A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ivan Bittencourt de A. e S. Neto JacORB Sobre JXTA Implementação Do JXTA Como Protocolo De Transporte Do JacORB.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ivan Bittencourt de A. e S. Neto JacORB Sobre JXTA Implementação Do JXTA Como Protocolo De Transporte Do JacORB."— Transcrição da apresentação:

1 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto JacORB Sobre JXTA Implementação Do JXTA Como Protocolo De Transporte Do JacORB

2 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto Objetivo do trabalho Fazer o JacORB rodar sobre o JXTA, de modo a permitir que aquele atravesse possíveis firewalls presentes em aplicações distribuídas.

3 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto O JacORB e o JXTA O JacORB: É um ORB Java; Open-source, etc. O JXTA: Protocolo P2P aberto; Escrito em Java e em C (mas pode ser implementado em outras linguagens); Independência de plataforma

4 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto O JXTA Há uma série de protocolos definidos: Peer Resolver Protocol: enviar pedidos e receber respostas de outros peers. Peer Discovery Protocol: usado para publicar e encontrar recursos. Pipe Binding Protocol: usado para criar um canal de comunicação entre 2 peers. Etc...

5 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto Mais JXTA Bastante diferente do modelo tradicional do TCP/IP. Funciona de maneira meio mágica (API simples). Não utiliza IPs nem portas, mas um ID e um grupo (na verdade um Advertisement) para cada recurso. Guarda as configurações iniciais num diretório.jxta. Comunicação entre peers ocorre por meio de Pipes.

6 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto Exemplo de Advertisement urn:jxta:uuid-DEAE JxtaUnicast ExamplePipe

7 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto Publicando um InputPipe discoverySvc = netPeerGroup.getDiscoveryService(); pipeAdvertisement = (PipeAdvertisement) AdvertisementFactory.newAdvertisement( PipeAdvertisement.getAdvertisementType()); discoveryService.publish(pipeAdvertisement); discoveryService.remotePublish(pipeAdvertisement);

8 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto Tipos de Peers Rendezvous: decide se propaga mensagens que ele recebe. Relay: faz requisições e recebe respostas em nome de outro peer. Peer normal.

9 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto Publicação/Busca de recursos Cada peer conhece algum(ns) rendezvous peer(s). Cada rendezvous peer conhece alguns outros rendezvous peers. Quando um peer publica seus recursos, ele manda informações ao seu rendezvous. A busca de recursos ocorre somente entre os redezvous, o que agiliza bastante a busca. Mas a comunicação entre peers é feita diretamente.

10 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto Um exemplo JXTA public static void main (String[] args) throws Exception { PeerGroup netPeerGroup = PeerGroupFactory.newNetPeerGroup(); DiscoveryService discovery = netPeerGroup.getDiscoveryService(); discovery.addDiscoveryListener(this); discovery.getRemoteAdvertisements(null, DiscoveryService.PEER, null, null, 5); } Sending a Discovery Message Got a Discovery Response [5 elements] from peer : unknown Peer name = suz Peer name =

11 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto Comunicação entre peers O peer servidor cria um InputPipe e publica o ID deste na rede. O peer cliente obtém de algum modo o ID publicado (numa IOR, por exemplo), localiza o InputPipe e cria um OutputPipe. A conexão (unidirecional) está estabelecida. Peer cliente Peer servidor

12 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto Felizmente há o JXTASocket Mais alto nível. Muito parecido com sockets de Java. Permite comunicação nos dois sentidos. Precisa do grupo e PipeAdvertisement de onde vai conectar. Há um grande delay no estabelecimento da conexão (solucao: rendezvous peer em comum). Há também o P2PSocket (não vem junto com o JXTA).

13 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto P2PSocket Substitui o Socket e ServerSocket do Java. Mas roda sobre JXTA. Seu uso é muito parecido com o de sockets normais. Usa componentes JXTA para simular uma rede TCP/IP. Mais intuitivo que o JXTASocket. Dá até pra usar sem saber que roda sobre JXTA.

14 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto Atravessando firewalls/NAT Se um peer está atrás de firewall ou NAT, é preciso que ele encontre um relay peer (o configurador do JXTA faz isso). O relay peer recebe/envia mensagens em nome do peer inacessível. De tempos em tempos, o peer inacessível se conecta ao seu relay peer e envia/pega suas mensagens pendentes. Logo, o firewall tem que estar aberto em pelo menos uma porta para conexões externas (geralmente 80).

15 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto Travessia de firewall/NAT

16 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto A ponte entre o JacORB e o JXTA: a ETF A ETF (Extensible Transport Framework) é suportada pelo JacORB. Ela define (num arquivo IDL) uma série de interfaces que devem ser implementadas para adicionar um novo protocolo de transporte. Basta estender as classes da ETF que estão no jacorb.jar.

17 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto Interfaces da ETF Connection (ClientConnection e ServerConnection) Profile Listener Factories Handle (o JacORB já implementa)

18 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto JacORB e a ETF ORBPlugin Factories::create_listener() Listener::set_handle() Listener::listen() Criação de um Listener server-side:

19 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto ETF Profile Contém toda informação relacionada a um endereço para um protocolo de transporte específico (no caso do JXTA, o PipeAdvertisement e o grupo) + versão GIOP + object key. Métodos Profile CDROutputStream IOR. Representa o alvo de uma conexão.

20 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto ETF Listener, Connection e Factories Listener: Provê um transport endpoint que pode ser conectado a partir de um cliente (que possui um profile). Factories: usado pelo ORB para criar Listeners, Connections e Profiles. Connection: define uma interface entre o ORB e a camada de transporte.

21 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto Juntando tudo isso JacORB rodando sobre JXTA. Mas fica lento. Bem lento mesmo! Solução: P2PSockets? Não. Solução2: criar grupos? Não. É o que o P2PSockets faz. O JXTA é lento mesmo. Afinal, ele é destinado a P2P, onde não respostas imediatas não são essenciais (ou possíveis). O que foi feito: configurado um rendezvous peer em comum.

22 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto Próximos passos Testes de desempenho em vários ambientes. Problema com JxtaSocket: objetos muito grandes. Adicionar suporte a P2PSockets -- talvez.

23 Ivan Bittencourt de A. e S. Neto É isso... Mais informações em: mac499/ Perguntas, sugestões?


Carregar ppt "Ivan Bittencourt de A. e S. Neto JacORB Sobre JXTA Implementação Do JXTA Como Protocolo De Transporte Do JacORB."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google