A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MÓDULO AMBIENTE INFORMACIONAL E SISTEMAS DE INFORMACÃO Carga horária : 16 horas Apresentar, aos participantes, os elementos básicos que compõem o ambiente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MÓDULO AMBIENTE INFORMACIONAL E SISTEMAS DE INFORMACÃO Carga horária : 16 horas Apresentar, aos participantes, os elementos básicos que compõem o ambiente."— Transcrição da apresentação:

1 MÓDULO AMBIENTE INFORMACIONAL E SISTEMAS DE INFORMACÃO Carga horária : 16 horas Apresentar, aos participantes, os elementos básicos que compõem o ambiente informacional e o gerenciamento da informação e os aspectos a serem considerados para avaliação, concepção e implantação de sistemas de informação. Myrza Vasques Chiavegatto

2 Módulo Ambiente Informacional e Sistemas de Informação PLANO DE AULA 1) Gerenciamento da Informação 2) Conceituações Elementares 3) Componentes do Ambiente Ambiente Externo Ambiente Organizacional Ambiente Informacional –Estratégia / Política / Cultura e Comportamento / Equipe / Processo / Arquitetura 4) Monitoração Ambiental 5) Qualidade da Informação 6) Modelo Genérico 7) Dinâmica de Grupo

3 Gerenciamento da Informação CONCEITO 1a idéia de Gerenciamento de Recursos Informacionais Robert Taylor 1a estratégia de GRI - proposta ao final dos anos 70 - Governo Americano PRA - Paperwork Reduction Act –minimizar o uso de documentos em papel no setor público; –reduzir o custo governamental das atividades de informação. Gerência de Recursos Informacionais - duas perspectivas: 1a - Perspectiva da tecnologia da Informação (TI) 2a - Perspectiva integrativa

4 Gerenciamento da Informação CONCEITO Gerência de Recursos Informacionais - Perspectiva da TI +Guia para melhora gerenciar os sistemas de informação baseados em computador Componentes: –Gerenciamento de recursos (dado, informação, hw, sw, pessoas); –Gerenciamento de tecnologia (aplicações); –Gerenciamento de tecnologia sob direção de um executivo; –Gerenciamento estratégico desses recursos; –Gerenciamento distribuído (distribuição de responsabilidades para desenvolvimento, operação e gerência de sistemas de informação).

5 Gerenciamento da Informação CONCEITO Gerência de Recursos Informacionais - Perspectiva da TI Inclui : –Planejamento de capacidade, seleção de aplicações, desenvolvimento de sistemas de informação; –gerenciamento de projetos; –aquisição de hw e sw; –integração de sistemas, tecnologias e administração de dados; –habilidades e métodos de ciclo de vida de sistemas; –integração de funções, automação de escritórios e sistemas de comunicação para disseminar a informação dentro da organização. Limitações: –informação em papel ainda soma mais de 85% de toda a informação que circula nas organizações (Davenport, 1995) –dados produzidos internamente não são o bastante –necessidade de monitorar o ambiente externo à organização

6 Gerenciamento da Informação CONCEITO Gerência de Recursos Informacionais - Perspectiva Integrativa +Abordagem de gerenciamento e função que procura integrar e harmonizar as fontes de informação corporativas, os serviços e sistemas e criar uma sinergia entre os recursos informacionais internos e externos das organizações (Burk & Horton, 1998) Busca : –Identificar o processo de informação, o fluxo e a necessidade de informação para suportar as metas da organização; –Verificar o ciclo de vida do gerenciamento da informação; –Integrar conhecimento e a habilidade das pessoas; –Promover o efetivo e eficiente uso dos recursos informacionais. Elo entre os recursos informacionais e o planejamento estratégico da organização

7 Conceituação Elementar CONCEITUAÇÕES ELEMENTARES Dado: –observações sobre o estado do mundo; –unidade de informação ainda não interpretada; –fragmentos da realidade; –fácil de capturar, comunicar e armazenar. Informação: –Dados dotados de relevância e propósito (Peter Drucker, 1994); –Serve como conexão entre os dados brutos e o conhecimento; –Exige análise, depende de interpretação humana, de julgamento e da opinião que se tem a partir dos dados -- difícil transferí-la com absoluta fidelidade.

