A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Bases Nitrogenadas nos Ácidos Nucleicos. Pirimidinas Purinas 5-Metildicetopirimidina Dicetopirimidina.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Bases Nitrogenadas nos Ácidos Nucleicos. Pirimidinas Purinas 5-Metildicetopirimidina Dicetopirimidina."— Transcrição da apresentação:

1 Bases Nitrogenadas nos Ácidos Nucleicos

2 Pirimidinas Purinas 5-Metildicetopirimidina Dicetopirimidina

3

4

5 Purificação de DNA por gradiente de Cloreto de Césio e visualização por luz U.V. O CsCl tem sua solução aquosa com uma gravidade específica próxima a do DNA. Quando esta solução é centrifugada por um longo período de tempo e em alta velocidade, atinge-se um equilíbrio com a formação de um gradiente de densidade contínuo, com a porção mais concentrada de CsCl no fundo do tubo e a porção menos concentrada no topo.

6

7 DOSAGEM DE ÁCIDOS NUCLEICOS POR ABSORÇÃO DE LUZ U.V. D.O 260 nm = 1,0 corresponde a 50 g/mLde DNA dupla fita 40 g/mL de DNA ou RNA simples fita 20 g/mL de oligonucleotídeos. D.O 260 nm / D.O 280 nm : fornece a pureza de uma preparação de ácidos nucleicos (1,8 e 2,0 para DNA e RNA respectivamente). Valores inferiores indicam contaminação com fenol e proteínas.

8 MARCAÇÃO NÃO RADIOATIVA DO DNA VIA BASES NITROGENADAS DIGOXIGENINA :DIGOXIGENINA : O DNA é ligado ao glicosídeo digoxigenina-11-UTP BIOTINA :BIOTINA : O DNA é ligado à biotina COMPOSTOS FLUORESCENTES :COMPOSTOS FLUORESCENTES : O DNA é ligado a compostos fluorescentes como Texas Red.

9 dUTP- Biotina dUTP-Digoxigenina

10 Grupamentos Fosfatos nos ácidos nucleicos

11 dATP

12 β α

13 MARCAÇÃO DO DNA MARCAÇÃO RADIOATIVA: Isótopos: Isótopos: Átomos que tem o mesmo número de prótons e diferentes números de nêutrons são chamados isótopos uns dos outros. Os isótopos são ditos radioativos quando contém uma combinação instável de prótons e nêutrons. A quebra e desintegração do isótopo radioativo, resulta na liberação de energia. As sondas genéticas podem ser marcadas com nucleotídeos marcados com radiosótopos no fosfato α, por exemplo α 32 P.

14

15 AÇÚCARES DOS ÁCIDOS NUCLEICOS

16 Ligação P-O sensível a alkali e enzimas

17 Ligações Fosfodiéster Ligações fosfodiéster constituem o núcleo principal da vida já que são parte da constituição básica de todos os ácidos nucleicos. A hidrólise das ligações fosfodiester são catalisadas pelas fosfodiesterases (quebra do DNA)

18 Grupos fosfatos das ligações fosfodiester são carregados negativamente

19 Por quê o mesmo tamanho molecular pode migrar diferentemente no gel de eletroforese?

20

21

22

23

24 Etanol e isopropanol: A natureza higroscópica do DNA forma precipitados quando colocado em presença de etanol ou isopropanol e pequenas concentrações de cátions monovalentes.

25 Base-Pareamento nos ácidos nucleicos

26

27

28

29

30

31 Tratamento ácido: depurinação

32

33

34 Química de formação : Rosalind Franklin ( ): Novembro de Cadeia de fosfato-desoxiribose no exterior com bases no interior havendo entre 2 e 4 hélices co-axiais. A: desidratadaB: Helicoidal alongada Laboratório de Biofísica do Kings College

35 Maurice Wilkins 15/12/ /10/2004

36 Uma estrutura de ferro e madeira, imitando uma hélice dupla, foi a forma que os biólogos James Watson e Francis Crick encontraram para demonstrar como é a forma da molécula de DNA. 25 de abril de Prêmio Nobel em 1962 junto com Maurice Wilkins)

37 DNA B Hélice gira para a direita e a rotação entre 2 pares de bases é de 34,6° Volta completa da hélice a cada 10,4 pb Diâmetro da hélice é de 2,37nm Uma volta percorre 3,4nm e cada base adiciona 0,34nm

38

39

40 Estrutura e propriedades dos RNAs 80% do material genético das células: rRNA 15%: tRNA 5%: mRNA 2%: sn RNA e scRNA Regiões dupla fita (Pontes de H) são rompidas por altas temperaturas e calor (como no DNA!) Ligações fosfodiester são rompidas por alkalis (NÃO OCORRE NO DNA!!!!)

41 BASE PAREAMENTO RNA-DNA (FORMAÇÃO DE HETERODUPLEXES ou Hélices híbridas) HETERODUPLEXES dA : rU (+estável) rA : dT (+ estável) dG : rC (++ estável) dC : rG (+++ estável) HOMODUPLEXES DNA dC : dG (+ estável) dA : dT HOMODUPLEXES RNA rA : rU rG : rC rG : rU (---- estável)

42 Tipos de RNANúmero aproximado de tipos nas células Tamanho aproximadoDistribuição tRNA P, E 5S rRNA1-2120P, E 5,8 S rRNA1155E 16S rRNA11.600P 23 S rRNA13.200P 18 S rRNA11.900E 28S rRNA15.000E mRNAmilharesvariávelP, E hn RNAmilharesvariávelE sc RNAdezenas90-330P, E sn RNAdezenas58-220E P= procariotos, E= eucariotos

43 Transcrição do mRNA

44 Cap: Consiste de uma guanina modificada que é ligada ao terminal 5 do pré- mRNA e é adicionada pela RNA polymerase II. Protege o mRNA de degradação por enzimas que degradam a partir do terminal 5 e serve como ponto de encontro (asssemby) das proteínas necessárias para recrutar a subunidade ribossomal menor para iniciar a tradução. Cauda Poli A: É uma agregação de adeninas adicionadas pela RNAP II ao terminal 3do mRNA. Completa a molécula deixando-a pronta para ser transportada para o citoplasma.

45 mRNA RNA polimerase II: Transcreve os genes do mRNA (e também o snRNA).

46

47

48 Ribosomos são compostos por moléculas de RNA e proteínas formando grandes complexos que compreendem a maior parte da massa de uma célula. O ribossomo tem um coeficiente de sedimentação de 70S, e pode ser dividido em duas subunidades: 50S e 30S. Estas subunidades são compostas por unidades separadas: a subunidade 50S possui 2 moléculas de RNA, uma de 23S e outra de 5S bem como 34 proteínas diferentes. A subunidade 30S tem como subunidades a molécula de rRNA de 16S e 21 proteínas diferentes.

49 rRNA RNA polymerase I (Pol I): Transcreve os genes do rRNA dos precursores 23S e 16S RNA polymerase III (Pol III): Transcreve os genes para o rRNA 5S

50 tRNA RNA polymerase III (Pol III): Transcreve os genes para os tRNAs.

51


Carregar ppt "Bases Nitrogenadas nos Ácidos Nucleicos. Pirimidinas Purinas 5-Metildicetopirimidina Dicetopirimidina."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google