A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

10/2001 INEOS S ilicas Brasil Ltda ZEÓLITOS PARA DETERGENTES EM PÓ

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "10/2001 INEOS S ilicas Brasil Ltda ZEÓLITOS PARA DETERGENTES EM PÓ"— Transcrição da apresentação:

1 10/2001 INEOS S ilicas Brasil Ltda ZEÓLITOS PARA DETERGENTES EM PÓ

2 10/2001 INEOS GROUP Grupo químico multinacional, de origem Inglesa. Faturamento anual de 5 bilhões de Euros colaboradores, 60 fábricas. Negócios INEOS Acrilics (Metil Metacrilatos, Polímeros, etc) INEOS Oxide (Óxido de Etileno, Etileno Glicol, Etanolamina, etc) INEOS Fluor (HFC, HCFC, Gases refrigerantes) INEOS Silicas (Silicatos, Sílicas, Zeólitos, Argilas Sintéticas) INEOS Phenol (Fenol, Acetona) INEOS Chlor (Soda Cáustica, Cloro e Derivados) EVC (PVC: resinas, filmes e compostos)

3 10/2001 Instalações da INEOS Silicas Brasil Ltda Fábrica de Silicatos na cidade de São Paulo Fábrica de Sílicas na cidade de Rio Claro Escritório Comercial na cidade de São Paulo INEOS Silicas Possui fábricas na Europa, EUA, África, Ásia e América Latina Os Zeólitos são produzidos em suas fábricas da Holanda, Inglaterra e EUA Produção INEOS de Zeólitos: ton/ano Produção Mundial de Zeólitos: ton/ano

4 10/2001 ZEÓLITOS Zeólitos são sílicoaluminatos de sódio presentes em abundância na natureza. Foram descritos pela primeira vez em 1756 por um mineralogista sueco chamado Baron von Cronstedt, que descobriu este mineral em rochas de origem vulcânica. Sua estrutura física apresenta-se como um retículo cristalino, formado por centenas de camadas de canais, o que lhe fornece grande capacidade de absorver líquidos (capilaridade). Sua fórmula química geral é: Na 2 O.xSiO 2.Al 2 O 3.yH 2 0. Entre outras funções, os zeólitos promovem troca iônica de seus átomos de sódio por cálcio e magnésio. Esse mineral pode ser sintetizado de forma controlada, adequando-se suas características para uso em tintas, plásticos, papel, catalisadores e detergentes.

5 10/2001 ZEÓLITOS Alguns produtores mundiais: INEOS Silicas PQ Corporation Degussa Rhodia Henkel Zeoline Sasol Italy S.p.A. FMC Foret IQE

6 10/2001 ZEÓLITOS Matérias primas utilizadas na produção de Zeólitos Silicato de sódio Hidróxido de sódio Hidróxido de alumínio Na produção de Zeólitos não há geração de resíduos

7 10/2001

8 O Sucesso dos Zeólitos Nos anos 70 descobriu-se que fosfatos podiam causar eutrofia na superfície das águas. Essa preocupação com o meio-ambiente forçou a pesquisa alternativas Na década de 80, o zeólito 4A recebeu aceitação mundial como um builder ambientalmente adequado para ser usado em formulações de detergentes em pó do tipo Zero-Fosfato. 20 anos após a introdução dos zeólitos, suas vantajosas propriedades como builder, combinado ao seu excelente padrão de segurança ao homem e ao meio-ambiente, tem feito com que continuem sendo incluídos em um extenso range de formulações de detergentes ao redor do mundo.

9 10/2001 O Sucesso dos Zeólitos Market Share - Detergentes zero P na Europa (1998)

10 10/2001 Nova Geração de Zeólitos Após a aceitação do zeólito 4A como builder alternativo, surgiram novas necessidades aos formuladores que os utilizavam em seus detergentes. Necessidades: Melhor abrandamento de água, Melhor capacidade de transportar o surfactante líquido, Superior compatibilidade na combinação com ingredientes sensíveis, Melhor compatibilidade com silicatos (muito utilizados em detergentes).

11 10/2001 DOUCIL A24 - Um zeólito desenvolvido para Detergentes Em 1988, a INEOS Silicas (então Crosfield) lançou na Europa o que seria a segunda geração de zeólitos para uso como builder em detergentes. Vantagens do novo Doucil A24 em relação ao tradicional 4A: Maior eficiência na ligação com cálcio (10 a 30%) Maior capacidade de transporte de líquidos (p.ex. surfactantes) Permite superior estabilidade aos detergentes em pó Elimina problemas de fluidez nos detergentes em pó Reduz / Elimina o uso de co-builders (p.ex. policarboxilatos) Compatível com produção em Torres de Secagem e NTR Compatível com Silicatos de Sódio 70% da produção de zeólitos da INEOS é de A24

12 10/2001 Incrustação nos Tecidos O A24 tem partículas extremamente pequenas (1 m) sendo eficientemente enxaguado durante o processo de lavagem.

13 10/2001 Capacidade de Transporte de Líquidos Sua grande capacidade de transporte de líquidos o faz o material de escolha para o processamento também sem torre de secagem, e ainda permite menor desprendimento dos surfactantes captados.

14 10/2001 Estabilidade do Detergente em Pó A presença de água móvel em detergentes em pó reduz a estabilidade de ingredientes sensíveis como branqueadores, enzimas e perfumes. O excesso de umidade pode ser oriundo dos outros ingredientes da fórmula, ou do ambiente externo. Detergentes formulados com zeólitos como o A24 tem estabilidade de armazenagem muito superior. A baixa mobilidade da água captada pelo A24 garante que, mesmo em situações críticas de temperatura (por exemplo durante o transporte), a água uma vez captada não será liberada, preservando deste modo os demais ingredientes.