8 Conceituação Elementar CONCEITUAÇÕES ELEMENTARES Conhecimento: –inclui reflexão, síntese e contexto; –saber, percepção, experiência, qualificação, competência, etc...; –diferencial produtivo e competitivo; –maneira de fazer as coisas (como fazer) -- decorre do conhecimento em associação com a experiência e a inteligência humana; –conhecimento organizacional - algo ligado às pessoas, regras e fórmulas que entram de diferentes formas e dinamicamente se transformam; –Difícil de ser administrado, estruturado e armazenado em computadores. Inteligência: –conjunto de estratégias usadas para captar, avaliar, combinar e utilizar eficazmente informações em decisões e ações necessárias para sua adaptação às mudanças ambientais

9 Conceituação Elementar PROCESSO DE TRANSFORMAÇÃO Ocorre com a intervenção humana Hierarquia do processo de transformação da informação

10 Conceituação Elementar INFORMAÇÃO No contexto organizacional, a informação passou a ser a principal munição para a vantagem estratégica. Depende de saber usá-la apropriadamente. Excesso X Escassez –Há muita informação de mercado do tipo inadequado e poucas informações adequadas; –As informações ficam tão dispersas dentro da organização que exigem grande esforço para localizá-las e integrá-las; –As informações importantes às vezes são retidas com exclusividade por outros executivos; –As informações importantes geralmente chegam tarde; e –As informações muitas vezes não são confiáveis.

11 Conceituação Elementar VALOR DA INFORMAÇÃO O valor efetivo pode ser resultante de: +o impacto que a informação provoca nas decisões da organização; e a utilidade desta informação, tendo em vista o seu tempo de utilização.

12 Conceituação Elementar VALOR DA INFORMAÇÃO Em certos casos, o valor da informação pode ser negativo => sobrecarga de informação A ênfase primária não está na geração e na distribuição de enormes quantidades, mas no uso eficiente de uma quantia relativamente pequena. (Davenport) Tipos de valor : –valor de uso –valor de troca –valor de propriedade –valor de restrição

13 Conceituação Elementar VALOR DA INFORMAÇÃO Valor de uso: baseia-se no uso final que se faz da informação. Pode ser valiosos para mais de um indivíduo ou grupo. Valor de troca: é aquilo que o usuário está preparado para pagar. Variará de acordo com as leis de oferta e demanda (valor de mercado). Pode ser maior, menor ou igual ao valo de uso. Valor de propriedade: reflete o custo substitutivo de um bem em particular. Certas informações têm alto valor para quem as possui, mas limitado valor de troca ou de uso. Podem ser reunidos e armazenados por razões legais, sem intenção de exploração ou intensos. Valor de restrição: surge no caso se informação secreta ou de interesse comercial, quando o ideal é que haja uso zero pelas outras pessoas interessada.

14 Conceituação Elementar Valor da Informação O que transforma e o que torna a informação mais valiosa são atributos, tais como: +Verdade - confiança na informação; +Orientação - quando a informação aponta o caminho para a direção de ações ou tomada de decisão; +Escassez - quando a informação é nova e não está disponível para os concorrentes; +Acessibilidade - como disponibilizá-la de modo que possa ser utilizada e compreendida; +Peso - consistência da informação, o que a torna convincente e de uso provável;

15 Componentes do Ambiente Abordagem Holística Enxergar o trabalho como um processo ou conjunto estruturado de atividades que incluem a maneira como se obtêm, distribui e usa a informação e conhecimento, considerar todas as fontes envolvidas, todas as pessoas que afetam cada passo e todos os problemas que surgem pode ser o início de um processo de criação de base de conhecimento organizacional.

