A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AT 1, PARTE 2 Sessão 1 Como equipar cada membro. A QUESTÃO CRÍTICA... EQUIPAR OS SANTOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AT 1, PARTE 2 Sessão 1 Como equipar cada membro. A QUESTÃO CRÍTICA... EQUIPAR OS SANTOS."— Transcrição da apresentação:

1 AT 1, PARTE 2 Sessão 1 Como equipar cada membro

2 A QUESTÃO CRÍTICA... EQUIPAR OS SANTOS

3 A DIREÇÃO DE DEUS: E ele designou alguns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas, e outros para pastores e mestres com o fim de PREPARAR OS SANTOS PARA A OBRA DO MINISTÉRIO... EFÉSIOS 4:11-12

4 A IGREJA EM CÉLULAS REJEITA ESTA MENTIRA! A TAREFA PRINCIPAL DOS MINISTROS NA IGREJA É PREPARAR OS SANTOS PARA O TRABALHO! THE PRIMARY TASK OF THE FIVE- FOLD MINISTRY IN THE CHURCH IS TO PREPARE GODS PEOPLE FOR WORKS OF SERVICE!

5 EQUIPAR COMEÇA NA CONVERSÃO UM NOVO-CONVERTIDO RECEBE A JUSTIFICAÇÃO DE CRISTO NA CONVERSÃO. ELE SERÁ MAIS MADURO, MAS NUNCA MAIS JUSTO!

6 NÃO HÁ NECESSIDADE DE ATRASAR O MINISTÉRIO! DEVEMOS AJUDAR OS NOVOS- CONVERTIDOS A SE TORNAREM MAIS MADUROS POR MEIO DE UM PROCESSO CUIDADOSAMENTE PLANEJADO DE TREINAMENTO ATÉ QUE ELE ALCANCE O NÍVEL DE UM PAI.

7 VAMOS DEFINIR UM PAI: EM TODAS AS DEFINIÇÕES, UM PAI É ALGUÉM QUE GEROU UM FILHO!

8 A FALTA DE COLHEITA: ò É um resultado direto de não mostrar aos cristãos como compartilhar a sua fé. ò O novo-convertido observa o estilo de vida dos líderes da igreja e nunca os vê ganhar uma pessoa perdida! ò A mensagem é clara: também não preciso ganhar os perdidos!

9 POR QUE IGREJAS EM CÉLULAS CRESCEM: O CRESCIMENTO SURPREENDENTE DAS IGREJAS EM CÉLULAS É O RESULTADO DO TREINAMENTO DOS SANTOS PARA SE TORNAREM PAIS QUE GERAM FILHOS!

10 TREINAMENTO: A PRIORIDADE N.º 1! Não pode ser feito em uma sala de aula. Pessoas são treinadas por meio de experiências de mudança de vida. Portanto a Igreja em células não constrói Prédios educacionais. No lugar disso, providencia exemplos pessoais, modelos, atividades.

11 LIGAMENTOS... DE QUEM TODO O CORPO, BEM AJUSTADO E CONSOLIDADO, PELO AUXÍLIO DE TODA JUNTA, SEGUNDO A JUSTA COOPERAÇÃO DE CADA PARTE, EFETUA O SEU PRÓPRIO AUMENTO PARA A EDIFICAÇÃO DE SI MESMO EM AMOR. EFÉSIOS 4:16

12 EXISTE UMA CONDIÇÃO TRISTE... UM GRANDE NÚMERO DE LIGAMENTOS ATROFIARAM! Muitos cristãos não são responsáveis para ministrar, e não esperam que prestem contas.

13 PRINCÍPIOS-CHAVES TRÊS ÁREAS A SEREM CONSIDERADAS: ò TRÊS DOMÍNIOS DE APRENDIZAGEM ò QUATRO CARACTERÍSTICAS DE COMPORTAMENTO ò RELACIONAMENTO DISCÍPULO-DISCIPULADOR

14 ò TRÊS DOMÍNIOS DE APRENDIZAG EM

15 TRÊS DOMÍNIOS DE APRENDIZAGEM 1. COGNITIVO Conhecimento Professor Lógica

16 TRÊS DOMÍNIOS DE APRENDIZAGEM 2. PSICOMOTOR Habilidades Instrutor Prática

17 TRÊS DOMÍNIOS DE APRENDIZAGEM 3. AFETIVO VALORES são formados.

18 TRÊS DOMÍNIOS DE APRENDIZAGEM

19 3. AFETIVO Um Facilitador é requerido

20 NUNCA PERGUNTE A UM PEIXE COMO É A ÁGUA! TRÊS DOMÍNIOS DE APRENDIZAGEM 3. AFETIVO Valores SEM LÓGICA! Facilitador é requerido Promove EXPERIÊNCIAS

