A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LIU – Kidnap & Ransom (K&R) Sequestro, Extorsão e Resgate.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LIU – Kidnap & Ransom (K&R) Sequestro, Extorsão e Resgate."— Transcrição da apresentação:

1 LIU – Kidnap & Ransom (K&R) Sequestro, Extorsão e Resgate

2 ABÍLIO DINIZ Abílio dos Santos Diniz é um empresário brasileiro, dono da Companhia Brasileira de Distribuição, que inclui a rede de supermercados Pão de Açúcar, Extra, CompreBem, Sendas, Ponto Frio (Globex). Tornou-se também sócio majoritário das Casas Bahia, através da sua controlada Globex S/A. Sequestro por terroristas chilenos em dezembro de 1989, Abilio foi sequestrado pelo grupo terrorista de esquerda Movimento de Izquierda Revolucionaria e passou seis dias em cativeiro em São Paulo, bem próximo às eleições presidenciais de Abílio Diniz foi raptado em uma manhã de dezembro, em 1989, no Jardim Europa, São Paulo. Quando se dirigia ao trabalho, sua Mercedes foi encurralada por uma Caravan disfarçada de ambulância e por um carro, dos quais desceram homens que o renderam e o levaram a uma casa no bairro do Jabaquara. O empresário foi mantido como refém durante seis dias em um cativeiro subterrâneo de seis metros quadrados. O resgate pedido por sua liberdade era de 30 milhões de dólares. Mas uma sucessão de erros na operação levaram à prisão de seus chefes e à localização do esconderijo onde estava o refém. Após 36 horas de cerco policial, que culminaram no dia das primeiras eleições presidenciais brasileiras depois do golpe de 1964, os sequestradores se renderam e foram presos. Ao ser liberado, Abílio Diniz declarou: Foram os piores dias da minha vida. LIU – Sequestro, Extorsão e Resgate

3 WELINGTON JOSÉ CAMARGO O compositor Wellington Camargo, irmão dos sertanejos Zezé di Camargo e Luciano, ficou 94 dias em cativeiro.Para pressionar o pagamento do resgate, de US$ 300 mil, os sequestradores cortaram parte da orelha esquerda de Wellington. Wellington é sequestrado, às 22h40, em sua casa, em Goiânia, por quatro homens armados. Os sequestradores fazem o primeiro contato com a família. Wellington conversa com seu irmão Emanoel de Camargo por telefone e diz que está bem. O advogado da família Camargo, Paulo Viana, informa que os sequestradores pediram US$ 5 milhões pelo resgate de Wellington. O refém envia carta à família Sequestradores reduzem valor do resgate para US$ 3 milhões. O apresentador Ratinho propõe a criação de um 0900 para levantar dinheiro e pagar o resgate de US$ 3 milhões. Segundo o secretário da Segurança Pública de Goiás, a atitude seria um recuo no caso, já que os sequestradores teriam aceitado a quantia de US$ 300 mil. De madrugada, os sequestradores enviam à retransmissora do SBT em Goiânia um pedaço de orelha e um bilhete, supostamente escrito pelo refém, pedindo agilidade nas negociações. Ratinho pede desculpas no ar e diz que se afasta do caso. Exame comprova que pedaço de orelha é de Wellington. Um pacote com jornais com reportagens sobre o sequestro e um bilhete é deixado, por volta das 6h30, em frente ao clube recreativo Telgoiás, a 700 metros da sede do Grupo Anti-Sequestro do Estado. A polícia divulga retrato falado da mulher que deixou o pacote em frente ao clube recreativo A família de Wellington paga o resgate de US$ 300 mil. Wellington é deixado pelos sequestrados em um buraco, a 150 metros de uma estrada vicinal. O local fica entre as cidades de Goiânia e Guapó. LIU – Sequestro, Extorsão e Resgate

4 WASHINGTON OLIVETTO Washington Luiz Olivetto é um publicitário brasileiro, responsável por algumas das campanhas mais marcantes da propaganda nacional. É diretor de criação e presidente da W/Brasil. Foi sequestrado em em 11/12/2001, por volta das 20hrs, Olivetto deixa sua agência, a W/Brasil. Com motorista particular, ele fica no banco de trás de seu Ômega blindado.Quando está na av. Angélica, a poucas dezenas de metros do trabalho, o carro de Olivetto é parado por um grupo de homens armados, que vestiam coletes da Polícia Federal. Eles afirmam que é uma blitz e rendem o motorista que é retirado do carro. Em uma ação de menos de um minuto, Olivetto é levado pelos sequestradores em seu próprio carro; Por voltadas das 23hrs a informação sobre o sequestro de Olivetto chega à imprensa. A Folha Online, em cumprimento às normas do Manual de Redação da Folha de S.Paulo que prevê a não divulgação de casos em que há risco de morte à vítima, como nos sequestros_ não noticia o caso. Mas passa a monitorá-lo em tempo integral. 12.dez.2001 até 02.fev.2002 A Polícia Civil pede que a imprensa se afaste do caso e passa a investigar o sequestro em sigilo. Neste período houve diversos contatos com os sequestradores. 01.fev h - A polícia prende seis estrangeiros possivelmente chilenos_ acusado de ligação com quadrilhas especializados em sequestros. Eles estavam em uma chácara alugada no município de Serra Negra. As informações colhidas no local levariam a polícia a descobrir, no dia seguinte, o cativeiro do publicitário. 02.fev.2002 Seguindo as pistas de Serra Negra, a polícia busca o cativeiro de Olivetto na região do Brooklin, em São Paulo. Após 54 dias sequestrado, Washington Olivetto é libertado pela polícia. Ele estava sozinho em uma casa na rua Kansas, no Brooklin, em um quarto com 3m². O publicitário é levado para um hospital. Os médicos constatam que apesar de estar abalado emocionalmente, ele apresenta boas condições de saúde. Mesmo assim, é recomendado que ele passe ao menos 48 horas em repouso. 03.fev h10 - Washington Olivetto chega a sua casa e reencontra a família. O publicitário evita dar declarações à imprensa. LIU – Sequestro, Extorsão e Resgate