16 Fonte:Davenport - Ecologia da Informação Componentes do Ambiente

17 AMBIENTE EXTERNO Ambientes são instáveis e imprevisíveis. Alguns fatores externos não podem ser controlados pela organização, mas afetem sem ambiente organizacional e informacional. Ex.: Novas regulamentações, mudança nas preferências dos clientes, atitudes imprevisíveis da concorrência, política do país, etc. Consiste em informações sobre: +mercados de negócio em geral +mercados tecnológicos +mercados de informação

18 Componentes do Ambiente AMBIENTE EXTERNO Mercados de Negócio: – Mudanças em relação aos clientes, fornecedores, sócios, reguladores e concorrentes têm reflexos na informação que circula na organização. Mercados Tecnológicos: –Saber o que está disponível no mercado para decidir se e como determinada tecnologia pode ser útil. –No setor publico, olhar para tecnologias utilizadas por outros órgãos, pois costuma-se ser mais fácil e economicamente viável realizar parcerias e convênios. Mercados de Informação : –Muitas organizações já avaliam maneiras de vender informações (malas- diretas) A American Airlines ganha mais dinheiro vendendo informações a agentes de viagem do que voando –Todas as empresa devem avaliar seu potencial para gerar renda dessa maneira.

19 Componentes do Ambiente AMBIENTE ORGANIZACIONAL Aborda 3 tópicos mais críticos: Situação dos negócios Investimentos em tecnologia Distribuição física

20 Componentes do Ambiente AMBIENTE ORGANIZACIONAL +SITUAÇÃO DOS NEGÓCIOS Refere-se à saber como estão as estratégias de negócios, processos de negócio, estruturas e cultura organizacional, e orientação dos recursos humanos da organização. A estratégia de negócio influencia a estratégia da informação Exemplo: Estratégia de venda -> implica em uma estratégia informacional de agregação de valor

21 Componentes do Ambiente AMBIENTE ORGANIZACIONAL +INVESTIMENTOS EM TECNOLOGIA Diz respeito infra-estrutura para acesso à informação de uso. Considerar a real necessidade, ou seja, que tipo de iniciativa ela irá facilitar, observando a capacidade de aproveitamento ao máximo da tecnologia. É importante dominar o que existe de novo, mas adotar apenas o que traz resultado. (Renato Cuoco, vice-presidente de TI do ITAÚ)

22 Componentes do Ambiente AMBIENTE ORGANIZACIONAL +DISTRIBUIÇÃO FÍSICA Estudos mostram que a proximidade física aumenta a freqüência da comunicação em grupo. Criação de espaços de interação (físicos e virtuais). A comunicação deve ser facilitada por todos os meios : Eletrônicos; Quadros de aviso; Pôsteres; Bilhetes adesivos, etc. Atenção aos documentos: Meios que estruturam e apresentam a informação. Pode ser influenciado por cores, pela disposição, por quantidade, etc.

23 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL Aborda 6 componentes mais críticos: –Estratégia da Informação –Política da Informação –Cultura e Comportamento Informacional –Equipe da Informação –Processo da Informação –Arquitetura da Informação

24 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL ESTRATÉGIA DA INFORMAÇÃO Representam os objetivos básicos ou princípios a serem observados. O que queremos fazer com a informação ? +Requer uma revisão do ambiente baseada em fatores internos e externos: concentrar-se nas áreas de negócio ou nos tópicos informacionais com maior relevância para a organização; desenvolver modelos e ferramentas conceituais para capacitar os funcionários a perceber, entender e discutir melhor as questões ligadas à informação; mostrar a todos a importância da informação

25 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL POLÍTICA DA INFORMAÇÃO Envolve o poder proporcionado pela informação e as responsabilidades da direção em seu gerenciamento e uso. Evolução do controle da informação (Davenport, 1998)

26 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL POLÍTICA DA INFORMAÇÃO Modelo Anárquico: –Modelo no qual cada indivíduo se defende sozinho. –A organização não dá a devida atenção ao seu ambiente informacional. –Criação de bases de informação próprias. –Administração da informação conforme contextos e necessidades individuais. Deficiências: redundância de dados divergência de informações entre setores e indivíduos maior custo de armazenamento e manutenção das bases locais falta de coordenação racional

27 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL POLÍTICA DA INFORMAÇÃO Modelo Feudal: –Unidade locais têm controle dos ambientes informacionais - castelos isolados. Deficiências: concentração nos objetivos das unidades, sem considerar questões mais amplas do negócio; dificuldade de operação da organização em processos integrados. Informações relevantes podem estar sendo desconsideradas porque desconhece o valor da informação Em alguns casos, pode ser interessante para pequenas organizações - diferentes produtos, diferentes medidas de desempenho e diferentes formatos para as unidades.

