A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

HEPATITES Conceito: Todo processo inflamatório que acomete o fígado Agentes causais: - substâncias tóxicas - infecções generalizadas - medicamentos - alteração.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "HEPATITES Conceito: Todo processo inflamatório que acomete o fígado Agentes causais: - substâncias tóxicas - infecções generalizadas - medicamentos - alteração."— Transcrição da apresentação:

1 HEPATITES Conceito: Todo processo inflamatório que acomete o fígado Agentes causais: - substâncias tóxicas - infecções generalizadas - medicamentos - alteração funcional sistema imune - vírus

2 HEPATITES VIRAIS

3 HEPATITE A

4 HEPATITE A (HAV) Hepatite A Vírus de RNA Família Piconaviridae Gênero Hepatovirus Principal via: oro-fecal Transmissão :

5 HEPATITE A (HAV) INGESTÃO CÉLULAS EPITELIAIS INTESTINAIS CORRENTE SANGUÍNEA CÉLULAS PARENQUIMATOSAS NO FÍGADO FEZESSANGUESALIVA Principal Fonte de Infecção 10 8 vírus /grama

6 HEPATITE A (HAV) Sintomas: - Infecção: maioria assintomática Fase pré-ictérica Fase ictérica Fase de convalescença Complicações

7 HEPATITE A (HAV) Quadro ictérico apresentado durante infecção aguda pelo HAV

8 Epidemiologia: HEPATITE A (HAV) - Alta prevalência: áreas com menor poder socioeconômico (pobreza) grupos profissionais de risco: bares e restaurantes com baixo grau de higiene - Permanência do vírus viável em água por meses

9 Controle e Prevenção HEPATITE A (HAV) 1. Vigilância da qualidade das águas 2. Saneamento básico 3. Cozinhar bem todos os alimentos 4.Educação sanitária.

10 HEPATITE A (HAV) Tratamento e Vacinação: - Medidas de suporte: repouso, alimentação leve e saudável - Casos graves: internação - Hepatite fulminante: transplante - vacina

11 HEPATITE B

12 HEPATITE B (HBV) 1963: Blumberg descoberta do Ag Austrália Família Hepadnaviridae Vírus de DNA Orthohepadnavirus

13 Hepatite B HEPATITE B (HBV) Estrutura

14 HEPATITE B (HBV) Transmissão - Principal: contato com sangue contaminado - Transfusões - Agulhas contaminadas - Relação sexual - Pós–Parto

15

16 HEPATITE B (HBV) Patogênese e Imunidade - Resposta Imune - Interferon - Linfócitos T citotóxicos - Células NK - Produção de Ac anti-HBsAg

17 HEPATITE B (HBV) Epidemiologia -Brasil 15% da população já foi infectada e 1% é portador crônico - Países desenvolvidos: infecção perinatal é menos comum. mais comum: sexual, compartilhamento de agulhas contaminadas, pós-transfusão

18 HEPATITE B (HBV) Controle - Screening de doadores sangue e órgãos pesquisa de HBsAg - Campanhas educacionais para usuários de drogas - Campanhas educacionais para o cuidado durante as relações sexuais - Administração de imunoglubulinas para HBV em neonatos de mães portadoras do HBV - Cuidados dos profissionais das áreas de saúde: médicos, cirurgiões, dentistas, enfermeiras, bioquímicos, patologistas, pesquisadores, técnicos, etc.. Vacinação Medidas de Precauções Universais

19 HEPATITE B (HBV) Vacinação Esquema: 3 doses (via IM) 1 a dose 2 a dose 3 a dose (80-90% eficácia) 1 mês6 meses

20

21 HEPATITE C

22 Família Flaviviridae –Dengue, febre amarela; Gênero Hepacivirus –Vírus da hepatite C

23 HEPATITE C (HCV) Transmissão: -Parenteral - Sexual Transfusão sanguínea ou transplante de doadores infectados Usuários de drogas injetáveis Hemodiálise Relação sexual com múltiplos parceiros Fatores de Risco:

24 HEPATITE C (HCV) Patogênese - Hepatite Aguda sintomas são semelhante a hepatite aguda pelo HAV e HBV, porém, mais leves - Hepatite Crônica mais comum; prevalência de hepatite crônica pelo HCV é maior que pelo HBV.

25 HEPATITE C (HCV)

26 AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Humana adquirida)

27 AIDS Histórico: – uma nova síndrome descrita pelo Dr. Michael Gottlieb

28 AIDS Histórico: – Iniciada a busca pelo agente etiológico da AIDS – HIV é isolado e identificado à microscopia eletrônica

29 AIDS Epidemiologia: -Mundo: 33 milhões de pessoas vivendo com HIV/AIDS (2007) -Brasil: De 1980 a junho de 2011 foram casos registrados de AIDS no País Taxa de prevalência da infecção pelo HIV: 1,0% na população de 15 a 49 anos. No grupo de risco a taxa de prevalência sobe para 5%

