A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CONSTRUINDO NOVOS SENTIDOS: O PAPEL DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE NAS ORGANIZAÇÕES PÚBLICAAS HELENROSE APARECIDA DA SILVA PEDROSO COELHO HELENROSE APARECIDA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CONSTRUINDO NOVOS SENTIDOS: O PAPEL DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE NAS ORGANIZAÇÕES PÚBLICAAS HELENROSE APARECIDA DA SILVA PEDROSO COELHO HELENROSE APARECIDA."— Transcrição da apresentação:

1 CONSTRUINDO NOVOS SENTIDOS: O PAPEL DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE NAS ORGANIZAÇÕES PÚBLICAAS HELENROSE APARECIDA DA SILVA PEDROSO COELHO HELENROSE APARECIDA DA SILVA PEDROSO COELHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 24 REGIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 24 REGIÃO

2 EXISTE VIDA ANTES DA MORTE

3 SAÚDE PÚBLICA Crise tem raízes no século XVIII Crise tem raízes no século XVIII –O HOMEM-MÁQUINA/medicalização/regulamentos –O exame (permite qualificar, classificar, punir) Século XIX- Medicina garante reprodução Século XIX- Medicina garante reprodução –Industrialização/Medicina Social –Sanitarismo (saneamento, imunização e controle de vetores) –Poder do discurso médico –Modelo curativo

4 SAÚDE COMO AUSÊNCIA DE DOENÇA Era clássica Era clássica –Exclusões - todos que dão mostras de alteração em relaçâo à moral e a sociedade –Internamento-trabalho forçado como sanção e controle moral; pecado é a ociosidade Século XIX- poder disciplinar no asilo Controle médico é mais ético do que terapêutico Controle médico é mais ético do que terapêutico –Patologização –Forma de controle social

5 Modelo cartesiano de ciência -fragmentação do corpo Formação de um discurso biologizanteFormação de um discurso biologizante Adoção do modelo biomédico de saúde/força de trabalho/EpidemiologiaAdoção do modelo biomédico de saúde/força de trabalho/Epidemiologia Século XX - sistema de saúde sofre pela crise de 1929/2ª GuerraSéculo XX - sistema de saúde sofre pela crise de 1929/2ª Guerra Seguro socialSeguro social Medicina preventiva/BioéticaMedicina preventiva/Bioética Anos 1970Anos Alma Ata- saúde como direito1978 -Alma Ata- saúde como direito Carta de Ottawa-promoção, atenção Carta de Ottawa-promoção, atenção

6 SAÚDE NO BRASIL Período colonial- não há atenção/Santas Casas Período colonial- não há atenção/Santas Casas Século XIX- tratamento em função das posses Século XIX- tratamento em função das posses República- cientificismo República- cientificismo Início século XX- industrialização/saúde do trabalhador Início século XX- industrialização/saúde do trabalhador –Anos 1930-relações trabalhistas;IAPs; Caixas –Anos 1940 e 1950-controle de epidemias; política partidária e sindicatos –Anos 1960-privatizante; INPS e INAMPS –Anos 1970-privatização; mercantilização –Ditadura militar onde se dá maior ênfase ao privado do que ao público –Anos 1980-VIII Conferência Nacional;AIS;SUDS –Anos 1990-aperfeiçoamento do SUDS

7 SUS Novo modelo- 1990; universalidade, integralidade, equidade, descentralização e participação da sociedade Necessidade de rompimento com a cultura medicamentosa Reforma psiquiátrica e Movimento Antimanicomial- contesta confinamento e maus tratos; valorização de outras formas de tratamento; participação da família; inclusão

