A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Business and Competitive Intelligence Instituto Tecnológico da Aeronáutica – ITA CE-245 Tecnologias da Informação Professor Adilson Marques da Cunha Aluna:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Business and Competitive Intelligence Instituto Tecnológico da Aeronáutica – ITA CE-245 Tecnologias da Informação Professor Adilson Marques da Cunha Aluna:"— Transcrição da apresentação:

1 Business and Competitive Intelligence Instituto Tecnológico da Aeronáutica – ITA CE-245 Tecnologias da Informação Professor Adilson Marques da Cunha Aluna: Michelle Dias de Andrade Alves

2 Sumário Introdução Objetivo Conteúdo Referências Bibliograficas Conclusão

3 Introdução Business e Competitive Intelligence são estratégias para apoio a decisão na gestão de negócios. Business é abordagem focada na tecnologia, indicando as potencialidades e dificuldades para integração de organização e pessoas. Competitive Intelligence (Inteligência competitiva) tem ênfase no tema organizacional, mas apresenta 50% dos trabalhos divididos entre ênfase em tecnologia e ênfase múltipla. Competitive Intelligence pode ser considerada também, gestão de conhecimento.

4 Objetivo Este trabalho tem como objetivo de explicar sobre a tecnologia de Business and Competitive Inteligence focando na gestão empresarial.

5 Business Intelligence Cria sistemas de informações computacionais, geralmente a partir de grande volume de dados (data warehouses), capazes de prover aos gerentes melhores informações para tomada de decisão; Facilita a descoberta entre dados (data mining, Knowledge discovered in databases – KDD); Oferece interfaces que facilitam o usuário o entendimento das relações entre os dados (descritivo), a fim por exemplo, de prover melhores informações a tomada de decisão; Relacionada com gestão de conhecimento; e Sistemas complexos, que necessitam de muita interações entre usuários finais e os responsáveis pela análise, desenvolvimento e manutenção, e não simples programas que podem ser comprados, instaladas e imediatamente utilizados.

6 Business Intelligence Está profundamente atrelada ao ERP (Enterprise Resource Planning), sigla que representa os sistemas integrados de gestão empresarial cuja função é facilitar o aspecto operacional das empresas. Esses sistemas registram, processam e documentam cada fato novo na engrenagem corporativa e distribuem a informação de maneira clara e segura, em tempo real.

7 BI auxilia as empresas: Otimizar o trabalho da organização; Reduzir custos; Eliminar a duplicação de tarefas; Permitir previsões de crescimento; e Contribuir para a elaboração de estratégias.

8 Custo/beneficio da informação pode ser medido: Melhora na produtividade (eficiência); Melhora na qualidade da tomada de decisão; Aumento no desempenho das tarefas (eficácia); Aumento na curva de aprendizagem organizacional.

9 Business Intelligence Figura: Espiral de conhecimento e modelo espiral de desenvolvimento de software

10 Ferramentas facilitam: Processo de captação; Extração; Armazenamento; Filtragem; Disponibilidade; e Personificação dos Dados.

11 Ferramentas de apoio a Business Inteligence EIS ( Executive Information System - sistema de informações executivas); DSS ( Decision Support System - sistema de suporte à decisão); Planilhas Eletrônicas; Geradores de Consultas e de Relatórios; Data Marts; Data Mining ; Ferramentas OLAP dentre outras.

12 Executive Information System (EIS) Um software que objetiva fornecer informações empresariais a partir de uma base de dados. É uma ferramenta de consulta às bases de dados das funções empresariais para a apresentação de informações de forma simples e amigável, atendendo às necessidades, principalmente, dos executivos da alta administração. Permite o acompanhamento diário de resultados, tabulando dados de todas as áreas funcionais da empresa para depois exibi-los de forma gráfica e simplificada, sendo de fácil compreensão para aqueles que não possuem profundos conhecimentos sobre tecnologia.

13 Executive Information System (EIS) A navegação é feita por meio do uso do mouse ou do sistema "touchscreen" (tela sensível ao toque) o que não requer habilidade, nem prática e nem necessidade de assistência. O principal objetivo do EIS é oferecer ao seu usuário, em curto espaço de tempo, uma visão gerencial da organização, mostrando como funcionam seus processos de trabalho e como ela se relaciona com o mundo externo dos negócios, clientes e fornecedores.

