A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LINHAS DE DEFESA Microrganismos invasores Barreiras Físico-Químicas Respostas Focalizadas Imunidade Específica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LINHAS DE DEFESA Microrganismos invasores Barreiras Físico-Químicas Respostas Focalizadas Imunidade Específica."— Transcrição da apresentação:

1 LINHAS DE DEFESA Microrganismos invasores Barreiras Físico-Químicas Respostas Focalizadas Imunidade Específica

2 Componentes da Imunidade Inata X Adquirida INATA –Barreiras Mecânicas –Produtos Secretados –Células (Macrófagos, Granulócitos e NK) ADQUIRIDA –Produtos Secretados –Células (Linfócitos)

3 Características da Imunidade Inata X Adquirida INATA –Presente ao nascer –Não muda de intensidade com a exposição –Não-específica ADQUIRIDA –Resposta específica –Adquirida a partir da exposição –Aumenta a intensidade com a exposição

4

5 Barreiras Físico-Químicas

6

7 ATIVAÇÃO DO SISTEMA COMPLEMENTO

8

9

10 OPSONIZAÇÃO

11

12 Macrófagos Células Dendríticas Neutrófilos Eosinófilos Basófilos Mastócitos FAGOCITOSE R. I. INATA ALERGIA

13

14

15

16 Resposta Inata contra Vírus

17

18 Clin Microbiol Rev (4): 778–809.

19

20

21

22

23

24 Células NK PROTEÇÃO CONTRA VÍRUS/TUMORES Resposta Inata contra Vírus

25 Células NK R. I. INATA

26

27

28 In activated NK cells (left) proteins involved in actin cytoskeleton rearrangements (WASp, WIP, myosin IIA) readily move to the cell-cell contact site, also known as the immune synapse. As a result, target cell will be killed (lysed). However, induction of KIR signaling by recognition of KIR ligand on the surface of target cell leads to inhibition of NK cell activity and prevents actin cytoskeleton proteins from translocation (right). Consequently, the target cell will be spared

29 Two cells (left and right) are killing a B lymphoblastoid tumor cell (middle). Filamentous actin (green) accumulates at the cell-cell contact site known as the immune synapse, whereas FLAG-WIP (red) polarizes to the cell-cell interface to stabilize filamentous actin, thus providing a rigid scaffold for the immune synapse and allowing more firm cell-cell coupling.

30 RESPOSTA IMUNE ESPECÍFICA

31 LINFÓCITOS CD4CD8 LINFÓCITOS T HELPERS CITOTÓXICOS B ANTICORPOS

32 ISOTIPOS DE ANTICORPOS

33

34 Neutralização HIV CD4 Raiva Rec AcCol NCAM Sarampo CD46 Influenza Glicoforina A EBV CR2 Rinovirus ICAM-1

35 Neutralização

36 Opsonização

37

38

39 Ativação do Sistema Complemento 1e 3 Lise de vírus envelopados e de células infectadas

40 Citotoxicidade Celular dependente de Anticorpos - ADCC

41

42 LINFÓCITOS T CD4+

43 LINFÓCITOS T CD4+ CD8

44 LINFÓCITOS T CD8+

45 Virus Evasion of MHC Class I Molecule Presentation The Journal of Immunology, 2003, 171:

46

47

48

49

50

51

52 CD8 Alvo LINFÓCITOS T CD8+

53

54 MECANISMOS DE EVASÃO

55 Mecanismos de Evasão da R.I. Evidência de co-evolução: SI e vírus - Variação antigênica - Complemento (bloqueio da ativação) -Interferons bloqueio da ativação da proteína quinase dsRNA-dependente (PKR) - Citocinas secreção de homólogos de receptores (IL1, TNF, IFN) bloqueio intracelular da ativação pela IL-1 impede morte pelo TNF - MHC I bloqueio da expressão de MHC (homólogo não funcional da 2 microg) bloqueio do processamento (proteossomas)

56 Antagonistas de IFN Poxvirus – receptores solúveis (vIFN-Rc) Adenovirus –E1A (bloqueia a sinalização do IFN) HPV – oncoproteína E6 (bloqueia a sinalização do IFN) HHV-8 – vIRF (bloqueia a sinalização do IFN) VZV – inibe expressão de STAT-1 e JAK-2 Vírus da caxumba – aumenta a degradação de STAT-1 Ebola – VP35 – antagonista de IFN

57 Moléculas imuno-subversivas RABV induz expressão de Fas-L no SNC: - morte de CD8 e NK HCMV, HIV-1, HSV-1, RABV induzem HLA-G: - morte de linf. CD8+ e NK pela ligação com KIR2DL4 (NK) ou CD8

58 Variação antigênica

59 INFLUENZA São conhecidos 3 tipos de vírus da influenza: A, B e C. Os tipos A e B causam maior morbidade e mortalidade.

60

61 Antigenic drift acúmulo de mutações epidemia branda

62 Antigenic shift Troca de material genético novo vírus – grande epidemia

63

64

65 HIV

66 A grande variabilidade genética do HIV-1 é considerado o principal obstáculo para o desenvolvimento de uma vacina eficaz contra o HIV O gene env pode variar: Em único indivíduo: 8-10 % Entre diferentes indivíduos numa mesma população: até20% Entre diferentes populações geograficamente separadas: até35 %

67 n= 23 n= 193 Diversidade genética

68 VIROCINAS

69 Virus Evasion of MHC Class I Molecule Presentation The Journal of Immunology, 2003, 171: Removal of class I from cell surface: HIV-1

70

71

72 Quando a RI provoca doença inflamação infiltrado celular linfoadenopatia destruição tecidual Efeitos Imunopatológicos

73 Reações de Hipersensibilidade Tipo I: Imediata Inflamação local - liberação de mediadores (histamina) Vírus RespiratórioSincicial (RSV) bronquiolite em crianças rashes cutâneos Mastócitos Antígeno IgE

74 Tipo II: Citotoxicidade dependente de Ac - ADCC - complemento NK Ação Citotóxica Lise mediada por Complemento necrose hepática pelo HBV e febre amarela dano neuronal na raiva Lise de células infectadas resultando em destruição tecidual

75 Tipo III: Imuno-complexo Antígeno Deposição de Imuno-complexos Células Endoteliais Membrana Basal complemento Tecidos Extravasculares - resposta inflamatória na derme coagulação intravascular sistêmica (DIC) Intravascular imuno-complexos circulantes - cleared em excesso de anticorpos - em excesso de Ag: localização em vasos pequenos febre - liberação de pirógenos-endógenos pelos polimorfos e macrófagos dengue hemorrágica

76 Tipo IV: Resposta imune celular Dano tecidual: morte das células infectadas pelas células CD8+ Auto-imunidade particularmente em infecções crônicas = manutenção da RI Mimetismo entre determinantes do vírus e do hospedeiro destruição por CTL?

77

78 Category: Natural Networks Description: Yeast protein network map, inside cell

79 Category: Social Networks Description: Individuals and their professions in the network of activities during the German Revolution of

80 Category: Natural Networks Description: Yeast protein network map

81 Category: Economic Networks Description: World Trade network, 1992

82 FIM Category: Internet Topology Description: Internet, colored by IP addresses

83 FIM "The structure of those networks can tell you quite a lot about how the systems work, but they're far too big to analyze by just putting dots on a piece of paper and drawing lines to connect them," Mark Newman - Assistant professor of physics and complex systems at the University of Michigan.

84 FIM!


Carregar ppt "LINHAS DE DEFESA Microrganismos invasores Barreiras Físico-Químicas Respostas Focalizadas Imunidade Específica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google