A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MICOTOXINAS Noções Gerais. MICOTOXINAS § Conceito: § Onde ??? § Micotoxicoses:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MICOTOXINAS Noções Gerais. MICOTOXINAS § Conceito: § Onde ??? § Micotoxicoses:"— Transcrição da apresentação:

1 MICOTOXINAS Noções Gerais

2 MICOTOXINAS § Conceito: § Onde ??? § Micotoxicoses:

3 MICOTOXINAS § Histórico:

4 MICOTOXINAS § PRODUTO METABÓLICO: §Capaz de causar moléstias e enfermidades no homem; §Ocorre com relativa freqüência em commodities; §É produzida por fungo facilmente encontrado; §É tóxica (aguda e crônica), carcinogênica, teratogênica, hemorrágica.

5 Principais Fungos Contaminantes

6 Tipos de Micotoxinas § Aflatoxinas ( amendoim, milho e trigo) § Toxinas de Fusarium (DON) (soja, trigo e cevada) § Ocratoxina (café e cevada) § Zearalenona (milho e trigo) § Patulina (soja, milho e maça) § Oosporeia (milho e soja) § Sterigmatocistina (arroz e cevada) § Fumonisina (trigo e arroz) è + de 100 compostos tóxicos.

7 AFLATOXINAS § Década de 60 - Inglaterra, Quênia e Uganda. § Necrose hepática e proliferação de ductos biliares em aves, Hepatomas em trutas. § Isolamento em Rações.

8 AFLATOXINAS §Cromatografia em camada delgada §Fluorescência §B 1 e B 2 (Azuis) Verdes §G 1 e G 2 (Verdes) §Cultura Pura de Aspergillus flavus §Confirmados por ensaios biológicos. § PM § Pt fusão 250 o C

9 Aflatoxina: Estrutura básica FUROCUMARINA

10 Aflatoxina: B 1

11 Aflatoxina: B 2

12 Aflatoxina: B 2A

13 Aflatoxina: G 1

14 Aflatoxina: G 2

15 Aflatoxina: G 2A

16 Aflatoxina: M 1

17 Aflatoxina: M 2

18 Aflatoxinas: MECANISMOS DE AÇÃO § Inibição de síntese de ácido nucleicos; § Inibição de enzimas intracelulares. § Hepatotóxico, § Neoplasia dos ductos biliares.

19 OCRATOXINA § África do Sul. §Aspergillus ochraceus e Penicillium viridicatum § Atuam seletivamente no tecido renal. § PM 403

20 Ocratoxina: Estrutura básica R

21 Ocratoxina: MECANISMOS DE AÇÃO § Inibição de síntese proteica; § Inibição de enzimas. § Mitocondrias do tecido hepático, § Túbulos proximais do rim. §Ação teratogênica.

22 PATULINA § Maçã, suco, cidra, peras, e ração. § Penicillium patulinum, Byssochlamys nivea §PM 154, Pt fusão 112 o C

23 Patulina: Estrutura básica

24 Patulina: MECANISMOS DE AÇÃO § Inibição das enzimas SH-dependentes; § Distúrbios locomotores e respiratórios. § Neoplasia de esôfago. § Ação teratogênica.

25 CITRININA § Cereais §Penicillium citrinum, Penicillium viridicatum e Penicillium expansum. §PM 250, Pt fusão 175 o C

26 Citrinina: Estrutura básica

27 Citrinina: MECANISMOS DE AÇÃO § Inibição de síntese de RNA renal e hepática; § Necrose dos tecidos renais. §Ação teratogênica.

28 ZEARALENONA § Milho e trigo. § Fusarium roseum, F. tricinctum, F. moniliforme, F. oxysporum. § PM 318, Pt fusão 165 o C.

29 Zearalenona: Estrutura básica

30 Zearalenona: MECANISMOS DE AÇÃO § Estimula a síntese de DNA, RNA e proteínas. § Neoplasias em células do útero e glândulas mamárias. §Aborto, esterilidade em suínos.

31 MECANISMO DE AÇÃO

32 Interelação entre Homem-Aminais e Grãos Safra de Grãos Silagem Aspergillus flavus Grãos Contaminados Alimento Humano AFLATOXINA RAÇÃO GADO CARNE, LEITE E DERIVADOS

33 FATORES QUE AFETAM A CONTAMINAÇÃO § Teor de umidade; § Umidade relativa do ar; § Temperatura;

34 Umidade necessária para o crecimento de fungos em cereais

35 FATORES QUE AFETAM A CONTAMINAÇÃO § Composição; § Microrganismos competidores; § Espécie do fungo.

36 CONTROLE DE MICOTOXINAS § Competição microbiana; §Atmosfera; §Agentes antimicóticos: l Químicos.

37 CONTROLE DE MICOTOXINAS Agentes Químicos: l Ácido Sórbico e sorbato; l Ácido Propiônico; l Ácido Benzóico; l Ácido Acético; l Antioxidantes fenólicos.

38 MÉTODOS DE DETOXIFICAÇÃO u Segregação mecânica e remoção; u Extração por solventes; u Inativação: u Agentes físicos - calor, radiação, u Agentes químicos - alcalis, oxidantes, u Agentes biológicos.

39 CRITÉRIOS M Remoção, destruição ou inativação; M Ausência de resíduos; M Preservação das características nutritivas e $; M Preservação das propriedades tecnológicas; M Eliminação máxima dos conídios ou micélios.

40 Medidas Preventivas e de Controle Práticas Agrícolas; Variedade resistente; Colheita no tempo certo; Redução de danos mecânicos do grão; Secagem rápida; Separação de grãos danificados/impróprios; Resfriamento; Aplicação de Agentes Fumigantes; Estocagem com Controle de U.R. e T.; Estocagem em atmosfera controlada e inerte; Refrigeração dos produtos.


Carregar ppt "MICOTOXINAS Noções Gerais. MICOTOXINAS § Conceito: § Onde ??? § Micotoxicoses:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google