8 PERFIL DO PROFISSIONAL DE SAÚDE NO ANTIGO MODELO Modelo de gabinete/consultório/gerente de doençasModelo de gabinete/consultório/gerente de doenças objetivo principal é dignosticarobjetivo principal é dignosticar avanço da indústria farmacêutica, alimentícia, de cosméticos e serviços laboratoriais, etcavanço da indústria farmacêutica, alimentícia, de cosméticos e serviços laboratoriais, etc medicalização da saúde/reificaçãomedicalização da saúde/reificação mercantilização da saúde/consumismomercantilização da saúde/consumismo modelo com foco no indivíduo, culpabilizantemodelo com foco no indivíduo, culpabilizante paciente como ser passivopaciente como ser passivo

9 NOVO PERFIL DO PROFISSIONAL DE SAÚDE Sai do consultório;Sai do consultório; atendimento coletivo;atendimento coletivo; foco na promoção de saúde e prevenção de doenças;foco na promoção de saúde e prevenção de doenças; dinamismo: paciente visto como ativodinamismo: paciente visto como ativo humanização de atendimentos;humanização de atendimentos; participação e informação do pacienteparticipação e informação do paciente

10 OBSTÁCULOS ENCONTRADOS PARA IMPLANTAÇÃO Formação:Características do curso - modelo clinico liberal privatista; distanciamento dos aspectos sociais e culturais; busca de neutralidade; limitação da atuação pelo modelo individual; distanciamento da realidade. Formação:Características do curso - modelo clinico liberal privatista; distanciamento dos aspectos sociais e culturais; busca de neutralidade; limitação da atuação pelo modelo individual; distanciamento da realidade. O que provoca falta de adesão dos pacientes; dificuldade de inserção nas equipes multiprofissionais; instalações físicas precárias; falta de apoio; limitação da atuação dentro do perfil do SUS; idealizações que demonstram desconhecimento do contexto; reprodução de modelo da classe média do sec. passado O que provoca falta de adesão dos pacientes; dificuldade de inserção nas equipes multiprofissionais; instalações físicas precárias; falta de apoio; limitação da atuação dentro do perfil do SUS; idealizações que demonstram desconhecimento do contexto; reprodução de modelo da classe média do sec. passado

11 OBSTÁCULOS Servidores acostumados ao modelo anterior; poder médico; Servidores acostumados ao modelo anterior; poder médico; Alta administração preocupada com procedimentos judiciais; Alta administração preocupada com procedimentos judiciais; Profissionais que ainda estão enraizados no modelo antigo e não servem como colaboradores; Profissionais que ainda estão enraizados no modelo antigo e não servem como colaboradores; Falta de propostas concretas e objetivas; Falta de propostas concretas e objetivas; Além da formação, o aprimoramento dos profissionais na área de Saúde Coletiva Além da formação, o aprimoramento dos profissionais na área de Saúde Coletiva

12 NOVAS PROPOSTAS PARA ORGÃOS DO PODER JUDICIÁRIO Início com projetos conhecidos: ginástica laboral; Vigilantes do Peso; Semana da Saúde;atividades lúdicas; massagens; palestras sobre outros modelos de saúde; informativos sobre promoção de saúde Início com projetos conhecidos: ginástica laboral; Vigilantes do Peso; Semana da Saúde;atividades lúdicas; massagens; palestras sobre outros modelos de saúde; informativos sobre promoção de saúde Projeto de comunicação Projeto de comunicação Reestruturação do Serviço: Reestruturação do Serviço: –atividades educativas com os servidores; –preparação didático-pedagógica dos profissionais; –estudos em grupo com os profissionais; –mudança arquitetônica do espaço

13 ATIVIDADES INTERNAS DO SERVIÇO reserva de tempo disponível para leituras e pesquisas reserva de tempo disponível para leituras e pesquisas trabalho em equipe multidisciplinar trabalho em equipe multidisciplinar contato com equipes de serviços de saúde; contato com equipes de serviços de saúde; conhecimento e participação na comunidade; conhecimento e participação na comunidade; estímulos à reflexão da dimensão sócio- político-cultural que envolve os trabalhadores em saúde; estímulos à reflexão da dimensão sócio- político-cultural que envolve os trabalhadores em saúde; construção do conhecimento a partir da problematização da realidade; construção do conhecimento a partir da problematização da realidade; articulação da teoria com a prática; articulação da teoria com a prática; formação de nova concepção do profissional formação de nova concepção do profissional

