A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

01-Texto, Linguagem e a redação no ENEM – Eixos Cognitivos 1)DOMINAR LINGUAGENS 1)DOMINAR LINGUAGENS 2)COMPREENDER FENÔMENOS 2)COMPREENDER FENÔMENOS 3)ENFRENTAR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "01-Texto, Linguagem e a redação no ENEM – Eixos Cognitivos 1)DOMINAR LINGUAGENS 1)DOMINAR LINGUAGENS 2)COMPREENDER FENÔMENOS 2)COMPREENDER FENÔMENOS 3)ENFRENTAR."— Transcrição da apresentação:

1 01-Texto, Linguagem e a redação no ENEM – Eixos Cognitivos 1)DOMINAR LINGUAGENS 1)DOMINAR LINGUAGENS 2)COMPREENDER FENÔMENOS 2)COMPREENDER FENÔMENOS 3)ENFRENTAR SITUAÇÕES – PROBLEMA 3)ENFRENTAR SITUAÇÕES – PROBLEMA 4)CONSTRUÇÃO ARGUMENTAÇÃO 4)CONSTRUÇÃO ARGUMENTAÇÃO 5)ELABORAR PROPOSTAS 5)ELABORAR PROPOSTAS

2 COMPETÊNCIAS PARA REDAÇÃO I-DEMONSTRAR DOMÍNIO DA NORMA PADRÃO DA LÍNGUA ESCRITA I-DEMONSTRAR DOMÍNIO DA NORMA PADRÃO DA LÍNGUA ESCRITA II-COMPREENDER A PROPOSTA DE REDAÇÃO E APLICAR CONCEITOS DAS VÁRIAS ÁREAS DO CONHECIMENTO, DENTRO DOS LIMITES ESTRUTURAIS DO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO II-COMPREENDER A PROPOSTA DE REDAÇÃO E APLICAR CONCEITOS DAS VÁRIAS ÁREAS DO CONHECIMENTO, DENTRO DOS LIMITES ESTRUTURAIS DO TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO III-SELECIONAR, RELACIONAR, ORGANIZAR E INTERPRETAR INFORMAÇÕES, FATOS, OPINIÕES E ARGUMENTOS EM DEFESA DE UM PONTO DE VISTA. III-SELECIONAR, RELACIONAR, ORGANIZAR E INTERPRETAR INFORMAÇÕES, FATOS, OPINIÕES E ARGUMENTOS EM DEFESA DE UM PONTO DE VISTA. IV- DEMONSTRAR CONHECIMENTOS DOS MECANISMOS LINGUÍSTICOS NECESSÁRIOS PARA A CONSTRUÇÃO DA ARGUMENTAÇÃO. IV- DEMONSTRAR CONHECIMENTOS DOS MECANISMOS LINGUÍSTICOS NECESSÁRIOS PARA A CONSTRUÇÃO DA ARGUMENTAÇÃO. V- ELABORAR PROPOSTA DE SOLUÇÃO PARA O PROBLEMA ABORDADO, RESPEITANDO OS VALORES HUMANOS E CONSIDERANDO A DIVERSIDADE SÓCIO- CULTURAL V- ELABORAR PROPOSTA DE SOLUÇÃO PARA O PROBLEMA ABORDADO, RESPEITANDO OS VALORES HUMANOS E CONSIDERANDO A DIVERSIDADE SÓCIO- CULTURAL

3 02- O TEXTO DISSERTATIVO- ARGUMENTATIVO 1-CONTEÚDO 1-CONTEÚDO 2-ESTRUTURA 2-ESTRUTURA 3 – LINGUAGEM 3 – LINGUAGEM 4-DIFERENCIAIS PARA O ENEM 4-DIFERENCIAIS PARA O ENEM

4 PROPOSTA DE REDAÇÃO Qual a relação entre o homem e o tempo? Qual a relação entre o homem e o tempo?

5 Redija uma dissertação em prosa, na qual você apontará, sucintamente, as diferentes concepções do tempo, presentes nos três textos abaixo, e argumentará em favor da concepção do tempo com a qual você mais se identifica. TEXTO 1 Mais do que nunca a história é atualmente revista ou inventada por gente que não deseja o passado real, mas somente um passado que sirva a seus objetivos. (...) Os negócios da humanidade são hoje conduzidos especialmente por tecnocratas, resolvedores de problemas, para quem a história é quase irrelevante; por isso, ela passou a ser mais importante para nosso entendimento do mundo do que anteriormente. (Eric Hobsbawm, Tempos interessantes: uma vida no século XX) TEXTO 1 Mais do que nunca a história é atualmente revista ou inventada por gente que não deseja o passado real, mas somente um passado que sirva a seus objetivos. (...) Os negócios da humanidade são hoje conduzidos especialmente por tecnocratas, resolvedores de problemas, para quem a história é quase irrelevante; por isso, ela passou a ser mais importante para nosso entendimento do mundo do que anteriormente. (Eric Hobsbawm, Tempos interessantes: uma vida no século XX)

