A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DSP – TMS320LF2407A. 64 kwords para programa; 64 kwords para dados; 64 kwords para dispositivos de I/O; Microprocessador/Microcontrolador (MC/MP): –0.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DSP – TMS320LF2407A. 64 kwords para programa; 64 kwords para dados; 64 kwords para dispositivos de I/O; Microprocessador/Microcontrolador (MC/MP): –0."— Transcrição da apresentação:

1 DSP – TMS320LF2407A

2

3 64 kwords para programa; 64 kwords para dados; 64 kwords para dispositivos de I/O; Microprocessador/Microcontrolador (MC/MP): –0 programa é executado da FLASH interna; –1 programa é executado da memória externa. Memórias do TMS320LF2407A

4 Memória - Arquitetura Interna PAB (Program Address Bus) – Endereço de programa; DRAB (Data-read Address Bus) – Endereço para leitura de dados; DWAB (Data-write Address Bus) – Endereço para escrita de dados; PRDB (Program Read Bus) – Contém instrução/operando da memória de programa; DRDB (Data-read Bus) – Contém dados da memória de dados para a CALU e ARAU; DWEB (Data-write Bus) – Contém dados para memória de programa (RAM) e de dados.

5

6 Memória de Programa

7 Bit CNF – bit 12 do registrador de status ST1. Determina onde a área de memória DARAM B0 estará alocada: –CNF = 0 – 256 words são alocados na memória externa e DARAM B0 é mapeado como memória de dados. Após o reset, CNF = 0; –CNF = 1 – 256 words da área DARAM B0 são utilizados como memória de programa. Pino MP/MC – pino que determina onde o programa está alocado (memória interna ou memória externa): –o DSP é configurado no modo microcontrolador e a memória interna FLASH/ROM é utilizada como memória de programa. O DSP busca o vetor de reset na memória interna. Os acessos aos endereços de programa de 0000H a 7FFFH são feitos na memória interna; –o DSP é configurado no modo microprocessador e a memória externa é utilizada como memória de programa. O DSP busca o vetor de reset na memória externa. Os acessos aos endereços de programa de 0000H a 7FFFH são feitos na memória externa. Memória de Programa

8 Memória de Dados

9 64 kwords: –32 kwords (0000H até 7FFFH) na memória interna. Inclui os registradores mapeados em memória, DARAM e os registradores de periféricos; –32 kwords (8000H até FFFFH) na memória externa. DARAM é composta por 3 blocos: B0, B1 e B2. –B0 – configurado como memória de dados ou memória de programa, dependendo do bit CNF; –B1 e B2 – somente memória de dados. Memória de Dados

10 Modo de endereçamento direto – a memória é acessada em páginas de 128 endereços. A memória é composta por 512 páginas de 128 words. O número da página é indicado no ponteiro de página de dados (DP) no registrador de status ST0; Modo de endereçamento indireto – o endereço da memória de dados é colocado em um dos 8 registradores auxiliares (AR) e o registrador auxiliar atual é indicado no campo ARP (Auxiliar Register Pointer) do registrador de status ST0; Algumas áreas da memória de dados têm acesso considerado ilegal. O acesso gerará uma interrupção NMI (interrupção não-mascarada). Memória de Dados

11 Memória de I/O

12 A memória de dispositivos de I/O possui 64 kwords que são acessadas através das instruções IN (leitura) e OUT (escrita).

13 Acesso à Memória Externa Tipo de Memória Externa Tamanho (words)Sinal Memória de Programa64 k Memória de Dados64 k Memória de I/O64 k

14 Acesso à Memória Externa

15 Geração de Wait-State São utilizados em DSPs que fazem interface com memórias mais lentas; O DSP espera que a memória execute a operação (leitura ou escrita); Há duas opções de Wait-States: –Pino READY (entrada) – o DSP espera até que o sinal no pino READY seja 1; –Interno – podem ser gerados até 8 estados de espera.

16 WSGR – Registrador de Controle de Wait-State Ocupa o endereço FFFFH da memória de I/O.

17 Reset O reset no TMS320LF2407A pode se causado de duas maneiras: –Pino RS (reset externo); –Watchdog timer. O programa é reiniciado (endereço 0000H); Todas as interrupções são desabilitadas; Quando o WDT causa o reset, o pino RS é colocado em zero (os circuitos ligados no pino de reset também serão reiniciados).

18 Configuração do Sistema A configuração básica é feita por meio dos registradores de controle e status: –SCSR1 – ocupa o endereço 7018H da memória de dados; –SCSR2 – ocupa o endereço 7019H da memória de dados;

19 SCSR1 Este registrador controla: –Pino CLKOUT: 0 a frequência de saída é o clock da CPU; 1 a frequência de saída é o clock do WDT. –Modos de baixo consumo (idle e halt)

20 SCSR1 –Seleção do fator de multiplicação do PLL (Fin é a frequência do oscilador): 0 4 x Fin 1 2 x Fin 2 1,33 x Fin 3 1 x Fin 4 0,8 x Fin 5 0,66 x Fin 6 0,57 x Fin 7 0,5 x Fin

21 SCSR1 –Habilitação dos módulos (individualmente): Conversor analógico-digital (ADC); Comunicação serial (SCI); Interface serial síncrona (SPI); CAN; EVA e EVB (timers, PWM, etc).

22 SCSR2 –Este registrador controla: Bit de proteção do WDT – quando em 0 não permite que o WDT seja desabilitado; Pinos de interface das memórias externas – permite que sejam colocados em tristate; Boot Enable – um bit que indica o estado do pino Boot Enable depois do reset;

23 SCSR2 –Este registrador controla: Seleção do modo de microcontrolador ou microprocessador (MC/MP); Mapeamento da memória SARAM (programa ou dados).


Carregar ppt "DSP – TMS320LF2407A. 64 kwords para programa; 64 kwords para dados; 64 kwords para dispositivos de I/O; Microprocessador/Microcontrolador (MC/MP): –0."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google