15 10/2001 Fluidez do Detergente em Pó Zeólitos são bastante utilizados como auxiliar de fluidez em diversos produtos em pó, inclusive nos detergentes produzidos no Brasil. A grande capacidade de capturar e reter líquidos, somada à características físicas especiais, fazem do Zeólito Doucil A24 um produto eficaz na eliminação de problemas relacionados à fluidez dos pós.

16 10/2001 Zeólitos e Meio-Ambiente Risk Assessment of Sodium Aluminium Silicate - Zeolite A (January, 2004) Members of the HERA Task Force Solutia, Solvay, P&G, Rhodia, SASOL, Unilever, McBride, Clariant, Petresa, CIBA, BASF, Henkel, Dow Corning, Shell Chemicals, Akzo Nobel, Cognis, Colgate. Environmental risk assessments were conducted with the default values of EUSES 1.0 as well as with the HERA detergent scenario. Both scenarios do not indicate a risk for any of the environmental compartments, i.e. water, sediment, soil and Sewage Treatment Plant (STP) pag. 20 (Não há indicações de riscos ambientais para água, sedimentos solo e para as estações de tratamento de efluentes) The human risk assessment has demonstrated that the use of sodium aluminium silicate in household detergents does not cause concern with regard to consumer use. pag. 47 (Avaliação de risco demonstrou que não há preocupações quanto ao seu uso) Human & Environmental Risk Assesment on ingredients of European household cleaning products

17 10/2001 Zeólitos e Meio-Ambiente EU ENVIRONMENT DIRECTORATE PHOSPHATES AND ALTERNATIVE DETERGENT BUILDERS FINAL REPORT - WRc Ref: UC 4011 (June 2002) Zeolite A was shown to be a cost-effective alternative, both in terms of socio- economic and environmental impacts, to the use of STPP as a detergent builder in the EU. pag 122 (bom custo-benefício em termos de impactos socio-econômico e ambiental) Changing from STPP to Zeolite A as a detergent builder has no cost to consumers;.....The most economical way of achieving a given target for reducing P inputs is therefore first to change to Zeolite A as detergent builder, while improvements in sewage treatment are carried out. pag 125 (Alteração não traz custo adicional aos consumidores - Forma mais economica de reduzir P é substituir o builder por zeólito, enquanto se introduz melhorias no tratamento de efluentes)

18 10/2001 Zeólitos e Meio-Ambiente OPINION OF THE SCIENTIFIC COMMITTEE ON TOXICITY, ECOTOXICITY AND THE ENVIRONMENT (CSTEE) ON The environmental impact (reduction in eutrophication) that would result from banning sodium tripolyphosphate (STPP) in household detergents November 2003

19 10/2001 Zeólitos e Meio-Ambiente It is opinion of the CSTEE that, among the consequences on the overall quality of surface water bodies produced by the discharge of untreated effluents, a moderate increase in suspended solids due to Zeolite can be assumed as negligible. The need for increasing the level of treatment must be supported for reasons other than Zeolite. pag 11 (O aumento de sólidos suspensos em efluentes não tratados é desprezível - Melhorias nos níveis de tratamento de efluentes devem ser suportadas por outras razões que não zeólitos) As a final comment on the effects of Zeolites in surface water bodies, it can be highlighted that no environmental problems are documented in those countries (e.g. Switzerland, Italy) where Zeolites have been used for more than 15 years. pag 11 (Não há evidências de problemas em países que utilizam zeólitos por mais de 15 anos)

20 10/2001 Zeólitos e Meio-Ambiente There are no toxicological or ecotoxicological problems related with the use of Zeolites in detergents, and no environmental problems have been documented in those areas where the use of Zeolites is already common, although monitoring programmes downstream of wastewater discharges are relatively pag 11 (Não há evidências de problemas toxicológicos ou ecotoxicológicos onde zeólitos têm sido comumente utilizados) Non treated effluents produce severe damages to the surface water environment due to many other pollution factors (e.g. organic matter and oxygen depletion); in these conditions it is the opinion of the CSTEE that the contribution of Zeolites would be minor, even in relation with the potential increase in sedimentation due to organic sediments. pag 11 (Efluentes não tratados produzem sérios problemas por diversos fatores, e a contribuição dos zeólitos nestes casos é cosiderada irrelevante)

21 10/2001 Zeólitos e Meio-Ambiente Approximately 90% of the Zeolite which enters the sewage treatment facility is incorporated into the sewage sludge. Although this typically causes an increase of approximately 10% in the dry weight of the sludge produced the sludge volume has been shown not to increase, as Zeolites aid sludge settling. Thus sludge transport costs will not be increased by the use of Zeolite in washing products. pag 12 (apesar de incrementar em 10% o peso seco do lodo, o volume final não deve alterar-se pela presença de zeólitos) In conclusion,..... the use of Zeolites in detergent products should not increase the amount (volume) of sewage sludge produced, or lead to a sewage sludge of unacceptable quality for agricultural use pag 13 (o uso de zeólitos não deve levar a um aumento do volume de lodo produzido, nem deve impedir seu uso na agricultura)


Carregar ppt "10/2001 INEOS S ilicas Brasil Ltda ZEÓLITOS PARA DETERGENTES EM PÓ"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google