21 TRÊS DOMÍNIOS DE APRENDIZAGEM 3. AFETIVO EXPERIÊNCIAS FAZ QUE OS VALORES SEJAM MUDADOS, NÃO ENSINADOS!

22 ESTÁGIOS FACILITADORES n PROPORCIONA UMA EXPERIÊNCIA n TRAZ RETORNO n REALIMENTA O RETORNO n TESTA OS PRINCÍPIOS APRENDIDOS n DEPOIS, PROPORCIONA OUTRA EXPERIÊNCIA ETC...

23 MULTIPLAS FORMAS DE APRENDIZADO n ESTUDO PESSOAL n COMPARTILHANDO DOIS A DOIS (DISCIPULADOR/DISCÍPULO) n EXPERIÊNCIAS DA CÉLULA n TREINAMENTO CONCENTRADO NO GRUPO GRANDE

24 ò SEGUINDO UMA TAXONOMIA DE TREINAMENTO

25 UMA TAXONOMIA DE OBJETIVOS n Primeiro, Confirme a Salvação. n Avalie as condições espirituais & Estilo de aprendizado. n Estabelecer neles Cristo & Vida na célula. n Valores enraizados no Reino.

26 UMA TAXONOMIA DE OBJETIVOS n Dar um conhecimento prático das Escrituras. n Instruir como edificar outros. n Ensinar como vencer fortalezas. n Treinar para compartilhar seus testemunhos. n Ensinar como discernir os diferentes níveis de incrédulos no Oikos.

27 UMA TAXONOMIA DE OBJETIVOS n Ensinar a compartilhar de forma prática o plano da salvação. n Ensinar como alcançar incrédulos de difícil acesso. n Ensinar como discipular novos- convertidos. n Estabelecer um sistema de Monitoramento.

28 n UM SISTEMA COMPREENSIVO TEM SIDO ELABORADO. n TODAS AS DIMENSÕES ESTÃO INCLUÍDAS!

29 ò RELACIONAMENTO DISCÍPULO- DISCIPULADOR

30 AINDA ESTAMOS APRENDENDO! 1. Cremos que há muito mais a ser revelado para pessoas com dons que irão ensinar os membros de nossas células. 2. O sistema discípulo-discipulador é eficiente em criar vínculos no novo membro da célula.

31 RELACIONAMENTO DISCÍPULO- DISCIPULADOR Cada um treina, depois de ser treinado por algumA pessoa!

32 NÓS COMEÇAMOS COM... O ANO DE TREINAMENTO

33 ISSO E O QUE FAREMOS AGORA... CADA NOVO MEMBRO DA CÉLULA É VISITADO PELO LÍDER DE CÉLULA E POR UM DISCIPULADOR DESIGNADO DA CÉLULA.

34 O ANO DE TREINAMENTO ANTES DA VISITA, O NOVO MEMBRO DA CÉLULA COMPLETA O ROTEIRO PARA SEU MINISTÉRIO

35 A VISITA DO LÍDER DE CÉLULA Um Roteiro é preparado, mostrando as datas de cada parte do Ano de treinamento. O discipulador irá ajudar o novo membro da célula começar essa jornada de treinamento.

36 3. CONVERTS COMPLETE THE NEW BELIEVERS STATION O ANO DE TREINAMENTO

37 ò O MEMBRO DA CÉLULA PARTICIPA DO FINAL--DE- SEMANA DE FORMAÇÃO ESPIRITUAL ò ENTÃO É BATIZADO PELO LÍDER DE CÉLULA OU PELO SUPERVISOR O ANO DE TREINAMENTO

38 O MEMBRO DA CÉLULA COMEÇA O CONHECENDO A MINHA BÍBLIA TEXTOS USADOS DIARIAMENTE FITA DE ÁUDIO PARA SER OUVIDA DIARIAMENTE (5 MIN.) O ANO DE TREINAMENTO

39 4. O MEMBRO DA CÉLUA COMPLETA O BEM-VINDO À FAMÍLIA O ANO DE TREINAMENTO

40 O MEMBRO DA CÉLULA AGORA COMEÇA A DISCIPULAR UMA NOVA PESSOA O ANO DE TREINAMENTO

41 O MEMBRO DA CÉLULA PARTICIPA DO FINAL- DE- SEMANA DE JOÃO 3:16 JUNTO COM UM PARCEIRO DA CÉLULA O ANO DE TREINAMENTO TOCANDO CORAÇÕES UM GUIA PRÁTICO

