A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Análise das regiões metropolitanas do Brasil ANÁLISE DAS REGIÕES METROPOLITANAS DO BRASIL dezembro 2004.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Análise das regiões metropolitanas do Brasil ANÁLISE DAS REGIÕES METROPOLITANAS DO BRASIL dezembro 2004."— Transcrição da apresentação:

1 Análise das regiões metropolitanas do Brasil ANÁLISE DAS REGIÕES METROPOLITANAS DO BRASIL dezembro 2004

2 Análise das regiões metropolitanas do Brasil O PROJETO dezembro 2004

3 Análise das regiões metropolitanas do Brasil ATIVIDADE Identificação dos espaços metropolitanos e construção de tipologias PRODUTOS Composição da escala hierárquica dos grandes espaços urbanos Identificação dos espaços metropolitanos Demarcação dos espaços que efetivamente configuram as aglomerações

4 Análise das regiões metropolitanas do Brasil CONCEITOS espaço urbano: conjuntos representativos da concentração espacial do fenômeno urbano, e definidos pela continuidade e extensão do espaço construído aglomeração urbana: unidades que compõem mancha contínua de ocupação sobre mais de um município, envolvendo intensos fluxos intermunicipais, complementaridade funcional e integração socioeconômica região metropolitana: porção definida institucionalmente metrópole: cidade principal de uma aglomeração, destacando-se pelo tamanho populacional e econômico, funções complexas e diversificadas, e relações econômicas com várias outras aglomerações, funcionando como centro de comando e coordenação de uma rede urbana

5 Análise das regiões metropolitanas do Brasil UNIVERSO DA PESQUISA RMs institucionalizadas por legislação federal e suas respectivas alterações de limites e composição, e pelas atuais unidades definidas pelos estados brasileiros, suas áreas de expansão, colares ou regiões de desenvolvimento integrado RIDEs do Distrito Federal e de Teresina/Timon aglomerações urbanas polarizadas por capitais de estados capitais que não configuram aglomerações UNIDADES PESQUISADAS 37 Espaços Urbanos 471 Municípios

6 Análise das regiões metropolitanas do Brasil HIERARQUIA E IDENTIFICAÇÃO DOS ESPAÇOS METROPOLITANOS dezembro 2004

7 Análise das regiões metropolitanas do Brasil São Paulo Belo HorizonteCampinas Baixada SantistaFoz do Itajaí Porto AlegreManaus N/NE Catarin.Vale do Aço BrasíliaVitóriaNatalCarbonífera 2CuritibaGoiâniaLondrinaTubarão Rio de JaneiroSalvadorBelémSão LuísMacapá RecifeFlorianópolisMaceióRio Branco FortalezaCuiabáPalmas Campo GrandeBoa Vista João Pessoa Vale do Itajaí Aracaju Teresina Maringá Porto Velho CATEGORIAS DOS ESPAÇOS URBANOS SELECIONADOS

8 Análise das regiões metropolitanas do Brasil dezembro 2004

9 Análise das regiões metropolitanas do Brasil INDICADORES tamanho e concentração: população total estimada (IBGE, 2004); número de agências bancárias (BC, 2003), volume total de operações bancárias/financeiras (BC, 2003) e massa de rendimento mensal nível de centralidade: fluxo que demonstrasse serviço raro - movimento aeroportuário de passageiros (DAC, 2003) inserção na nova economia: número de empregos formais em atividades de ponta (MTE, 2002) - atividades produtivas de maior conteúdo tecnológico, de coordenação e comando (conforme classificação CNAE) poder de direção: número sedes de empresas classificadas entre as 500 maiores do país (Revista Exame, 2004) gestão pública: definição político-administrativa de capital estadual ou de capital federal no caso de Brasília.

