A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Copyright © 2008 www.josedornelas.com Empreendedorismo Prof. Dr. José Dornelas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Copyright © 2008 www.josedornelas.com Empreendedorismo Prof. Dr. José Dornelas."— Transcrição da apresentação:

1 Copyright © Empreendedorismo Prof. Dr. José Dornelas

2 Copyright © Apresentação Apresentação dos alunos –Nome, profissão –Empresa –O que é empreendedorismo?

3 Copyright © Empreendedorismo + Inovação = Prosperidade

4 Copyright © O velho modelo econômico (a era da manufatura) Dirigido pelos modelos clássicos Recursos escassos eram materiais raros Força de trabalho (poder dos músculos) Retornos pequenos Economias de escala Barreiras de entrada Ativos físicos Sobrevivência dos maiores

5 Copyright © O novo modelo econômico (a era da inovação empreendedora) Dirigido por novos modelos de negócios Recursos escassos são imaginação e conhecimento Retornos maiores Baixas barreiras de entrada Ativos intelectuais Poder do conhecimento Sobrevivência dos mais rápidos

6 Copyright © Mobilidade Social e Empreendedorismo Números da mobilidade 82% dos milionários brasileiros construíram a própria fortuna 66% das empresas privadas que estavam na lista das 50 maiores de Exame há 30 anos desapareceram do ranking 30% das fortunas brasileiras são ligadas ao agronegócio 200% foi o aumento do número de pessoas que compraram carros na Região Norte, conhecida pelo seu histórico atraso, nos últimos 15 anos 8% foi o aumento do número de milionários no Brasil num período de dois anos 65% foi o aumento da renda per capita na Região Centro-Oeste nos últimos 15 anos Fontes: IBGE, Ministério da Agricultura, USP e Inpe, Revista Exame (out/2004)

7 Copyright © Melhores e maiores As maiores em cada fase Eis a lista das maiores companhias privadas com atuação no Brasil da década de 50 até 2004 ANO EmpresaSetor 1954 Indústrias Reunidas F. Matarazzo Industrial 1964 São Paulo Light S/AServiços 1974 VolkswagenIndustrial 1984 ShellIndustrial 1994 Autolatina Brasil (Volkswagen) Industrial 2004 TelemarServiços Fontes: Melhores e Maiores (de 1974 a 2004); "Quem é quem na economia brasileira", revista Visão

8 Copyright © Iniciativas começam a aumentar... –Softex (Genesis) –Empretec (SEBRAE) –Brasil Empreendedor –Projeto REUNE (CNI/IEL) –Começa a haver a figura do capitalista de risco –Crescimento das incubadoras de empresas tradicionais, tecnológicas e mistas –Ensino de empreendedorismo nas universidades –Entidades de apoio (Sebrae, Endeavor, Instituto Empreendedor do Ano da Ernst & Young...) –Alternativas de financiamento: Fapesp, Finep, VCs... –Crescimento de franquias –Incentivo aos Clubes de Angels

9 Copyright © 2008

10 Atividade Empreendedora Inicial (até 3,5 anos)

11 Copyright © Atividade Empreendedora Inicial (até 3,5 anos)

12 Copyright © 2008

13

14

15 Fatores associados com maiores níveis de atividade empreendedora (GEM) Percepção da oportunidade Fatores sociais e culturais Educação (segundo grau e universitário) Participação das mulheres Experiência Suporte financeiro para start-ups

16 Copyright © Developed Economies Strong infrastructure –Medium to high opportunity entrepreneurship –Low necessity entrepreneurship –Low firm entrepreneurship relative to start-ups –Higher levels of growth oriented start-ups Major aversions to work career uncertainty –Reflected in substantial social support systems –Less tolerance for income disparity Governments could increase entrepreneurial activity by –Reduce the scope of government economic activity –Reduced barriers to new firm entry –Provide more cultural support for entrepreneurship –Provide firm start-up, management training

