A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TEMA ATUAL SITUAÇÃO DO PATRIMÔNIO DO EXTINTO INSTITUTO BRASILEIRO DO CAFÉ – IBC PALESTRANTE: ANTÔNIO JOSÉ ERNESTO COELHO COORDENADOR ESTADUAL MAPA – DECAF/MG.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TEMA ATUAL SITUAÇÃO DO PATRIMÔNIO DO EXTINTO INSTITUTO BRASILEIRO DO CAFÉ – IBC PALESTRANTE: ANTÔNIO JOSÉ ERNESTO COELHO COORDENADOR ESTADUAL MAPA – DECAF/MG."— Transcrição da apresentação:

1 TEMA ATUAL SITUAÇÃO DO PATRIMÔNIO DO EXTINTO INSTITUTO BRASILEIRO DO CAFÉ – IBC PALESTRANTE: ANTÔNIO JOSÉ ERNESTO COELHO COORDENADOR ESTADUAL MAPA – DECAF/MG

2 QUADRO Nº 1 DEMONSTRATIVOS DOS IMÓVEIS DE PROPRIEDADES DO IBC E PÓS EXTINÇÃO – MG. POSIÇÃO EM 01/01/90POSIÇÃO EM 30/05/04 QTDCATEGORIA ÁREAS m² QTDCATEGORIA ÁREAS m² TERRENOEDIFICADASTERRENOEDIFICADAS 20ARMAZÉM315.796107.53211ARMAZÉM211.74783.874 02PRÉDIO4.7466.72501PRÉDIO4.0004.487 01CASA720300---0 10SELAC38.3986.081---0 02V. FÉRREA1.570----0 35-361.230120.63812-215.74788.361

3 JEQUITINHONHA TEÓFILO OTONI AIMORÉS CARATINGA MANHUMIRIM ZONA DA MATA JUIZ DE FORA CONC. R. VERDE VARGINHA PERDÕES S.S. PARAÍSO I e II SUL E OESTE CAMPOS ATOS TRIÂNGULO A. PARANAÍBA LOCALIZAÇÃO DAS ZONAS CAFEEIRAS E ARMAZÉNS

4 QUADRO Nº 2 MINAS GERAIS REDE ARMAZENADORA E ESTOQUE GOVERNAMENTAL DE CAFÉ (Saca de 60 Kg) DECAF POSIÇÕESBAIXAS 30.09.199331.03.2004V. OBS MINAS GERAIS 2.167.839 380.735 1.787.104 AIMORÉS 141.934- CAMPOS ALTOS 194.078 66.025 128.053 CARANGOLA 44.236- CARATINGA 157.054- CONCEIÇÃO DO RIO VERDE 328.833- JUIZ DE FORA 273.878 96.584 177.294 MANHUMIRIM 144.009 71.181 72.828 PERDÕES 140.885 69.372 71.513 PONTE NOVA 18.507- RESPLENDOR 60.134- S.SEBASTIÃO DO PARAISO I 25.043- S.SEBASTIÃO DO PARAISO II 123.005- TEÓFILO OTONI 159.169 23.804 135.365 UBERABA 18.103- VARGINHA 326.319 53.769 272.550 SANTA MARTA (GO) 12.652- FONTE: DECAF DECAF CEDIDO CONAB CONSULTAR PATRIMÔNIO DA UNIÃO

5 QUADRO Nº 3 ARMAZÉNS COM ÁREA TOTAL CEDIDOS A CONAB. LOCAL CAPACIDADE Sc/ 60 Kg Caratinga175.000(1) Conceição do Rio Verde420.000 São Sebastião do Paraíso II175.000 TOTAL770.000 (1) Sofreu 2 inundações recentes.

6 QUADRO Nº 4 ARMAZÉNS APTOS A RECEBEREM CAFÉS EM PROGRAMAS GOVERNAMENTAIS. LOCAL CAPACIDADE sc/ 60 kg AIMORÉS(1)175.000 CAMPOS ALTOS175.000 CARATINGA(2)175.000 CONCEIÇÃO DO RIO VERDE(1)420.000 JUIZ DE FORA460.000 MANHUMIRIM(1)175.000 PERDÕES175.000 SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO I85.000 SÃO SEBASTIÃO DO PARAÍSO II175.000 TEÓFILO OTONI(1)175.000 VARGINHA530.000 TOTAL2.720.000 (1) Necessita pequenas reformas. (2) Sofre inundações. OBS.: Não considerados os estoques existentes.

