICILIADO PREPOSIÇÃO: EM ( EM+A = NA; EM+O = NO ) ( F ) A EMPRESA ESTÁ SEDIADA À RUA TAL... ( V ) A EMPRESA ESTÁ SEDIADA NA RUA TAL...

60 NORMAS CULTAS DA LÍNGUA PORTUGUESA ATRAVÉS ( F ) PROVAREI ATRAVÉS DE TESTEMUNHAS... ( V ) PROVAREI [ POR MEIO DE / POR INTERMÉDIO DE ] TESTEMUNHAS...

61 VERBOS ABUNDANTES PAGAR: PAGO e PAGADO PEGAR: PEGO e PEGADO GASTAR: GASTO e GASTADO e outros. IMPORTANTE: CHEGAR NÃO É VERBO ABUNDANTE! NÃO EXISTE A FORMA CHEGO, APENAS CHEGADO.

62 PONTUAÇÃO PONTUE A FRASE: lei 5172 de 25 de Outubro de CORREÇÃO: Lei 5.172, de 25 de outubro de 1966.

63 CORRIJA AGORA! ( F ) O ADVOGADO SE SOBRESSAIU. ( V ) O ADVOGADO SOBRESSAIU.

64 CORRIJA AGORA! ( F ) O ADVOGADO OBEDECEU O RITO PROCESSUAL. ( V ) O ADVOGADO OBEDECEU AO RITO PROCESSUAL.

65 CORRIJA AGORA! ( F ) O ADVOGADO SE DEPAROU COM O PROBLEMA. ( V ) O ADVOGADO DEPAROU COM O PROBLEMA.

66 CORRIJA AGORA! ( F ) O ADVOGADO INTERMEDIA O ACORDO. ( V ) O ADVOGADO INTERMEDEIA O ACORDO.

67 CORRIJA AGORA! ( F ) ISSO IMPLICA NA PERDA DO CARGO. ( V ) ISSO IMPLICA A PERDA DO CARGO.

68 CORRIJA AGORA! ( F ) O JUIZ PREFERE FALAR DO QUE ESCREVER. ( V ) O JUIZ PREFERE FALAR A ESCREVER.

69 CORRIJA AGORA! ( F ) ENSINO À DISTÂNCIA. ( V ) ENSINO A DISTÂNCIA. (V) ELE ESTÁ À DISTÂNCIA DE DOIS METROS.

70 CORRIJA AGORA! ( F ) ANTE AO EXPOSTO, JULGO PROCEDENTE O PEDIDO. O ( V ) ANTE O EXPOSTO, JULGO PROCEDENTE O PEDIDO.

71 O JUNCO E O CIPRESTE (Tradução: Castro Alves) Ao lúgubre cipreste em voz plangente O junco melancólico dizia: Que triste sorte a minha! Ergui-me tão alegre e tão contente Quando a alvorada vinha! E já sem força e já sem energia Curvo a cabeça... E lânguido e sozinho Sinto que vou morrer. Ah! por que a sorte Dando-te vida, só me guarda morte? E o cipreste dizia: A dor foi sempre eterna, Mas a fortuna só perdura um dia! E o junco respondia: Em ti simbolizaram a tristeza, Em mim somente o anelo Dos que no amor esperam. Como é que nunca dobras a cabeça, Nem a raiva das chuvas e dos ventos A cor sequer te alteram? Daqueles que de tudo desesperam Para lembrar a lúgubre aflição, Só existe uma cor, disse o cipreste... E se jamais tu viste Curvar minha folhagem para o chão... É que desprezo o mundo baixo e triste E mergulho a cabeça n'amplidão. D. Guillermo Gana

72 CORRIJA AGORA! MUITO OBRIGADO. RESPOSTAS INADEQUADAS: DE NADA. NÃO HÁ DE QUÊ. OBRIGADO, VOCÊ. continua

73 CORRIJA AGORA! PREFIRA AS RESPOSTAS: 1. POR NADA - NÃO HÁ POR QUÊ - NÃO HÁ O QUÊ 2. OBRIGADO, EU [ = OBRIGADO, (digo) EU] 3. OBRIGADO, A VOCÊ (= ESTOU OBRIGADO EM RELAÇAO A VOCÊ)

74 FACEBOOK: /eduardosabbag Abraços e bons estudos!


Carregar ppt "Redação Forense e Elementos da Gramática Professor Eduardo Sabbag."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google