14 NOVOS MODELOS A SEREM ADOTADOS Inserção dos servidores e familiares: Campanha contra o sedentarismo; Inserção dos servidores e familiares: Campanha contra o sedentarismo; Inserção na comunidade por meio de sugestões de atividades de voluntariado; Inserção na comunidade por meio de sugestões de atividades de voluntariado; preparação de programa para agentes de segurança - Lei /06 preparação de programa para agentes de segurança - Lei /06 organização de grupos das principais queixas apresentadas pelos servidores, organização de grupos das principais queixas apresentadas pelos servidores, utilização do ônibus para educação das Varas do interior do Estado. utilização do ônibus para educação das Varas do interior do Estado.

15 NOVOS MODELOS Conscientização do servidor é primordial mas é lenta e exige muito esforço e dedicação por parte dos profissionais; Conscientização do servidor é primordial mas é lenta e exige muito esforço e dedicação por parte dos profissionais; Mudança da noção de trabalho; Mudança da noção de trabalho; Trabalho de desalienação do servidor diante das atividades judiciárias; Trabalho de desalienação do servidor diante das atividades judiciárias; Apoio familiar; Apoio familiar; Reflexões sobre estilo de vida e consumismo; Reflexões sobre estilo de vida e consumismo; Estímulo ao abandono da medicalização Estímulo ao abandono da medicalização

16 NOVOS MODELOS Realização de oficinas sobre temas variados; Realização de oficinas sobre temas variados; Informação para o usuário dos serviços judiciais (parcerias com OAB e informações na sala de espera das audiências); Informação para o usuário dos serviços judiciais (parcerias com OAB e informações na sala de espera das audiências); Flexibilidade para montar e estruturar projetos; Flexibilidade para montar e estruturar projetos; Práticas de acolhimento; Práticas de acolhimento; Esforço par estabelecer adesão; Esforço par estabelecer adesão; Clareza da dimensão política e filosófica do novo trabalho em saúde; Clareza da dimensão política e filosófica do novo trabalho em saúde;

17 NOVOS MODELOS Capacidade para trabalhar em equipe; Capacidade para trabalhar em equipe; Não afastamento do sujeito da ação, sob pena de retornar à ótica da produção no trabalho, retirando a identidade do servidor; Não afastamento do sujeito da ação, sob pena de retornar à ótica da produção no trabalho, retirando a identidade do servidor; Evitar a alienação, o afastamento do paciente do processo de adoecimento no trabalho; Evitar a alienação, o afastamento do paciente do processo de adoecimento no trabalho; É importante que se realize uma ampla discussão a respeito das necessidades de organização, priorização e integração entre os serviços. É importante que se realize uma ampla discussão a respeito das necessidades de organização, priorização e integração entre os serviços.

18 CONSIDERAÇÕES FINAIS As formas de atuação dos profissionais de Saúde encontram barreiras nas práticas cotidianas, ocasionadas pela falta de condições reais para implementação das propostas; As formas de atuação dos profissionais de Saúde encontram barreiras nas práticas cotidianas, ocasionadas pela falta de condições reais para implementação das propostas; A forma de trabalho é bastante individualizada; A forma de trabalho é bastante individualizada; Não existem projetos direcionados para a atenção primária à saúde, para um trabalho de promoção de saúde e prevenção de doenças, além de um trabalho educacional e centrado em ações comunitárias; o servidor já aparece no serviço médico necessitando de fato de atendimento secundário; Não existem projetos direcionados para a atenção primária à saúde, para um trabalho de promoção de saúde e prevenção de doenças, além de um trabalho educacional e centrado em ações comunitárias; o servidor já aparece no serviço médico necessitando de fato de atendimento secundário;

