A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PAULO FREIRE E EDUCAÇÃO PARA A PAZ: Perspectivas na Formação Docente Gestão Escolar e Educação para a Paz Profª Esp. MÁRCIA ALVES DE OLIVEIRA Núcleo de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PAULO FREIRE E EDUCAÇÃO PARA A PAZ: Perspectivas na Formação Docente Gestão Escolar e Educação para a Paz Profª Esp. MÁRCIA ALVES DE OLIVEIRA Núcleo de."— Transcrição da apresentação:

1 PAULO FREIRE E EDUCAÇÃO PARA A PAZ: Perspectivas na Formação Docente Gestão Escolar e Educação para a Paz Profª Esp. MÁRCIA ALVES DE OLIVEIRA Núcleo de Estudos e Formação de Professores em Educação para a Paz e Convivência (NEP/UEPG) NOVEMBRO/2009

2 Ponto de partida "Crescer como Profissional, significa ir localizando- se no tempo e nas circunstâncias em que vivemos,para chegarmos a ser um ser verdadeiramente capaz de criar e transformar a realidade em conjunto com os nossos semelhantes para o alcance de nossos objetivos como profissionais da Educação".

3 Fortalecer a democratização do processo pedagógico, valorizando a participação consciente e responsável de todos que fazem a escola, nas decisões sobre o planejamento e orientação do seu trabalho e sobre o funcionamento geral da escola, visando ao seu contínuo aprimoramento. É possível educar para a paz

4 Formação Continuada "Como professor não me é possível ajudar o educando a superar sua ignorância se não supero permanentemente a minha". [...]aprender não é um ato findo.Aprender é um exercício constante de renovação...

5 Proposta Pedagógica de Educadores para a Paz. Articular a construção coletiva de uma proposta pedagógica, priorizando não só o desenvolvimento profissional/técnico dos seus professores e funcionários, mas investir com o mesmo afinco, no desenvolvimento pessoal desses colaboradores, a partir de um plano de Formação Continuada de Educadores para a Paz.

6 Inacabamento do ser humano "A educação tem caráter permanente. Não há seres educados e não educados. Estamos todos nos educando". "Ninguém ignora tudo. Ninguém sabe tudo. Todos nós sabemos alguma coisa. Todos nós ignoramos alguma coisa, por isso aprendemos sempre".

7 É possível educar para a paz Profissionais aprendem a fazer fazendo e refletindo sobre os problemas, vendo-os sobre diferentes pontos de vista, compartilhando idéias com um orientador mais experiente, verificando a validade das soluções construídas e suas implicações, pesquisando, etc. Relação escola/família/comunidade numa proposta de Educação para Paz. Espaços de diálogo, compreensão mútua, solidariedade, cooperação, integração coletiva, mediação e discussão objetiva de conflitos.

8 O comportamento pró-social é entendido em Psicologia Social como um comportamento útil, construtivo ou altruísta em relação aos outros (COON, 2006). COMPORTAMENTO PRÓ-SOCIAL VARIÁVELHABILIDADE EMPATIAExpressão de sentimentos AUTO-ESTIMAAuto-conhecimento e auto-conceito COOPERAÇÃOCooperação COMUNICAÇÃOComunicação CONCILIAÇÃOResolução de conflitos Comportamento pró-social

9 Intervenções na sala de aula Comportamentos pró-sociais apontam: Espaço privilegiado de encontro, diálogo, resolução pacífica de conflitos e, portanto, de Educação para a Paz. o aumento do autocontrole, assertividade, da cooperação; a diminuição dos comportamentos violentos; a melhoria na relação professor-aluno.

10 Parceria e conflitos Novo olhar docente: aluno como parceiro e o conflito como oportunidade pedagógica, é condição necessária para a construção da paz. Características do educador: proximidade com os alunos flexibilidade flexibilidadedisponibilidade atenção às necessidades do aluno.

11 EDUCAÇÃO PARA A PAZ FORMAÇÃO CONTINUADA EQUIPE DE GESTÃO ESCOLAR PROFESSORES OUTRAS INSTITUIÇÕES ESPECIALISTAS AFINS COMUNIDADE EM GERAL FAMÍLIAS ALUNOSFUNCIONÁRIOS ÂMBITO DE ATUAÇÃO DA EDUCAÇÃO PARA A PAZ NA ESCOLA (OLIVEIRA,2009)

12 Alegria na escola "Educação não transforma o mundo. Educação muda pessoas. Pessoas transformam o mundo". "O tempo que levamos dizendo que para haver alegria na escola é preciso primeiro mudar radicalmente o mundo é o tempo que perdemos para começar a inventar e a viver a alegria".

13 Conclusão Boa relação escola-comunidade: visitas diversas, trabalhos sociais, parcerias, abertura para a comunidade externa com exposições dos trabalhos dos alunos, confraternizações... Proposta Pedagógica definida e assumida por todos. Clareza de funções e responsabilidades em todos os segmentos da comunidade escolar: equipe de gestão escolar, corpo docente e funcionários, alunos e comunidade de maneira geral. Disponibilidade do pessoal docente: atenção personalizada ao aluno e as suas necessidades individuais.

14 Conclusão Metodologias de ensino gratificantes e motivadoras do estudo. Inovação e criatividade no planejamento docente. Estímulo ao trabalho cooperativo: a cooperação em oposição à idéia de competição. Currículo adequado às capacidades dos alunos. Atenção às necessidades específicas e à diversidade. Educação extra-curricular: artes, esporte, cultura... Características do professor: flexibilidade, criatividade, boa auto-estima e tolerância à frustração.


Carregar ppt "PAULO FREIRE E EDUCAÇÃO PARA A PAZ: Perspectivas na Formação Docente Gestão Escolar e Educação para a Paz Profª Esp. MÁRCIA ALVES DE OLIVEIRA Núcleo de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google