7 QUADRO Nº 5 CAFÉ – BENEFICIADO SAFRA 2004/2005 PREVISÃO INICIAL DE PRODUÇÃO UF/ REGIÃO PARQUE CAFEEIRO EM FORMAÇÃOEM PRODUÇÃO ÁREA (ha) X 1.000 CAFEEIROS Covas x milhões ÁREA (ha) X 1.000 CAFEEIROS Covas x milhões Minas Gerais72 265999 2.266 Sul/Oeste38 123507 1.166 Triângulo/Alto Paranaíba12 59145 406 Z. da Mata/Jequitinhonha22 83347 694 FONTE: CONAB

8 UF/ REGIÃO PRODUÇÃO ( Mil sacas beneficiadas) Arábica *Robusta *TOTAL * Minas Gerais16.9253016.955 Sul/Oeste8.500- Triângulo/Alto Paranaíba3.550- Z. da Mata/Jequitinhonha4.875304.905 QUADRO Nº 6 CAFÉ – BENEFICIADO SAFRA 2004/2005 PREVISÃO INICIAL DE PRODUÇÃO FONTE: MAPA – S.P.C / CONAB * MÉDIAS – PREVISÃO INFERIOR/SUPERIOR

9 QUADRO Nº 7 REGIÃO SAFRA 2004/05 MÉDIA (1.000) 25% X 1.000 sc CAP. ARMAZ. X 1.000 sc DEFICT X 1.000 sc SUL/OESTE8.5002.1251.345780 TRIÂNG./ A. PARANAÍBA3.550887175712 Z. MATA/ JEQUITINHONHA4.8751.2181.20018 TOTAIS16.9254.2302.7201.510 OBS.: Não computados os estoques existentes.

10 PROBLEMAS MAIS FREQUENTES NOS ARMAZÉNS E OUTRAS EDIFICAÇÕES IMÓVEIS

11 GOTEIRAS

12 ENTUPIMENTO DE CALHAS

13 CHUVAS DE GRANIZO

14 INUNDAÇÕES

15 INUNDAÇÕES EM RESIDÊNCIAS DO ARMAZÉM

16 DESTELHAMENTOS POR VENTOS FORTES

17 DEFEITOS NAS REDES ELÉTRICAS

18 DEFEITOS NOS SISTEMAS HIDRÁULICOS

19 TRINCAS E RACHADURAS

20 PINTURAS EXTERNAS INTERNAS

21 MANUTENÇÃO DO PÁTIO E VIAS DE ACESSO

22 MAQUINÁRIOS NECESSIDADES a. Recuperação de equipamentos; b. Maquinários para elevação e transporte de sacas de café; c. Computadores; d.Aparelhos de fax; e.8 balanças rodoviárias.

23 MATERIAL HUMANO Número oficial de funcionários no DECAF-MG 11; 5 armazéns não tem responsável oficial; Há necessidade de pelo menos 2 servidores oficiais em cada armazém; Há necessidade de mais 20 funcionários oficiais; 5 funcionários com tempo apto a aposentadoria; Faltam funcionários para receberem cursos e ensinamentos sobre armazenagem de café.

24 Realidade atual

25 TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO 5ª SECRETARIA DE CONTROLE EXTERNO AUDITORIA NO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA CAFEEIRA – TC 013.651/2003-4 TABELA 25 – GASTOS DO MAPA COM CONSERVAÇÃO DE ESTOQUES Órgão – 22 – MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO PROGRAMA 0350 – PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA CAFEEIRA GESTÃO: FUNCAFÉ (UO 22906) AÇÃO: CONSERVAÇÃO DOS ESTOQUES ANO ORÇADO/ AUTORIZADO (R$) EXECUTADO/ LIQUIDADO (R$) PORCENTAGEM DE EXECUÇÃO (%) 20007.000.000,006.174.771,0088,21 200117.000.000,0012.954.579,0076,20 200216.337.000,005.761.544,5735,27 20038.000.000,001.557.051,7719,46 FONTE: Siafi * até maio de 2.003. Decréscimo de recursos aplicados na conservação dos estoques.

26 CONSERVAÇÃO DOS ESTOQUES GOVERNAMENTAIS DE CAFÉ ANO EXECUTADO LIQUIDADO(R$) ESTOQUE CUSTO R$/ sc 2000 6.174,7716.084,1381,01 200112.954,5795.569,2012,32 2002 5.761,5445.396,7111,06 2003 * 1.557,0515.122,1240,30 *Até maio de 2003; Valores aproximados.

27 ANO VOLUME (sc 60 Kg)RECEITA CAMBIALPREÇO MÉDIO VERDE + SOLÚVEL(US$ 1.000 FOB)(US$/saca) 1980/89168.495.79320.425.411 121,22 (B) 1990/99 179.749.906 (A) 17.616.923 (C) 98,00 FONTE: CECAFE/DECEX/SECEX/MDIC A x B = US$21.969.320 bi 21.969.320 – (C) 17.616.923 = 4.352.397 bi US$ Em 2.002 o Brasil vendeu 28.295.852 sacas (verde + solúvel) e apurou somente 1,362.015 bi US$. Preço médio: verde US$46,23 - o menor preço em 31 anos. EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE CAFÉ VOLUME E RECEITA QUADRO Nº 9 Decréscimo das receitas provenientes da exportação do café.

28 O que existe de planejamento para o setor cafeeiro ?

29 As perdas com a extinção do I.B.C A importância do extinto I.B.C

30

31

32

33 COM EXCEÇÃO DA MORTE, TUDO PODE SER SUBSTITUÍDO. MAS A QUE CUSTO ? ANTÔNIO J. ERNESTO COELHO


Carregar ppt "TEMA ATUAL SITUAÇÃO DO PATRIMÔNIO DO EXTINTO INSTITUTO BRASILEIRO DO CAFÉ – IBC PALESTRANTE: ANTÔNIO JOSÉ ERNESTO COELHO COORDENADOR ESTADUAL MAPA – DECAF/MG."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google