19 NOVAS ATUAÇÕES É importante que se realize uma ampla discussão a respeito das necessidades de organização, priorização e integração entre os serviços; É importante que se realize uma ampla discussão a respeito das necessidades de organização, priorização e integração entre os serviços; Os cursos de graduação devem oferecer oportunidades de vivência dos futuros profissionais que os conduzam à sensibilização e preparação para análise e compreensão do contexto geral da Saúde Pública e do contexto específico da instituição no qual se dará o trabalho; Os cursos de graduação devem oferecer oportunidades de vivência dos futuros profissionais que os conduzam à sensibilização e preparação para análise e compreensão do contexto geral da Saúde Pública e do contexto específico da instituição no qual se dará o trabalho; O ser humano precisa ser apreendido em situações concretas nos âmbitos sócio-dinâmicos, institucionais e comunitários.; O ser humano precisa ser apreendido em situações concretas nos âmbitos sócio-dinâmicos, institucionais e comunitários.;

20 NOVAS ATUAÇÕES No exercício cotidiano da profissão, as características e os objetivos das instituições não têm sido levados em conta no planejamento dos trabalhos, em consequência da maneira restrita de conceber sua atuação; No exercício cotidiano da profissão, as características e os objetivos das instituições não têm sido levados em conta no planejamento dos trabalhos, em consequência da maneira restrita de conceber sua atuação; O trabalho do profissional tem que ser dirigido às atuações integradas, em equipe multiprofissional; O trabalho do profissional tem que ser dirigido às atuações integradas, em equipe multiprofissional; Os cursos de graduação devem oferecer oportunidades de vivência dos futuros profissionais que os conduzam à sensibilização e preparação para análise e compreensão do contexto geral da Saúde Pública e do contexto específico da instituição no qual se dará o trabalho; Os cursos de graduação devem oferecer oportunidades de vivência dos futuros profissionais que os conduzam à sensibilização e preparação para análise e compreensão do contexto geral da Saúde Pública e do contexto específico da instituição no qual se dará o trabalho;

21 NOVAS ATUAÇÕES O ser humano precisa ser apreendido em situações concretas nos âmbitos sócio-dinâmicos, institucionais e comunitários para se perceber a função social dos Serviços de Saúde; O ser humano precisa ser apreendido em situações concretas nos âmbitos sócio-dinâmicos, institucionais e comunitários para se perceber a função social dos Serviços de Saúde; No exercício cotidiano da profissão, as características e os objetivos das instituições não têm sido levados em conta no planejamento dos trabalhos, em consequência da maneira restrita de conceber sua atuação; No exercício cotidiano da profissão, as características e os objetivos das instituições não têm sido levados em conta no planejamento dos trabalhos, em consequência da maneira restrita de conceber sua atuação; O trabalho tem que ser dirigido às atuações integradas, em equipe multiprofissional O trabalho tem que ser dirigido às atuações integradas, em equipe multiprofissional

22 Voltando ao início: Voltando ao início: EXISTE VIDA ANTES DA MORTE E POR ISSO É NOSSA RESPONSABILIDADE COMO PROFISSIONAIS DA SAÚDE CUIDAR E RENOVAR DIARIAMENTE ESSA VIDA POR MEIO DA PROMOÇÃO DA SAÚDE DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO. EXISTE VIDA ANTES DA MORTE E POR ISSO É NOSSA RESPONSABILIDADE COMO PROFISSIONAIS DA SAÚDE CUIDAR E RENOVAR DIARIAMENTE ESSA VIDA POR MEIO DA PROMOÇÃO DA SAÚDE DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIÁRIO. OBRIGADA! OBRIGADA!


Carregar ppt "CONSTRUINDO NOVOS SENTIDOS: O PAPEL DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE NAS ORGANIZAÇÕES PÚBLICAAS HELENROSE APARECIDA DA SILVA PEDROSO COELHO HELENROSE APARECIDA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google