A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CURSO: ENGENHARIA AMBIENTAL URBANA – MEAU Homologação: CNE, portaria No 2.878, 24/08/2005 Nível: Mestrado - Conceito: 3 Coordenador: Roberto Jorge de Câmara.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CURSO: ENGENHARIA AMBIENTAL URBANA – MEAU Homologação: CNE, portaria No 2.878, 24/08/2005 Nível: Mestrado - Conceito: 3 Coordenador: Roberto Jorge de Câmara."— Transcrição da apresentação:

1 CURSO: ENGENHARIA AMBIENTAL URBANA – MEAU Homologação: CNE, portaria No 2.878, 24/08/2005 Nível: Mestrado - Conceito: 3 Coordenador: Roberto Jorge de Câmara Cardoso – PhD Período (junho/2005 – junho/2007) Vice - Coordenador: Artur Caldas Brandão - Dr. Ago/2006 UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA POLITÉCNICA

2 APRESENTAÇÃO DO CURSO O Mestrado de Engenharia Ambiental Urbana – MEAU da UFBA, teve início em 1997, aprovado pela CAPES em 2000 e homologado pelo CNE (portaria n ) em 24/08/2005. Funciona na Escola Politécnica da UFBA, instituição criada em 1897, marcada por uma histórica vocação para o ensino de graduação de engenharia na Bahia. O Mestrado de Engenharia Ambiental Urbana – MEAU da UFBA, teve início em 1997, aprovado pela CAPES em 2000 e homologado pelo CNE (portaria n ) em 24/08/2005. Funciona na Escola Politécnica da UFBA, instituição criada em 1897, marcada por uma histórica vocação para o ensino de graduação de engenharia na Bahia. O curso é voltado para a solução de problemas ambientais urbanos e é suportado por 04 Departamentos da Escola Politécnica: O curso é voltado para a solução de problemas ambientais urbanos e é suportado por 04 Departamentos da Escola Politécnica: Engenharia Ambiental – DEA Engenharia Ambiental – DEA Ciência e Tecnologia dos Materiais – DCTM Ciência e Tecnologia dos Materiais – DCTM Construção e Estruturas - DCE Construção e Estruturas - DCE Transportes - DT Transportes - DT

3 Objetivos Principais Contribuir para elevação do nível da qualidade de vida da população através da formação de pessoal qualificado no trato da engenharia, com visão sistêmica nos aspectos ambientais e urbanos, bem como utilizando os resultados das pesquisas desenvolvidas no programa. Contribuir para elevação do nível da qualidade de vida da população através da formação de pessoal qualificado no trato da engenharia, com visão sistêmica nos aspectos ambientais e urbanos, bem como utilizando os resultados das pesquisas desenvolvidas no programa. Capacitar profissionais para atuar no controle ambiental / urbano, seja re-estudando e re-elaborando tecnologias já conhecidas, ou adequando novas tecnologias, compatíveis com a realidade local. Capacitar profissionais para atuar no controle ambiental / urbano, seja re-estudando e re-elaborando tecnologias já conhecidas, ou adequando novas tecnologias, compatíveis com a realidade local. Promover o ensino e a pesquisa na área ambiental / urbana, a fim de contribuir para o desenvolvimento sustentável do entorno regional. Promover o ensino e a pesquisa na área ambiental / urbana, a fim de contribuir para o desenvolvimento sustentável do entorno regional.

4 Total: 24 docentes 17 permanentes : 15 Doutores e 02 Mestres 17 permanentes : 15 Doutores e 02 Mestres 07 colaboradores Doutores 07 colaboradores Doutores Área de concentração: 01 Engenharia Ambiental Urbana. Linhas de pesquisa: Geotecnia do Ambiente Urbano - 4 docentes 2. Saneamento Ambiental e Recursos Hídricos – 9 docentes 3. Produção e Gestão do Ambiente Construído – 7 docentes 4. Transporte Urbano e Meio Ambiente – 4 docentes Corpo Docente e Colaboradores – Atual.

