A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PERIODIZAÇÃO MODELOS CONTEMPORÂNEOS Ms Artur Monteiro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PERIODIZAÇÃO MODELOS CONTEMPORÂNEOS Ms Artur Monteiro."— Transcrição da apresentação:

1 PERIODIZAÇÃO MODELOS CONTEMPORÂNEOS Ms Artur Monteiro

2 SISTEMA DE PERIODIZAÇÃO EM BLOCO (Verkoshanski, 1990)

3 Características fundamentais do modelo em Bloco Individualização das cargas de treinamento. Princípios individuais de adaptação. Individualização das cargas de treinamento. Princípios individuais de adaptação. Concentração de cargas de uma mesma orientação em períodos curtos de tempo. Redução das capacidades/objetivos dentro das meso-estruturas. Concentração de cargas de uma mesma orientação em períodos curtos de tempo. Redução das capacidades/objetivos dentro das meso-estruturas. Desenvolvimento consecutivo de capacidades/objetivos (efeito residual das cargas anteriores). Desenvolvimento consecutivo de capacidades/objetivos (efeito residual das cargas anteriores). Incremento do trabalho especial (Adaptações específicas). Incremento do trabalho especial (Adaptações específicas).

4 Objetivo do processo de treinamento A velocidade de execução/movimento é o fator básico que assegura o resultado desportivo e o crescimento do nível de rendimento. A velocidade de execução/movimento é o fator básico que assegura o resultado desportivo e o crescimento do nível de rendimento. Componente fundamental da técnica desportiva. Componente fundamental da técnica desportiva. Avaliação da eficácia do processo de treinamento. Avaliação da eficácia do processo de treinamento.

5 Organização do processo de treinamento (Manso, 1996) Conhecer a realidade do esporte moderno, alicerçado nos seguintes aspectos Conhecer a realidade do esporte moderno, alicerçado nos seguintes aspectos Incremento contínuo do nível dos resultados Incremento contínuo do nível dos resultados Elevação dos níveis das competições Elevação dos níveis das competições Aumento dos interesses que rodeiam o esporte de competição (econômico, social e político). Aumento dos interesses que rodeiam o esporte de competição (econômico, social e político). Utilização de cargas altas de treino que eram impensáveis há anos atrás Utilização de cargas altas de treino que eram impensáveis há anos atrás Utilização da ciência e tecnologia a serviço do esporte de alto nível Utilização da ciência e tecnologia a serviço do esporte de alto nível

6 Organização do processo de treinamento (Manso, 1996) Conceito metodológico da preparação Conceito metodológico da preparação Durante o processo de treinamento ênfase a atividade motora específica. Durante o processo de treinamento ênfase a atividade motora específica. A utilização de treinamentos sem especificidade não são adequados neste modelo de treinamento quando pensamos em atletas de elite. A utilização de treinamentos sem especificidade não são adequados neste modelo de treinamento quando pensamos em atletas de elite. Importante reproduzir situações específicas de competições durante os treinamentos, porém deve se tomar cuidado para não tratar os treinos como se fossem competições. Importante reproduzir situações específicas de competições durante os treinamentos, porém deve se tomar cuidado para não tratar os treinos como se fossem competições.

7 Organização do processo de treinamento (Manso, 1996) Linhas gerais de treinamento: Linhas gerais de treinamento: Neccessário utilizar meios e métodos de treinamentos com cargas de direções unlitarerais. Neccessário utilizar meios e métodos de treinamentos com cargas de direções unlitarerais. Entende que em atletas de nível médio podemos utilizar cargas de direções multilaterias, porém não em atletas de elite. Entende que em atletas de nível médio podemos utilizar cargas de direções multilaterias, porém não em atletas de elite. Utilização de cargas concentradas de treinamento em sucessão cronológica de cada fator determinante, como objetivo de gerar alta ênfase de adaptações em cada etapa de treinamento. Utilização de cargas concentradas de treinamento em sucessão cronológica de cada fator determinante, como objetivo de gerar alta ênfase de adaptações em cada etapa de treinamento. A concentração das cargas de treinamento depende de cada modalidade esportiva. A concentração das cargas de treinamento depende de cada modalidade esportiva.

