A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Oportunidades no setor de óleo e gás no Brasil Eloi Fernández y Fernández Diretor Geral Julho de 2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Oportunidades no setor de óleo e gás no Brasil Eloi Fernández y Fernández Diretor Geral Julho de 2008."— Transcrição da apresentação:

1 Oportunidades no setor de óleo e gás no Brasil Eloi Fernández y Fernández Diretor Geral Julho de 2008

2 Cenário Brasileiro

3 Monopólio Petrobras Fase terra Carmópolis Fase águas Rasa (Guaricema) Ubarana Garoupa Albacora Fase águas Profundas (Marlim) Barracuda Roncador Flexibilização Produção de Petróleo no Brasil 54 anos – Fonte: PETROBRAS

4 O Setor de Petróleo e Gás vem sendo um dos Principais Propulsores do Crescimento do PIB

5 Série Histórica de Investimentos da Petrobras

6 Série Histórica do Brent *Correção para Fevereiro/2008 Fonte: Brent - Platt´s Crude Oil Marketwire Inflação : U.S. Department of Labor - ** Média até Fevereiro/2008

7 Plano de Investimentos no Brasil US$ 128 Bilhões

8 Investimentos em E&P US$ 72 Bilhões

9 Desafios no setor de exploração e produção

10 Índices de Esgotamento Lâmina de Água Profundidade dos Poços Produtividade dos Poços Tamanho dos Campos Profissionais na Área de Exploração e Produção Fonte: IEA Landmark Crescentes Desafios Enfrentados na Área de Exploração e Produção

11 Índices de Esgotamento Lâmina de Água Profundidade dos Poços Produtividade dos Poços Tamanho dos Campos Profissionais na Área de Exploração e Produção Fonte: IEA Landmark Crescentes Desafios Enfrentados na Área de Exploração e Produção

12 Fonte: IEA Landmark Crescentes Desafios Enfrentados na Área de Exploração e Produção Índices de Esgotamento Lâmina de Água Profundidade dos Poços Produtividade dos Poços Tamanho dos Campos Profissionais na Área de Exploração e Produção

13 Fonte: IEA Landmark Crescentes Desafios Enfrentados na Área de Exploração e Produção Índices de Esgotamento Lâmina de Água Profundidade dos Poços Produtividade dos Poços Tamanho dos Campos Profissionais na Área de Exploração e Produção

14 Fonte: Landmark Crescentes Desafios Enfrentados na Área de Exploração e Produção Índices de Esgotamento Lâmina de Água Profundidade dos Poços Produtividade dos Poços Tamanho dos Campos Profissionais na Área de Exploração e Produção

15 Oportunidades no setor de Óleo & Gás

16 Exploração Oportunidades Geofísica Aplicada Geoquímica Sedimentologia e Estratigrafia Geotectônica Fonte: Camerini(CENPES)

17 Produção Oportunidades Computação e Visualização Científica Gerenciamento de Águas Construção Naval Materiais e Controle de Corrosão Revitalização de Campos Maduros Tecnologia em Dutos Óleos Pesados Gerenciamento e Simulação de Reservatórios Modelagem e Observação Oceanográfica Estruturas Submarinas Monitoração, Controle e Automação de Poços Fonte: Camerini(CENPES)

18 Abastecimento Oportunidades Asfalto Fluidodinâmica Computacional aplicada ao Refino Concretos e Refratários Instrumentação, Automação, Controle e Otimização de Processos Combustíveis Limpos Produtos e Processos para o Refino Catálise Desenvolvimento Veicular Materiais Aplicados ao Refino Cadeia de Suprimento Metrologia Fibra de Carbono Fonte: Camerini(CENPES)

19 Gás,Energia e Desenv. Sust Oportunidades Nanotecnologia Hidrogênio: Produção Uso e Armazenagem Bioprodutos Tecnologias do Gás Natural Mudanças Climáticas Monitoramento Ambiental Marinho Conservação e Recuperação de Ecossistemas e Remediação de Áreas Impactadas Fonte: Camerini(CENPES)

20 Pré Sal Desafios e Oportunidades

21 Pré-Sal

22 LEGENDA Poços testados 6 BB

23 Pré-Sal Oportunidades para o Brasil –Aumento das reservas provadas pode chegar a 100% –Óleo médio-leve. Aumento do valor de mercado –Produção irá aumentar consideravelmente Desafios Tecnológicos –Lâmina dagua : 1.500m até 3.000m –Profundidade: Até m

24 Pré-Sal Desafios tecnológicos Reservatórios –Definição de faces a partir de dados sísmicos –Caracterização interna dos reservatórios, com foco nas heterogeneidades –Recuperação Secundária: Viabilidade técnica de água e gás Engenharia de Poços –Desvios de poços entrando na zona de sal –Fraturas hidráulicas nos poços horizontais –Materiais dos poços resistentes a alta concentração de CO2 –Lenta penetração nos reservatórios Fonte: Formigli(Petrobras) Pre-Salt Reservoirs Offshore Brazil: Perspectives and Challenges

