A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PRODUÇÃO DE MICROCONTOS DOS ALUNOS DO COLÉGIO OFICINA – 8ª SÉRIES (A, B E C)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PRODUÇÃO DE MICROCONTOS DOS ALUNOS DO COLÉGIO OFICINA – 8ª SÉRIES (A, B E C)"— Transcrição da apresentação:

1 PRODUÇÃO DE MICROCONTOS DOS ALUNOS DO COLÉGIO OFICINA – 8ª SÉRIES (A, B E C)

2 S OBRE O M ICROCONTO Na passagem do século XX para o XXI, houve a publicação de livros de melhores poemas, contos, etc., do século. Em 2004, seguindo essa moda, foi publicado um livro divertido, Os cem menores contos brasileiros do século. O organizador da coletânea, Marcelino Freire, desafiou mais de cem escritores brasileiros a escrever histórias inéditas com até cinquenta letras (sem contar título e pontuação). Assim, surgiu um dos melhores livros de conto do nosso século.

3 CRITÉRIOS PARA A PRODUÇÃO DE MICROCONTOS Estímulo a partir da leitura e análise de outros microcontos; Temática livre; Cinquenta letras; Reescrita do microconto, quando necessário (respeitando os limites de cada aluno).

4 8 ª SÉRIE A Acordou, foi matar os anões. Olhou para o lado... - Ops, foi um sonho! (Izadora Junqueira) Rasgo - Que chuva! - É, a previsão sempre erra. - Pelo menos, temos o toldo. (Maria Alice) Vida de executivo Fica o dia todo no escritório. - Tem filhos? - Pelo mundo. (Paloma Cardoso)

5 Chateada, saiu de casa e deixou uma carta: - Adeus, vou ser feliz. (Maria Clara) Fadas - Você acredita em fadas? - Não. - Por quê? - Porque eu nunca vi. (Victor Valadares) Abandono Acordou cedo e não voltou mais. (Rodrigo Carvalho) Perguntei à lua por que ela gosta tanto de amora. - Pelo amor de... Pelo amor! (Alice Fagundes)

6 - Alô?! Polícia? Tem ladrões armados aqui! - O que roubaram? - O ca... Pow! (Júlia Rezende) - Que barulho é esse? - Passos. - Vamos, conte! - Mas... Aqui, no parque? - Claro. (Maria Isabelle) Odor - Foi você? - Não, acho que foi o menino da sala ao lado. (Rafaela Rebelo)

7 Mal educada - Foi Maria Isabelle. - O quê? - Que jogou a bomba na sala. (Liz Moraes) Ladrão - Ele matou uma mulher. - Que horror! - Mas ele está preso. (Rebeca Galvão) Brincadeira de criança - Olha, um bicho que some! - Cadê? Onde? - Sumiu! (Lucas Matos)

8 Rotina - Foi falar com ele? - Não, estava no Rio. - Fazendo? - Roubando. - Ah, tá... (Manuela Casiro) Elouise - Cão? - Na rua. - O cara perdeu o controle. - Bateu no poste. - Ela morreu. (Marjorie Marbly)

9 - Adotado? - Foi. - Por quem? - Por um casal de homossexual. (Flávia) Estratégia - Tá com frio? - Não. - Tira o casaco! - Tá... - Ei, empresta seu casaco? Tá frio! (Marília) Casamento apressado, divórcio adiantado. - Você aceita? - Não. - Como?! - Desculpa... - Canalha! - Pega o noivo! (Bernardo Nery)

10 8 ª SÉRIE B Microconto é um conto com poucas letras. E o microondas? (Alexandre Bastos) Sem demora, foi até a caixa do correio. Ainda não estava lá... (Maria Clara) Eterna espera Esperava seu marido para jantar. Ele não veio. (Luisa Latado) No décimo dia, Deus se arrependeu. (Ilan) Diversão A diversão é a peça mais importante de um jogo... (Arthur Passos)