8 Organização do processo de treinamento (Manso, 1996) Organização do Treinamento Organização do Treinamento Utilização de cargas concentradas durante um tempo adequado com o propósito de gerar altas ênfases adaptativas, para explorar as reservas de adaptação do atleta, sugere-se um período de aproximadamente 20 semanas de período de treinamento. Utilização de cargas concentradas durante um tempo adequado com o propósito de gerar altas ênfases adaptativas, para explorar as reservas de adaptação do atleta, sugere-se um período de aproximadamente 20 semanas de período de treinamento. Durante este período deve-se ter em conta os seguintes princípios (Verkhoshanski, 1982 apud Manso 1996): Durante este período deve-se ter em conta os seguintes princípios (Verkhoshanski, 1982 apud Manso 1996): Período dividido em fases distintas. Na primeira etapa se concentra um grande volume de trabalho em relação à preparação específica. Período dividido em fases distintas. Na primeira etapa se concentra um grande volume de trabalho em relação à preparação específica. Na segunda etapa o volume é baixo, porém as cargas específicas são mais intensas. Na segunda etapa o volume é baixo, porém as cargas específicas são mais intensas. Cada etapa recebe o nome de bloco (o autor de forma proposital evita utilizar a palavra período). Cada etapa recebe o nome de bloco (o autor de forma proposital evita utilizar a palavra período).

9 Organização do processo de treinamento (Manso, 1996) Todas as fases se caracterizam por cargas concentradas de treinamento. Todas as fases se caracterizam por cargas concentradas de treinamento. A proposta tradicional de volume e intensidade de carga se modifica durante este período (concentrado). O volume comparado com o método tradicional aumenta e diminui mais rapidamente, produzindo a continuação num incremento intensivo de carga de treinamento. A proposta tradicional de volume e intensidade de carga se modifica durante este período (concentrado). O volume comparado com o método tradicional aumenta e diminui mais rapidamente, produzindo a continuação num incremento intensivo de carga de treinamento. Não se utiliza de cargas de treinamento que sejam conflitantes, ou seja, concorrentes. Não se utiliza de cargas de treinamento que sejam conflitantes, ou seja, concorrentes.

10 Macrociclo de preparação do atleta (Verkochansky, 1995) Bloco A: Concentram-se as cargas de força, constituídas predominantemente pelos meios de preparação de força especial. Bloco A: Concentram-se as cargas de força, constituídas predominantemente pelos meios de preparação de força especial. Maior volume da temporada Maior volume da temporada Desestabilizar os níveis de performance da temporada anterior Desestabilizar os níveis de performance da temporada anterior Criar as condições necessárias para aumento da performance posterior Criar as condições necessárias para aumento da performance posterior Tem duração média de 12 semanas Tem duração média de 12 semanas Ex: exercícios de multisaltos, força rápida e treinamento de cargas mistas na musculação (altos volumes).

11 Macrociclo de preparação do atleta (Verkochansky, 1995) Bloco B: Período de preparação da velocidade. Bloco B: Período de preparação da velocidade. Tem duração entre 2 meses e meio a 3 meses Tem duração entre 2 meses e meio a 3 meses Diminuição do volume (caracteriza-se por um período de taper) Diminuição do volume (caracteriza-se por um período de taper) Aperfeiçoamento capacidades competitivas Aperfeiçoamento capacidades competitivas Ex: Treinamento da velocidade e potência para esportes de força e velocidade em situações específicas de jogo ou combate.

