A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DINÂMICA POPULACIONAL BRASILEIRA PASSADO E FUTURO (?) Kaizô Iwakami Beltrão Rio de Janeiro, Novembro de 2007.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DINÂMICA POPULACIONAL BRASILEIRA PASSADO E FUTURO (?) Kaizô Iwakami Beltrão Rio de Janeiro, Novembro de 2007."— Transcrição da apresentação:

1 DINÂMICA POPULACIONAL BRASILEIRA PASSADO E FUTURO (?) Kaizô Iwakami Beltrão Rio de Janeiro, Novembro de 2007

2

3 a. Simonsen, Roberto C. História Econômica do brasil (1500/1820) - (1978). Apresenta as estimativas atribuidas a Contreiras Rodrigues, Thomas Ewbank e Adriano Balbi, p.271; b. Pandiá Calógeras. Formação Histórica do Brasil. (1935), p.33. Também citado por Simonsen (fonte a, p.88) e Marcílio (fonte j, p.119); c. Furtado, Celso. Formação Econômica do Brasil (1959), p.93; d. Alden, Dauril. The Population of Brazil in Late Eighteen Century - A Preliminary Study (1963), Tabela II e p e. Souza e Silva, Joaquim Norberto. Investigações Sobre o Recenseamento da População Geral do Império e de Cada Província de per si, tentados desde os tempos coloniais até hoje (1870); f. Mortara, Giorgio. Sobre a utilização do Censo Demográfico para a Reconstrução das Estatísticas do Movimento da População do Brasil. (1941), p.43; g. Autor Anônimo. Memória Estatística do Império do Brasil (1829). Obra oferecida ao Marquês de Caravelas, Revista Trimensal do Instituto Histórico e Geográfico do Brasil. Tomo LVIII, Parte 1, 1985; h. Oliveira Viana, Francisco José. Resumo Histórico dos Inquéritos Censitários Realizados no Brasil. (1920); i. Velloso de Oliveira, Conseljeiro Antonio Rodrigues. A igreja do Brasil (1819(, citado por Joaquim Norberto de Souza e Silva (fonte e, p que, com base nos mapas apresentados pelo Conselheiro Velloso, em anexo, distribuiu a população dos sete Bispados, segundo as 20 Províncias do Império);

4

5 taxa bruta de natalidade (TBN) é a razão entre o número de nascimentos e a população. taxa bruta de mortalidade (TBM) é a razão entre o número de óbitos e a população. incremento natural é a diferença entre a TBN e a TBM, ou seja, a taxa de crescimento populacional se não houvesse migração.

6

7 Segundo a localização do domicílio, a situação pode ser urbana ou rural, definida por lei municipal em vigor em primeiro de setembro do ano censitário anterior (na maior parte dos casos desta série, 1991). Na situação Urbana foram consideradas as áreas urbanizadas ou não, correspondentes às cidades (sedes municipais), às vilas (sedes distritais) ou às áreas urbanas isoladas. A situação Rural abrangeu toda a área situada fora destes limites, inclusive os aglomerados rurais de extensão urbana, os povoados e os núcleos [IBGE]. Esta definição superestima a população urbana stricto sensu (aquela não envolvida em atividades agro-pecuárias) e, reciprocamente, subestima a população rural.

8

9

10

11

12 FECUNDIDADE

13

14

15

16

17

18

19

20

21 Gráfico 6 TAXA DE FECUNDIDADE TOTAL PARA O QUINQUÊNIO ANTERIOR À PESQUISA GRANDES REGIÕES BRASILEIRAS, 1980, 1991 E ,0 1,0 2,0 3,0 4,0 5,0 6,0 7, Norte Nordeste Sudeste Sul Centro Oeste Fonte: IBGE, Censos Demográficos de 1980 e 1991 e PNADs de 1997, 1998 e Tabulações especiais dos autores.

22

23

24

25

26

27 MORTALIDADE

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45 MIGRAÇÃO

46

47

48

49

50 BALANÇO DA DINÂMICA DEMOGRÁFICA

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

61

62 COMPOSIÇÃO DE COR/RAÇA

63

64

65

66

67

68

69

70 DISTRIBUIÇÃO DE RENDA

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

81 ALFABETIZAÇÃO

82

83

84

85

86

87 EDUCAÇÃO

88

89

90

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

101

102

103

104

105 MERCADO DE TRABALHO (E PREVIDÊNCIA)

106

107

108

109

110

111 Taxa de Atividade

112 A taxa específica de atividade é a probabilidade de um indivíduo de um dado sexo e idade pertencer ao mercado de trabalho, isto é, estar trabalhando ou procurando trabalho.

113 Taxa de Atividade Homens Urbanos

114

115

116

117 Taxa de Atividade Mulheres Urbanas

118

119

120

121 Taxa de Atividade Homens Rurais

122

123

124

125 Taxa de Atividade Mulheres Rurais

126

127

128

129 Taxa de Desemprego

130 A taxa de desemprego é a probabilidade de um indivíduo de um dado sexo e idade estar procurando trabalho (inclui primeiro emprego).

131 Taxa de Desemprego Homens Urbano

132

133

134

135 Taxa de Desemprego Mulheres Urbanas

136

137

138

139 Taxa de Formalização

140 A taxa de formalização é a probabilidade de um indivíduo de um dado sexo e idade, dado que está no mercado de trabalho, que este trabalho seja formal, isto é, seja um empregado com carteira assinada, empregador ou conta-própria contribuindo para a previdência social ou funcionário público

141 Taxa de Formalização Homens Urbanos

142

143

144

145 Taxa de Formalização Mulheres Urbanas

146

147

148

149 Probabilidade de Recebimento de Aposentadoria

150 Probabilidade de Recebimento de Aposentadoria Homens Urbanos

151

152

153

154 Probabilidade de Recebimento de Aposentadoria Mulheres Urbanas

155

156

157

158 Probabilidade de Recebimento de Aposentadoria Homens Rurais

159

160

161

162 Probabilidade de Recebimento de Aposentadoria Mulheres Rurais

163

164

165

166 Probabilidade de Recebimento de Pensões

167 Probabilidade de Recebimento de Pensões Homens Urbanos

168

169

170

171 Probabilidade de Recebimento de Pensões Mulheres Urbanas

172

173

174

175 Probabilidade de Recebimento de Pensões Homens Rurais

176

177

178

179 Probabilidade de Recebimento de Pensões Mulheres Rurais

180

181

182

183 PREVIDÊNCIA PRIVADA

184

185

186

187

188

189

190 % POR FAIXA ETÁRIA

191

192

193

194

195

196

197 % POR FAIXA ETÁRIA > 5 sm PER CAPITA

198

199

200

201

202

203

204

205 PROJEÇÕES

206

207

208

209

210

211

212

213

214

215

216

217

218

219

220

221

222

223

224

225

226

227

228

229

230

231

232

233

234

235

236

237

238

239

240

241

242

243

244

245

246

247

248

249

250

251

252


Carregar ppt "DINÂMICA POPULACIONAL BRASILEIRA PASSADO E FUTURO (?) Kaizô Iwakami Beltrão Rio de Janeiro, Novembro de 2007."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google