11 - Fui falar com o Bispo. - Sabe o que ele disse? - Xadrez. - E eu respondi: - xeque mate! (Cláudio medrado) Fui à feira comprar azeite. - O que comprei? - Tudo, menos azeite. Naquele dia, ela voltou... Junto com a Primavera. (André Mattos) 2012 Quando eu acordar e tudo tiver acabado, vou voltar a dormir. (Flora Torres) Era uma vez... Mais uma vez. (Gabriel Loureiro) Os jogos se iniciaram, a torcida vibrou e o silêncio foi mútuo. (Victor Gallef)

12 Sonho Porque toda noite, quando o sol se vai, converso com as estrelas (Júlia Quirino) O chamado mudo - Você não está me escutando? - Eu te chamo, mas grito baixinho. (Luca Kalid) Quer um arco íris? - Ature a chuva! (Amanda Chiacchio) Ordem adulterada - Sexo. - Sexo? Por que eu sou o único que vai de cima para baixo? (Pedro Caio)

13 Conversa entre amigas - Novo namorado? - É... - Tem cara de espada... - Espada de Shirra. (Alexandre Chavez) O lutador - Pendurei as luvas, mas veio na cabeça nunca desista. - Voltei e lutei pelo meu amor. (Luís Eduardo) Olha, uma moeda no mar! - Cadê o Pedro? - Olha lá o chapéu boiando! (Beatriz Matos) E no meu aniversário de 15 anos, dançamos nossa última valsa. (Maria Deda)

14 À noite, as estrelas iluminam meu quarto, converso com elas. (Gaia Boim) Ronaldo Jogou, brilhou, machucou, engordou, parou, voltou e encantou. (Thiago Nunes) Praia Senti o vento acariciar meu rosto e a areia quente nos meus pés. (Ananda Cerqueira) Queimando a confiança - Te juro que não fumo! E acordei daquele sonho numa nuvem de fumaça. (Hillary)

15 8 ª SÉRIE C A pesca - Ele foi pego? - Foi. - E aí? - Zerou. - E depois? - Chorou muito. (Letícia Amaral) Monotonia - Olha a tartaruga! - Cadê ? - Você não viu ? - Não. - Agora já se foi. (Igor Galvão)

16 Enquanto andava pela praia, sentia a brisa do mar e a areia nos meus pés. (Luiza Valverde) Nos momentos ruins: a parede é a nossa melhor amiga; nos bons: esquecimento. (Bruno) Foi à livraria comprar o quê ? - Coxinha! (João Victor) - Escreva! - O quê ? - Separado. - Tudo junto ? - Isso! (Pedro Pires) Um dia tem que terminar assim... Ao parque fui ontem à noite... Precisava de ar puro. (Arthur Lopes)

17 Estava começando a baixar a maré, de repente... Nadava na areia. (Anderson Rodrigues) Ele acordou, procurou-a, mas não a encontrou... Que noite incrível! (Ítalo Barreto) O diário - Onde você o encontrou ? - Na rua, numa pedra. - Joga essa porcaria fora! - Vou jogar! (Maria Clara) O amor e a morte, tudo planejado. (Renata Sá) Solidão e amor A garota caiu da janela. O seu namorado sozinho ficou. (Beatriz)

18 Uma pistola Não posso fazer isso, não posso! Mas... Minha mãe precisa e a farmácia é aqui perto. (José Anderson) Sabedoria As pessoas estudam para saber, mas morrem sem saber. (Lucas) Identidade canina Independente de cor ou religião, para eles são todos iguais. (João Gabriel) Último sono Fui visitá-lo, estava deitado, dormindo um sono profundo... (Victória)

19 Roleta russa Elas estariam mortas... Se as balas daquela arma, eu não tivesse tirado. (Gabriel) Finalmente, a ponta apagou-se. Apagou-se de uma vez por todas, assim como ela. (Alanna Chemas) Humanos: reproduzir e destruir. Planeta: sofrer e aquecer. (André Lepikson) Assassinato em série As pessoas foram caindo... como folhas no outono. (Vítor Ribeiro) Tenho que fazer um microconto com 50 letras... Será que já tem ? Não! E agora ? (Daniel)


Carregar ppt "PRODUÇÃO DE MICROCONTOS DOS ALUNOS DO COLÉGIO OFICINA – 8ª SÉRIES (A, B E C)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google