12

13 ABC (Verkoshanski, 1990) MODELO SIMPLES

14 A (Verkoshanski, 1990) B C A BC ETAPA 1 ETAPA 2 MODELO DUPLO

15 A (Verkoshanski, 1990) BCAB C ETAPA 1 ETAPA 2 ETAPA 3 C BA MODELO TRIPLO

16 ORGANIZAÇÃO DAS CARGAS CARGAS CONCENTRADAS X CARGAS DILUÍDAS (Verkoshanski, 1990) AB A – Cargas Concentradas B – Cargas Diluídas I V Carga I V Carga

17 EFEITOS DO TREINAMENTO CARGAS CONCENTRADAS X CARGAS DILUÍDAS (Verkoshanski, 1990) B A A – Cargas Concentradas B – Cargas Diluídas

18 Cronograma do modelo de bloco para o futebol de campo

19 Provas de Potência

20 Provas de Meios Fundo

21 Provas de Fundo

22 MODELOS DE TREINAMENTO

23 DESPORTOS DE FORÇA-POTÊNCIA (Verkoshanski, 1990)

24 ETAPA 1ETAPA 2 TG TT V (Verkoshanski, 1990)

25 DESPORTO DE COMBATE - LUTAS (Verkoshanski, 1990)

26 ETAPA 1ETAPA 2ETAPA 3 ETAPA 1ETAPA 2ETAPA 3 FA RGF RA RAN FE RA RAN T V (Verkoshanski, 1990)

27 DESPORTOS DE RESISTÊNCIA - FUNDO (Verkoshanski, 1990)

28 ETAPA 1ETAPA 2 FA RGF RA RAN RA RAN RM RAA (Verkoshanski, 1990)

29 FUTSAL (Monteiro, 2005)

30 - Aumento - Aumento - Manutenção - Manutenção - Diminuição - Diminuição - Pouco Importante - Importante - Muito Inportante - Muitíssimo Importante C – Choque O – Ordinário E – Estabilizador R - Recuperativo (Monteiro, 2005)

31 BLOCO A

32 Segunda MANHÃ F. Explosiva Saltos gerais: volume de 120 saltos R.Velocidade 5 x 5m e 5 x 10m pausa 20 seg NOITE Treino técnico 60 min Terça MANHÃ Força máxima - 4x4RM pausa 3min NOITE Treino técnico 60 min Quarta MANHÃ Força Expecial - Corrida tracionada: 4x8 acelerações x 15metros NOITE Treino técnico/ tático 60 min Quinta MANHÃ Força máxima - 4x4RM pausa 3min NOITE Treino tático coletivo 60 min Sexta MANHÃ Força Explosiva – Saltos Gerais volume de 130 saltos R.Velocidade 5 x 5m e 5 x 10m pausa 20 seg NOITE Treino tático - coletivo 60 min Sábado MANHÃ Treino em circuito: 8 estações 30x – 4 passagens 3 min intervalo Coletivo 30 min Domingo OFF

33 Segunda MANHÃ Força Especial Corrida tracionada: 4 x 10 acelerações x tracionado seguido de sem resistência Resistência especial 20 min: método jogo: 2 toques recebendo a bola sempre em movimento NOITE Treino técnico 80 min Terça MANHÃ F. Explosiva - Saltos gerais: volume de 140 saltos Velocidade - 10 x 5m e 10 x 10m pausa 1 min NOITE Treino tático 80m min Quarta MANHÃ Força Especial Corrida tracionada: 4 x 10 acelerações x tracionado seguido de sem resistência Resistência especial 20 min: método jogo: 2 toques recebendo a bola sempre em movimento NOITE Coletivo 60 min Quinta MANHÃ Força máxima 4x4RM pausa 3min – agachamento e leg press R.Velocidade - 10 x 5m e 10 x 10m pausa 20 seg NOITE Treino tático/coletivo 80 min Sexta MANHÃ Força Especial - Corrida tracionada: 5 x 8 acelerações x tracionado seguido de sem resistência Resistência especial 20 min: método jogo: 2 toques recebendo a bola sempre em movimento NOITE Treino tático/coletivo 80 min Sábado MANHÃ Força máxima - 4x4RM pausa 3min (agachamento e leg press) R.Velocidade - 5 x 5m e 5 x 10m pausa 20 seg Domingo OFF