5 As 25 vagas anuais são distribuídas pelas quatro linhas de pesquisas de acordo com a disponibilidade de professores orientadores: As 25 vagas anuais são distribuídas pelas quatro linhas de pesquisas de acordo com a disponibilidade de professores orientadores: Geotecnia do ambiente urbano – 6 vagas; Geotecnia do ambiente urbano – 6 vagas; Gestão e produção do ambiente construído – 7 vagas; Gestão e produção do ambiente construído – 7 vagas; Saneamento ambiental e recursos hídricos – 9 vagas; Saneamento ambiental e recursos hídricos – 9 vagas; Transportes e meio ambiente – 3 vagas. Transportes e meio ambiente – 3 vagas. Vagas por Linha de Pesquisa

6 CORPO DISCENTE 70 alunos matriculados em alunos matriculados em 2006 Distribuídos nas linhas de pesquisa: Distribuídos nas linhas de pesquisa: Geotecnia do ambiente urbano – 9 alunos Geotecnia do ambiente urbano – 9 alunos Gestão e produção do ambiente construído – 20 alunos Gestão e produção do ambiente construído – 20 alunos Saneamento ambiental e recursos hídricos – 28 alunos Saneamento ambiental e recursos hídricos – 28 alunos Transportes e meio ambiente – 13 alunos Transportes e meio ambiente – 13 alunos

7 LABORATÓRIOS DISPONÍVEIS Análise Fisico-Quimica e Bacteriológica da Água Análise Fisico-Quimica e Bacteriológica da Água Concreto Concreto Degradação e Conservação Degradação e Conservação Geomensura / Geoprocessamento Geomensura / Geoprocessamento Geotecnia Ambiental Geotecnia Ambiental Madeira Madeira Materiais: Ensaios Mecânicos e Metalografia Materiais: Ensaios Mecânicos e Metalografia Transporte e Meio Ambiente – CETRAMA Transporte e Meio Ambiente – CETRAMA Química Analítica Ambiental Química Analítica Ambiental

8 PROJETOS / ATIVIDADES Curso Internacional de Lideres – Secretaria Estadual de Saúde - Organização Pan-Americana de Saúde – OPAS. Gestão de riscos e desastres naturais e químicos – Curso Internacional de Lideres – Secretaria Estadual de Saúde - Organização Pan-Americana de Saúde – OPAS. Gestão de riscos e desastres naturais e químicos – Projeto Casadinho: consolidação do MEAU: Edital MCT/CNPq/PADCT Região Nordeste. Envolve todas as linhas de pesquisa do MEAU. Em cooperação com a COPPE – RJ. Valor aprovado R$ ,00 – Projeto Casadinho: consolidação do MEAU: Edital MCT/CNPq/PADCT Região Nordeste. Envolve todas as linhas de pesquisa do MEAU. Em cooperação com a COPPE – RJ. Valor aprovado R$ ,00 – Curso de estabilização de taludes – em colaboração com a COPPE, 2005 Curso de estabilização de taludes – em colaboração com a COPPE, 2005 Desenvolvimento do Programa de trabalho de Prevenção e Redução de Riscos de Desastres no Estado da Bahia – Desenvolvimento do Programa de trabalho de Prevenção e Redução de Riscos de Desastres no Estado da Bahia – PROCAD Em colaboração com a COPPE- RJ. Início : PROCAD Em colaboração com a COPPE- RJ. Início : 2006.

9 PROJETOS / ATIVIDADES O Programa comporta pesquisas em diversas áreas: qualidade do ambiente urbano, qualidade do ambiente urbano, aterros sanitários, aterros sanitários, estudos de encosta e estabilidade, estudos de encosta e estabilidade, reciclagem de materiais, reciclagem de materiais, resíduos perigosos, resíduos perigosos, mineração em perímetro urbano, mineração em perímetro urbano, gestão habitacional e recuperação de assentamentos degradados, gestão habitacional e recuperação de assentamentos degradados, gestão de mutirão habitacional para população de baixa renda, gestão de mutirão habitacional para população de baixa renda, rede baiana de qualidade e produtividade na construção civil (QUALCON), rede baiana de qualidade e produtividade na construção civil (QUALCON), rede cooperativa de pesquisa para o aproveitamento de resíduos para material de construção (RECICLAR), rede cooperativa de pesquisa para o aproveitamento de resíduos para material de construção (RECICLAR), sistemas de geoprocessamento e de cadastro territorial georreferenciado, sistemas de geoprocessamento e de cadastro territorial georreferenciado, gestão de resíduos sólidos urbanos, gestão de resíduos sólidos urbanos, implantação de bacias experimentais do semi-árido, implantação de bacias experimentais do semi-árido, gerenciamento dos recursos hídricos do semi-árido da Bahia, gerenciamento dos recursos hídricos do semi-árido da Bahia, sistema de apoio a decisões para o gerenciamento dos recursos hídricos, sistema de apoio a decisões para o gerenciamento dos recursos hídricos, qualidade da água e saúde, qualidade da água e saúde, qualidade ambiental urbana de Salvador, qualidade ambiental urbana de Salvador, mobilidade e motorização nas cidades, mobilidade e motorização nas cidades, gestão e monitoração das relações entre transporte e uso do solo urbano, gestão e monitoração das relações entre transporte e uso do solo urbano, gerenciamento de pólos geradores de tráfego. gerenciamento de pólos geradores de tráfego.