25 Pré-Sal Desafios tecnológicos Garantia de Escoamento –Depósito de parafina em dutos longos –Controle dos hidratos Logística de Gás Associados –Gasodutos de mais de 18 em profundidades de 2.200m –Longa distância até a costa(300km) –Cenário para novas tecnologias offshore Fonte: Formigli(Petrobras) Pre-Salt Reservoirs Offshore Brazil: Perspectives and Challenges

26 Pré-Sal Desafios tecnológicos Unidades de Produção Flutuantes –Ancoragem em lâmina dagua de 2.200m –Interação com sistemas de risers –Cenário para plataformas com acesso ao poço(SPAR,FDPSO) Engenharia Submarina –Qualificação dos risers para lâmina dagua de 2.200m, considerando CO2 a alta pressão –Cenário para torres de risers –Qualificação para linhas com isolamento térmico para lâmina dagua de 2.200m –Linhas de injeção de gás de alta pressão Fonte: Formigli(Petrobras) Pre-Salt Reservoirs Offshore Brazil: Perspectives and Challenges

27 Pré-Sal Oportunidades Empresas de desenvolvimento Tecnológicos –Softwares –Modelagem –Nanotecnologia –Automação –Testes de Laboratórios –Sensores –Plataforma totalmente desabitada –Dutos inteligentes –etc

28 ONIP

29 Governo Operadores de O&GIndústria Brasileira

30 MISSÃO MAXIMIZAR O CONTEÚDO LOCAL NO FORNECIMENTO DE BENS E SERVIÇOS, COM BASE EM UMA COOPERAÇÃO COMPETITIVA, GARANTINDO AMPLA IGUALDADE DE OPORTUNIDADES PARA O FORNECEDOR NACIONAL, AMPLIANDO A GERAÇÃO DE RENDA E EMPREGO NO PAÍS PRINCÍPIOS NEUTRALIDADE TRANSPARÊNCIA QUALIDADE

31 Quadro de Associados Companhias de Petróleo –Petrobras –IBP –ABPIP

32 Quadro de Associados –ABCE –ABDIB –ABEAM –ABESPETRO –ABIMAQ –ABINEE –ABITAM –ABRAPET –ASSESPRO –CNI –FENASEG –FIEB –FIEMG –FIESP –FINDES –FIRJAN –IBS –SINAVAL Fornecedores de Bens e Serviços

33 Quadro de Associados Governo Federal –ANP –BNDES –FINEP –MDIC Governo Municipal –Macaé Governo Estadual –Espírito Santo –Minas Gerais –Rio de Janeiro –Rio Grande do Norte –São Paulo –Sergipe Outros Sócios –Sebrae –Sobena

34 Atividades 2008 (1/4) Qualificação e Competitividade de Fornecedores 1.Sistema de Qualificação de Fornecedores - Cadfor 2.Ampliação e Consolidação do Cadastro ONIP 3.Cadastro Reformasgas 4.Quem é Quem na Indústria – network setorial - Dutos 5.Quem é Quem na Indústria – network setorial – Navi- peças Questões Tributárias e Financiamento 1.Articulações para ampliar a competitividade tributária 2.Consolidação da Securitização de Recebíveis e do Seguro Garantia

35 Atividades 2008 (2/4) Gestão do Sistema de Conteúdo Nacional 1.Medição do Conteúdo Nacional nos Empreendimentos PlataformasP34, P51, P52, P53, P54, PRA.1, Mexilhão, P55, P57 GasodutosCampinas UPGNsCacimbas, Caraguatatuba Refino8 refinarias Navios 2.Sistema ANP Serviços Consolidados 1.Rodadas de Negócios Rio O&GVitório O&G Macaé OffshoreProtetion Offshore (Macaé) Fenashore 2.CB-50 / ABNT – normas brasileiras

36 Atividades 2008 (3/4) Serviços Complementares 1.Programa de Interação entre Fornecedores e Construtores (EPCistas) 2.Portal Onip Tecnologia 1.Plataforma Tecnológica Exportação 1.Apex 2.PPTT

37 Atividades 2008 (4/4) Relações Institucionais 1.Escritórios Regionais (Macaé, Vitória, Belo Horizonte, Houston, São Paulo) 2.Café com Energia 3.Eventos - outros 4.Participação em projetos do PROMINP 5.Grupos de Trabalhos 6.Atividades Regulatórias Solução de Controvérsia Interlocução com ANP

38 Fim


Carregar ppt "Oportunidades no setor de óleo e gás no Brasil Eloi Fernández y Fernández Diretor Geral Julho de 2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google