34 Segunda MANHÃ Velocidade - 5 x 5m e 5 x 10m pausa 1-2 min Agilidade - 5 x 4x4m Pausa 2min F. Explosiva Salto profundo: volume de 30 saltos (5x6 pausa 3min) NOITE Técnico/Tático – 80 min Terça NOITE Treino tático 80m min Quarta MANHÃ Força máxima - 4x4RM pausa 3min – agachamento e leg press Resistência de velocidade: x 2 acelerações de 5, 7, 10, 12, NOITE Coletivo 60 min Quinta MANHÃ Resistência especial 30 min: método jogo: 2 toques recebendo a bola sempre em movimento Treino em circuito: 8 estações x – 4 voltas NOITE Treino tático/coletivo 80 min Sexta MANHÃ F. Explosiva Salto profundo: volume de 40 saltos no regime excêntrico e concêntrico. A cada 4 saltos, uma aceleração de com mudanças de direção – pausa 2 min. NOITE Treino tático/coletivo 80 min Sábado Força máxima 4x4RM pausa 3min – agachamento e leg press Velocidade - 10 x 5m e 10 x 10m pausa 1-2 min Agilidade - 10 x 4x4m - Pausa 2min Domingo OFF

35 BLOCO B

36 Segunda MANHÃ Resistência de velocidade: 8 séries x 2 acelerações de 5, 7, 10, 12, pausa 30 seg NOITE Velocidade - 5 x 5m e 5 x 10m pausa 1-2 min Agilidade - 5 x 4x4m e pausa 2min Treino técnico/tático 60 min Terça MANHÃ Força máxima - 2x4RM - pausa 3min - agachamento e leg press Treino tático/ coletivo 40 min NOITE Treino tático/ coletivo 60 min Quarta Treino tático - 40 min NOITE Jogo Quinta MANHÃ Resistência Geral - circuito: 8 estações 30x – 2 voltas Treino tático 60 min NOITE Velocidade - 5 x 5m e 5 x 10m pausa 1-2 min Agilidade - 5 x 4x4m pausa 2min Treino tático/coletivo 60 min Sexta NOITE Jogo Sábado MANHÃ Treino em circuito: 8 estações 30x – 3 voltas DomingoOFF

37 Segunda MANHÃ Resistência especial: 4 x 5 x 5 min (pausa 5 min) – método jogo – acima da intensidade competitiva NOITE Treino técnico/tático 60 min Terça MANHÃ Velocidade - 3 x 5m e 5 x 10m pausa 1-2 min Agilidade - 3 x 4x4m pausa 2min Treino tático/ coletivo 40 min NOITE Treino tático/coletivo 60 min Quarta NOITE Jogo Quinta MANHÃ Treino tático/coletivo 60 min NOITE Treino tático/coletivo 30 min Resistência especial: 2 x 5 x 5 min (pausa 5 min) – método jogo – acima da intensidade competitiva Sexta NOITE Jogo Sábado MANHÃ Treino em circuito: 8 estações 30x – 3 voltas Domingo OFF

38 Segunda MANHÃ Velocidade - 2 x 5m e 2 x 10m pausa 1-2 min Agilidade 2 x 4x4m pausa 2min Treino tático/coletivo 60 min NOITE Treino técnico/tático 60 min Terça MANHÃ Força máxima - 2x3-4RM - pausa 3min (agachamento e leg press) Resistência especial: 2 x 5 x 5 min (pausa 5 min) – método jogo – acima da intensidade competitiva NOITE Treino tático/ Coletivo 60 min Quarta NOITE Jogo Quinta MANHÃ Força máxima - 2x3-4RM - pausa 3min (agachamento e leg press) Treino tático/coletivo 40 min NOITE Treino tático/coletivo 60 min Sexta NOITE Jogo Sábado MANHÃ Treino em circuito: 8 estações 30x – 3 voltas DomingoOFF

