A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ECOSSISTEMAS COMPONENTES, ESTRUTURA E CARACTERÍSTICAS (Capítulo 5)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ECOSSISTEMAS COMPONENTES, ESTRUTURA E CARACTERÍSTICAS (Capítulo 5)"— Transcrição da apresentação:

1

2 ECOSSISTEMAS COMPONENTES, ESTRUTURA E CARACTERÍSTICAS (Capítulo 5)

3 ECOSSISTEMA ? 1. Unidade funcional básica, composta de uma BIOCENOSE - conjunto de seres vivos - e um BIÓTOPO - lugar que abriga uma biocenose. 2. Estrutura resultante da interação entre a comunidade (biocenose) e o meio físico (biótopo), gerando fluxo de energia e ciclos de matéria. Ciências do Ambiente – Cap 5.1

4 COMPONENTES ? Componente ABIÓTICO: condições climáticas, edáficas e hídricas. Componente BIÓTICO: seres vivos (predadores, parasitas, comensais, competidores, etc.), agrupados em três categorias funcionais - produtores, consumidores (ordens diversas) e decompositores. Ciências do Ambiente – Cap 5.2

5 COMP. ABIÓTICO(BIÓTOPO) Conjunto de variáveis físicas e químicas do meio que determinam as condições: 1. Climáticas: temperatu- ra, umidade, pluviosida- de, pressão,...; 2. Edáficas: composição química, textura, porosi- dade, teor de umidade, pH,...; 3. Hídricas: composição química, pH, salinidade, temperatura, teor de oxigênio,..; Ciências do Ambiente – Cap 4.3

6 COMP. BIÓTICO (BIOCENOSE) 1. PRODUTORES: seres autótrofos, responsáveis pela produção do alimento através de foto / quimiossíntese (vegetais clorofilados, algas e algumas bactérias); 2. CONSUMIDORES: seres heterótrofos que consomem outros seres vivos (animais herbívoros, carnívoros, onívoros); 3. DECOMPOSITORES: seres heterótrofos que degradam a matéria morta a substâncias inorgânicas aproveitáveis pelos produtores (bactérias e fungos sapróvoros). Ciências do Ambiente – Cap 5.4 Baraúna Sabiá

7 Teia alimentar - Pantanal

8 Materiais biogeoquímicos Fluxo de EnergiaCiclo de Matéria CarnívoroHerbívoroVegetal Sopróvoro ESTRUTURA? Ciências do Ambiente – Cap 5.5

9 CARACTERÍSTICAS CONTINUIDADE – tudo está relacionado com tudo, de modo que não podemos tocar num elemento isolado sem afetarmos o conjunto – interdependência; SISTEMA ABERTO/FECHADO - a matéria é continuamente reciclada numa espécie de sistema fechado (Ciclo Biogeoquímico); a energia, proveniente do sol, flui continuamente numa espécie de sistema aberto - movimento constante de matéria e energia; HOMEOSTASE – isto faz com que o ecossistema seja não apenas auto-organizado como também auto-regulável. Quanto maior a diversidade biológica maior sua capacidade de auto-regulação - equilíbrio auto-regulado; SUCESSÃO ECOLÓGICA – resultado de um lento e trabalhoso processo evolutivo, que precisa ser continuamente renovado - ordem dinâmica. Ciências do Ambiente – Cap 5.6

10 Sucessão ecológica de um bosque queimado. SUCESSÃO ECOLÓGICA? Seqüência de biocenoses, que por uma série de motivos, adquirem particularidade de poderem se perpetuar. - Primária (ambientes virgens) - Secundária (ambientes degradados) Ciências do Ambiente – Cap 5.7

11 CADEIA ALIMENTAR? Seqüência de seres vivos unidos pelo alimento. PRODUTOR CONSUMIDOR DECOMPOSITOR Ciências do Ambiente – Cap 5.8

12 NÍVEL TRÓFICO? Posição que cada ser vivo ocupa numa cadeia alimentar. Podemos concluir que: PRODUTOR - ocupa somente o primeiro; HERBÍVORO - ocupa somente o segundo; CARNÍVORO - ocupa vários níveis, dependendo da sua ordem, com exceção dos dois primeiros e do último; ONÍVORO - só não ocupa o primeiro e o último; DECOMPOSITOR - ocupa somente o último. Ciências do Ambiente – Cap 5.9