17 Copyright © Developing Economies Weak infrastructure –Medium to high opportunity entrepreneurship –Medium to high necessity entrepreneurship –Less technically sophisticated entrepreneurship Helpful structural improvements –Expand education, general and entrepreneurial specific –Systematize recognition of property rights –Enhance access to institutional finance –Improve efficiency of government, reduce corruption –Provide special assistance for women May become strong global competitors

18 Copyright © Peculiaridades Brasileiras 4º. lugar dos empreendimentos por necessidade (+6 milhões de pessoas) 66% dos empreendedores investiram menos de R$ 10 mil 22% desembolsaram menos de R$ 2mil 22% conseguiram alocar valores mais robustos (acima de R$ 20 mil) 27% dos empreendedores iniciais e 20% dos negócios estabelecidos atuam no setor de alimentação. Outros destaques: vestuário e confecções 82,3% dos empreendedores iniciais não oferecem novidades 85,7% de empreendedores estabelecidos não oferecem novidades

19 Copyright © Doing Business in Brazil (World Bank, 2008)

20 Copyright © Doing Business in Brazil (World Bank, 2008) IndicadorBrasilRegiãoOCDE Número de procedimentos189,86,0 Duração (dias)15268,314,9 Custo (% RNB per capita)10,443,65,1 Capital min. realizado (% RNB per capita) 0,013,132,5 Abertura de empresas Este tópico trata dos desafios relacionados com a abertura de um negócio neste país.

21 Copyright © 2008

22

23

24

25 Prazo para abertura de uma empresa 5 meses... em São Paulo

26 Copyright © Impostos (como % do lucro operacional) 1,5X 2X

27 Copyright © Razões para criar uma empresa (Sebrae, in SP) 33% encontrou uma oportunidade 30% queriam ter a própria empresa (autonomia) 14% queria ganhar mais $$ 11% clientes pediram (legalização) 9% desemprego 3% outro

28 Copyright © De onde vem o $$? Próprio/família Contrato c/ fornecedores Bancos Cartão de crédito Amigos Outros Capital de Risco? Angel? Por quê?

29 Copyright © Sobrevivência de empresas em SP (Sebrae, 2004)

30 Copyright © Sobrevivência/Mortalidade de empresas no Brasil - (Sebrae, 2007)

31 Copyright © Porque muitas empresas não sobrevivem?

32 Copyright © O que eles não sabiam… Uma equipe treinada/qualificada é importante Quem são seus clientes (e quantos) Número de competidores Localização é importante Questões legais Informações de fornecedores Valor do investimento inicial

33 Copyright © O que é importante para sobreviver* * Questão feita aos que quebraram/fecharam a empresa 33% planejamento prévio 25% suporte do governo e leis específicas para as PMEs 19% melhorar desenvolvimento econômico do país 15% boa gestão desde o início 5% evitar misturar questões pessoais com a empresa 3% outro

34 Copyright © Porque eles quebraram… * Questão feita aos que quebraram/fecharam a empresa 25% falta de capital 19% não tinha clientes ou tinha maus clientes (inadimplência) 11% problemas de planejamento ou falta dele 11% questões pessoais 9% problemas de sociedade 7% problemas legais 6% competidores fortes 6% não tinha lucros 2% altos impostos 10% outro

35 Copyright © O que poderia evitar o fechamento… * Questão feita aos que quebraram/fecharam a empresa 31% menos impostos 31% ter acesso a suporte e consultoria 30% crescimento econômico 19% acesso a empréstimos bancários 10% outros tipos de ajuda 3% não sabe 17% nada

36 Copyright © Principais Recomendações 1. Trabalhar perfil empreendedor 2. Plano de negócios (antes, na abertura, e depois) 3. Gestão profissional 4. Suporte do governo / crescimento econômico 5. Criar condições para oferecer alternativas de investimento (angel investing, venture capital…)


Carregar ppt "Copyright © 2008 www.josedornelas.com Empreendedorismo Prof. Dr. José Dornelas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google