39 BLOCO C

40 Segunda MANHÃ Treino tático/coletivo 30 min Resistência especial: 3 x 5 x 5 min (pausa 5 min) – método jogo – acima da intensidade competitiva NOITE Treino tático/ coletivo 60 min Terça MANHÃ Treino tático/coletivo 40 min NOITE Treino tático/ coletivo 60 min Quarta NOITE Jogo Quinta NOITE Treino tático - coletivo 60 min Sexta MANHÃ Salto profundo: volume de 30 saltos no regime excêntrico e concêntrico. Resistência especial: 3 x 5 x 5 min (pausa 5 min) – método jogo – acima da intensidade competitiva NOITE Treino tático - coletivo 60 min Sábado MANHÃ Força máxima - Agachamento 4 x 3-4RM pausa 3 min Treino tático/ coletivo 40 min Domingo OFF

41 Segunda MANHÃ Força máxima - Agachamento 3 x 4RM pausa 3 min Treino tático/coletivo 40 min NOITE Treino tático - coletivo (R Anaeróbia Lática) 60 min Terça NOITE Jogo Quarta NOITE Treino tático - coletivo (R velocidade) 60 min Quinta MANHÃ Velocidade - 2 x 5m e 2 x 10m pausa 1-2 min Agilidade - 2 x 4x4m pausa 2min Treino tático/coletivo 40 min NOITE Treino tático - Coletivo (R Anaeróbia Lática) 40 min Sexta MANHÃ Treino tático 30 min NOITE Jogo Sábado OFF Domingo MANHÃ Salto profundo: volume de 30 saltos no regime excêntrico e concêntrico. Treino tático / coletivo 60 min

42 Segunda MANHÃ Treino tático/coletivo 40 min NOITE Treino tático/ coletivo (R velocidade) 60 min Terça NOITE Jogo Quarta NOITE Treino tático/ coletivo (R velocidade) 60 min Quinta MANHÃ Treino tático/coletivo 40 min NOITE Treino tático/ Coletivo (R velocidade) 40 min Sexta NOITE Jogo Sábado TARDE Treino tático/coletivo 40 min Domingo TARDE Jogo

43 SISTEMA DE INTEGRADOR

44 SISTEMA DE CARGAS SELETIVAS

45 Meso 1 Meso 1 Meso 2 Meso 2 Meso 3 Meso 3 Meso 4 Meso 4 Meso 5 Meso 5 Prep. Prep. Competitivo Competitivo TT V FO RE FLE Meso 6 Meso 6 DISTRIBUIÇÃO DAS CAPACIDADES FÍSICAS (Gomes, 2002)

46 DISTRIBUIÇÃO DAS CAPACIDADES FÍSICAS DISTRIBUIÇÃO (%) R. Especial Flexibilidade Força Velocidade Técnico-tático FasePPPC (Gomes, 2002)

47 DISTRIBUIÇÃO DAS CAPACIDADES FÍSICAS DISTRIBUIÇÃO (min) R. Especial Flexibilidade Força Velocidade Técnico-tático FasePPPC (Gomes, 2002)

48 SISTEMA DE PENDULAR

49 SISTEMA PENDULAR 80% 90% 100% PC 1 PC 2 PC 3 C Amplitude do Pêndulo (Arosiev, 1971)

50 SISTEMA DE TSCHIENE

51 Intervalo Profiláfico PP 1 PP 2 PC 1 PC 2 PT Intensidade Volume 80% 100% (Tshiene, 1985)


Carregar ppt "PERIODIZAÇÃO MODELOS CONTEMPORÂNEOS Ms Artur Monteiro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google