10 Análise das regiões metropolitanas do Brasil INDICADORES SELECIONADOS ESPAÇOS URBANOS NO TOTAL DO BRASIL

11 Análise das regiões metropolitanas do Brasil CONJUNTO DAS AGLOMERAÇÕES NO TOTAL DAS REGIÕES E DO BRASIL

12 Análise das regiões metropolitanas do Brasil PADRÃO DE CONCENTRAÇÃO muito concentradas:mais de 75% dos valores de cada indicador são registrados nos pólos concentradas: concentração no pólo é inferior a 75%, sendo atingido esse patamar com a contribuição de apenas mais um município menor grau de concentração: o pólo tem que somar- se a mais de um município para atingir 75% do valor dos indicadores com raras exceções, para todos os indicadores e em todas as aglomerações, os pólos reúnem mais de 50% do valor considerado

13 Análise das regiões metropolitanas do Brasil PADRÃO DE CONCENTRAÇÃO

14 Análise das regiões metropolitanas do Brasil INTEGRAÇÃO À DINÂMICA DA AGLOMERAÇÃO dezembro 2004

15 Análise das regiões metropolitanas do Brasil INDICADORES Taxas média geométrica de crescimento populacional ( ) Densidade demográfica Contingente de pessoas que realizam movimento pendular Proporção de pessoas que realizam movimento pendular Proporção de emprego não-agrícola

16 Análise das regiões metropolitanas do Brasil NÍVEIS DE INTEGRAÇÃO GRUPO INTEGRAÇÃO NA DINÂMICA AGLOMERAÇÃO Nº MUNICÍPIOS 1 Muito baixo81 2 Baixo116 3 Médio111 4Alto73 5Muito alto52 PólosPólo37 TOTAL-470 * FONTE PNUD; IBGE NOTA: (*) exceto Mesquita, na RM Rio de Janeiro, instituído após 2000.

17 Análise das regiões metropolitanas do Brasil POPULAÇÃO E INCREMENTO 1991/2000 GRUPOS DE MUNICÍPIOS SEGUNDO NÍVEL DE INTEGRAÇÃO População Estimada 2004Incremento 1991/2000 % FONTE: IBGE

18 Análise das regiões metropolitanas do Brasil

19 dezembro 2004

20 Análise das regiões metropolitanas do Brasil dezembro 2004

21 Análise das regiões metropolitanas do Brasil INTEGRAÇÃO INTRA-AGLOMERADO

22 Análise das regiões metropolitanas do Brasil CONDIÇÃO SOCIAL dezembro 2004

23 Análise das regiões metropolitanas do Brasil INDICADORES Índice de Carência Habitacional (ICH) taxa de pobreza Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) - confrontação dos resultados

24 Análise das regiões metropolitanas do Brasil CLASSES QUANTO À CONDIÇÃO SOCIAL CLASSE CONDIÇÃO SOCIAL Nº MUNICÍPIOS 1 Muito boa68 2 Boa131 3 Média140 4Ruim91 5Muito ruim40 TOTAL-470 * FONTE PNUD; IBGE NOTA: (*) exceto Mesquita, na RM Rio de Janeiro, instituído após 2000.

25 Análise das regiões metropolitanas do Brasil MUNICÍPIOS POR CONDIÇÃO SOCIAL E GRAU DE DESENVOLVIMENTO HUMANO

26 Análise das regiões metropolitanas do Brasil

27

28 dezembro 2004

29 Análise das regiões metropolitanas do Brasil CONDIÇÃO SOCIAL INTRA-AGLOMERADO

30 Análise das regiões metropolitanas do Brasil SÍNTESE DAS TIPOLOGIAS dezembro 2004

31 Análise das regiões metropolitanas do Brasil C. Sub-Regional Metrópole Global Met. Regional Centros Regional Met. Nacional IPEA/IBGE/UNICAMP

32 Análise das regiões metropolitanas do Brasil EQUIPE COORDENAÇÃO Luiz César de Queiroz Ribeiro – IPPUR/UFRJ Consultoria Maria Luisa Castello Branco – IBGE Marley Vanice Deschamps – IPARDES Paulo Roberto Delgado – IPARDES Rosa Moura – IPARDES Colaboração Ana Maria de Macedo Ribas - IPARDES (tabulações) Cleber Fernandes – IBGE (geoprocessamento) Lucrecia Zaninelli – IPARDES (geoprocessamento) Sérgio Aparecido Ignácio – IPARDES (análise estatística) Stella Maris Gazziero – IPARDES (ilustrações)


Carregar ppt "Análise das regiões metropolitanas do Brasil ANÁLISE DAS REGIÕES METROPOLITANAS DO BRASIL dezembro 2004."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google