28 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL POLÍTICA DA INFORMAÇÃO Modelo Monárquico: –Um indivíduo controla a maior parte das informações da organização –Este indivíduo especifica que tipo de dados são importantes, estabelece significados e controla como a informação é interpretada. Deficiências: Informações relevantes podem estar sendo desconsideradas porque desconhece o valor da informação; Podem ocorrer confusões na definição dos termos utilizados. Pode resultar em conteúdos inadequados.

29 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL POLÍTICA DA INFORMAÇÃO Modelo Federativo: –exige negociação entre os grupos centrais e os dispersos. –Governo central menos regulador e alto nível de autonomia local. –Poucos elementos são definidos e controlados centralmente, restante é administrado localmente : Nível central - estabelece informações comuns. Nível local - informações específicas, seguindo padrões que permitam o compartilhamento. –Enfatiza a troca de resultados, melhores práticas e o compartilhamento. Deficiências: Podem ocorrer deficiências na priorização de informações Nível de compartilhamento é que determina a integração operacional Necessidade de negociações entre unidades e nível central. Se as necessidades locais não forem atendidas pode haver subversão a estrutura.

30 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL POLÍTICA DA INFORMAÇÃO - Outros Tipos Voltado para o mercado –Mercado orienta a política informacional da organização. –Gerentes não especificam que tipo de conteúdo seria mais útil. –Valor é determinado pelo uso da informação. –Implica em uma administração descentralizada dos recursos informacionais e capacidade para determinar a demanda. Deficiências: ausência de clareza em relação à propriedade da informação: –grau de utilidade, reprodutividade e intangibilidade são questões subjetivas e dependentes dos compradores ou utilizadores potenciais. Tecnoutopia - acreditam que: –Problemas informacionais podem ser resolvidos com tecnologia. –Instalar ferramentas resolvem questões de compartilhamento

31 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL POLÍTICA DA INFORMAÇÃO As organizações buscam a troca de informações comuns para facilitar a comunicação e a coordenação entre as áreas, as funções e os processos de negócios. Problemas : Õcriar informações comuns é muito difícil; Õtroca requer cooperação entre as diversas áreas; Õdefinição de termos-chave e significados-chave Õtendência a personalização do sistema: Os negócios a as necessidades de informação podem ser únicos

32 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL POLÍTICA DA INFORMAÇÃO A definição de uma política de informação: –Envolve a explicitação e priorização dos destinatários da informação; –definição de conteúdos e prioridades dos conteúdos a serem implementados; –Fixação das diretrizes para planejamento e gestão –Não depende só da vontade do governante Dificuldades de se estabelecer uma políticas de informação, mais comum é termos uma declaração de princípios informacionais.

33 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL POLÍTICA DA INFORMAÇÃO - Declaração de princípios Exemplo de um princípio informacional para o setor público pode ser: Os dados serão administrados de modo a fornecer acesso direto dos cidadãos a eles. Isso aumentará a comodidade dos serviços e da informação para os habitantes do município. Significa: Õorientar a administração para o cidadão; Õprivilegia o desenvolvimento de soluções voltadas ao cidadão, por exemplo, serviços prestados via Internet. Õparticipação ampla dos envolvidos.

34 Componentes do Ambiente POLÍTICA DA INFORMAÇÃO - Implicações de uma Declaração de Princípios Õserá desenvolvida uma ampla classificação de dados por área; Õpadronização de nomes, definições, formatos, estruturas, domínios e regras sob a supervisão do provedor da informação; Õsão estabelecidos provedores locais para cada área; Õos proprietários dos processos serão os responsáveis pela exatidão dos dados quando procederem sua criação ou atualização; Õespecificar o domínio de responsabilidades e privilégios; Õmontar um sistema de informação computadorizado; Õdestacar os vários propósitos a que uma estratégia pode servir. Lembrete: Esboçar princípios e estratégias é mais fácil do que implementá-los

35 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL CULTURA E COMPORTAMENTO INFORMACIONAL O comportamento em relação à informação, positivo ou negativo, forma a cultura informacional de uma organização. Esta cultura determina se os envolvidos: –valorizam a informação; –compartilham a informação; –capitalizam a informação nos negócios; –criação de significados para termos-chave. Comunicação deve ser ampla, freqüente e contínua

36 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL EQUIPE DA INFORMAÇÃO As pessoas são o melhor meio para: –identificar; –categorizar; –filtrar; –interpretar; e –integrar a informação As melhores soluções tecnológicas são as que combinam tecnologia e pessoas com conteúdos diversificados.