14 DSS (Decision Support Systems) Sistemas de apoio à decisão que surgiram a partir dos sistemas transacionais e utilizam modelos para solucionar problemas não estruturados. São ferramentas que podem auxiliar as empresas a se familiarizarem com os conceitos e as tecnologias relativas ao BI, e evoluir nesse sentido aos poucos. É necessário definir quais dados, gerados nos sistemas transacionais, serão armazenados no Data Warehouse, para depois partir para a modelagem dimensional e a criação física do modelo, onde as especificidades do Sistema Gerenciador de Banco de Dados (SGBD) e da ferramenta OLAP escolhidos serão consideradas para otimizar as consultas futuras.

15 Competitive Intelligence em contexto da organização pública Os clientes da empresa privada são os cidadãos da organização pública; O lucro da empresa privada corresponde à produtividade e o bom uso de recursos públicos da organização pública; Os concorrentes da empresa privada são os agentes externos a organização pública, desde que não seja cidadãos; e Os fornecedores existem no ambiente público e privado.

16 Competitive Intelligence Um programa sistemático e ético de reunir, analisar e gerenciar informação externa, que pode afetar os planos, decisões e operações de uma organização. Busca de qualquer informação na ambiência, de caráter tecnológico, social ou político, inclusive sobre os seus competidores, que possibilite um melhor posicionamento da organização na ambiência. Um modelo de gestão organizacional que contempla: gestão da informação, gestão estratégica e gestão do conhecimento apoiando-se num sistema de inteligência baseado no ciclo de gestão da informação, nas tecnologias da informação, em sistemas de informação e redes de especialistas. a inteligência é mais do que os esforço isolado da gestão da informação, do conhecimento e do planejamento estratégico.

17 Competitive Intelligence As informações são processadas e analisadas com o auxílio de softwares e tecnologia apropriada – rede eletrônica.

18 Gestão de Informação Aplicação de princípios administrativos à aquisição, organização controle, disseminação e uso da informação para a operacionalização efetiva de organizações de todos os tipos (Wilson, 1997). Aplicação dos conceitos de Ciência da Informação/Documentação e dos ciclos da informação e documentário às organizações. O principal objetivo é identificar e potencializar recursos informacionais de uma organização ou empresa e sua capacidade de informação, ensinando-a a aprender e adaptar-se às mudanças ambientais.

19 Gestão de Conhecimento O seu predecessor é o capital intelectual, que sensibilizou do início até meados dos anos 90, a conscientização de que a informação é um fator de produção, como a terra, o trabalho, o capital e a energia (Tolero & Gaudette, 1995). Um processo sistemático, articulado e intencional, apoiado na identificação, geração, compartilhamento e aplicação do conhecimento organizacional, com o objetivo de maximizar a eficiência e o retorno sobre os ativos de conhecimento da organização. Apoio em tecnologia informacional que comporta computadores, telecomunicações, e sistemas de software, que possibilitam a organização, transmissão, arquivamento e utilização do que pode ser chamado de recursos do conhecimento.

20 Conhecimento Baseado: Normas ou regras e o conhecimento cultural; O conhecimento baseado em regras: conhecimento explícito e pode ser encontrado em rotinas, operações e procedimentos padrão, em documentos e repositórios gerados pela empresa, e em práticas e normas Conhecimento cultural faz parte da cultura organizacional e que é comunicada por meio oral ou textual Conhecimento tácito consiste no conhecimento individual. Numa organização representa as habilidades, intuição e know how que o indivíduo adquire no contato diário com as suas atividades.

21 Conclusão Inteligência empresarial está mais voltada para organizações e pessoas, enquanto business intelligence está focado em tecnologias. O Business Intelligence pertenceu ao domínio do pessoal de TI (Tecnologia de Informação) e dos especialistas em pesquisa de mercado, responsáveis pela extração de dados, pela implementação de processos e pela divulgação dos resultados aos executivos responsáveis pela tomada de decisões. O Planejamento Estratégico Corporativo enfatiza as oportunidades, os riscos, os pontos fortes e fracos da empresa, tanto em relação ao seu ambiente interno, como ao externo. A inteligência deve ser criada, e é ao longo desse processo de criação, com a ativação dos: ciclo da inteligência, do processo de gestão da informação e do conhecimento, que se vai elaborando um sistema útil às organizações e ao país, integrado em sua cultura e em seus cenários voltados ao futuro.

22 Referências Bibliográficas Renato F. Matheus, Fernando F. Parreiras. Inteligência Empresarial versus Business Inteligente: Abordagens Complementares para o apoio à tomada de decisão no Brasil, Kira Tarapanoff, PhD. INTELIGÊNCIA SOCIAL E INTELIGÊNCIA COMPETITIVA,


Carregar ppt "Business and Competitive Intelligence Instituto Tecnológico da Aeronáutica – ITA CE-245 Tecnologias da Informação Professor Adilson Marques da Cunha Aluna:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google