42 O MEMBRO DA CÉLULA APRENDE A USAR OS RELACIONAMENTOS PARA APRESENTAR O PLANO DA SALVAÇÃO O ANO DE TREINAMENTO

43 MEMBRO DA CÉLULA & PARCEIRO LEVAM UM INCRÉDULO TIPO A A CRISTO E O TRAZEM PARA A CÉLULA O ANO DE TREINAMENTO

44 MEMBROS DA CÉLULA SE JUNTAM A UMA EQUIPE PARA APRENDER COMO ALCANÇAR INCRÉDULOS TIPO B USANDO GRUPOS DE INTERESSE O ANO DE TREINAMENTO

45 Grupos de interesse permite um vínculo entre estranhos. Três crentes gastam 10 semanas com seis incrédulos Tipo B. O ANO DE TREINAMENTO

46 FINAL-DE-SEMANA DE BATALHA ESPIRITUAL PROMOVE TREINAMENTO NO USO DOS DONS ESPIRITUAIS, COMO CURA EMOCIONAIS, BATALHA ESPIRITUAL ETC. O ANO DE TREINAMENTO !

47 NO FINAL DO ANO, O NOVO-CONVERTIDO ESTARÁ TREINADO NAS SEGUINTES ÁREAS: O ANO DE TREINAMENTO

48 A VIDA INTERIOR TESTEMUNHO DE BATISMO VINCULADO A UMA CÉLULA VALORES ESCLARECIDOS DESAFIOS DAS FORTALEZAS COMEÇA O QUARTO DE ESCUTA COMEÇA A MEMORIZAÇÃO DE VERSÍCULOS PANORÂMICO BÍBLICO FINALIZADO O ANO DE TREINAMENTO

49 A VIDA DA CÉLULA O DISCIPULADOR MINISTRA A NECESSIDADES ESPECÍFICAS A OBSERVAÇÃO DA VIDA DOS MEMBROS DA CÉLULA PROPORCIONA EXEMPLOS DE CRESCIMENTO EXPERIÊNCIA GANHA POR MEIOA DA EDIFICAÇÃO APRENDE A PRESTAR CONTAS E A SER RESPONSÁVEL EM SE TORNAR UM DISCIPULADOR DEPOIS DE SER DISCIPULADO O ANO DE TREINAMENTO

50 JORADA PARA O MINISTÉRIO DEPOIS DE PARTICIPAR DO FINAL- DE-SEMANA DE BATALHA ESPIRITUAL, O MEMBRO É ENVOLVIDO NA MINISTRAÇÃO QUANDO A CÉLULA ESTÁ INCUMBIDA DE ORAR, LIBERTAR E ACONSELHAR DURANTE AS CELEBRAÇÕES E EVENTOS ESPECIAIS DE EVANGELISMO. O ANO DE TREINAMENTO

51 JORNADA PARA ALCANÇAR OS PERDIDOS O OBJETIVO PARA O MEMBRO DE CÉLULA É GANHAR PELO MENOS UM INCRÉDULO TIPO A EM SEIS MESES. O ANO DE TREINAMENTO

52 JORNADA PARA A SEMEADURA E CULTIVO OS ÚLTIMOS SEIS MESES SÃO GASTOS APRENDENDO A COLHER INCRÉDULOS TIPO B TRABALHANDO EM UMA EQUIPE ORGANIZADA DENTRO DA CÉLULA O ANO DE TREINAMENTO

53 LEMBRE ESTES PRINCÍPIOS: ò Deve haver apenas um sistema de treinamento para os santos, ou você terá uma anarquia! ò Deve haver um sistema de relatórios para monitorar o progresso de cada membro na célula. O ANO DE TREINAMENTO

54 SE NÓS QUEREMOS GANHAR ESTA GERAÇÃO PARA CRISTO, DEVEMOS TREINAR TODOS OS CRENTS PARA MINISTRAREM! NOSSO GRANDE DEESAFIO:

55

56 INTERVALO Preste atenção para o retorno!

57 Final Slide of this PowerPoint Next Use ACT 1,2,2 Groups of 12


Carregar ppt "AT 1, PARTE 2 Sessão 1 Como equipar cada membro. A QUESTÃO CRÍTICA... EQUIPAR OS SANTOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google