37 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL EQUIPE DA INFORMAÇÃO Atributos ideais: –compreensão abrangente da áreas de atuação e conhecimento da estrutura e da função da empresa (contexto organizacional); –conhecimento sobre as diferentes fontes de informação da organização; –facilidade de acesso a tecnologias da informação; –entendimento político associado à habilidade para exercer liderança; –fortes qualificações para relações interpessoais; –expressiva orientação para o conjunto do desempenho do negócio, em vez de submissão a objetivos funcionais da organização; –busca e estímulo a criação de fontes e canais de informação. Infelizmente, a maior parte não sabe o que torna a informação mais significativa e como agregar valor a ela.

38 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL PROCESSOS INFORMACIONAIS Significam: –a forma como o trabalho é realizado; –a maneira como é executado; –como funciona cada parte. Propiciar uma visão mais ampliada da informação, definindo os processos informacionais como as atividades exercidas por quem trabalha com a informação

39 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL PROCESSOS INFORMACIONAIS No Setor Público –São estanques, isolados e fragmentados; –Grande diversidade de temas são tratados pelo setor público. –Tendência a dotar recursos, produtos, serviços de informação do mercado para solução dos problemas de informação --> existe o problema de base da existência/geração de informação

40 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL PROCESSOS INFORMACIONAIS Ter como instrumento um método informacional pode ser mais importante do que ter conteúdos específicos. Redes de troca de idéias : Õcompartilhamento de conhecimentos com pessoas internas e externas; Õenfatizar os métodos que intensificam o uso dos dados que obtêm, mais do que coletar e distribuir; Õparticipação ampla dos envolvidos.

41 Componentes do Ambiente AMBIENTE INFORMACIONAL ARQUITETURA DA INFORMAÇÃO +Constitui-se de uma série de ferramentas que adaptam os recursos às necessidade de informação. +Ponte entre o comportamento, os processos, o pessoal especializado e aspectos como métodos administrativos, estrutura organizacional e espaço físico. Guia para estruturar e localizar a informação dentro de uma organização. Deve envolver : –mapas atuais; –mapas futuros. Mapear o presente é importante para verificar a situação atual. Focar aquilo que é relevante, ou seja, áreas ou tópicos específicos.

42 Monitoração Ambiental CONCEITO Processo de investigação e utilização de informações externas associada a compreensão das implicações advindas desse processo para subsidiar decisões estratégicas. Ambiente externo : Fonte de recursos - financeiros, humanos, materiais, etc que a organização necessita e o grau de dependência para obtenção dos meios necessários à sobrevivência e crescimento da organização. Fonte de variação - seleção e evolução do ambiente. Fonte de informação - relação entre as estruturas e processos gerenciais e algumas características do ambiente organizacional interno.

43 Monitoração Ambiental +Importante investigar e moldar informações externas para uso nos processos internos. +As pessoas podem influenciar o comportamento e as ações através de processo seletivos de informação. Rastreamento : Informações podem ser categorizadas e estruturadas segundo sua natureza e relevância para os negócios. Ex.: informações sobre clientes, fornecedores, concorrentes, leis normativas e regulatórios, mercados tecnológicos, etc. Informações possuem grau de importância diferenciados para os administradores. Algumas informações requerem grau de precisão elevado, outras podem dar margem a interpretação.