30

31 AIDS Transmissão: - Principal via: Sangue (1000 a vírus/mL) no interior de linfócitos e macrófagos - Transmissão vertical - Relação sexual desprotegida - Objetos perfuro-cortantes contaminados

32 Estrutura do HIV

33

34

35

36

37 AIDS Controle - A prevenção. - Antiretrovirais Efeitos colaterais: Tratamento

38

39

40

41 Dengue

42

43

44

45

46 Epidemiologia Epidemiologia Transmitido pelo mosquito fêmea infectado. Mosquito pica durante o dia. Vive próximo de habitações humanas. Deposita ovos e produz larvas preferencialmente em recipientes artificiais. ð Larvicidas podem ser úteis para matar fases aquáticas imaturas. ð Implementação de planos emergenciais de contingência. ð Educação da população em geral. Dengue

47 Epidemiologia Epidemiologia Os mosquitos resistentes a pulverização. Controle biológico: Amplamente experimental. Opção: colocar peixes em recipientes para comer as larvas. Controle ambiental: Eliminação dos criadouros das larvas. Provavelmente o método mais eficaz a longo prazo. Dengue

48

49 Patogenia O vírus se liberta e circula no sangue. 3. O vírus infecta as células brancas do sangue e os tecidos linfáticos. 2. O vírus se multiplica em órgãos-alvo. 1. O vírus é transmitido para o homem na saliva do mosquito. Dengue

50 O segundo mosquito ingere o sangue com o vírus. 6. O vírus se multiplica no intestino médio e em outros órgãos do mosquito, infectando as glândulas salivares. 7. O mosquito se multiplica nas glândulas salivares. Patogenia Dengue

51

52 DENGUE CLÁSSICA Sintomas - Febre (sintoma típico) - Mialgia - Cefaléia - Dor retro-orbitária - Prostação - Exantema

53 DENGUE HEMORRÁGICA Equimose Hemorragia sub- conjuntival

54 INFLUENZA

55 Família do Orthomixiviridae Tipo A ou FluA: mais importante, grandes pandemias. Tipo B ou FluB: menor freqüência de epidemias, infecta somente humanos Tipo C ou FluC: doenças respiratórias leves, infecta somente humanos e suínos Três tipos de Influenzavírus:

56

57 INFLUENZA

58 Distribuição dos subtipos das proteínas de membrana do vírus Influenza A na natureza. Retirado de A – Hemaglutinina; B – Neuraminidase

59

60 Febre, calafrios, tremores; descarga nasal,espirros, tosse,rouquidão... Dor de cabeça, dor de garganta, dores musculares, mal-estar, fraqueza, cansaço. Duração: 1 a 4 dias Quadros + graves da doença: tipo A Mortalidade: em crianças (<10 anos) E idosos (>60 anos) Gripe verdadeira

61 Pneumonia Aumento de risco de infarto e AVCs pós-infecção Otite média, exacerbação de asma Síndrome de Reye (esteatose, encefalopatia aguda) Pneumonia fatal Falha múltipla de órgãos Influenza - complicações

62

63

64 TIPOS DE BEIJOS ESQUIMÓ,esfrega a ponta do nariz no nariz do seu parceiro. FRANCÊS,O famoso beijo de língua. SELINHO com os lábios. BORBOLETA.com os cílios. CINEMATOGRÁFICO.é chamado beijo técnico não envolve emoção. DESINTUPIDOR DE PIA. o parceiro enfia a língua e não tira mais. PERIGO

65

66 HERPES

67 TRANSMISSÃO: predominantemente sexual INCUBAÇÃO: 3 a 14 dias QUADRO CLÍNICO: lesões vesiculosas, que em poucos dias transformam em úlceras. ETIOLOGIA: Herpes simplex virus (HSV) - tipos 1 e 2 DNA vírus (tipo 1: lesões periorais) (tipo 2: lesões genitais) HERPES GENITAL

68

69 HERPES GENITAIS

70 GASTROENTERITE provocada por Rotavírus

71 Genoma viral 11 segmentos de ds RNA Capsídeo Camada mais interna Camada intermediária Camada externa Estrutura viral ROTAVÍRUS

72 #distribuição cosmopolita #transmissão: fecal-oral Epidemiologia #crianças < 5 anos (+ entre 6 meses e 2 anos) # principal causa da diarréia infantil ROTAVIROSE #80-90% das crianças têm anticorpos após o 3 o. ano de vida #distribuição sazonal

73 Manifestações clínicas #período de incubação: 2 a 6 dias #duração: 1 a 4 dias febre alta (30-50%) #sintomas vômito (80-90%) típicos 10 a 20 evacuações/dia fezes aquosas dor abdominal #auto-limitada ROTAVIROSE

74 #reposição de fluidos e eletrólitos #suplementação alimentar em pacientes desnutridos #implementação de medidas de saúde pública # Vacina (Rotarix) Profilaxia e tratamento ROTAVIROSE


Carregar ppt "HEPATITES Conceito: Todo processo inflamatório que acomete o fígado Agentes causais: - substâncias tóxicas - infecções generalizadas - medicamentos - alteração."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google