13 CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS NUM ECOSSISTEMA Ciências do Ambiente – Cap 5.10

14 Recordando: PB É A PRODUÇÃO PRIMÁRIA BRUTA DO ECOS- SISTEMA OU A QUANTIDADE DE ENERGIA/MATÉRIA FIXADA PELOS VEGETAIS. PB DE VÁRIOS ECOSSISTEMAS (Kg/m 2.ano) A - Desertos; B - Pastagens, lagos profundos, bosques montanhosos; C - Florestas tropicais, lagos rasos, agricultura irrigada; D - Estuários, recifes de corais; E - Águas costeiras; F - Mares profundos. Ciências do Ambiente – Cap 5.11

15 PRODUTIVIDADE? Aumento da quantidade de matéria orgânica ou de energia fixada, pela população ou pela comunidade, por nível trófico, nas seqüências alimen- tares (PP, PS, PT, PQ,...). PB = PL + R PB/R > 1,0 => Ecossistema sucessional PB/R = 1,0 => Ecossistema maduro Ciências do Ambiente – Cap 5.12

16 O fato acima, conseqüência da segunda lei da termodinâmica, limita os níveis tróficos nas cadeias alimentares a quatro ou cinco. Apenas 10% da energia recebida por um nível trófico é transferida para o nível seguinte. (Lei dos 10%) COMENTÁRIOS Outrossim, quanto mais próximo da base de produção, maior será o número de organismos que poderá ser mantido no ecossistema. Ciências do Ambiente – Cap 5.13

17 COMPARAÇÃO DOIS ENTRE ECOSSISTEMAS Ciências do Ambiente – Cap 5.14

18 PIRÂMIDES ECOLÓGICAS? Representações gráficas das cadeias ou teias alimentares, onde o primeiro nível trófico forma sempre a sua base. Podemos construir: Números - representa o número de organismos a cada nível trófico; Biomassa - representa a quantidade (kg) de matéria viva a cada nível trófico; Energia - representa a quantidade (cal) de energia a cada nível trófico. Ciências do Ambiente – Cap 5.15

19 PIRÂMIDES ECOLÓGICAS As pirâmides que representam as cadeias de predadores têm vértice sempre para cima. Exemplo: Capim Gafanhotos Pássaros Raposas CAPIM GAFANHOTOS PÁSSAROS RAPOSAS Ciências do Ambiente – Cap 5.16

20 PIRÂMIDES ECOLÓGICAS As pirâmides de números, que representam as cadeias de parasitas, têm vértice para baixo. Exemplo: Trigo Pulgão Protozoário PROTOZOÁRIOS PULGÕES TRIGO Ciências do Ambiente – Cap 5.17

21 VOCÊ SABIA QUE... A expressão "lágrimas de crocodilo" vem do fato de os crocodilos lacrimejarem quando comem as presas? Ciências do Ambiente – Cap 5

22 O homem não teceu a teia da vida:ele é simplesmente um fio nessa teia. O que quer que faça à teia, ele faz a si mesmo... Chefe Seattle

23 VOCÊ SABIA QUE... O Brasil é considerado o país que tem a flora mais rica do mundo, além de ser campeão mundial de variedades de flores? Ciências do Ambiente – Cap 5

24 Entrelaçamento de cadeias alimentares. TEIA ALIMENTAR? Ciências do Ambiente – Cap 5.18

25 TEIA ALIMENTAR? Ciências do Ambiente – Cap 5.19

26 2. PELA INTRODUÇÃO DE ORGANISMOS EXÓTICOS NA TEIA ALIMENTAR. 1. PELA DESTRUIÇÃO DE UM OU MAIS ELOS DA TEIA ALIMENTAR (caça, pesca, alteração do biótopo). DESEQUILÍBRIOS NOS ECOSSISTEMAS 3. PELA ENTRADA DE SUBSTÂNCIAS NÃO BIODEGRADÁVEIS NA CADEIA ALIMENTAR (BIOMAGNIFICAÇÃO) Ciências do Ambiente – Cap 5.20

27 BIOMAGNIFICAÇÃO

28 BIOMAGNIFICAÇÃO - Lago Clear, Califórnia – ppm de DDT Mergulhões (2500*) Peixes carnívoros (22 a 221*) Peixes herbívoros (7 a 9*) Zooplâncton (3*) Fitoplâncton (0,5*) Água (0,014*) Ciências do Ambiente – Cap 5.21

29 O vilão dos metais

30 BIOMAGNIFICAÇÃO (Hg)

31 Mercúrio no Brasil

32 ACIDENTES

33 Art. 29. Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida: Pena - detenção de seis meses a um ano, e multa.(Lei 9605/98 ) Avoante ou Arribaçã

34 Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da Criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar seu semelhante. Albert Schweitzer


Carregar ppt "ECOSSISTEMAS COMPONENTES, ESTRUTURA E CARACTERÍSTICAS (Capítulo 5)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google