44 Monitoração Ambiental ASPECTOS RELEVANTES + Todos os canais possíveis para troca devem ser explorados: contatos pessoais formais ou informais, publicações especializadas, jornais, fontes de informações Web, etc; + Saber localizar a fonte correta de consulta; + Diversificar fontes de informação para ampliar seu espectro; + Considerar fonte formais e informais

45 Monitoração Ambiental MODOS DE MONITORAÇÃO (Aguilar, 1967 citado em Barbosa, 1997)

46 Qualidade da Informação ASPECTOS BÁSICOS +Definições de qualidade da informação estão sempre vinculadas ao uso que o usuário faz da informação e ao contexto de utilização. +Somente o usuário pode julgar o valor ou qualidade da informação. +A qualidade da informação pode ser vista como adequação a padrões estabelecidos pela necessidade do consumidor da informação. +Desvios em relação aos padrões significam perda de qualidade.

47 Qualidade da Informação CARACTERÍSTICAS DA BOA INFORMAÇÃO

48 Qualidade da Informação CATEGORIAS DOS ASPECTOS USUAIS Fonte: OLAISEN(1990)

49 Modelo Genérico MODELO GENÉRICO (Chester Simpson ) + Formular o problema; + Identificar as necessidades de informação; + Localizar / capturar informações adequadas; + Analisá-las / interpretá-las; + Manipulá-las / personalizá-las; + Distribuí-las; + Armazená-las e ordená-las; + Utilizá-las

50 Modelo Genérico Modelo Genérico de DAVENPORT

51 Modelo Genérico MODELO GENÉRICO DE DAVENPORT DETERMINAÇÃO DAS EXIGÊNCIAS Envolve identificar como são percebidos os ambientes informacionais nos quais se está inserido e compreender que tipo de informações um usuário realmente precisa. Implica não apenas identificar necessidades, mas entender o mundo dos negócios. Requer perspectivas política, psicológica, cultural, estratégica e ferramentas, além de avaliação individual e organizacional.

52 Modelo Genérico MODELO GENÉRICO DE DAVENPORT OBTENÇÃO Incorporar um sistema de aquisição contínua que, de forma geral, consiste nas seguintes atividades: 1) Exploração de informações: combinação de abordagens automatizada (coleta e distribuição eletrônica de dados) e humana (filtragem dos dados, acrescentando a eles contexto, interpretação, comparações, implicações locais e outros). 2) Classificação da informação: criação de categorias para a informação que, apesar de ser arbitrária, estão ligadas a estratégia, política, comportamento, equipes de apoio e arquitetura 3)Formatação e estruturação das informações: Visualização da informação, formato dos documentos e contextualização das informações. Identificação de documentos principais, Determinação das ferramentas necessárias para armazenar e recuperar a informação, Definição dos recursos adicionais exigidos e barreiras políticas a serem superadas.

53 Modelo Genérico MODELO GENÉRICO DE DAVENPORT DISTRIBUIÇÃO Formas de comunicação e divulgação utilizadas. Os melhores sistemas de distribuição costumam ser híbridos: pessoas, documentos e computadores. Envolve: Ligação das pessoas envolvidas com a informação de que necessitam;. Estabelecimento de quais os meios mais adequados para divulgação e compartilhamento; Induzir o usuário a procurar e obter a informação de que precisa, já que são as pessoas mais capacitadas a avaliarem o que querem, transformando-os em receptores ativos.

54 Modelo Genérico MODELO GENÉRICO DE DAVENPORT USO DA INFORMAÇÃO Forma de utilização da informação disponibilizada. O uso da informação é algo pessoal - a maneira como se procura, absorve e digere a informação antes de tomar uma decisão. Relaciona-se com a freqüência com que se procura obter apoio, de preferência contratual, antes de proceder a qualquer coleta ou provisão de informações, visando garantir o que o cliente realmente deseja. Parte da premissa que o usuário é quem deve formular suas próprias exigências.

55 Modelo Genérico MODELO GENÉRICO DE DAVENPORT Dinâmica de Grupo Avaliação do processo de gerenciamento da informação no ambiente/contexto da SEPLAN-MT

56 Perguntas ?


Carregar ppt "MÓDULO AMBIENTE INFORMACIONAL E SISTEMAS DE INFORMACÃO Carga horária : 16 horas Apresentar, aos participantes, os elementos básicos que compõem o ambiente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google