6 TEXTO 2 O que existe é o dia-a-dia. Ninguém vai me dizer que o que aconteceu no passado tem alguma coisa a ver com o presente, muito menos com o futuro. Tudo é hoje, tudo é já. Quem não se liga na velocidade moderna, quem não acompanha as mudanças, as descobertas, as conquistas de cada dia, fica parado no tempo, não entende nada do que está acontecendo. (Herberto Linhares, depoimento) O que existe é o dia-a-dia. Ninguém vai me dizer que o que aconteceu no passado tem alguma coisa a ver com o presente, muito menos com o futuro. Tudo é hoje, tudo é já. Quem não se liga na velocidade moderna, quem não acompanha as mudanças, as descobertas, as conquistas de cada dia, fica parado no tempo, não entende nada do que está acontecendo. (Herberto Linhares, depoimento)

7 TEXTO 3 Não se afobe, não, Que nada é pra já, O amor não tem pressa, Ele pode esperar em silêncio Num fundo de armário, Na posta-restante, Milênios, milênios No ar... E quem sabe, então, O Rio será Alguma cidade submersa. Os escafandristas virão Explorar sua casa, Seu quarto, suas coisas, Sua alma, desvãos... Sábios em vão Tentarão decifrar O eco de antigas palavras, Fragmentos de cartas, poemas, Mentiras, retratos, Vestígios de estranha civilização. Não se afobe, não, Que nada é pra já, Amores serão sempre amáveis. Futuros amantes quiçá Se amarão, sem saber, Com o amor que eu um dia Deixei pra você. (Chico Buarque, "Futuros amantes") Não se afobe, não, Que nada é pra já, O amor não tem pressa, Ele pode esperar em silêncio Num fundo de armário, Na posta-restante, Milênios, milênios No ar... E quem sabe, então, O Rio será Alguma cidade submersa. Os escafandristas virão Explorar sua casa, Seu quarto, suas coisas, Sua alma, desvãos... Sábios em vão Tentarão decifrar O eco de antigas palavras, Fragmentos de cartas, poemas, Mentiras, retratos, Vestígios de estranha civilização. Não se afobe, não, Que nada é pra já, Amores serão sempre amáveis. Futuros amantes quiçá Se amarão, sem saber, Com o amor que eu um dia Deixei pra você. (Chico Buarque, "Futuros amantes")

8 Dissertação exemplar : Título: Sob controle Introdução: Raras são as pessoas que no mundo contemporâneo podem passar um dia sequer sem consultar o relógio. Seja pela necessidade de atender um compromisso, seja para saber a hora de um programa de TV ou até mesmo por puro vício, o fato é que todos dependemos da medição do tempo. Isso é de tal forma comum que muitos chegam a pensar que essa relação é natural e não traz prejuízos ao homem. Será?

9 Desenvolvimento: Um olhar atento para a História permite verificar algo que nos esquecemos quando prestamos atenção apenas ao presente: o homem sempre quis controlar o tempo. Os relógios de sol das antigas civilizações são as provas cabais disso.Ou mesmo a percepção de fenômenos naturais que indicavam mudanças nas estações. Sob esse prisma, não há como negar que a relação do homem com o tempo está distante de ser uma novidade que nos deixa alarmados. Um olhar atento para a História permite verificar algo que nos esquecemos quando prestamos atenção apenas ao presente: o homem sempre quis controlar o tempo. Os relógios de sol das antigas civilizações são as provas cabais disso.Ou mesmo a percepção de fenômenos naturais que indicavam mudanças nas estações. Sob esse prisma, não há como negar que a relação do homem com o tempo está distante de ser uma novidade que nos deixa alarmados.

10 Desenvolvimento Na verdade, o que ocorreu com o passar dos séculos foi uma transformação na maneira de realizar o controle do tempo. Com tecnologias cada vez mais sofisticadas, o ser humano começou a administrar essa medição com uma enorme exatidão e nas menores frações. Isso acabou por produzir uma relação viciosa: quanto mais precioso é o controle do tempo, mas rápidas são as atividades; quanto mais rápidas as atividades, maior é a necessidade de controlar o tempo. Na verdade, o que ocorreu com o passar dos séculos foi uma transformação na maneira de realizar o controle do tempo. Com tecnologias cada vez mais sofisticadas, o ser humano começou a administrar essa medição com uma enorme exatidão e nas menores frações. Isso acabou por produzir uma relação viciosa: quanto mais precioso é o controle do tempo, mas rápidas são as atividades; quanto mais rápidas as atividades, maior é a necessidade de controlar o tempo.

11 Conclusão: Diante desse fato histórico, poderíamos ficar com a sensação de que, em essência, pouco mudou. Afinal, do relógio de sol ao relógio digital a diferença é apenas quantitativa. No entanto, esse não é um detalhe desprezível, haja vista a presença de relógios em todas as esferas da vida humana regendo o funcionamento da vida atual. Não deixa de ser irônico: o homem queria ter o tempo sob controle, agora ele próprio está sob controle da sua invenção. Diante desse fato histórico, poderíamos ficar com a sensação de que, em essência, pouco mudou. Afinal, do relógio de sol ao relógio digital a diferença é apenas quantitativa. No entanto, esse não é um detalhe desprezível, haja vista a presença de relógios em todas as esferas da vida humana regendo o funcionamento da vida atual. Não deixa de ser irônico: o homem queria ter o tempo sob controle, agora ele próprio está sob controle da sua invenção.


Carregar ppt "01-Texto, Linguagem e a redação no ENEM – Eixos Cognitivos 1)DOMINAR LINGUAGENS 1)DOMINAR LINGUAGENS 2)COMPREENDER FENÔMENOS 2)COMPREENDER FENÔMENOS 3)ENFRENTAR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google