5 PATRÍCIA ABRAVANEL Patrícia Abravanel é filha do apresentador e empresário brasileiro Senor Abravanel (Silvio Santos) dono do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT). Em 2001, um sequestro fez da paulistana Patrícia um rosto conhecido de todo o Brasil. Levada da garagem de casa por marginais disfarçados de carteiros, só foi libertada sete dias mais tarde, após o pagamento de um resgate estimado em 500 mil reais, valor nunca confirmado pela família. Patrícia chegou em casa às 2h50 da terça-feira 28 vestida com moletom claro com capuz, calça jeans e cabelos presos. Pouco antes, os seqüestradores a haviam tirado do cativeiro no bairro do Morumbi, a 10 quilômetros de sua residência. Com os olhos vendados, foi colocada no banco da frente em seu próprio Passat azul importado. Na Marginal Pinheiros, próximo ao Palácio dos Bandeirantes, os seqüestradores pararam o carro. Me perdoa, princesa, afirmou um deles. Conte até 25, tire a venda e vá para casa, disse outro. Foi o que ela fez. Não acreditei quando eles me disseram que eu ia embora mesmo sem o pagamento do resgate, conta Patrícia, que na verdade foi libertada após o pagamento de um resgate de R$ 500 mil. A mais longa semana de Silvio Santos O seqüestro de Patrícia Abravanel envolveu tensas negociações de resgate, o pagamento de R$ 500 mil, a troca de tiros entre policiais e bandidos e levou Silvio Santos a tomar calmantes, ficar sem comer e pensar em se mudar do Brasil. LIU – Sequestro, Extorsão e Resgate

6 GERENTE DE BANCO 04/02/ Filho de gerente de banco é sequestrado em Porto Real (RJ) A Polícia do Rio investiga o sequestro de um menino de 11 anos, filho de um gerente de banco, que terminou na tarde desta sexta-feira, em Porto Real, no sul do Estado. Segundo a Polícia Civil, os sequestradores sabiam do cargo do gerente administrativo e sobre o funcionamento da rotina do banco. O pai da criança pagou R$ 450 mil em dinheiro pelo resgate. Ainda de acordo com a polícia, o pai foi abordado por cinco criminosos na noite de quinta-feira (3). Os homens encapuzados teriam ficado na residência do gerente até as 4h, quando saíram levando a criança. Eles teriam ordenado que o gerente voltasse ao trabalho e pegasse o dinheiro do carro-forte que estava programado para chegar ao banco. Após o pagamento do resgate, o menino foi deixado num posto de gasolina, às 14h30 de hoje. O gerente só procurou a polícia depois do fim do sequestro. O caso foi registrado na 100ª DP (Porto Real). De acordo com a polícia, uma perícia está sendo feita na casa da família do gerente do banco e serão analisadas imagens do circuito de câmeras do posto de gasolina. LIU – Sequestro, Extorsão e Resgate

7 GERENTE DE BANCO 04/02/11 – Gerente de banco e família são sequestrados em Itatiba. Vítimas ficaram reféns durante a madrugada mas já foram liberadas. Cinco bandidos armados fizeram de refém um gerente da agência do Bradesco em Porto Real, no Sul Fluminense, a mulher e o filho de 11 anos na noite da última quinta-feira (3) na casa da família, no vizinho município de Itatiaia. Os criminosos ficaram com as vítimas durante toda a madrugada e, na manhã desta sexta-feira (4), obrigaram o gerente a ir até a agência e sacar R$ 400 mil. Uma outra parte dos bandidos manteve sob cárcere, a mulher e o filho do bancário. Após conseguirem o dinheiro, os bandidos libertaram a mulher do gerente, em Resende, na mesma região, pela manhã. Já o adolescente, foi liberado à tarde na rodovia Presidente Dutra, em Barra Mansa. A polícia ainda não tem informações sobre o paradeiro do bando. LIU – Sequestro, Extorsão e Resgate


Carregar ppt "LIU – Kidnap & Ransom (K&R) Sequestro, Extorsão e Resgate."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google