A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BIOLOGIA DOS LINFÓCITOS T: A RESPOSTA IMUNE MEDIADA POR CÉLULAS Parte 1: Desenvolvimento e maturação dos LT.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BIOLOGIA DOS LINFÓCITOS T: A RESPOSTA IMUNE MEDIADA POR CÉLULAS Parte 1: Desenvolvimento e maturação dos LT."— Transcrição da apresentação:

1 BIOLOGIA DOS LINFÓCITOS T: A RESPOSTA IMUNE MEDIADA POR CÉLULAS Parte 1: Desenvolvimento e maturação dos LT

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13 Papel dos linfócitos Th na imunidade específica Induzem proliferação celular através de citocinas Potenciam as atividades das células efetoras APC LTh LB LTc NK Ag NK Citocinas Granulocitos Macrofagos Citocinas Célula apresentadora de antígeno

14

15

16

17 Funcões das células Th1 e Th2

18

19 Células T regulatórias A população CD4+CD25+ FoxP3+ é denominada LTreg. LT regs não evitam a ativação inicial de LT mas sim inibem uma resposta permanente destas células evitando respostas crônicas com conseqüentes danos potenciais ao organismo

20 Linfócitos T regulatórios São anérgicos (não responsivos) in vitro; Não se comportam nem como células Th1 ou Th2 CD4+ Mutações na proteína Foxp3 causam uma disfunção na resposta imune (Síndrome da poliendocrinopatia enteropática ligada ao cromossomo X). Leva a um aumento da incidência de doenças auto-imunes e doenças inflamatórias. LT regs podem suprimir tanto as respostas de Th1 como de Th2.

21 Funcões das células LTc: indução da morte celular Tc cell 1.LTc reconhece o antígeno na célula alvo associado a MHC I Target cell Tc cell 2. Um sinal letal é mandado pelo LTc secretando perforinas ou granzimas B Target cell Tc cell 3. O LTc desliga-se da célula alvo e ataca outra célula alvo Target cell 4. Células alvos morrem por apoptose Target cell

22 Pre-LTc LTc LTh Class I MHC APC MHC Classe II 1. Célula que expressa MHC classe I apresenta o antígeno para o pré-LTc IFN IL-2 2. Células APC apresentam o antígeno em associação com MHC classe II para o LTh 3. LTh libera citocinas 4. Pre - LTc Diferencia-se em LTc funcional 5. LTc reconhece o antígeno na célula alvo expressando MHC classe I 6. Célula alvo é morta Mecanismos de ativação dos LTc

23

24 Principais mecanismos de indução de morte celular por LTc Os grânulos dos LTc contêm perforina e granzimas Após o contacto com a célula alvo, os grânulos liberam seus conteúdos, a perforina polimeriza e forma canais na membrana da célula alvo Granzimas (serina proteases) entram na célula alvo através de canais ativando caspases e nucleases e levando à apoptose da célula alvo.

25 Mecanismo de morte celular induzida por LTc LTc Ca++ Perforina monômeros Polimerização de Perforina Canais de perforina LTc Célula alvo Granzimas Célula alvo

26

27 Células NK Derivadas da medula óssea Não possuem TCR Não fazem maturação tímica Expressam CD56 um marcador específico de NK Expressam um receptor para a porção Fc das IgG, denominado FcRIII (CD16) Citocinas (IL-2) promovem a sua diferenciação em linfócitos killer ativados por linfocinas(LAK cells).

28 Mecanismos efetores de células NK Similares aos das células LTc Não são restritivas a MHC A susceptibilidade da célula alvo é inversamente proporcional à expressão de MHC-I (killer inhibitory receptors- KIR) nas células NK que reconhecem MHC classe I e protegem a célula da morte.

29

30 BIOLOGIA DOS LINFÓCITOS T: A RESPOSTA IMUNE MEDIADA POR CÉLULAS Parte 2: Receptores dos LT

31

32 Propriedades dos receptores Ig e TCR Ig TCR Formas transmembrânicas sim sim Formas secretadas sim não Isotipos com funções sim não diversas Valência 2 1

33 Estrutura do Receptor de Linfócitos T (TCR) Duas cadeias polipeptídicas, α e β, de pesos moleculares idênticos; Ambas as cadeias consistem de uma região constante (C) e uma região variável (V); Região V de cadeia α possui um segmento gênico J; Região V de cadeia β possui um segmento gênico D e um J.

34 Número possível de combinações e

35

36

37

38

39

40 Estrutura do Receptor de Linfócitos T (TCR) Regiões hipervariáveis V contribuem para a diversidade do TCR; TCR reconhece regiões da molécula de MHC e do peptídeo antigênico ligado na fenda TCR; Uma pequena porção de LT possui TCR formado por cadeias γ e δ cuja especificidade antigênica é diferente das cadeias αβ.

41 Propriedades dos genes de Ig e TCR Ig TCR Vários segmentos VDJ, sim sim poucos segmentos C RearranjosVDJ sim sim Pares de cadeias V formam o sítio de reconhecimento do Ag sim sim Hipermutações somáticas sim não

42 Complexo CD3 Grupo de 4 proteínas associadas com TCR Composto de uma cadeia γ, uma δ, duas cadeias ε, e duas cadeias ζ Todas as cadeias são constantes Funções: 1) sintetizadas junto com TCR e requeridas para levar TCR até a superfície celular 2) Envia sinais para o LT quando TCR reconhece o peptídeos +MHC

43

44 COMPLEXOS CD 4 e CD 8

45

46

47 Interações de LTh e Células APC LFA-3 LFA-2LFA-1 TCR CD4 ICAM-1 Class II MHC B7-1/B7-2 (CD80/CD86 CD28 IL-1 IL-6 TNF- IL-12 IL-15 TNF- IFN- GM-CSF IL-4 LTh APC peptide

48 Interações LTc e Células alvo LFA-1 TCR CD8 ICAM-1 Class I MHC LFA-3 LFA-2 LTc Célula alvo peptide

49 Moléculas Acessórias envolvidas na interação célula-célula LT Ligante na célula APC CD4 MHC classe II CD8 MHC classe I LFA-2 LFA-3 LFA-1 ICAM-1, ICA-2 LFA = Leukocyte Function-associated Antigen ICAM = InterCellular Adhesion Molecule

50

51 Moléculas Acessórias São constantes Aumentam a adesão célula-célula Algumas aumentam a expressão de citocinas

52

53


Carregar ppt "BIOLOGIA DOS LINFÓCITOS T: A RESPOSTA IMUNE MEDIADA POR CÉLULAS Parte 1: Desenvolvimento e maturação dos LT."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google