10 Dissertações Total até a presente data: 57 dissertações.

11 Avaliação CAPES Quesitos Avaliação da Comissão Síntese Evolutiva Aspecto I – Proposta do Programa AdequadoMelhorForte II – Corpo Docente BomMelhorForte III – Atividade de Pesquisa BomMelhorForte IV – Atividade de Formação BomMelhorForte V – Corpo Discente BomMelhorInespecífico VI – Teses e Dissertações BomMelhorInespecífico VII – Produção Intelectual RegularMelhorFraco Tendência Dominante Regular Conceito3

12 Pontos Fortes do Programa Maturidade técnico cientifica do corpo docente. Maturidade técnico cientifica do corpo docente. Infra estrutural laboratorial Infra estrutural laboratorial Multidisciplinaridade do assuntos envolvidos Multidisciplinaridade do assuntos envolvidos Tema de abrangência Tema de abrangência Número de projetos envolvidos em execução. Número de projetos envolvidos em execução. Integração com a graduação. Integração com a graduação. Desenvolvimento das atividades no interior do Estado. Desenvolvimento das atividades no interior do Estado.

13 Pontos Fracos do Programa Produção intelectual do corpo docente e discente. Produção intelectual do corpo docente e discente. Tempo de titulação dos discentes. Tempo de titulação dos discentes. Distribuição entre as áreas, maior concentração em Saneamento e Recursos Hídricos. Distribuição entre as áreas, maior concentração em Saneamento e Recursos Hídricos. Concentração de atividades em poucos docentes. Concentração de atividades em poucos docentes.

14 Ações para Melhoraria do Desempenho do Programa. Desenvolver colaboração e intercâmbio com outras instituições de pesquisa mais qualificadas, nacional e internacional no sentido de aumentar sua produção intelectual. Desenvolver colaboração e intercâmbio com outras instituições de pesquisa mais qualificadas, nacional e internacional no sentido de aumentar sua produção intelectual. Intensificar a mobilidade de pesquisadores entre as instituições envolvidas, através dos projetos casadinho ora em andamento e o PROCAD/2005, recentemente aprovado. Estes dois projetos prevêem ações cooperativas com a COPPE – RJ no sentido de desenvolver pesquisa e aumentar a produção científica em volume e qualidade em periódicos indexados de referência Qualis Intensificar a mobilidade de pesquisadores entre as instituições envolvidas, através dos projetos casadinho ora em andamento e o PROCAD/2005, recentemente aprovado. Estes dois projetos prevêem ações cooperativas com a COPPE – RJ no sentido de desenvolver pesquisa e aumentar a produção científica em volume e qualidade em periódicos indexados de referência Qualis

15 RESUMO PRODUÇÃO / RECURSOS HUMANOS do MEAU 2005 Trabalhos completos em periódicos:12 Trabalhos completos em periódicos:12 Anais completos: 70 Anais completos: 70 Produção Técnica:38 Produção Técnica:38 Projetos de pesquisa:60 Projetos de pesquisa:60 Qtd dissertações:12 Qtd dissertações:12 Tempo médio de titulação: 36 Tempo médio de titulação: 36 Docentes: 24 Docentes: 24 Discentes:70 Discentes:70 Qtd. Participante externo:154 Qtd. Participante externo:154 (fonte: Coleta CAPES 2005)


Carregar ppt "CURSO: ENGENHARIA AMBIENTAL URBANA – MEAU Homologação: CNE, portaria No 2.878, 24/08/2005 Nível: Mestrado - Conceito: 3 Coordenador: Roberto Jorge de Câmara."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google